Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Daily driver até €2500

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por HugoSilva, 28 Mar 2016.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por HugoSilva, 28 Mar 2016.

  1. Eu sei que já chateia mas à partida estou comprador de um carrito para as voltas do dia-a-dia, que no meu caso são no máximo 3 vezes por semana.

    Requisitos?
    Relativamente poupado na hora de lhe dar de beber (de preferência na casa dos 8L misto, 6L em AE).
    Não tem de ser clássico per se.
    Italianos têm bónus.
    Motores despachados têm bónus.
    Teto de abrir tem bónus.
    Pré 85 tem bónus.

    Opções que me vêm à cabeça...
    • Honda CRX/Civic
      • prós
        • gostava de experimentar um VTEC;
        • tenho um CRX 1ª série (1500cc non-VTEC) mesmo aqui ao lado que posso ir ver e pelo que vejo são raríssimos, o que se vê é quase tudo mk2's.
        • os Civic curtinhos são bonitos pa cara.... col!
        • excelente equilibro entre desportividade e economia
      • contras
        • demasiado cobiçados pelos amigos do alheio para dormir ao relento
        • peças nipónicas caras
        • vítimas da cultura xuning
    • Peugeot 106 XSi/Rallye / AX GTi
      • prós
        • peças baratas
        • poupados com pé leve (?)
        • A/C na versão Exclusive do AX
      • contras
        • vítimas da cultura xuning
        • qualidade/materiais de construção podem estar a sofrer com a idade
    • Fiat Uno
      • prós
        • preço de compra baixo
        • grande disponibilidade de peças
        • motores Fire duráveis
      • contras
        • qualidade/materiais de construção podem estar a sofrer com a idade
    • Alfa Romeo 33 / 145 / Alfasud
      • prós
        • motores boxer carismáticos
        • é Alfa
      • contras
        • consumos
        • qualidade/materiais de construção podem estar a sofrer com a idade
        • consumos
    • Alfa Romeo 75
      • prós
        • Twin Sparks carismáticos
        • é Alfa
      • contras
        • consumos
        • raridade
        • 1600cc fica muito atrás dos TS?
        • consumos
    • Fiat 124 / 127 / 128 / 128 Van
      • prós
        • 128 tem fator sentimental
        • 128 carinha parece ser catita
        • 127 prático nas localidades
        • 124 algo raro
      • contras
        • será realista deixar chapa dos 70's entregue aos elementos?
        • dificuldade em encontrar peças?
    Os nipónicos serão os que melhor resistiram ao uso mas a cultura xuning não terá perdoado e será muito complicado comprar um intocado. Gosto da opção da 1ª série por ser raríssima face à 2ª série e por isso mais fora da caixa, menos óbvia e não sendo VTEC poderá afastar os gatunos.

    Os franceses devem ser interessantes de conduzir mas encontrar um original/estimado será engraçado. A qualidade de construção poderá revelar-se penosa no século XXI. A versão Rallye tem o fator colecionista como bónus mas cola-se no extremo superior do orçamento o que poderá ser um erro, poderá também não ser boa ideia tê-lo na rua.

    Neste momento, e nunca pensei dizer isto, o Uno será o carro que faz tick nas caixas todas, muito barato de comprar, barato de manter e a minha única dúvida é relativamente à versão. 45? 60? Série 1? Série 2? Não percebo nada de Unos só sei que os Fire são (quase) indestrutíveis hehe

    Os Alfas terão sempre uma prioridade especial principalmente o Alfasud e o 75 mas as versões mais interessantes (1.5/1.7 no Alfasud e 2.0 TS no 75) além dos consumos a acompanhar também não serão fáceis de encontrar dentro do orçamento. Os 33 são janota e mais que não seja retêm a sonoridade boxer mas serão eternamente mal amados e as versões melhor equipadas também não aparecem assim tanto. Os 1300 são mato mas valerão a pena face ao que consomem?

    A ideia de conduzir "diariamente" um 124, 127 ou um 128 é algo que me apraz muito mas receio que o orçamento seja curto para combater a ferrugem, provavelmente o que vai aparecendo não está em condições. €2000 serão realistas para qualquer um destes modelos num estado que não requeira qualquer intervenção de chapa?

    Comentários?
    Sugestões?
    Negócios fora dos classificados que me possam interessar?
    Chutem!
     
  2. Ora bem...
    Para começar os 2500€ é orçamento total ou só e apenas para a aquisição? Disso depende muito o que se pode comprar pois uma boa revisão/correção de problemas pode implicar fácilmente um milena ou mais, isto se não fores tu a fazer algumas coisas.

    Começando por onde começaste... um CRX Mk1 é TOP... não tiveram comercialização em Portugal pelo que são raros... se encontrasses (direito e mais ou menos de origem) um 1.6 de 125cv era o "santo graal"... ainda assim um 1.5 i de 100cv é bem engraçado. Não tendo tido venda regular por cá podes vir a ter belas dores de cabeça com peças mais especificas. Consumos do 1.5 seguramente estão dentro do range pretendido.
    Em alternativa (embora igualmente raros apesar de terem sido comercializados por cá), um Civic 1.5i GT é brutal. 100cv, TA e A/C...


    A minha escolha com esse orçamento (e para ser coerente comigo próprio) seria um 106 XSI!
    Não tem o "glamour" e o lado colecionável do Rallye mas nas versões de 95 e 96 usa a mesma mecânica com barras estabilizadoras mais finas o que o deixa mais apto para o dia a dia. A minha experiencia de estrada diz que os consumos pretendidos são facilimos de obter, em cidade não sei.
    Privilegiar um carro que nunca tenha sido rebaixado... é determinante para a forma como os interiores envelhecem. Tem TA... as calhas da cortina interior estão sempre partidas originando muitos ruídos parasitas. No meu, simplesmente retirei isso tudo!

    A outra hipótese (muito consistente) será um 33 1.5ie... consumos em estrada consistentemente abaixo (e bastante) dos 7 litros, devido á injeção e á cx longa. Pode ser o menos interessante dos 33 mas é certamente o melhor adaptado a uso diario.
    Privilegiar um carro pré 93 para evitar o catalizador... é comum encontrar com TA e AC.

    Materiais não são os melhores mas... convivi alegremente com isso durante 42mil kms.
     
  3. Pois....

    Tudo fora da minha zona de conforto,
    VW_GOLF1_ZAVIAL1603-.jpg

    2f0g1p2.jpg

    O Vaz tem muita razão quantos aos custos que necessariamente vão aparecer.

    nuno granja
     

    Ficheiros Anexados:

    #3 nuno granja, 29 Mar 2016
    Última edição: 29 Mar 2016
    Pedro Pereira Marques gostou disto.
  4. Sem dúvida alguma ia para o 106XSi, mas o 1.4 100cv não catalizado.
    Porquê?
    1° porque é o único XSi sem Cat.
    2° partilha mecânica com AX GTi
    3° já vão a caminho dos 25 anos
    4° (talvez um factor demasiado importante e a ter em conta) na sua geração e segmento, os 106 foram considerados os carros mais resistentes à corrosão embora o envernizamento seja uma bosta, descascam facilmente
    5° É um AX GTi melhor construído, mas tem o senão de ser mais "gordito". No entanto desculpa-se face ao acrescimo de qualidade.

    Com o que sobra da compra, dá para dar uma geral ao carro e ainda chega para um ou dois cafés ;)
     
    Abílio Teixeira Gomes gostou disto.
  5. Os consumos do 75 twin spark são muito comedidos e, acredites ou não, gasta cerca de 1 litro a mais que o Honda Jazz da minha mulher. O Carlos Vaz teve um e pode confirmar que estou a dizer a verdade! ;)

    Ah... quase que me esquecia: o Honda Jazz da minha mulher gasta cerca de 6,5/7 litros.

    Já agora uma pergunta: Se vais andar com o carro apenas 3 vezes por semana porque é que os consumos são importantes?

    Em relação aos Alfasud, penso no momento ser difícil encontrar um, qualquer que seja a motorização, por menos de 2500 euros. Os que há abaixo desse valor serão muito mais caros do que os de 7000... não sei se me faço entender! ;)

    Os 33 são carros mal amados porque "dão muitos problemas", mas quase todos os dias vejo um a circular na estrada como carro de dia-a-dia de um proprietário com cara de quem não muda os óleos, nem revisões, nem nada!!! Ainda dizem que aquilo é mau.... :excl::confused:

    Ainda em relação aos 33, se fosse o 1700 optaria pela versão carburadores, se fosse o 1500 optaria pela primeira série Quadrifoglio e se fosse o 1300 optaria pelo RED! Mais uma vez, penso que os consumos não são assim tão importantes, no entanto não são carros tão bêbedos como se pensa.

    Por fim, se tivesse que optar por um carro abaixo dos 2500 euros para andar no dia-a-dia, ou comprava um 75 1600 a carburadores no melhor estado possível ou um Renault 5c dos primeiros com uma cor típica anos 70, laranja ou verde (se houver a esse preço).
     
    Rafael Isento gostou disto.
  6. Já há aqui várias opções, mas gostava de salientar o seguinte.
    €2500 é um valor baixo e, como tal, não vai dar para nada em condições de rodar no dia-a-dia.
    No meu entender, mais vale ir para um utilitário com valores médios de mercado um bom bocado abaixo do limite orçamental e gastar o que sobra numa boa manutenção.

    Nota: @HugoSilva se te decidires por algum PSA da tua lista posso-te enumerar tudo o que deves ver antes da compra ;)
     
    Pedro Pereira Marques gostou disto.
  7. Ora venho falar do Uno... ;)

    Primeiro ponto: se não for para ter um Turbo, 2500€ dão para comprar 3 ou 4 Unos, não um. ;)

    Motores FIRE: absolutamente deliciosos. Indestrutíveis, com muita força em baixa rotação, ágeis, alegres. Sonoridade característica.

    MK1 ou MK2: MK1 é muito mais engraçado!!
    image.jpeg
    É o desenho puro do Giugiaro e tem pormenores deliciosos, como não ter manetes (salvo os piscas) e ter todos os demais comandos em satélites, à moda da Citroën.


    Simplesmente, a mudança de 1989 para a segunda geração trouxe um brutal aumento de qualidade: chapa galvanizada, o que pode prevenir podres; plásticos de melhor qualidade; tecidos muito razoáveis; acabamentos de carro superior. Ainda hoje, no meu Uno, não há grandes ruídos parasitas. Parece um carro da Gama superior.
    image.jpeg


    Eu compraria um mk1, mas reconheço que o mk2 é muito melhor.


    Pontos fortes do Uno: espaço interior; divertido de conduzir, com um comportamento muito engraçado; grande superfície vidrada, um habitáculo muito luminoso.
    E, depois, ao contrário do que circula por aí, enorme fiabilidade e qualidade. Há assim uns mitos que se criam e não sei como. A qualidade do Uno é deveras impressionante face à concorrência da época (Visa/AX; Super5; 205; Corsa A; etc. ).
     
  8. Mudo todo o meu texto e apoio o Afonso Patrão!!! Tens toda a razão Afonso, por 2500 euros até que se arranja um Uno primeira série em bom estado e o carro é bom (muito bom). Quem concordará contigo também é o amigo Camacho!!!

    Voto no Uno!!
     
  9. Eu gostava de apoiar incondicionalmente esta escolha, gosto dos Uno's e realmente não se vêm parados na berma da estrada.
    No entanto, como carro de rua, deixa-me reticente. Corrosão e facilidade com que se abrem...
     
  10. Agradeço desde já as ávidas participações dos colegas foristas, engraçado que algumas eu já previa mais ou menos o que iam dizer... *cof* @Carlos Vaz *cof* hehe

    @nuno granja, a tua participação faz todo o sentido e só não é um carro que está na lista pois a quantidade de Polos e Golfs que se apanham todos os dias em qualquer estrada ou parque de estacionamento já enjoa, o que é bom (peças, know-how, etc.), excetuando na perspetiva de quem gosta de conduzir algo menos comum.

    @Carlos Vaz, de facto o CRX está quase de parte, o mk1 pela escassez que é equivalente a dores de cabeça com peças e o mk2 porque não me deixaria dormir descansado, é incrível a quantidade que é assaltada, especialmente se tiverem escrito VTEC...
    Invariavelmente qualquer CRX ou Civic (só gosto das séries lançadas entre 83 e 95) será complicado de comprar em bom estado com este orçamento sem perder pulmão financeiro para eventuais pontos que precisem ser revistos.

    @Rafael Isento, caso penda para o lado da PSA, além do Carlos, serás contactado! Os meus pais tiveram em tempos um AX mas nem sempre foi uma convivência muito pacífica, de qualquer das formas prefiro de longe a estética do XSi.

    @Pedro Pereira Marques, começo a perceber o quão apaixonado és pela Alfa e eu com sorte terei o prazer de dizer que partilho um quinquagésimo dessa devoção mas dificilmente a escolha poderá recair nessa casa pois um dos meus objetivos é também a poupança e tal como já se escreveu, estar a comprar por €2500 com orçamento de €2500 é um erro que pode sair caro e felizmente quase nada na Alfa está a preço de saldo.

    @afonsopatrao, tal como esperava também deste o teu contributo! O Uno é para mim uma revelação, por alguma razão começo a achar piada ao carro, muita piada, e o valor pelo qual trocam de mão torna-o ainda mais apetecível. Há ainda alguma confusão relativamente a muita coisa mas espero dissipar nos próximos dias.

    Julgo que entre os €500 e os €1000 se comprará um Uno em bom estado, o remanescente poderá ser "investido" na sua eventual reabilitação. A questão das 3 ou 5 portas é algo irrelevante, as 5P são muito mais úteis e isso é importante num utilitário portanto não me chateiam nada.

    Mais opiniões?
     
    afonsopatrao gostou disto.
  11. Sim, caso a opção seja pelo Uno, e como irá ser carro de rua, optar pelo 5 portas.
    Porquê?
    Porque trancado, e sem ter chaves, abre-se um Uno em 3 segundos.
    Posso confirmar a veracidade desta afirmação pois já consegui isso num Uno mk1 de um amigo que não sabia das chaves (por razões óbvias não vou revelar como).
    As versões de 3 portas são facilimas de abrir, as de 5 são mais dificeis.
    Isto não é um problema exclusivo do Uno, há mais alguns tão ou mais fáceis de abrir.
     
  12. Cultura Unística partilhada por mp!
     
    HugoSilva gostou disto.
  13. Estou a tentar corrigir um erro automobilístico que cometi faz dois anos e picos, o que lá vai lá vai, mas é tempo de tentar atenuar o rombo financeiro pelo que a economia é importante para este carro. De qualquer das formas já tenho na garagem emoção que chegue =)
     
  14. Bom... se efectivamente a economia é assim tão importante o Uno acaba por ser uma escolha muito interessante.
    Os MK1 são muito mais "fixes" especialmente os de 3 portas e... aí que me perdoem, eu preferia de longe um 55 "lampredi" a um 45 Fire (estão efectivamente do mais económico que há).
    Ainda assim, como o @afonsopatrao disse, os Mk2 são muito superiores em termos de qualidade e muito mais disponiveis no mercado. É efectivamente a escolha mais racional do lote.

    Ainda assim, defendo que as minhas outras escolhas misturam de forma QB a racionalidade com uma dose de emoção acrescida (e sim... sei que emoção é o que não falta na garagem)... de facto como disse o @Rafael Isento, os XSI 1360 sem catalizador (de 92) acabam por ser muito interessantes, têm a mesma potencia do 1294 mas com uma cx um pouco mais longa. Acredito até que possam ser (ainda) mais económicos, só que por só existirem em 92 (e algumas, poucas unidades de 93) acabam por ser muito menos disponiveis no mercado. Nestes o TA era opcional por isso a maior parte não o tem.

    Quanto aos 33... as escolhas do @Pedro Pereira Marques vão todas no sentido das versões de carburadores que eu sei não serem tão gastadores como os pintam... na condição de estarem correctamente afinados. Ainda assim, cheira-me que em cidade acabarão por ser sempre menos adequados que os de injecção. Mantenho como melhor escolha (embora menos charmosa) um 3ª série 1.5 ie... DA e em muitos casos AC e TA. Outra opção interessante são os Imola da mesma série com o 1.3/1.4 (a cilindrada verdadeira anda ao meio) ie... tem a cx mais curta e isso disfarça tão bem a menor cilindrada que até parece mais nervoso... acaba por apresentar os mesmos consumos.

    Sim... o 75 TS é bastante económico para a cilindrada e sobretudo para a aerodinâmica de tijolo que apresenta. Na época eu andava sempre de "faca nos dentes", o meu cruzeiro eram os 180 fosse em AE ou em nacional e o consumo standart eram os 10L. O ponteiro era bastante impreciso e a coisa funcionava assim: assim que o parcial apresentava 400kms era parar para atestar... levava invariavelmente entre os 38 e os 42 litros, dependendo se a "escáfia" era maior ou menor.
     
  15. Embora complicado de encontrar dentro do orçamento, deixo uma proposta:
    Toyota Corolla GTi 16. Motor 1600 twincam de 125cv semelhante (não totalmente igual) ao do AE86.

    Outro seria um Nissan Primera GT, motor SR20DE 2000cc de 150cv.
     
    André Paixão gostou disto.
  16. Olha que coisa mais "gira"!
    Cumpre e muito bem... e sendo esta frente e interior muito rara por cá acaba por ser deveras interessante!

    E... os 75 cavalinhos chegam bem para as encomendas.
     
  17. Eu já sei que a seguir a esta vou ser excomungado, mas cá vai:

    Os alemães NÃO sabem fazer carros (excepto duas marcas)!

    Fui...
     
  18. @HugoSilva,

    Belo tópico, acho no entanto que terás de definir se queres um carro mais despachadito, ou um carro como o Uno, o 55 Lampedri mexe-se bem e é nervoso, mas não é um XSI, CRX, etc.
    Carros para dormir ao relento devem estar minimamente protegidos, num modelos simples como o Uno normal (excluidos os Turbo i.e.) deve ser o suficiente, agora Alfas, Rallyes, CRX, XSI, Uno Turbo etc, só muito bem protegidos os deixava cá fora.
    Tens de ter em mente que os veículos a partir dos anos 90 tem uma proteção contra os elementos muito superior e isso poderá pesar na tua decisão.
    Assim sendo dos que colocas-te eliminava da lista os mais antigos e definia bem a prioridade espaço/andamento/comportamento/conforto. Tendo uma máquina que anda tão bem na garagem percebo que não seja necessário um andamento do CRX!

    Posso dizer-te que no 106 rallye em quase dois anos já gastei cerca de 750,00 €, a grande maioria em peças e mão de obra (uma pequena parte), este valor já inclui todo o material para a revisão que vai levar agora (as peças mais caras, uma caixa usada, radiador e embraiagem novas), só falta a mão de obra da reparação da caixa que ainda não paguei. Logo tudo o que o @Carlos Vaz disse tem muita razão de ser.
     
    Nelson C. Santos e Rafael Isento gostaram disto.
  19. Este bocado resume muito bem o que é essencial. Concordo plenamente!
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página