Ninguém pega na minha farronca velha :(

João Tiago

YoungTimer
Boas!!

A tão prometida restauração do meu Opel Rekord A de 1964 ia começar ontem. Depois de tanto tempo e expectativa gastos, ouvi um rotundo NÃO... ou então 3.000 a 4.000 euricos

O que se passa: o carro tem o chassis podre e comido da ferrugem, e não garantem nem a segurança, nem o resultado final do carro.

Pergunto-vos, assim, o que fariam no meu lugar, uma vez que é um carro com pouco valor comercial que mereça tão grande investimento, e uma vez que toda a estrutura e chapa do carro precisam de uma reparação profunda.

Obrigado e saudações
 

Armando Fonseca

Portalista
Portalista
Boas,

Na minha modesta opinião se os profissionais nao lhe dao garantias guardava esse para dador e tentava encontrar um melhorzinho para reconstruir porque sinceramente segurança em primeiro lugar.

Abraço
 
Armando Fonseca disse:
Boas,

Na minha modesta opinião se os profissionais nao lhe dao garantias guardava esse para dador e tentava encontrar um melhorzinho para reconstruir porque sinceramente segurança em primeiro lugar.

Abraço
Concordo plenamente ...
É a melhor solução em termos de segurança e financeiramente!

Por isso é que muitas vezes o comprar barato sai caro... :rolleyes:
 

Armando Fonseca

Portalista
Portalista
Ricardo Cunha Carreiras disse:
Ou entao entregava o serviço a quem entenda do assunto!
Tambem é uma possibilidade :feliz:, mas podera haver outros factores a considerar, sera que os valores envolvidos viabilizam a recuperação:huh::huh:

Mesmo tendo esse trabalho profundo, sera que o carro fica OK:huh::huh:

Ou ate onde este carro é importante para si ao ponto de nao se importar com os valores gastos.

São sempre muitos Ses o_Oo_O

Abraço
 

Vitor Dinis Reis

Pre-War
Membro do staff
Premium
Portalista
Armando Fonseca disse:
Boas,

Na minha modesta opinião se os profissionais nao lhe dao garantias guardava esse para dador e tentava encontrar um melhorzinho para reconstruir porque sinceramente segurança em primeiro lugar.

Abraço
Concordo!


Acrescento apenas que por metade desse orçamento compras um Rekord A em bom estado! Esse será um bom dador!
 

jorge sousa

YoungTimer
Pessoal!

Eu sinceramente digo que isto de classicos hoje é preciso ter em atenção a quem se entrega o serviço !

tal como, ver bem a quem se entrega o trabalho, muitos quando veem que o proprietario e leigo na materia ,por uma coisa que para eles pode ser simples dão a entender que è das piores

muitos quando os classicos tem um pouco mais de podres ,a primeira coisa que dizem è !isto vai ser preciso muito dinheiro :wacko:

Eu sinseramente Ja vi muintos restauros e com valentes podres e o chapeiros nada lhe metiam medo e o classico saia do chapeiro como novo¨!

è claro que è preciso dinheiro ,mas agora querer roubar è outro:p

muitos se fazem de chapeiros ,não para trabalhar a chapa ,mas sim para levar a massa !

por isso muita atenção

Um abraço
 

Hugo Rainho

Clássico
Tb sou da opinião da maioria do pessoal... pensa em comprar outro e o teu mais podre servir de dador. É claro que para isto tb é preciso algum dinheiro, mas pelo menos não irias ter tantas chatisses...

Abraço
 

Bruno Torres

YoungTimer
Boas... se apenas te levam 4000 euros desiste... pois pelo estado do carro é mesmo muito barato, ou seja, ou o trabalho nao é feito em condiçoes ou posteriormente vão começar a aparecer com contas extra para pagares.. Gastei 5000 euros no meu e sinceramente pouco tinha de chapa, e para alem de muito trabalho na minha mao sei que arranjei bons preços...
 
Pois, quando a esmola e grande o pobre desconfia... o meu n tem nada de chapa quase, so precisa dos guarda lamas da frente, de ser pintado, afinado de mecanica e isso sao mtas horas de trabalho... vai-me ficar caro, mas vai valer a pena
 

Eduardo Relvas

fiat124sport
Portalista
Amigo João,

Parece que o consenso é bastante. Queria só acrescentar aqui um ponto que me parece importante: Se o carro precisa de reparações a nível de chassis, é um caso a ponderar muito seriamente, pois trabalhos desses raramente ficam ao nível que deviam, e um carro com o chassis comprometido é um risco gravíssimo.

Assim sendo, e como parece que em termos de mercado é mais lógico arranjar um bom exemplar e manter esse como dador, será de facto a melhor e mais segura opção.

Se o carro tivesse um chassis independente, poderia equacionar-se trocar só essa parte no caso de o carro ter um significado especial e a carroçaria ter salvação, mas tanto quanto julgo saber esse modelo já será de carroçaria autoportante, certo? (desculpem mas eu de Opel antigos mal sei distingui-los)
 

João Tiago

YoungTimer
Boa tarde!

Obrigado a todos pelas Vossas respostas e ajuda, que, de um modo geral, me conduzem ao mesmo final: não vale a pena tal reparação.

De qualquer forma, houve uma opinião que me deu algum alento e que não me deixa desistir, para já, desta tarefa: a do Eduardo Relvas!

Assim, sou a perguntar como posso ver se o carro tem chassis independente e, caso assim seja, o que há a fazer para o pôr na ordem.

Obrigado e cumprimentos
 

JorgeViana

Clássico
caro TIAGO esse carro não tem chassis independente , é autoportante pelo que só é possivel a reparação caso seja possivel e o justifique
um abraço e não desanime
 
ja nao sei em que site foi, mas à relativamente pouco tempo vi um rekord A por 2500€ em muito bom estado (pelo menos as fotos assim davam a entender).

creio que esse que tem deve ser bom mesmo é para peças...
 

Pedro Morgado Pinto

Pinto dos MINIS
olha amigo na minha opininao fas como eu
tambem andei a ver oficinas de chapa para restaurar o meu mini
e davam valores para cima dos 5000€.
como precebo de mecanica comecei a fazer o restauro de chapa
basta ter uma cemialtumatica e chapa que o resto vai se fazedo
 
Topo