Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Oleo para motor 1600

Tópico em 'Volkswagen' iniciado por Helder Manuel Oliveira, 20 Mar 2010.

Tópico em 'Volkswagen' iniciado por Helder Manuel Oliveira, 20 Mar 2010.

  1. Abri um tópico em Mecânica, mas ninguém me responde.
    Pode ser que aqui os especialistas em VW me possam ajudar.
    Tenho um Vw com motor 1600 (ver minha garagem) que aquece no verão.
    Uso neste momento oleo Castrol GTX3, mas durante o verão aquece um bocado, quando a temperatura ambiente anda nos 30/35º, o manómetro ligado ao bloco do motor chega a marcar 120º, claro que abrando quando sobe muito mais.
    Será que o oleo mineral faz baixar a temperatura.
    Qual o oleo recomendado para zonas com temperaturas altas como o Algarve, no verão?
     
  2. O óleo que usa não me parece mau para o carro em questão, contudo eu prefiro os 100% sintéticos. Estes últimos proporcionam uma melhor lubrificação em todos os regimes , e inferior atrito entre as peças moveis atrito, o que faz baixar a temperatura das peças em rolamento.
    Experimente por exemplo um 10w40 100% sintético.
     
  3. Ok. José.
    Talvez opte pelo 20w/50, porque ando quase sempre no verão.
    Também já estou a utilizar o Slik 50.
    Obrigado.
     
  4. E os flaps de ventilações estão bons e a funcionar? O termostato esta operacional? As borrachas de vedações estão todas presentes? A correia esta com a tensão correcta, o avanço total esta ok? etc...
    Podes mudar o óleo, mas se esses (juntos ou não com outros) componentes estão danificados, mudar de óleo não vai resolver nada.
     
  5. Amigo João:
    O que é o banco total?
    E os flaps de ventilações?
    Onde fica o termostato do carocha?
    Agradeço os pormenores.
     
  6. Boa noite, carro amigo pelo que sei é recomendado o óleo 25/50 para motores antigos, agora o sobreaquecer pode não ser causado pelo óleo mas pela bomba de água, o que no carro do Vw em questão não existe pois é refrigerado a ar, lembro-me na altura que os carros com motor traseiros tinham por vezes esse problema nomeadamente os Fiat 850 mesmo sendo refrigerados a água a solução passa por canalizar melhor o fluxo de ar para as aberturas dos câpos nomeadamente através aplicações em plastico com formato de cunhas para obrigar a entrar ar novo para melhor arrefecimento, em caso de dúvidas consulte um mecánico com idade de 50/60 anos que lhe poderá elucidar a esse respeito pois tem experiencia desse tipo de carros, cumprimentos
     
  7. Boa noite,
    Ainda não percebi porque é que quase toda a gente diz que os motores antigos têm que usar óleos minerais?
     
  8. Ok. José:
    Também penso que os oleos sintéticos são melhores porque são desenvolvidos com tecnologia mais recente que não havia no tempo dos clássicos.
    Penso que o problema de aquecimento do meu carocha também pode ter a ver com circulação de ar. Vou ter que abrir uma grelha suplementar no capô do motor.
    Cmts
     
  9. Pois eu ainda não percebi porque é que há quem recomende óleos 100% sintéticos para motores de pouca performance como os dos carochas que muito provavelmente até fazem poucos quilómetros por ano.
    Os óleos sintéticos são realmente bons para quem anda diariamente com uma viatura pois aguentam mais o maior numero de quilómetros embora sejam mais sensíveis ao tempo, daí ter de se mudar todos os anos independentemente do que se andou.
    A minha única duvida em relação aos sintéticos passa pelos aditivos que têm que muitas vezes atacam juntas e vedantes já com muitos anos, levando à existência de fugas.
    Existem características nos óleos que têm a ver não com o chamado índice de viscosidade mas sim com as normas existentes, caso da API entre outras e, isso é o que realmente interessa.
    Mas como eu costumo dizer isto dos óleos é apenas uma questão de fé pois o consumidor comum gosta de um qualquer óleo porque sim, e nada mais, pois nunca têm modo de afirmar com certeza que o óleo A e melhor que o B.
    Saindo do Off topic tenho serias duvidas que o óleo tenha influencia no caso descrito.A bomba de óleo sim, pode não estar já em condições, mas para já verifica o avanço do motor e as entradas de ar.
    Não conheço os carochas mas por comparação ao 600d existem painéis fundamentais que quando não estão, parecem ser melhor mas é puro engano.
     
  10. Ok. Penso que todos têm razão.
    Coloquei esta questão, porque uma pessoa entendida em motores de carocha disse-me que trabalhavam melhor com oleo mineral e por experiência desse mecânico os motores aqueciam menos.
    De qualquer forma o meu carocha foi transformado (ver foto) e penso que falta-lhe uma grelha no capô do motor, como têm os 1302. Com esta grelha o ar quente poderá sair mais facilmente para cima. Quanto ao resto penso que o motor está a funcionar bem e todos os componentes (bomba de oleo, plaps de canalização de ar , turbina, etc ) estão a fazer o seu trabalho. Para além disso tem uma entrada de ar superior e laterais na frente de cada um dos guarda-lamas traseiros com um tubo de cada lado que canaliza ar para o motor.
     

    Ficheiros Anexados:


  11. Para mim ser um motor de pouca ou elevada performance, fazer muitos ou poucos km anuais não é razão para não se usar um óleo de qualidade superior.
    Em relação aos aditivos nos óleos sintéticos (por norma) serem mais eficazes e poderem atacar juntas e vedantes estou de acordo, nas normalmente quem se preocupa com está (para muitos) simples questão do tipo de óleo que deve usar no seu clássico, na maioria dos casos ate já submeteu o seu clássico a um restauro no qual substituiu juntas e vedantes. (Mas claro existiram casos em que não se verifique isso)
    Em relação a se ter fé ou não quando chega a altura de escolher um determinado óleo, como sei que os sintéticos, por experiência própria, e porque não podemos estar sempre a duvidar do trabalho de milhares de pessoas que estudaram e estudam para chagar ao topo dos produtos, os lubrificantes sintéticos, recomendo e uso sempre estes, em qualquer que seja o motor.
     
  12. Helder,

    Muito do que se disse aqui não serve pois os motores Vw Ar, são completamente diferentes dos restantes motores. Nestes motores o óleo participa em conjunto com o ar na refrigeração. O João Maria Morais tem toda a razão, pois um existem factores enunciados por ele aqui, que podem contribuir para uma deficiente circulação do ar e/ou do óleo, o que terá por consequencia uma má refrigeração do motor e do óleo.

    Eu só vou enunciar outro; As alhetas do motor podem ter lixo nos intervalos entre elas e contribuir para esse aquecimento. Já "queimei um motor" Typ 3 1500 assim.
    Só quando desmontei para reparar vi as alhetas cheias de terra.

    Fotos do carro?

    Mais duas perguntas, o teu carro é um Typ1, 2 ou 3? Tens a certeza que a instalação para medir a temperatura do óleo esta correcta?


    nuno g
     
  13. Boas Nono:
    Já coloquei foto do carro e expliquei que é um roadster (VW transformado - motor 1600)
    Quando ao motor, está impecável (fotos na minha garagem)
    foi aberto, limpo e pintado o ano passado.
    Penso que se usar um oleo 20/50 e abrir uma grelha no capô (+ - 20 x 10cm) resolvo a situação.
    Só quero que alguém me diga se é melhor oleo mineral ou sintetico.
     
  14. Epa desculpa, queria dizer Nuno. Não nono.
     
  15. Helder,

    Desculpa mas a foto tinha-me escapado.

    As alhetas de origem devem fazer falta.... e os pormenores dados pelo João tem de ser verificados.

    O melho era ser visto por alguem que saiba da matéria (o que nem sempre equivale a um mecanico com muitos "carochas" e "pães de forma" parados à porta).

    Tem a superior do motor isolada da inferiores com as blindagens de origem?

    nuno g
     
  16. Sim Nuno, as blindagens estão no lugar.
    Ok. Vou verificar as vedações e fazer a grelha.
    Depois digo se melhorou.
    Abraço.
     
  17. Boas a todos.
    Ora aqui vão as minhas opiniões.
    Quanto aos óleos:
    Eu penso que não se devem misturar Alhos com Bugalhos.
    O óleo sintético com toda a certeza é melhor que o mineral. Disso não podemos ter dúvidas.
    É um óleo que mantém sempre a mesma viscosidade e grau de lubrificação do principio da sua duração até ao seu final.
    Tem uma particularidade negativa; só tem bons resultados em motores recentes e em bom
    estado, caso contrário não há óleo que chegue para manter o nível de óleo no motor.
    É um óleo de eleição para fins desportivos, e motores que trabalhem em altos regimes de
    rotação ex. acima das7000 rotações.
    Quanto ao óleo de origem mineral.
    É um óleo com características diferentes, quanto mais aquece mais diluído fica por consequência menos lubrifica.
    Mesmo assim, como é mais expeço ´tem melhores resultados em motores da geração antiga, os quais foram estudados e concebidos para trabalharem com o referido óleo.
    Não nos devemos esquecer que já não existem os óleos w-30 ou w-40, que na época
    se usavam. Hoje um óleo 15w40 tem alguma diferença de um W-30 por isso deve-se
    optar por referências mais altas, tendo em atenção o estado já bastante usado de alguns
    motores, e principalmente com algumas décadas em cima.

    Quanto ao problema de aquecimento do Carocha; A meu ver a alimentação de ar para a
    turbina faz-se precisamente pelas grelhas de cima do capon do motor e o ar é canalizado
    para a parte de baixo do motor através da turbina para efectuar o seu arrefecimento.
    Pensando um pouco.,Turbina em cima motor em baixo???
    Ora voltando á conversa, Se as entradas de ar foram tapadas, como é que a Turbina é
    alimentada???
    No meu entender esse motor tem falta de ar para alimentar o sistema, a canalização
    do ar deve ser redesenhada pois como está é ineficaz.


    Cumprimentos a todos .http://www.portalclassicos.com/images/icons/icon7.gif
     
  18. Ok amigo Jesuino:
    Também chego a essa conclusão.
    Este caro foi-me oferecido por um primo. (Pinto, mecânico de Moçâmedes, que correu em Angola)
    Também já percebi que é uma transformação pouco consensual aqui no Portal.
    "Mas a cavalo dado não se olha ao dente"
    Antes tinha um grande refrigerador de oleo à frente e um carburador Weber 45.
    Depois arranjei outro motor 1600 que foi todo recondicionado com carburador normal e mantendo todos os flaps.
    Mas eu até acho o carro engraçado e divertido de conduzir.
    Está rebaixado e tem travão de disco nas quatro rodas.
    Portanto vou colocar a referida entrada de ar superior e os dois tubos que saem da caixa da turbina para as cabeças, conforme têm todos os carochas e vou experimentar um oleo mineral.
    Vamos ver se assim consigo baixar a temperatura de funcionamento no Verão.
     
  19. Espero que resolvas o problema do Carocha.
    Mas eu gostar gostar... é do teu Toyota;)
     
  20. Conclusões:
    O oleo mineral 20w50 é melhor para o motor do meu carocha.
    Cheguei a esta conclusão por experiência própria.
    Não gosto de generalizar, mas o oleo que coloquei no meu carocha faz o motor trabalhar "mais redondo" não aquece tanto, tem menos fugas de oleo e até atinge mais rotações (4.000) com menos esforço.
    No domingo fiz cerca de 250 quilómetros sem problemas.
    Claro que esta conclusão não serve para todos os motores, mas como disse, sem generalizar, no meu caso funciona mesmo melhor.
    Agora cada um tira as conclusões que entender.
    Abraços
     

    Ficheiros Anexados:

Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página