Preparação STRL, Sim ou Não?

Preparação STRL, Sim ou Não?

  • Sim

    Votos: 0 0.0%
  • Não

    Votos: 59 100.0%

  • Total de votantes
    59

Ricardo Teixeira

Gasolina nas veias
Portalista
Confusos? Nem por isso...

Aqui há uns anos, ouvi esta coisa de STRL em termos de piada.

Era uma conversa a gozar com os tunning dos anos 70.

Portugal era pobre e nada restava a não ser copiar o que se fazia lá fora. Tentar parecer o que não tinhamos maneira de ser.

Então a gargalhada era: Preparação STRL....

Sem Tampões e Risca Larga. :D

Realmente os carros de corrida dos finais dos anos 60, nada mais eram do que os carros do dia a dia da maioria dos pilotos.... mas aligeirados e vitaminados....

Patrocínios também era coisa que não existia, e a única maneira de diferenciar os carros em pista era mesma a faixa ou xadrez de cada um...

Os tampões era tirados por várias razões: peso, refrigeração das jantes (e claro) travões, acessibilidade para mudar um pneu furado.... etc...

Assim, era muito fácil fazer o nosso carro parecer um carro de corrida...

Penso que o nome deste culto seria os "Boy Racer"... tipo os meninos das motas "Café Racer" com os seus guiadores cortados e rebaixados....

Agora voltando á votação.

Será crime hoje em dia ter um Datsun 1200, Anglia, Escort 2 portas, Mini...etc.... decorado com uma (acessível) faixa de vinil em côr berrante, ou um xadrez original no tejadilho. Faixa essa que pode ser retirada com grande facilidade e sem prejuizo para ninguém....

Será que um conjunto de jantes (alargadas) e sem tampões fica assim tão mal num carro dessa década? Vejam os Lotus Cortina e reparem como a simplicidade do conceito é eficaz! Um conjunto de jantes originais Lotus Cortina em Inglaterra é bem mais cara de obter do que Minilights extra-largas......!!!! E nada mais são do que jantes normais alargadas...

Vejo com muito bons olhos um xadrez no tejadilho dos Anglia e Mini... Uma faixa longitudinal num Escort ou Datsun...... nem que seja pra curtir um fim de semana no espírito "Boy Racer" de outros tempos....

PS: e acreditem... o meu Escort vai ter de certeza...... ;)
 

Ricardo Teixeira

Gasolina nas veias
Portalista
Hugo Pardal disse:
eu também ando indeciso se ponho ou não umas riscas largas no meu KE20...
E porque não? Afinal era a moda na época!

É como aqueles vasinhos nos tablieres dos Carochas... que agora dizem que são muito originais... ou os pneus de faixa branca dos carros mais antigos...

Continuo a achar que são nuances contemporâneas aos carros dos anos 60/70...... e como tal devem ser respeitadas....
 

Marco Pereira

Portalista
Portalista
Saudações
Sem dúvida que as riscas dão um ar mais racing ao carro, o que seria um R8 Gordini sem as riscas ou os Simca Rallye ou um Mini, perdiam muito do seu encanto.
Por mim é sempre de o proprietário tem vontade deve colocar.
Ab Marco Pereira
 

Vitor Dinis Reis

Pre-War
Membro do staff
Premium
Portalista
Sim, porque não? Relembro as indicações da FIVA:

(....) Se necessário serão efectuadas no espírito da época onde o veículo foi normalmente utilizado e de tal maneira que o veículo possa ser reconvertido às condições originais, com o menor esforço e custo possíveis.
Este tipo de "preparação" não altera a originalidade do carro e podem deixar os nossos antigos bem engraçados.
Ainda têm a vantagem de nos "obrigar" a pesquisar quais as modas no seu tempo e como as fazer correctamente.



 

Ricardo Teixeira

Gasolina nas veias
Portalista
E quem se lembra dos capôt pintados em preto Mate?????

Teoricamente eram utilizados em provas de resistência e nos troços nocturnos de Rallyes não cansarem a vista do condutor com reflexos (o mesmo principio para as actuais escovas de limpa vidros serem negras e não cromadas).

Também serviam para manter o compartimento do motor sem humidades pois funcionavam como "corpos negros" (termodinâmica) para aquecer o capôt.
 

Anexos

Vitor Dinis Reis

Pre-War
Membro do staff
Premium
Portalista
Ricardo Teixeira disse:
E quem se lembra dos capôt pintados em preto Mate?????

Teoricamente eram utilizados em provas de resistência e nos troços nocturnos de Rallyes não cansarem a vista do condutor com reflexos (o mesmo principio para as actuais escovas de limpa vidros serem negras e não cromadas).

Também serviam para manter o compartimento do motor sem humidades pois funcionavam como "corpos negros" (termodinâmica) para aquecer o capôt.
Sempre ouvi dizer que era uma tinta especial para evitar que o capôt se incendiasse devido ao calor do motor! :D
 
EU acho que as alteraçoes da epoca fica bastante porreira nos clássicos,Queria arranjar 4 jantes alargadas de ferro para o meu anglia mas é dificil:feliz:

cumps
 

Armando Fonseca

Portalista
Portalista
João Negrão disse:
EU acho que as alteraçoes da epoca fica bastante porreira nos clássicos,Queria arranjar 4 jantes alargadas de ferro para o meu anglia mas é dificil:feliz:

cumps
Boas

Se me permite a sugestao, porque é que nao arranja umas normais e manda-as alargar :huh::huh:

Abraço
 
J

Jorge Aguiar

Guest
Lá está, quem não tem cão, caça com gato;)
E siga a dança...
 

Hugo Pardal

YoungTimer
outra preparação STRL que era muito usada na altura era o alargar das jantes de ferro de origem. que acham dessa solução?
 

Armando Fonseca

Portalista
Portalista
João Negrão disse:
Não mando alargar porque depois não tenho umas originais do carro:feliz:
Boas,

Tem toda a razao mas eu tava a sugerir mais na base de arranjar outras e assim ficava com 2 "jogos" :cool:.

Abraço
 

Ricardo Teixeira

Gasolina nas veias
Portalista
Bem... 90% de SIM...afinal temos bastantes "aceleras" no forum... sim senhor....!!!!:D :D

Estou a ver que jantes alargadas, faixas, xadrezes e capôts mate... fazem parte do gosto dos nossos subconscientes.....

Abaixo ficam mais dois exemplos do charme do estilo "boy racer"

Abraço,
R
 

Anexos

Topo