Rover 414GSi (1990)

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Boa noite portalistas,

Mais um diário de bordo que venho abrir, em que certamente vão chegar ao fim deste post a pensar que sou maluco, se calhar porque sou mesmo maluco. :D
Como sabem, eu andava à procura de um carro para o dia-a-dia, de preferência a gasolina para converter para GPL, ou então mesmo a GPL, isto de forma a poder colocar o meu Rover 416GTi Mk1 na garagem, utilizando-o somente quando vou a Lisboa e para eventos de clássicos e antigos.
Acontece que fui vendo todos os dias anúncios na internet, de carros até 1300-1500€, mas sempre com especial atenção aos Rover, como não podia deixar de ser.
Os Rover que tinha em mente eram os 25, 45, Streetwise, ou então abrindo uma exceção para os 600 a gasóleo. Acabei por optar por um Rover, mas não por nenhum dos modelos mencionados anteriormente, isto por ter aparecido um negócio bastante bom e não ter resistido em ir ver o carro pessoalmente.
Fui ver o carro a um stand próximo do Barreiro, no dia 23 Março, e assim que lá cheguei apaixonei-me, pois o carro estava irrepreensível, completamente imaculado, o antigo proprietário foi quem o comprou novo num stand da Rover e como cereja no topo do bolo conta apenas com 104.000km’s.
Deixando-me de rodeios, o carro eleito foi um Rover 414GSi de 1990, dos primeiríssimos série 400 XW.

Sem Título.jpg


Para os mais curiosos, os Rover 200XW (bagageira curta) foram apresentados a 11 de Outubro de 1989, já os Rover 400XW (bagageira comprida) foram apresentados em Abril de 1990, sendo mais conhecidos por Saloon. Segundo um artigo: “Em alinhamento com a nova política de mercado da Rover, o saloon apresentava um valor ambicioso, digno de um modelo premium. A Rover justificava esta situação afirmando que o novo saloon possuía uma identidade própria, comparado com o modelo hatchback. Acima do valor do Rover 200, o Rover 400 escalava até um preço algo elevado. Foi também lançado um novo modelo de topo: o 416GTi 16v”.


Com isto, podem ver, que esta minha nova aquisição consegue ser ainda mais antiga que o meu 416GTi, sendo das primeiras a circular pelas estradas portuguesas. O carro foi vendido a Outubro de 1990 e matriculado a Novembro de 1990. (O meu GTi é de Fevereiro de 1991).
Portanto coloquei-me novamente numa posição comprometedora, pois tendo o carro imaculado não será fácil manter o seu estado como carro de dia-a-dia, mas farei dos possíveis! O próximo passo será converter para GPL, podendo ir com ele para qualquer lado sem olhar aos preços da gasolina.


Quanto às caraterísticas do carro:

- Trata-se de uma versão GSi, em que era a versão mais bem equipada, com a exceção dos GTi.
- Tem a minha cor eleita da Rover, o fantástico British Racing Green.
- Os 4 vidros são elétricos, tal como os retrovisores.
- Tem regulação de luminosidade no quadrante e temporização da luz do tejadilho quando se fecham as portas.
- Possui direção assistida.
- Ao nível de motorização, possui o magnífico Série K 1.4, porém como é um Mk1 e dos primeiros a ser comercializado, ainda é um monoponto de 90cv, ao invés do multiponto de 103cv que equipava os Mk2.

Só tive pena por 3 coisas: a ausência do teto de abrir, do alarme e do ar condicionado, mas como disse, o carro está imaculado e com todo o historial anotado, o que me fez atirar a ausência desse equipamento para trás das costas.


Assim sendo deixo-me de conversas e passo às fotografias do carro ainda no stand:

29344907_1521151101517485_735920972_n.jpg 29344994_1521151081517487_722661010_n.jpg 29514099_1011057122396822_1309111329_o.png 29546927_1521151181517477_25056582_n.jpg 29547011_1521151178184144_1980025852_n.jpg 29547529_1521151204850808_884659812_n.jpg 29547574_1521151028184159_341262005_n.jpg


A partir de dia 10 de Abril vou buscar o carro ao stand, até lá estou a tratar da papelada de seguro e afins. Como o carro tem mais de 25 anos consegui um seguro anual para clássicos, por um preço bastante simpático, o que agiliza bastante todo este processo.

Mais novidades assim que tiver o carro comigo, não percam :)
 

Anexos

Marco Vale

Clássico
Parabéns pela aquisição e boa sorte!

Tenho um carinho especial pelos Rover, por o meu Pai teve 2 (comprados novos): um 213 SE azul e um 414 Si 4 portas verde (como o teu). Boas recordações.
 
Não foi o Colega Hugo que encontrou o carro certo mas sim ao contrário, o Rover encontrou o dono certo.
Aguardamos cenas dos próximos diários do Rover.
Parabéns.
PS: O banco do pendura está forrado ou é um de cada cor?
 

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Muitos parabéns por mais um! E agora como fica o 205?
O 205 fica para ser o carro de bater portas e claro, de off-road :)


Parabéns pela compra!
Está a ficar uma "garagem" cheia:D.
Obrigado.
Estou estou, o problema é que só há garagem para 1 e esse 1 já lá mora.

Não foi o Colega Hugo que encontrou o carro certo mas sim ao contrário, o Rover encontrou o dono certo.
Aguardamos cenas dos próximos diários do Rover.
Parabéns.
PS: O banco do pendura está forrado ou é um de cada cor?
Os bancos estavam todos forrados com aquelas capas horríveis, vai ser a primeira coisa a saltar fora! Mas graças a essas capas os bancos estão em muito bom estado
 

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Muitos parabéns ò maluco he he he he Nãããã. Não és maluco. Tens é bom gosto, isso sim.

Estou com muita expectativa de ver o teu novo clássico (novo e clássico???).

Espero que te dê muitas alegrias e momentos saborosos a bordo.

Um abraço
Eu diria que somos é dois malucos, isso sim :lol::lol:
Ele há-de aparecer a seu tempo nos encontros do Portal e claro que o GTi também, tenho é de arranjar-lhe a frente primeiro por causa daquele incidente que aconteceu :unsure:
Já começamos a ter uma boa frota para representar a indústria de massa britânica :thumbs up:

Abraço e não se esqueça daquilo :thumbs up::thumbs up:
 

Nelson C. Santos

Powered by Taunus
Membro do staff
Premium
Portalista
Parabéns pela compra Hugo! Só podia ser um Rover :)

Só uma dúvida... para um carro de dia-a-dia, um seguro de clássico, se é daqueles da Vitorino... tens bastantes limitações... para ficares mais descansado fazia um seguro diferente... (considerando que foste para o valor mais barato deles...mas ainda assim com clausulas malucas).

Agora é vê-lo no próximo encontro em Algês :)
 

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Parabéns pela compra Hugo! Só podia ser um Rover :)

Só uma dúvida... para um carro de dia-a-dia, um seguro de clássico, se é daqueles da Vitorino... tens bastantes limitações... para ficares mais descansado fazia um seguro diferente... (considerando que foste para o valor mais barato deles...mas ainda assim com clausulas malucas).

Agora é vê-lo no próximo encontro em Algês :)
Obrigado Nelson.
Não é da vitorinos não :)
O que vou fazer não tem limite de kms, mas de qualquer das formas o 205 continuará a ser o carro de bater portas.
Este será para as voltas maiores! Tenho de fazer a Europa de Rover, dê por onde der :)
 

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Parabéns pela compra Hugo! Só podia ser um Rover :)

Só uma dúvida... para um carro de dia-a-dia, um seguro de clássico, se é daqueles da Vitorino... tens bastantes limitações... para ficares mais descansado fazia um seguro diferente... (considerando que foste para o valor mais barato deles...mas ainda assim com clausulas malucas).

Agora é vê-lo no próximo encontro em Algês :)
Obrigado Nelson.
Não é da vitorinos não :)
O que vou fazer não tem limite de kms, mas de qualquer das formas o 205 continuará a ser o carro de bater portas.
Este será para as voltas maiores! Tenho de fazer a Europa de Rover, dê por onde der :)
 

JP Vasconcelos

Raio de Sol
Portalista
parabéns pela nova aquisição
e já agora o que é isso de "vitorinos"?
também tenho um seguro de clássico e fiquei com a pulga atrás da orelha
 

João Pedras

Portalista
Premium
Portalista
parabéns pela nova aquisição
e já agora o que é isso de "vitorinos"?
também tenho um seguro de clássico e fiquei com a pulga atrás da orelha
São estes mediadores, que têm uns bons protocolos vitorinos .
Tenho feito os seguros com eles e têm tido os melhores preços, na mota tenho o protocolo de motos clássicos se não me engano e fica em menos de 50€/ano.
 

JP Vasconcelos

Raio de Sol
Portalista
São estes mediadores, que têm uns bons protocolos vitorinos .
Tenho feito os seguros com eles e têm tido os melhores preços, na mota tenho o protocolo de motos clássicos se não me engano e fica em menos de 50€/ano.
Já ouvi dizer que posso ter problemas com o seguro por de vez em quando o utilizar como carro normal, daí a minha dúvida
 

João Pedras

Portalista
Premium
Portalista
Já ouvi dizer que posso ter problemas com o seguro por de vez em quando o utilizar como carro normal, daí a minha dúvida
Nunca tive problemas com isso e já tive um acidente de mota em que não fui o culpado, como tens que já ter outro em teu nome, já é uma garantia de que não funciona como carro único.
 

Nelson C. Santos

Powered by Taunus
Membro do staff
Premium
Portalista
parabéns pela nova aquisição
e já agora o que é isso de "vitorinos"?
também tenho um seguro de clássico e fiquei com a pulga atrás da orelha
Eu nao sou da área dos seguros nem quero difamar nenhuma companhia/mediador, mas a verdade é esta.
Quando estava para fazer o seguro para o AX, liguei-lhe porque sabia que fazem bons preços e ja tinha falado com eles numa feira qualquer.

É verdade que basta ter outro seguro de outro carro, que fazem esse seguro MAS colocam sempre a cláusula que o carro só se pode deslocar para eventos ou para a realização de manutenção. Pedi-lhes que retirassem isso das condições pois quero andar com o carro sempre que me apetecer, mas responderam-me que não era possível. E aqui entra o busílis ... Se nunca acontecer nada de grave, se não formos os culpados, se for só chapa, em princípio será tudo tranquilo, mas é se acontecer algo de grave? Feridos, perca total do outro carro, ou mesmo morte? Acham que eles não vao questionar se o carro estava a ir para um encontro? E depois como é?
Sinceramente fiquei de pé atrás e preferi pagar um pouco mais, mas andar descansado e puder pegar no carro sempre que me apetecer a ter essa dúvida.

Minha modesta opinião.
 
Boa noite portalistas,

Mais um diário de bordo que venho abrir, em que certamente vão chegar ao fim deste post a pensar que sou maluco, se calhar porque sou mesmo maluco. :D
Como sabem, eu andava à procura de um carro para o dia-a-dia, de preferência a gasolina para converter para GPL, ou então mesmo a GPL, isto de forma a poder colocar o meu Rover 416GTi Mk1 na garagem, utilizando-o somente quando vou a Lisboa e para eventos de clássicos e antigos.
Acontece que fui vendo todos os dias anúncios na internet, de carros até 1300-1500€, mas sempre com especial atenção aos Rover, como não podia deixar de ser.
Os Rover que tinha em mente eram os 25, 45, Streetwise, ou então abrindo uma exceção para os 600 a gasóleo. Acabei por optar por um Rover, mas não por nenhum dos modelos mencionados anteriormente, isto por ter aparecido um negócio bastante bom e não ter resistido em ir ver o carro pessoalmente.
Fui ver o carro a um stand próximo do Barreiro, no dia 23 Março, e assim que lá cheguei apaixonei-me, pois o carro estava irrepreensível, completamente imaculado, o antigo proprietário foi quem o comprou novo num stand da Rover e como cereja no topo do bolo conta apenas com 104.000km’s.
Deixando-me de rodeios, o carro eleito foi um Rover 414GSi de 1990, dos primeiríssimos série 400 XW.

Ver anexo 1108093


Para os mais curiosos, os Rover 200XW (bagageira curta) foram apresentados a 11 de Outubro de 1989, já os Rover 400XW (bagageira comprida) foram apresentados em Abril de 1990, sendo mais conhecidos por Saloon. Segundo um artigo: “Em alinhamento com a nova política de mercado da Rover, o saloon apresentava um valor ambicioso, digno de um modelo premium. A Rover justificava esta situação afirmando que o novo saloon possuía uma identidade própria, comparado com o modelo hatchback. Acima do valor do Rover 200, o Rover 400 escalava até um preço algo elevado. Foi também lançado um novo modelo de topo: o 416GTi 16v”.


Com isto, podem ver, que esta minha nova aquisição consegue ser ainda mais antiga que o meu 416GTi, sendo das primeiras a circular pelas estradas portuguesas. O carro foi vendido a Outubro de 1990 e matriculado a Novembro de 1990. (O meu GTi é de Fevereiro de 1991).
Portanto coloquei-me novamente numa posição comprometedora, pois tendo o carro imaculado não será fácil manter o seu estado como carro de dia-a-dia, mas farei dos possíveis! O próximo passo será converter para GPL, podendo ir com ele para qualquer lado sem olhar aos preços da gasolina.


Quanto às caraterísticas do carro:

- Trata-se de uma versão GSi, em que era a versão mais bem equipada, com a exceção dos GTi.
- Tem a minha cor eleita da Rover, o fantástico British Racing Green.
- Os 4 vidros são elétricos, tal como os retrovisores.
- Tem regulação de luminosidade no quadrante e temporização da luz do tejadilho quando se fecham as portas.
- Possui direção assistida.
- Ao nível de motorização, possui o magnífico Série K 1.4, porém como é um Mk1 e dos primeiros a ser comercializado, ainda é um monoponto de 90cv, ao invés do multiponto de 103cv que equipava os Mk2.

Só tive pena por 3 coisas: a ausência do teto de abrir, do alarme e do ar condicionado, mas como disse, o carro está imaculado e com todo o historial anotado, o que me fez atirar a ausência desse equipamento para trás das costas.


Assim sendo deixo-me de conversas e passo às fotografias do carro ainda no stand:

Ver anexo 1108094 Ver anexo 1108095 Ver anexo 1108096 Ver anexo 1108097 Ver anexo 1108098 Ver anexo 1108099 Ver anexo 1108100


A partir de dia 10 de Abril vou buscar o carro ao stand, até lá estou a tratar da papelada de seguro e afins. Como o carro tem mais de 25 anos consegui um seguro anual para clássicos, por um preço bastante simpático, o que agiliza bastante todo este processo.

Mais novidades assim que tiver o carro comigo, não percam :)
Oh Hugo, estando esse carro imaculado, como està, e todo de origem e com todo o historial , não seria carro para ser teu principal classico e o outro Rover ser o teu daily driver?
 
Topo