Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Ressurreição do TEXAS BUG

Tópico em 'Volkswagen' iniciado por João Loyo, 22 Dez 2008.

Tópico em 'Volkswagen' iniciado por João Loyo, 22 Dez 2008.

  1. Boas

    Este é para mim o melhor Fórum de automóveis Clássicos em Portugal no entanto
    tive dúvidas em colocar aqui este projecto, devido à sua natureza. Na sua elaboração tive o cuidado de utilizar peças de automóveis sem recuperação viável ou mesmo já desmantelados, e também o cuidado de utilizar peças da época ou reproduções, mas caso a moderação ache que não é conveniente e não se enquadra por favor tomem as devidas providências.

    Aqui vai.

    Á já á alguns anos que procurava uma carroçaria de Buggy que tivesse interesse Histórico, depois de responder a alguns anúncios e muito procurar eis que me encontro a ver uma carroçaria de um Buggy curto que de imediato me despertou a atenção para a pintura antiga que quase já não é visível, um roxo pigmentado de prata.
    O senhor que me a vendeu disse que tinha uma coisa escrita por baixo do tablie, não dei muita importância na altura, pena não ter tirado fotos pois a carroçaria estava a dormir num passeio em plena rua depois de fazer negócio toca de a transportar para casa numa velhinha Nissan Urvan que anda cá por casa à tantos anos que já é clássica, e companheira de muitas aventuras com transporte de peças de clássicos.
    Já em casa quando a começo a analisar, qual não é o meu espanto que encontro uma placa com a seguinte descrição:

    LESLIES
    NO. 6066
    BUG PARTS
    HOUSTON, TEXAS
    A/C 713 921-1188

    Por mais que consulte especialistas sites e revistas em Buggys ainda não consegui algo sobre a identificação e localização na época desta carroçaria a minha analise e de alguns especialistas é que será da segunda metade dos anos 60. Agora como chegou a Portugal é uma incógnita, que talvez um dia venha a descobrir.

    Algumas fotos, de quando chegou a casa tive de a colocar em cima de um chassi preparado para uma replica de um 718RSK que tem mais 10cm do que a do Buggy.

    IMAG0015.jpg

    IMAG0002-1.jpg

    IMAG0002.jpg

    IMAG0008.jpg

    a traseira é igual a esta anos sessenta princípios de setenta.

    29895.jpg

    O fabricante actual mais idêntico e talvez descendente desta carroçaria original do Texas.
    http://www.texasbuggys.com/
    ainda estão no activo e actualmente com esta carroçaria

    Canary20Yellow20Texasbuggys20passen.jpg

    A minha ideia será iniciar o restauro da fibra e tentar fazer algo tipo Old Race.

    elnef-main.jpg

    O anterior dono tirou o vidro que era original e manómetros, e deve ter partido o tablie nessa operação, foi pena, devia ter capota amovível, ainda tem a furação da fixação da capota.
    A linha tem as covas no local dos faróis algo muito raro.
    O que tenho para base do projecto é uma linda carroçaria dos anos sessenta e é a partir dela que tenciono como se diz no mundo dos clássicos fazer uma
    RESSURREIÇÃO DO TEXAS BUGGY
    Desde que adquiri esta carroçaria tenho vindo a investigar e a coleccionar uma grande quantidade de fotos (resmas), no entanto é verdade não consigo encontrar nada assim e já tenho inúmeros catálogos e publicidade da época, portanto se alguém me puder ajudar ou dar alguma pista fico agradecido.

    IMAG0001-3.jpg

    IMAG0002-5.jpg

    IMAG0008-3.jpg

    IMAG0011-3.jpg

    Tenho vindo a adquirir algum material VW ou Porsche ou made in USA de modo a ser o mais fiel às suas origens para aer usado na ressurreição, também todas as opiniões sugestões e conselhos são bem vindos.

    A minha ideia é um Lock da velha escola, inclusive estou a vistoriar pinturas dos anos 70 para no final ter um aspecto nostálgico.

    Resumindo o motor vou utilizar um proveniente da VW1600 com dupla admissão e que tem as referências AS 41 35VW111.101.102.D, e AS41 33VW113.101.101R,

    IMAG0012-1.jpg

    ou um que tenho desmontado proveniente de uma tipo2, 1600cc, com as referencias 24VW 000.101.101D e 15VW 000.101.101B, qualquer que seja dos dois vai ter a cilindrada aumentada e possivelmente recorrerei a um turbo.

    Quanto á caixa vou utilizar uma com as referencias VW 113.301.103L e 32 AM02013 no diferencial 113.301.183F que possui as características técnicas para possibilitar a suspensão traseira adoptar os cardans IRS.

    IMAG0007-3.jpg

    IMAG0005-3.jpg

    O chassis será provenientes de um VW 1300 de 1968, que é a base principal e outro de um VW1302, que será o dador da parte traseira de modo a colocar a dita suspensão IRS muito idêntica à do Porsche 911, a distancia entre eixos será reduzida em 40cm, o eixo da frente vai ser de uma Brasília 1600 com os travões de disco.

    Quanto a extras vai levar um guiador da época de origem USA The”500” SUPERIOR PERFORMANCE PRODUCTS, adquirido na Automobilia de Aveiro.

    IMAG0017-2.jpg

    o velocímetro, conta rotações e indicadores VDO vêm de um Porsche marcam 260 km/h e não sei se vai chegar,

    IMAG0013-1.jpg

    IMAG0016-2.jpg

    (Para amigos no continente Americano os modelos VW que faço referência são modelos Europeus o 1302 e 1303 a partir de 1971 saíram com suspensão IRS "cardans", havia também os 1302S e 1303S estes com motor 1600, de referir também que estes motores das séries 1302/3 tinham cabeças com dupla admissão e o radiador óleo era deslocado facilitando assim o arrefecimento do 3 cilindro, e as passagens de óleo de maior dimensão, saíram também com travões de disco e as séries “S” com a caixa de velocidades de relação final mais longa produzida para o T 1)

    Comecei pela parte mecânica, limpeza do eixo da frente de uma Brasília travões de disco que nunca tinha sido mexido, ainda tinha tinta verde a selar as porcas, até os guarda pós são os originais e as rotulas não têm a mínima folga.

    Entretanto eu e um amigo começamos as experiências, e ensaios, a fita-cola faz milagres, vou optar por colocar o vidro mais baixo e inclinado possível.

    IMAG0005-4.jpg

    os manómetros

    IMAG0014-2.jpg

    IMAG0011-4.jpg

    e a colocação de retrovisores tipo torpedo o que se consegue na posição em que está nas fotos.

    Quanto aos retrovisores e aos faróis vou ter de ir á procura de material adequado, 60`s,

    Agora os motores, de inicio vou apontar para um motor tipo 1, com um bloco de 33 anos, sei que é loucura mas espero elevar os CV entre os 130 a 150, ficar com uma boa relação peso /potência, tentar não exceder muito os 500 kg, manter a caixa por enquanto e ter esperança que o motor dure o suficiente para optimizar a geometria e as afinações e melhoramentos de chassis suspensões e travagem.

    Encontrei este autoblocante á venda na Sportsyste no Brasil interessante para o Buggy

    mhttp://www.sportsystem.com.br/loja/product_info.php?products_id=118&osCsid=3b42f2728d62bf751ac9f22557563598

    Têm mais algum material interessante, http://www.sportsystem.com.br/loja/index.php?cPath=53_25&osCsid=3b42f2728d62bf751ac9f22557563598 e no Brasil os Fuscas continuam a competir e a evoluir.
    Dois autoblocantes
    um a 70%
    http://www.sportsystem.com.br/loja/...d=118&osCsid=3b42f2728d62bf751ac9f22557563598
    outro a 100% que só é aconselhado para provas de arranque.
    http://www.sportsystem.com.br/loja/...d=119&osCsid=3b42f2728d62bf751ac9f22557563598
    O bloco de alumínio

    Já agora estive no Brasil em 78, era a Volkslandia, era VWs por todo lado. Nessa altura deu para constatar que os VWs eram muito importantes como veículo de iniciação ás corridas; vi vários carochas preparados a tal nível que disputavam com qualquer carro importado (como dizem no Brasil) os primeiros lugares, em Portugal naquele tempo nunca houve (talvez em Angola no inicio dos anos 70 houve-se. pelo menos por umas revistas que tenho e se vêm carochas praticamente assentes no chão e com rodas de formula 1) os irmãos Fitipaldi tinham um com dois motores com uma potência de 300cv.

    Voltando á ressurreição, o eixo da frente já está limpo, vai ser preparado e pintado, e levar um kit SWAY-A-WAY, afim de poder regular a altura da frente ao solo.

    Acho que foi o eixo que desmontei em melhor estado.

    IMAG0002-7.jpg

    IMAG0002-7.jpg

    IMAG0006-3.jpg

    Eis a pesquisa de alguns retrovisores e faróis 60/70s

    Semttulo5.jpg

    Semttulo4.jpg

    4.jpg

    Até aqui resumindo quanto a suspensões e caixa, optei por adquirir todo o chassis traseiro completo de um 1302, com a respectiva caixa de velocidades, que vai ser unida ao chassis do 1300 de 1968, e a suspensão da frente de uma Brasília por ter as laminas mais fortes, vou colocar uma barra estabilizadora na suspensão traseira e um Kit para rebaixar a suspensão da frente, também já tenho os discos para a frente de origem VW Brasília e também uns de Porsche que poderão também ser adaptados, para a traseira.

    As jantes, embora tenha umas Mangels modulares, acho que as mais bonitas serão umas de origem Americanas de tipo Muscle Cars ou ainda as de origem alargadas, talvez seja do meu imaginário, mas lembro-me sempre quando era criança de ver as jantes alargadas, era uma prática comum, por curiosidade tenho um primo que nos anos setenta tinha um Renault Dauphine com umas jantes tão largas que usava pneus de Formula que ia buscar usados ao Autódromo do Estoril.
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Vou partilhar aqui a pesquisa de alguns desenhos que fiz sobre o tipo de corte de chassis VW para construção de Buggys.
    Primeiro o original de um T1

    chassy.jpg

    As medidas

    310554.jpg

    Segundo o de KARMANN GHIA , o da Brasília é muito idêntico no desenho.

    chassys1.jpg

    Os cortes:

    O de B.Meyers

    436754615_8b33cdd447_o.jpg

    As evoluções dos cortes

    436754707_ab4081db26_o.jpg

    436754338_2ad565151d_o.jpg

    cmc17kb5.jpg

    cmc18dq1.jpg

    fiberfaba018zo8.jpg

    436754795_15b85647a5_o.jpg

    Os tubos.

    fiberfaba019xu0.jpg

    Pormenor do corte do veio do selector de mudanças

    cmc22wh1.jpg

    Preparação para colocar motor central num Buggy,

    chassis.jpg

    Os Chassis que vai servir de base é de um VW 1300 de 1968, o estado do túnel é bom já os fundos estão muito remendados e muito fora do original, conclusão vou aproveitar o Túnel e o nariz.

    A canga traseira como já referi é proveniente de um chassis de um 1302 que apresenta os fundos amassados mas em bom estado quanto á corrosão, a canga traseira está em bom estado (o que me interessa mais) apresentando ferrugem superficial, quanto ao túnel a partir do meio para a frente apresenta muita corrosão e alguns buracos, inclusive o nariz que se assemelha a um tubarão martelo já foi cortado, tudo leva a crer que este VW terminou os seus dias inclinado para a frente encostado a terra húmida, no entanto ressurgirá num Buggy Clássico, em que a finalidade de recorrer a este tipo de suspensão traseira será como já referido, a ideal para travar o mais tarde possível e curvar o mais rápido possível, alem de também extrair o máximo de velocidade de ponta e de aceleração.

    Para a suspensão da frente como já referi anteriormente é uma de Brasília em muito bom estado, também já tenho para aplicar um kit Sway a way, de modo a rebaixar o máximo dentro da limitação da carroçaria, visto que não a vou alterar.

    Levará barras estabilizadoras á frente e a trás, os amortecedores ainda estão em fase de estudo.

    Sistema de travagem será de discos ás quatro rodas.

    Quanto a caixas de velocidades para este Buggy tenho duas de 1302, a ideia é manter uma com as relações de origem e posteriormente alterar a outra de modo a adapta-la ás características e comportamento do Buggy, que só depois de pronto se poderá testar e idealizar as relações de caixa de modo a optimiza-lo.

    Para o interior tenho bancos Porsche, velocímetro, conta rotações, manómetro de gasolina, pressão de óleo e voltímetro e avisadores tudo VDO Porsche, contará com um relógio de origem Alemã retirado á muitos anos de um Saab antigo, relógio este de corda,

    Neste projecto tenho vindo primeiro a adquirir todo o material possível de modo a que a sua execução seja depois facilitada ao máximo.

    O Chassis dador 1302
    Parte inferior do chassis num estado geral aceitável

    IMAG0032-1.jpg

    Pormenores das suspensões a ferrugem é superficial

    IMAG0035.jpg

    IMAG0027-1.jpg

    IMAG0028.jpg

    IMAG0029.jpg

    IMAG0036.jpg

    IMAG0040.jpg

    IMAG0042-1.jpg

    IMAG0045.jpg

    IMAG0046-1.jpg

    Os fundos estão amassados mas bastante bons para a idade

    IMAG0055.jpg

    IMAG0034.jpg

    A parte realmente má do chassis

    IMAG0033-2.jpg

    IMAG0050.jpg

    Para a concretização deste projecto tenho feito uma busca exaustiva sobre os Buggys anos 60 e 70, nessas incursões ao passado descobri cá por casa, vindo directamente do ano de 1971, espolio do meu Pai um catalogo VW com o título “O BESOURO” impresso na Alemanha em 8/1971, nele aparece referência ao Buggy mostrando assim o reconhecimento da VW nesta transformação do Besouro, partilho aqui estas 5 folhas.

    4-1.jpg

    1.jpg

    2.jpg

    3.jpg

    lastscan.jpg

    5.jpg

    Tem a particularidade da cor ser exactamente igual ao Texas Buggy, devagar vou adquirindo dados para um projecto elaborado de acordo com a antiguidade.

    Cpiade2.jpg

    A primeira opção eram as Jantes Mangel, já dava um toque à época dos muscle cars americanos mas tinha sempre o inconveniente do peso, portanto optei por uma busca e pensei numas gauchas Brasileiras também bonitas e antigas, mas as importações são sempre complicadas,
    Então surgiram estas, umas jantes made in USA de 15 e 8 polegadas de largura, num estado razoável, mas nada que em Braga não as ponham como novas, e o melhor de tudo em liga leve, cada jante não chega a pesar 5 quilos umas de origem alargadas pesam sensivelmente o dobro.
    Ficam aqui algumas fotos.

    IMAG0132.jpg

    IMAG0134.jpg

    IMAG0137.jpg

    IMAG0138.jpg

    IMAG0135.jpg

    IMAG0133.jpg

    IMAG0131.jpg

    Mas tenho um problema para resolver

    Jantes de cinco furos.

    medidas:

    Diâmetro -0- tem 415mm

    Largura 225mm

    Buraco no centro no meio 80mm

    Furação: dum furo ao outro tem 118mm

    Tem duas furações

    Pois tenho de resolver essa questão estou a pensar em 3 hipoteses:

    1- A jante é fechada e abrem novas furações a mais cara mas talvez a melhor a longo prazo.

    2- Adaptador (bolachas) com o grande inconveniente de ir alargar muito o Buggy e as rodas saírem muito da carroçaria, a vantagem é poder mudar de jantes quando quiser para 4 furos. Mas para grandes arranques e velocidade?

    3- Furar de novo os discos para esta furação (cada vez que comprar discos tenho de os furar.
    Na traseira também vai levar discos.

    De qualquer modo todas as opiniões e ajudas são bem vindas.

    Entretanto com tantas buscas acabei por adquirir outra carroçaria de Buggy antiga mas esta de origem Nacional e é um outro projecto ( um Street Buggy) que iniciei e até está mais adiantado do que este mas isso é outra história.

    Cumprimentos
     

    Ficheiros Anexados:

  3. Boa Sorte nesse projecto!!;)

    Sempre achei os Buggys mais interessantes do que os Carochas e não me importava de ter um:D...

    Há uns anos, um tio meu tinha um Buggy vermelho e eu cada vez que ia ao stand dele adorava ver o carro, principalmente quando era posto a trabalhar, aquele motor tinha um som:D...
     
  4. Exelente trabalho amigo, desejo-lhe boa sorte com esse projecto. Abraços clássicos
     
  5. Como apresentação e descrição do projecto está espectacular.

    Nunca tive nenhum, mas há uns anos atrás, tinha dois amigos que cada um tinha o seu, um deles curto e o outro era aquele mais longo, não tão bonito mas que na altura também fazia um sucesso com o sexo oposto.B)

    Recordo-me de dois episódios mais ou menos engraçados, num largo com chão empedrado, no meio de um peão, a roda de trás bate numa tampa de esgoto mais levantada fazendo com que o carro quase tombasse, grande susto, mesmo muito grande...
    O outro episódio foi o de ter que vir pendurado sobre o motor porque o cabo do acelerador se tinha partido. Desde a Costa da Caparica até Almada.:D

    Boa sorte com o projecto.
     
  6. parabens pelo restauro! tambem gostei do enquadramento que fez! saudações
     
  7. belo projecto!
    força com isso e vá dando novidades!!
     
  8. Sempre gostei muito destes carros
    Força nisso
    Miguel
     
  9. BOas!

    Aqui onde vivo existem 2 semelhantes!

    A ver se algum deles tem também alguma inscrição!!!

    Está a ser um trabalho engraçado...

    Bom restauro...

    Cumps.
    Mário
     
  10. É logo aos pares...
     
  11. Mas que fabuloso trabalho... Parabéns...

    cumprimentos.
     
  12. boas,
    muito fixe essa ideiaB),sou de perto tenho algumas vwmag sobre buggy se quiseres tirar ideias so dizes;),tambem tenho 2 carrocarias de buggy e com moldes :pfalta me e chassis se souberes de alguma coisa barata:huh:qualquer coisa so dizes:D
     
  13. Trabalho fantastico!!! Os meus sinceros parabens ;)

    Força
     
  14. O deposito tá soldado e pronto a aplicar.
    Aparece por cá...
     
  15. Meta mais umas fotos para a málta apreçiár amigo, é um exelente projecto.
     
  16. Antes de mais obrigado a todos pelos comentários, que são sempre um bom incentivo;)

    Finalmente vou iniciar os trabalhos

    Começei pelo chassi, como um era pouco e como quero o que de melhor a VW fazia na época, vai ser a simbiose de um chassi de um 1300 e de um 1302, a suspensão da frente é do 1300 a traseira de IRS é do 1302, as chapas dos fundos e chapeu de napoleão é do 1302 visto ser mais forte, esta opção por estes antigos e não colocar fundos novos é devido primeiro estarem em muito bom estado e possivelmente ainda vão durar mais do que os que são feitos actualmente.
    Algumas fotos de desmontagem dos chassis.

    do 1302
    Pedaço de chapa em mau estado já retirado
    IMAG0163.jpg

    retirar os pontos de solda com a broca
    IMAG0164-1.jpg

    dá para ver que esta parte esteve encostada ao chão de terra muito tempo dai o mau estado
    IMAG0165.jpg

    IMAG0166.jpg

    IMAG0167.jpg

    o chapeu de napoleão está impecável e vai ser aproveitado pois é mais robusto do que o do 1300 e permite também montar a bomba dupla de travão do 1302
    IMAG0168.jpg

    IMAG0169.jpg

    a frente do chassi fica esta a do 1300
    IMAG0170.jpg

    mais algumas fotos
    IMAG0172.jpg

    IMAG0173.jpg

    já sem a frente
    IMAG0174.jpg

    IMAG0178.jpg

    IMAG0175.jpg

    isto vai para o lixo
    IMAG0176.jpg

    esta frente é de 1968 mas está melhor
    IMAG0177.jpg

    pois é este tunel já foi habitado

    IMAG0179.jpg

    muito breve vou iniciar cortes e soldaduras :D

    Até breve.

    Loyo
     

    Ficheiros Anexados:

  17. Força nisso!
    abr
     
  18. Exelente trabalho, força amigo.
     
  19. Boas

    Actualização, tem sido um pouco complicado isto aqui é um pouco frio, de manhã este ano já chegou aos 7 negativos, e como tinha de cortar e fazer muito lixo coloquei tudo ao relento, e tive de improvizar.
    Aqui estão algumas fotos para mostrar melhor como estavam os chassis doadores, portanto aqui é o antes e mais tarde veremos o depois.

    IMAG0205.jpg

    IMAG0207.jpg

    IMAG0208.jpg

    IMAG0209-1.jpg

    IMAG0211-1.jpg

    IMAG0212-1.jpg

    IMAG0213.jpg

    IMAG0215.jpg

    IMAG0216.jpg

    IMAG0217-1.jpg

    IMAG0218.jpg

    IMAG0221-1.jpg

    IMAG0223.jpg

    IMAG0229.jpg

    Um fumo de tinta amarela para permitir visualizar melhor as marcações, é necessário retirar no comprimento ou melhor na distância entre eixos as 14 polegadas e 1/4 a 1/2, cerca de 37cm esta medida era a usada nos anos sessenta, em Portugal por exemplo utilizavam e ainda actualmente retiram 40 cm.

    IMAG0232.jpg

    Primeiros cortes no tunel.

    IMAG0235.jpg

    IMAG0236.jpg

    IMAG0237.jpg

    IMAG0238.jpg

    Corte do chão.

    IMAG0239.jpg

    IMAG0240.jpg

    IMAG0242.jpg

    IMAG0245.jpg

    IMAG0246.jpg

    IMAG0247.jpg

    IMAG0249.jpg

    Por hoje é tudo, amanhã à mais
    Cumprimentos
     

    Ficheiros Anexados:

Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página