Apresentação

Caros amigos

Gostaria de me apresentar a todos os foristas e entusiastas pelos clássicos que "assinam" este espaço.
Benjamim Bento é o meu nome há já 54 anos e apesar de neste momento não ter nenhum carro clássico continuo a gostar imenso dos carros que "fizeram" a minha juventude, e não só.

Nasci em Lisboa mas neste momento estou vivendo em Angra do Heroismo onde trabalho como segurança, no sector privado.

Neste momento estou mais "virado" para os 4x4 mas o bichinho dos clássicos continua bem vivo, sejam carros, jipes ou motos.
Sou assinante da "Topos & Classicos", desde os primeiros numeros, onde tenho a possibilidade de ver, ou rever, algumas das fabulosas máquinas da minha geração.
Todos os carros que tive até hoje, e foram uns quantos, seriam agora considerados clássicos e de todos eles tenho três a destacar: Um Opel Ascona A 1904SR , um Toyota Celica 16V e um Peugeot 205 Rally, que foram os que mais gozo me deram.

Infelizmente os carros que temos hoje para lém de serem quase todos "parecidos" andam carregados de electrónicas e plásticos, fruto das necessidades dos nossos dias, que lhes retira muita da sua "personalidade" e fleuma particulares.

Gostaria ainda um dia de poder ter um clássico, não só para participar em eventos que por aqui também se realizam mas também para voltar a ter as "sensações e prazeres" de antigamente.

Emquanto isso não acontece vou vendo o que os "colegas" fazem e conduzem pois recuperar um clássico é como salvar um familiar.

Um grande abraço

Bento
 

Jose Manuel S Lopes

ESCORT79
Delegado Regional
Portalista
Bem vindo aos clássicos!
Espero que encontre por aí um clássico e recomeçe a sentir o prazer dessa condução que realmente não tem nada a ver com os de hoje.
Um abraço!
 
Caros amigos

Agradeço a vossa calorosa recepção e muito embora não possa ser considerado um "classicista" de direito próprio, por não ter um clássico, sinto que estou em "casa".

Ao amigo David Cunha um alô especial para a BA4 onde durante cerca de seis anos fui controlador de tráfego aéreo, tendo começado nas Ops. de voo no Terminal, passei depois para a torre e acabei no Rapcon, que era á época a designação da sala de radar onde fui dos poucos "tugas", na altura, a ser "largado" em radar de precisão na final (PAR) e radar de busca (Search).

Velhos tempos que não voltam e que me enchem de saudades, tal como os "clássicos" que tive e que na altura ainda o não eram.

Se um dia puder vou tentar uma viatura a diesel, para não ter problemas com as gasolinas novas sem chumbo e ter que andar a aditivar.
Talvez para os lados dos "franceses" que sempre tiveram boas máquinas, confortáveis e duradoras.

Para já estou "salvando" de uma morte precoce anunciada um Land Rover Discovery 300TDI que estava encostado com uma avaria e a apodrecer aos poucos.
Não pode ser considerado para já um clássico pois é de 95 mas daqui a uns anos irá concerteza sê-lo ao lado de todas as viaturas da sua "geração" que sobreviverem á voragem do tempo.

Mais uma vez o meu grande obrigado pelo vosso simpático acolhimento.

Um grande abraço

Bento
 
Topo