Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Como Tratar Cromados

Tópico em 'Ajuda no Restauro e Manutenção' iniciado por José de Sá, 3 Ago 2013.

Tópico em 'Ajuda no Restauro e Manutenção' iniciado por José de Sá, 3 Ago 2013.

  1. Uma das características mais bonitas nos automóveis clássicos são sem duvida os cromados, desde os parachoques, os tampões de rodas, grelhas, faróis, frisos, etc…

    Tenho visto aqui pelo fórum “ene” user´s á procura de casas de cromagens.

    Alguns dão a sua opinião por experiencia própria e pelo que vou lendo há opiniões positivas e negativas acerca de várias casas de cromagem.

    No entanto quer fique um trabalho bem ou mal feito, o que é certo é que na altura de levantar as peças na cromadora a fatura é sempre bem pesada.

    Agora o que leva alguém a tomar a decisão de mandar cromar uma determinada peça é o mau estado da mesma. É claro que á casos onde essa é a única salvação para a dita peça, mas á outros casos em é possível o seu restauro.

    Por exemplo, há cromados que apresentam picos de ferrugem. Pois um pico de ferrugem é mesmo só isso…1 pico do tamanho da cabeça de um alfinete. Acontece que é desse pico que vai saindo a ferrugem que depois com o tempo vai alastrando ao cromado e pode ficar do tamanho de 1 moeda de 2 centimos. Ao olharmos parece que aquilo não tem solução mas essa ferrugem é superficial e facilmente sai.

    Para quem quiser perder umas horitas a “restaurar” cromadados e com isso poupar uns valentes €uros, deixo aqui passo a passo a técnica que eu utilizo. (neste caso para os parachoques do BMW 2002)

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]


    1º Lavagem – Com água e detergente (vulgo champô auto)

    2º Limpeza – Com um desengordurante (quanto mais oleoso melhor, mas o Mistolin tambem serve), um spray lubrificante (WD40) e com esfregões SchotBristh cor-de-rosa.

    Em primeiro lugar pulverizar com o WD40 e de seguida pulverizar com o desengurdurante. Isto serve para criar uma camada gordurosa. O WD40 para não riscar e o Mistolin para libertar a sujidade. Depois com o esfregão (ligeiramente molhado) é ir esfregando, mas sem fazer muita pressão afim de não criar micro-riscos.
    [​IMG]


    [​IMG]

    Quando o esfregão deixar de deitar o cor-de-rosa mudar de esfregão.
    Passar muita água limpa e secar com um pano de micro-fibras.

    3º Polimento – A melhor forma de “puxar o brilho” é com os discos de polimento p/ berbequim. Para estes discos há um produto (que não sei o que é nem o nome), que melhoram bastante o resultado, mas também pode ser utilizado um polish de metais/cromados.

    [​IMG]

    Ao utilizar este disco com os parachoques montados no carro é necessário isolar tudo muito bem á volta, pois se o disco for á pintura “come” logo a tinta.
    Depois é com um pano de micro fibras é limpar muito bem o excesso.

    Custos: Desengordurante:+/- 2,00€
    WD40: +/-4,00€
    Esfregões: cada caixa +/- 0,90€
    Disco de polimento: +/- 10,00€
    Barra/sabonete de polir: +/-6,00€

    Por mais ou menos 25€ (de investimento pois serve para muitas mais vezes) e numas 2/3 horas fica-se com uns parachoques como novos.

    [​IMG]
    Uploaded with ImageShack.us

    [​IMG]
    Uploaded with ImageShack.us

    [​IMG]
    Uploaded with ImageShack.us

    [​IMG]
    Uploaded with ImageShack.us


    wink.pngwink.png
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Obrigado pelo post, bem util para quem está a dar os primeiros passos nos clássicos!
     
  3. Ora aí está um bom passo a passo para limpar e polir os cromados. Bastante útil.
     
    José de Sá gostou disto.
  4. Excelente informaçãowink.png
     
    José de Sá gostou disto.
  5. Muito bom ;)
    Obrigado pela partilha !
     
    José de Sá gostou disto.
  6. Muito bom trabalho...

    Eu no detalhe utilizo uma Claybar para descontaminar e limpar a superficie a a seguir Chrome polish com pad branca para polir e retirar pequenos micro riscos, mas para quem não tem esses acessórios o teu metodo e bastante economico e facil de encontrar no mercado. Existem muitos métodos para chegar aos mesmo fim basta que o resultado final seja o mesmo que o teuwink.png

    Bom resultado sem duvida...
     
    LuisVCastro gostou disto.
  7. Obrigado. Eu experimentei nuns tampões das rodas com uma claybar abrasiva. O resultado final fica igualmente bomlaugh.png
    Sai é mais carohappy.png
     
  8. mais uma excelente dica...

    Com a mesma cera que se utiliza no LSD de um detalhe ao nivel da pintura, utiliza nos cromados e vais ver que fica fantastico e protege contra pó e mesmo contra a agruras do ambiente em deslocaçãowink.png
     
  9. Bom Trabalho e grande ajuda! Obrigado
     
  10. Muito bom trabalho nos para-choques. Já agora obrigado pela partilha, pois o para-choques da frente do w123 está picado.

    Abraço
     
  11. Alguém tem fotos da claybar abrasiva?
     
  12. A claybar abrasiva na foto e exactamente igual simplesmente e feita com uma massa mais "granulada" que permite uma descontaminição mais forte. é a comparação entre esfregão verde e palha de aço por exemplo, são situações diferentes mas so para teres um termo de comparação
     
  13. Muito obrigado pela informação que vai ajudar muita gente com certeza.
    Nestes tempos de crise vem a calhar.
     
  14. Obrigado pelos comentários.

    Já agora deixo tambem o "trabalho" que fiz nos parachoques do meu 124, onde fui mais longe tratando também a parte interior.

    [​IMG]

    [​IMG]



    [​IMG]

    [SIZE=medium]1º - Neste caso utilizei uma boa dose de WD40 e deixei ficar a “marinar” para amolecer toda a ferrugem. Depois foi passar com uma escova de aço para berbequim.[/SIZE]

    [​IMG]
    [SIZE=medium]2º - Limpa-se com bastante água corrente e seca-se muito bem.[/SIZE]
    [SIZE=medium]3º - Aplica-se anti-ferrugem (robialac) com uma trincha (depois de seco fica de cor escura) [/SIZE]
    [SIZE=medium][​IMG][/SIZE]
    [SIZE=medium] [/SIZE]
    [SIZE=medium][​IMG][/SIZE]
    [SIZE=medium] [/SIZE]
    [SIZE=medium][​IMG][/SIZE]
    [SIZE=medium] [/SIZE]
    [SIZE=medium]4º - Por fim pinta-se com tinta Hamerite (também pode ser com tinta de spray).[/SIZE]
    [SIZE=medium][​IMG][/SIZE]
    [SIZE=medium] [/SIZE]
    [SIZE=medium][​IMG][/SIZE]
    [SIZE=medium] [/SIZE]
    [SIZE=medium][​IMG][/SIZE]
    [SIZE=medium] [/SIZE]
    [SIZE=medium][​IMG][/SIZE]
     
  15. Boas dicas. Obrigado pela partilha pessoal.wink.png
     
    José de Sá gostou disto.
  16. Dicas fantásticas!
     
    José de Sá gostou disto.
  17. Também fiz o mesmo aos pára choques do meu 127biggrin.png
     
  18. Mas não tiveste que tirar a ferrugem?
     
  19. Retirei a ferrugem com lixa de ferro 60 ou 40, depois limpei com diluente.. 2 mãos de primário e hammerite para cimawink.png
     
  20. Life saver!!!!


    Mto obrigado por este tópico!!


    Abraço


    Ruy Roberto
     
    José de Sá gostou disto.
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página