1. Todas as contas sem comentários e que não visitem Portal nos últimos 12 meses, serão apagadas definitivamente da base de dados.
    Fechar Aviso
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Fiat Fiat 850 Sport Coupé

Tópico em 'Diários de Bordo' iniciado por Pedro Seixas Palma, 29 Jun 2016.

Tópico em 'Diários de Bordo' iniciado por Pedro Seixas Palma, 29 Jun 2016.

A carregar...
  1. Pedro Teixeira4

    Pedro Teixeira4 Portalista
    Portalista

    Registo:
    4 Dez 2013
    Local:
    Pedrouços Maia
    Bem, parabéns tu "safaste "ao nível que eu gostava de me safar :)
    Belos trabalhos no 850,o carburador do Visa precisava de uma limpeza dessas...
    Continuação e bons trabalhos!
     
  2. Pedro Seixas Palma

    Portalista

    Registo:
    25 Fev 2016
    Local:
    Lisboa
    Veículos nas Garagens:
    1
    Uma verificação rápida permitiu concluir que a vela que deixei cair e que cuidadosamente ajustei a folga é responsável pelo funcionamento irregular do motor... Ingrata!
    Também me permitiu concluir que, inevitavelmente, tenho as velas erradas no carro (Beru 14-7DU em vez de 14-5D1) e que os cabos das velas são mesmo muito curtos, pois deviam passar por cima do filtro de ar e passam por baixo e esticadinhos!
    Entretando a minha lista de compras inclui agora uma bomba de travões de circuito duplo! Vamos entrar na era moderna! E testar a compatibilidade das peças Fiat ao longo de 20 ou 30 anos e duas gerações de carros!
    20160912_155721.jpg
     
  3. Pedro Seixas Palma

    Portalista

    Registo:
    25 Fev 2016
    Local:
    Lisboa
    Veículos nas Garagens:
    1
    Uma pequena actualização para ordenar as minhas ideias.
    Hoje fui fazer um pequeno test drive já com cabos de velas novos (mas velas velhas) e supostamente quase tudo orientado. Verifiquei pena n-ésima vez o ponto de ignição e saí da garagem.
    O motor está a rodar bem, mas como por alguma razão os cilindros estão todos a funcionar, o ralenti estava um bocado alto demais.
    Os travões estão de bradar aos céus, ou de rezar para que pare no espaço disponível.
    Depois de umas voltas ao quarteirão algo começou a acontecer e uma qualquer intuição disse-me para voltar para a garagem. Quando lá cheguei reparei num fuminho a sair do compartimento do motor e quase entrei em pânico (felizmente que a minha primeira compra para este carro foi um extintor): saí rapidamente e fiz o que não se deve fazer numa situação destas e abri a tampa do motor. Curto-circuito.
    Felizmente que o fio em questão ao derreter se partiu e quebrou o circuito. Pois, pois, muita sorte mesmo. Os estragos resumem-se a um palmo de fio derretido, mas podia ter sido muito mau.
    Está na hora de antecipar uma tarefa e refazer o circuito #30...
     
  4. afonsopatrao

    afonsopatrao Portalista
    Portalista

    Registo:
    3 Abr 2014
    Local:
    Coimbra
    Veículos nas Garagens:
    3
    Assustador!! Mas a causa do curto circuito foi a degradação daquele fio? Ou ainda tens de ir à procura?
     
  5. Pedro Seixas Palma

    Portalista

    Registo:
    25 Fev 2016
    Local:
    Lisboa
    Veículos nas Garagens:
    1
    O curto foi naquele fio, não há dúvidas. Estive a rever as minhas fotos e até dava para ver que o isolamento estava desgastado por roçar no aro da ventoínha. A sorte/azar foi que aquele circuito não é protegido e está ligado direto à bateria. Se eu não desligasse sempre a bateria podia ter acontecido com o carro parado na garagem. Mesmo assustador quando o depósito do combustível está ao lado do motor.
    Alguém conhece um electricista para os lados de Lisboa? Preciso de substituir o cabo da bateria para o motor de arranque e o cabo motor de arranque/alternador/regulador de voltagem. Acho que vou delegar esta tarefa, é impossível encontrar cabos elétricos de qualidade para automóvel no comércio retalhista...
     
  6. Pedro Seixas Palma

    Portalista

    Registo:
    25 Fev 2016
    Local:
    Lisboa
    Veículos nas Garagens:
    1
    Bom, enquanto o 850 SC está no estaleiro e eu contemplo o ninho de ratos em que a cablagem está transformada, resolvi dar um avanço noutra componente deste meu projecto pessoal:
    upload_2016-9-16_21-49-1.png

    Para quem não está a perceber, isto são clips para organizar os cabos de vela. Aqueles que desaparecem sempre, mas que quando existem deixam tudo com outro aspecto. Desenhei uns quantos e imprimi na minha Prusa i3.
    Aqui está um em "prototype orange", a cor que escolhi num momento de daltonismo passageiro.
    20160915_200208.jpg
    Eventualmente serão impressos em preto.
    Aqui o resto do conjunto, já limpo:
    20160917_123404.jpg
    Mais à frente revelarei outro componente que estou a desenvolver para o 850 SC, este específico do modelo...
     
    #86 Pedro Seixas Palma, 16 Set 2016
    Última edição: 17 Set 2016
  7. Pedro Seixas Palma

    Portalista

    Registo:
    25 Fev 2016
    Local:
    Lisboa
    Veículos nas Garagens:
    1
    Ontem travei uma batalha de proporções épicas, sem tréguas durante quatro horas, contra o cabo da bateria. E perdi.
    Nem tudo foi um desperdício: tirei e limpei o relais e o regulador de tensão, consegui tirar os dois bancos (que também deram uma boa luta para correrem a calha toda), removi a consola do túnel (sem partir) e fui directo ao painel de acesso ao túnel de transmissão. Relembra-me uma obra que fiz em tempos no X1/9...
    Mas depois deparei-me com um adversário mais difícil: com algum esforço físico consegui puxar o lado do cabo que vem da bateria. Não foi fácil porque o cabo é velho e pouco maleável, mas fez-se. A seguir foi só puxar a outra metade do cabo, que vai para o motor. E puxar, puxar, puxar, puxar,... Nada, não se mexe. Com o cabo enrolado numa chave de rodas, a fazer força com os pés, sentado no banco de trás. Nadinha.
    Como a extremidade do cabo já saiu do compartimento do motor, não faço ideia do que se esteja a passar. Suspeito que o cabo esteja trilhado em algum sítio pela transmissão, o que é no mínimo assustador. Vou tentar confirmar as minhas suspeitas e depois logo desenho um novo plano de ataque.
     
  8. Claudio Vilas

    Claudio Vilas Portalista
    Portalista

    Registo:
    1 Fev 2012
    Local:
    S. Mamede infesta

    O 850 Normal, tem uma de fabrica para vedar.
    De certeza que seu carburador, tambem tem que ter.
     
  9. Claudio Vilas

    Claudio Vilas Portalista
    Portalista

    Registo:
    1 Fev 2012
    Local:
    S. Mamede infesta
    A tampa do distribuidor, tem o nº de cilindro que corresponde a cada cabo. Basta seguir isso.
    O primeiro cilindro, fica do lado da corrente da distribuiçao..............
     
  10. Claudio Vilas

    Claudio Vilas Portalista
    Portalista

    Registo:
    1 Fev 2012
    Local:
    S. Mamede infesta
    .Meu caro:

    Lamento imenso, essa situação de principio de incêndio.
    Curto-circuitos, é coisa que se deve evitar e quando acontecem, o melhor é mandar fazer as coisas por quem saiba.
    Quando ao facto de nao conseguir tirar o cabo de alimentação da bateria, deve ter a ver com a tampa existente no túnel por onde passa o cabo de embraiagem, tubo de travões, tirante do travão de mao etc.

    Cump

    Claudio
     
  11. Pedro Seixas Palma

    Portalista

    Registo:
    25 Fev 2016
    Local:
    Lisboa
    Veículos nas Garagens:
    1
    Obrigado pelas dicas!
    Acho estranho que a tampa do filtro de ar tenha uma junta. Não vejo a utilidade nem encontro em sítio algum qualquer referência a tal coisa. O X1/9 não tinha, penso eu, e estive a ver uma série de Fiat (Uno, Panda, 126,...) que também não o têm.
    Após aturadas investigações parece-me que o cabo da bateria está preso por um olhal ao repartidor dos travões. Podia ser pior. Estava com medo que estivesse preso entre a chapa e a transmissão. E faz sentido que tenha algum tipo de roteamento.
     
    Claudio Vilas gostou disto.
  12. Claudio Vilas

    Claudio Vilas Portalista
    Portalista

    Registo:
    1 Fev 2012
    Local:
    S. Mamede infesta
    O 850 Berlina tem e o 127 tambem.......
     
  13. António Barbosa

    Portalista

    Registo:
    27 Dez 2006
    Local:
    Matosinhos
    A Auto-Gabriel aqui no Porto tem bons cabos de ligação à bateria com diversos diâmetros. Creio que é um armazém que também vende a público. Liga-lhes e tenta que te enviem por transportadora.
     
  14. Pedro Seixas Palma

    Portalista

    Registo:
    25 Fev 2016
    Local:
    Lisboa
    Veículos nas Garagens:
    1
    Obrigado, mas já tratei do assunto aqui em Lx na Simporal. Bom serviço e aconselhamento técnico.
     
  15. Pedro Seixas Palma

    Portalista

    Registo:
    25 Fev 2016
    Local:
    Lisboa
    Veículos nas Garagens:
    1
    Ora só para reportar que, apesar do tempo limitado disponível, a coisa vai avançando.
    E solicitar a ajuda de alguma alma caridosa que me verifique onde é que é suposto o cabo de terra da bateria ligar. Já no X1/9 andei anos com o cabo da bateria ligado no perno errado, e aqui tenho dúvidas que ele esteja ligado ao sítio certo: está ligado a um dos pernos do apoio direito dos tirantes de direcção.
    De qualquer forma já tenho cabos novos, de 25mm2 (estive na dúvida entre 25 e 16, mas como o cabo tem mais de dois metros, optei pelos 25), com terminais devidamente cravados e protegidos com manga termo-retráctil com cola.
    20160920_111325.jpg
    Se alguém quiser aplicar terminais de bateria, investi numa ferramenta para os cravar. Talvez não fosse má ideia criar uma bolsa de ferramentas-estranhas-que-só-são-usadas-uma-vez-na-vida-e-ficam-num-canto-a-apanhar-pó-para-toda-a-eternidade. Só uma ideia.
     
    #95 Pedro Seixas Palma, 20 Set 2016
    Última edição: 20 Set 2016
  16. Pedro Seixas Palma

    Portalista

    Registo:
    25 Fev 2016
    Local:
    Lisboa
    Veículos nas Garagens:
    1
    Report 2: passei o cabo desde o motor de arranque até ao travão de mão! Claramente a etapa mais difícil, envolvendo trabalhar debaixo do carro em condições pouco salubres. Depois de muita investigação e coçar a cabeça, optei por rotear o cabo ao longo do tubo da chauffage. O manual Haynes e Autobook deixam entrever esse roteamento, várias fotografias na net mostram o cabo a sair pela passagem do tubo para o compartimento do motor, e parece razoável.
    A segunda etapa é passar do travão de mão para a bateria, de preferência passando por todas as presilhas existentes no túnel. Estamos quase lá!
     
  17. João Luís Soares

    Staff Portalista Premium Delegado Regional

    Registo:
    24 Out 2007
    Local:
    Maia / Gaia
    Veículos nas Garagens:
    3
    No livro de instruções não diz nada sobre isso.
     
  18. Pedro Seixas Palma

    Portalista

    Registo:
    25 Fev 2016
    Local:
    Lisboa
    Veículos nas Garagens:
    1
    Podemos sempre fazer um inquérito: "siga o cabo de terra da sua bateria e descubra onde está ligado!"
    Certamente vamos obter umas três ou quatro respostas diferentes!
     
  19. Pedro Seixas Palma

    Portalista

    Registo:
    25 Fev 2016
    Local:
    Lisboa
    Veículos nas Garagens:
    1
    Report 3: O cabo chegou à bateria! E já tem terminais! Yupiie!
    E como estou com a mão na massa, resolvi substituir o infame fio castanho. Que no meu carro era vermelho. E vai passar a castanho, cortesia de uma cablagem de Fiat Punto que resolvi estraçalhar.
    Na minha inocência pensei que poderia aproveitar montes de fios e trecos de uma cablagem moderna, mas na realidade os fios num carro moderno são na maioria tipo "esparguete". Apenas na cablagem do motor se aproveita alguma coisa, nomeadamente o fio castanho e o cabo do alternador para o motor de arranque. E os restantes cabos para reconstituir o circuito #30. Que não vão ficar com as cores originais :-(
    Tenho sempre este dilema: gosto de manter pormenores originais, mas este carro não vale pela originalidade, nem o comprei por tal.
    A lista de tarefas aumentou consideravelmente: reconstruir o circuito de carga, ligar o relais e o regulador de tensão, arrumar os fios como deve ser, voltar a montar o alternador e tensionar as correias, fechar o túnel de transmissão, instalar a consola central, instalar os bancos e dar à chave. Lá para o Natal deve estar pronto.
    Entretanto começo a planear o próximo passo: travões. Bomba central com circuito duplo de um Panda em vez da original de circuito simples. Isso implica novas linhas porque as ligações têm roscas diferentes, mas não me importo.
     
    Manuel Vidago e afonsopatrao gostaram disto.
  20. Pedro Seixas Palma

    Portalista

    Registo:
    25 Fev 2016
    Local:
    Lisboa
    Veículos nas Garagens:
    1
    Report 4: uma horinha mal medida despendida a passar fios, enfitar, arrumar, trocar terminais e aplicar termo-retráctil. No fim sobrou-me um fio, mas já sei de onde veio e para onde vai. Menos mal, da próxima vez talvez já possa montar o alternador e talvez o motor funcione.
    Entretanto arranjei tubo de gasolina original transparente! Provavelmente devia-me ficar por tubo de borracha, mas não resisti!
    Já tenho uma lista de material para os travões, mas ainda tenho de olhar com olhos de ver para aquilo antes de encomendar.
     
    Manuel Vidago gostou disto.
A carregar...
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página

  1. Este site utiliza cookies para o ajudar a personalizar os conteúdos, aprimorar a sua experiência de utilização e manter a sua sessão activa no caso de ter conta registada.
    Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies.
    Fechar Aviso