Qual a marca?

Marco Pestana

MarcoSprint MarcoVW61
Caro Luís;

Este "micro-carro" não será de fabrico nacional?
Parece-me que possui os faróis do PGO 203 ?
Não?

Abraço
 

Luis Silveira

Clássico
Marco Pestana disse:
Caro Luís;

Este "micro-carro" não será de fabrico nacional?
Parece-me que possui os faróis do PGO 203 ?
Não?

Abraço
Marco não faço a mínima ideia,nunca tinha visto tal carro ,provavelmente até é exemplar único, realmente não sei nada.
Não sei a quem pedir desculpa ,mas quando vi a traseira do carro ,fui incapaz de conter um sorriso.:D
Abraço
luis
 

Manuel Ferreira Dinis

Dinis Vila Real
Portalista
Caro Luís Silveira.
Após uma pequena pesquisa...

Os micro carros apareceram com a necessidade de se recuperarem varias empresas após a segunda guerra mundial. A necessidade do homem se deslocar o mais depressa economicamente possível, levou a que muitos pequenos construtores iniciassem a sua actividade, acompanhada de uma maneira muito discreta pelos grandes construtores.
Os carros eram lentos, sem qualquer luxo, muitos eram abertos e outros cobertos com lona. Eram por vezes triciclos que evoluíam para carros para inválidos da guerra.
Os Mochet, eram fabricados per Velocar, Etablissements Charles Mochet, Puteaux, França. Não necessitava de carta de condução, não tinham portas e só levavam dois passageiros, mas quatro rodas.
Em 1951 apresentaram o tipo K de 100cc e em 1952, o CM 125 de Luxe, o 125 Grand Luxe e uma carrinha comercial.
Em 1955 surgia o CM 175 Y redesenhado e com novas jantes, mas que já necessitava de carta de condução. Uma nova grelha em 1956 e dois anos mais tarde interrompida a produção, devido a mudanças na legislação francesa.
Motor
Cilindros 1
Cilindrada 125CC
3 velocidades
Velocidade máxima 50Km/h
Foram produzidos cerca de 3000 exemplares de todos os modelos.
Encontram-se dois anúncios de modelos diferentes na Topos e Clássicos de Junho de 2003 pag. 80 e Agosto de 2003, pag 78.

Saudações
 
Topo