Motorizada : Monteneve-Vila da Ponte-Montealegre 19??

Joao Agostinho

YoungTimer
Que melhor forma de me apresentar como mostrar um restauro meu (discutível), muito mal feito. Em anexo fotos duma motorizada que dado os emblemas parece ser uma Monteneve fabricado na Vila da Ponte Monte Alegre. Se alguem tem mais alguma informação sobre esta motorizada eu agradecia.

Quando digo restauro mal feito é porque foi mesmo muito mal feito. Eu sou de Lisboa e a motorizada está em Aveiro com os meus Pais. Ela foi me entregue num fim de semana que foi quando tirei as primeiras fotos. Durante essa proxima semana os meus Pais decediram recupara la para me supreender! O resultado foi este...
 

Anexos

Epaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah

João tenho uma igualzinha!!!!!!

Andava há que tempos a tentar descobrir o que era!
Não tenho docs e nem sei se vou conseguir arranjar, mas de resto é igual, sem tirar nem pôr, com esse volante, a caixa de ferramentas, motor, etc!

Fantástico!

Se precisares de ajuda para isso avisa :D

PH
 

Joao Agostinho

YoungTimer
Pedro,

Incrível ainda haver duas! Tambem tenho pouca informação dela. Ainda não encontrei marcas no quadro ou motor identficando o ano etc... Já pesquisei tudo mas sem sucesso. Só sei desta informação do modelo e marca através do logotipo do deposito e a pintura na caixa de ferramentas. Parece ser uma VK500.

Ainda vou ver se dou um salto lá à Vila da Ponte em Montealegre e falar com os nativos :). Ver se alguem recorda de alguma coisa.

Cumprimentos,
João
 

Rui Rego

bmw2002t
Bem vindo ao Portal, e realmente os teu pais conseguiram surpreender-te, não estavas á espera de uma coisa assim, mas acredito que a intenção foi a melhor possivel, ainda bem que tinhas fotos "do antes", assim será mais facil coloca-la original e obteres mais informação.
 

Joao Agostinho

YoungTimer
Rui Rego e Diogo Lisboa,

Obrigado pelas boa vindas. Tenho procurado um forum com esta já a algum tempo de forma partilhar experiencias e dicas. Espero colocar mais fotos online logo possivel. Mais uma vez obrigado.

Abraço,
João
 

Carlos Silva Santos

Carlos Santos
Joao Agostinho disse:
Pedro,

Incrível ainda haver duas! Tambem tenho pouca informação dela. Ainda não encontrei marcas no quadro ou motor identficando o ano etc... Já pesquisei tudo mas sem sucesso. Só sei desta informação do modelo e marca através do logotipo do deposito e a pintura na caixa de ferramentas. Parece ser uma VK500.

Ainda vou ver se dou um salto lá à Vila da Ponte em Montealegre e falar com os nativos :). Ver se alguem recorda de alguma coisa.

Cumprimentos,
João
ola,devo informar que eu sei de uma 3ª
 
Boas.
Sou de Montalegre, tenho 53 anos e fiquei de boca aberta. Pois não sabia que alguma vez se montou ou fabricou motorizadas na Vila da Ponte.
Força no restauro e coloquem fotos.
Abraço
 

Carlos Fernandes Martins

Two stroke power
João A.Gonçalves disse:
Boas.
Sou de Montalegre, tenho 53 anos e fiquei de boca aberta. Pois não sabia que alguma vez se montou ou fabricou motorizadas na Vila da Ponte.
Força no restauro e coloquem fotos.
Abraço


Pois tem toda a razão! Nem esta nem nenhuma outra lá foram fabricadas!
Esta motorizada foi fabricada na Vilar (Vilarinho & Moura) em S. Mamede de Infesta (Porto) e é mais conhecida com a marca Moped dos irmão Casal (Aveiro)! Quanto ao modelo, é na realidade um VK 500!
Quanto à Monteneve, seria a marca de um armazenista de Vila da Ponte que comprava as VK 500 e talvez outros modelos à Vilar ou eventualmente aos Irmãos Casal e os comercializava com marca própria (era muito comum)! Por esta razão, existiam "meia dúzia" de marcas de fabricantes e centenas de marcas de distribuidores!

Algumas marcas de fabricantes:
Casal
SIS
Famel
Macal
Confersil
Forvel
Vilar/Perfecta
Pachancho
Alma/Motalli
Diana
Fundador


Marcas de armazenistas/distribuidores (não fabricantes):
Troia
Masac/MSC
Quiper
Glória/Marvil
Aidan
Champion
Zagaia
Narvik
Vedeta
Conquistador
Colossal
Tâmega
Aliforte
Diana
Etc, etc, etc...



A Diana (Fausto de Carvalho, Sangalhos) surge nas duas listas, pois tanto era fabricante como distribuidor! Como não tinha capacidade de produção, em alturas de muitas vendas comprava a outros fabricante e comercializava com as próprias marcas:
Diana
Sprinter
Joaninha
Pápa Léguas
 
Topo