Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Duvida: Como Tratar Chapa?

Tópico em 'Chapa e Pintura' iniciado por diasdacosta, 27 Out 2008.

Tópico em 'Chapa e Pintura' iniciado por diasdacosta, 27 Out 2008.

  1. Boas,

    Vou começar a restaurar o meu Fiat 850 Sport Coupé. O carro apresenta alguns pontos de ferrugem ao nivel da carroçaria.
    Tenho lido que se deve usar removedor de ferrugem e conversor de ferrugem.
    Alguém me explica qual a diferença entre os dois? É necessário usar os dois? E já agora quais os métododos de aplicação.
    Mais uma coisa: quais os melhores produtos no mercado para tratar a chapa com ferrugem?

    Se alguém puder ajudar.

    Cumprimentos
     
  2. O " pulmão" de qualquer restauro de chapa, é uma máquina de soldar semi-automática MIG ( Metal inert Gas) . Sem isso, é como estar a fazer uma sandes de queijo, sem queijo.

    Os conversores de ferrugem, funcionam por exemplo em áreas onde não existe corrosão, mas apenas uma oxidação ligeira, onde não é possivel atingir com nenhuma ferramenta ou aparelho. O jacto de areia, tão do agrado dos "fundamentalistas", não é mágico, nem chega a todo o lado. Não é o Harpic. Lamento estragar o sonho.


    Não há milagres: Se uma parte tem "um ponto de ferrugem"( Um eufemismo para podre), é necessário remové-la, como a um cancro. Ou há a hipótese de substituir a peça toda, ou é necessário efectuar um excerto de chapa. E sempre que se "mexe" nalguma coisa, aparece sempre um pesadelo.

    Uma mera "bolha" na tinta,pode significar um pilar completamente apodrecido!

    A soldadura MIG, tem a capacidade de unir duas peças de chapa, sem gerar calor excessivo, e é capaz de soldar por pontos, mesmo em superficies consideráveis de plano de chapa. O seu manuseamento pode ser facilmente aprendido em pequenas peças, embora só com o passar do tempo a arte de soldar com MIG se desenvolva para niveis satisfatórios.


    É nesta altura, que a "brigada do betume" costuma dar um tiro no pé, e proporcionar momentos de glória aos "especialistas" dos encontros, reparando buracos onde cabe a mão, com a dita massa amarela. Só que essa massa amarela, o betume, é apenas para corrigir pequenas imperfeições não mais do que 1 mm de altura, e mesmo assim ainda "leva " com a lixa depois. Não é para endireitar guarda-lamas cm uma lata de dois quilos. Depois admiram-se que o "técnico" de sapatinhos de vela e bigode dos encontros comece aos pontapézinhos aos pneus do seu bólide...

    Resumindo, para " atacar" um trabalho de chapa, é escusado começar sem sequer equacionar "emprestar" uma MIG. Não há produtos mágicos, nem é um trabalho facil. Se assim fosse, ainda os Marina, os Simca e os AX estavam todos por aí...

    Cumprimentos, e força nisso! Há que não desanimar.
     
  3. Caro Dias da Costa, não me leve a mal o que vou dizer, mas o melhor produto para tratar da ferrugem na chapa, é a lixa...

    Se é ferrugem superficial, lixa-se até não haver nenhuma, depois dá-se os devidos tratamentos, primários e etc.

    Se é podre, o remédio é mesmo o excerto de chapa, e ai entra a Mig que o amigo Mike falou ai em cima...

    cumprimentos.
     
  4. Um Fiat 850 Sport Coupé é uma carroçaria em alumínio ou liga de alumínio? Não. Então estou muito ansioso para ver os meninos soldar chapa de ferro/ aço com solda MIG!
     
  5. Não estará a confunfir MIG com TIG??
     
  6. Nope
    Segue o copy paste de uma das minhas explicações feita nesta mesma secção. Peço-me se por vez se as pessoas lêem o que esta escrito nessas paginas todas.
    E que existem uma serie de gás para soldar ao semi-automático MIG/ MAG , o preço vai variar consoante a mistura necessária e a mesma mistura vai depender do uso que vai dar (o que vais soldar) ao teu semi-automático
    Aproveita para corrigir, nos usamos sobretudo nas maquinas semi-automáticas o MAG
    MIG (Metal Inert Gaz) uso em alumínio (grosso modo), que se solda em geral com árgon puro e fio de alumínio
    MAG (Metal Actif Gaz)uso em metais ferrosos e inox
    TIG (Tungsten Inert Gas) uso em todos os metais
    ATIG (Tungsten Inert Gas Actif)
    e mais outros, mas fora do ambito deste forum
    O que nós interesse em geral é o MAG (e as vezes o MIG se restauramos por exemplo um Panhard), e consoante a natureza do metal, e do fio a proporção de Co2 vai variar
    Agora é "comum" o uso do Co2 puro em soldas MAG, é mais barato (é o gas das maquinas de pressão) mas a solda fica um pouco mais feia do que uso de Co2+ Argon, mas é mais solida. Não serve para inox, e os gazes a seguir igualmente:
    (tive de ir a procura nos meus cursos técnicos)
    Argon+ O2= Cargal ou INARC 95 Existem o CARGAL 1 (Ar + 1.5% O2 ) ou CARGAL 2 (Ar + 3.5% O2 ),
    Argon+ Co2= Atal (o mais comun) em geral o mais comum é o Atal 5 (Ar + +/-18% Co2) Existe igualmente o ARCAL 21 (Ar + 8% Co2) O Atal é as suas declinações -Variação das proporções- são os mais usado pelos chapeiros
    Argon+ Co2+o2= Inarc4 (+/- igual ao Atal) Existe o ARCAL 14 (Ar + 3% CO 2 + 1 a 1.5% de O 2
    Árgon+ Helium=Inarc 17 (que serve igualmente para alumínio, ligas leves, e alguns metais a base de cobre desde que usado com o fio certo)
    E mais uma porrada deles

    Para os inox
    Árgon+ O2= MOX
    Existe igualmente o Noxalic

    e o 100% Argon, o Nertal para alumínio, ligas leves, e alguns metais a base de cobre desde que usado com o fio certo
    __________________
     
  7. Lá está a discussão do costume! Eu tenho uma MIG, que raramente uso. TIG nunca usei!
    ...e faço as soldaduras todas e nunca ninguém se queixou!
    É aí que entro com o meu maçarico de oxi-acetileno e arame ferrugento! Até á data, nunca me falhou....
    Uso-o também para cortar e dar os "calorzitos" para desempenar onde seja preciso!
    A MIG uso apenas para dar alguns pontos onde a chapa seja mais sensível!
    O que me falhou, isso sim, foram uns discos de decapagem que me ofereçeram (Uma espécie de discos de fibra de cor roxa), aqueceram demais a porta onde os experimentei e acabei por empenar aquilo tudo!
    Isto digo eu, que aprendi com a velha guarda! É apenas a minha opinião!
    Quando começei a aprender não havia MIG´s, TIG´s ou MAG´s! Havia pedras de carbureto, que tínhamos de fugir da oficina quando começavam a soltar o gás... e tudo se soldava na mesma.....
    Quanto a remover ferrugem, utilize uma rebarbadora com disco de lixa. Os locais onde não chegue, use então o tal removedor ou conversor de ferrugem! Quando tiver a chapa toda lisinha, betumada e lixada, umas demãos de aparelho para proteger a chapa!
    Bom trabalho
     
  8. Boas,

    Pessoal obrigado pelos Vossos comentários.

    Cumprimentos
     
  9. É verdade que há razão em todas as exposições! Mas também é verdade que, com tanta tecnologia apresentada,
    o nosso amigo Diasdacosta,perca o ânimo de iniciar o restauro.
    O minha sujestão, se é que de alguma forma possa ter algum significado? É acordar com um bate-chapas remendar as partes máis danificadas e depois já com o pior resolvido,fazer o tratamento calmamente em casa e aí sim, aproveitar as diversas opiniões e conhecimentos que,são muitos e de vasto valôr!
    Aquele abraço!J.S.
     
  10. concordo com José Sabino.

    entretanto, caro DiasdaCosta, fique ciente numa coisa: não trate a ferrugem dessa máquina (o meu 1º carro) com produtos químicos. a ferrugem vai lá ficar debaixo sempre a 'trabalhar'.

    1 - comece por assinalar todos os locais críticos.
    2 - passe a rebarbadora com disco de lixa grosso até fazer desaparecer a ferrugem.
    3 - onde sobrar chapa isenta de ferrugem, limpe logo de seguida e aplique aparelho próprio.
    4 - onde perfurar, recorte a zona com rebarbadora e disco de corte fino. faça remendo se souber e tiver máquina de soldar, se não, contrate um bate-chapas.

    vá mostrando fotos dos trabalhos.

    cumprimentos
     
  11. Adorei esta explicação,no mínimo sublime e super esclarecedora.:D
     
  12. Ok. Obrigado. Já deu para perceber.

    A minha duvida reside no facto de como o carro aparentemente não tem podres á vista, apenas chapa enferrujada, e em alguns sitios com ferrugem bastante feia, pretendia saber se aplicando os tais quimicos para tratamento da ferrugem, resolveria o problema sem ter de pôr chapa nova.

    Já agora, podem explicar como colocar fotos?

    Também queria partilhar fotos da máquina com vocês.

    Obrigado e cumprimentos.
     
  13. ponha lá umas fotos da máquina!

    fiat é fiat!
     
  14. então não se preocupe. aparentemente a tarefa é fácil.
    vai ver que debaixo de chapa enferrujada por vezes uma boa lixadela põe-na 'branquinha' como nova ;)

    esqueça (neste seu caso) os químicos!
     
  15. pois...!

    de momento parece haver um bug no funcionamento do portal na afixação de imagens aquando do início de um tópico.

    1º - inicie o tópico, submeta-o.
    2º - depois reedite-o e aí sim, já dá para anexar imagens.


    por acaso estou curioso de ver como está essa máquina.
    aqui, tenho andado a ver se descubro umas fotos velhas para scanizar e mostrar como tinha o meu Sport Coupé em 1981, o meu 1º carro.
     
  16. vou tentar colocar fotos.
     

    Ficheiros Anexados:

  17. Boas,
    Não, não é este o carro. Isto foi apenas um teste!...
    Agora que já aprendi vou tratar das fotos da minha machine.

    Cpts
     
  18. Boas,

    Conforme prometido aí vão fotos do 850 Sport Coupé.

    Espero que gostem

    Cumprimentos
     
  19. A ver se é desta que as fotos aparecem......
     

    Ficheiros Anexados:

  20. Parabéns pela maquina, é um carro muito bonito, e parece estar num estado bastante bom...

    Propunha que se altera-se o nome do tópico para "Restauro - Fiat 850 Sport Coupe", que acha?

    cumprimentos.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página