Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Qual A Melhor Relação Diferencial P/ O Mini

Tópico em 'Mecânica' iniciado por diasdacosta, 29 Ago 2012.

Tópico em 'Mecânica' iniciado por diasdacosta, 29 Ago 2012.

  1. Boas;

    Gostaria de obter a V/ opinião no sentido de saber qual a melhor relação de diferencial no Mini
    com motor 1275cc e jante 12.
    Agradeço as V/ opiniões.
     
  2. Isso vai depender muito da utilização que se vai dar ao carro...

    Para mim um 3,44 é muito equilibrado, mas um 3,65 ou 3,76 fica lindo para as brincadeiras

    Pode comparar no link a baixo
    http://www.guess-works.com/Tech/ratio.htm

    A nível de comparação eu em 4ª a 158km/h de GPS vou as 6mil Rpms, caixa pré, jante 10 e dif 3,44. Isto medido por mim, tenho outras relações e rotações medidas
     
  3. Amigo, Rodrigues obrigado pela dica.
    Quanto à utilização do carro, é para utilizar em estrada. O meu objectivo é ter velocidade semk levar o motor no limite...
    Cpts
     
  4. Se é para estrada, então um motor 1275cc aguenta bem um diferencial 3,1->1 ou até um 2,9->1. O motor está mexido? É de origem de um Austin/Morris 1300? Ou de um Mini 1275GT? Ou de um Metro? Ou de um MG Metro? Todos estes motores embora praticamente iguais, têm potências e sobretudo binários um pouco diferentes.

    A escolha do diferencial também vai passar por aí.
     
    diasdacosta e João Azeiteiro gostaram disto.
  5. Olá amigo Barbosa,
    Pois todas essas suas questões são pertinentes.
    O motor não está mexido nem vai ser, apenas foi rectificado para 0,20.
    O motor é proveniente de um MG Metro, e tem válvulas grandes.
    Também sei que a relação que trás é 18/62, mas não sei se será a adequada embora o MG também tivesse jante 12, e eu querer manter jante 12 no MINI.
    Como tenho tudo desmontado, gostava de alterar para melhor.
    Agradeço as vossas opiniões/sugestões.
    Cpts
     
  6. Eu mantinha o 3,44, e canalizava o tempo de fazer essa troca para meter guias novas na cabeça, tirar as bossas e dar um polimento na admissão para ficar a respirar melhor...
    Se o motor é mesmo MG então tem uma cames excelente que vai agradecer os pistons 0.20 e uma cabeça a respirar bem

    A ir para um dif mais longo não iria alem de 3.1, acima disso só se quiser o mini como carro para fazer viagens.
     
    diasdacosta gostou disto.
  7. Ao que chama tirar as bossas? E quanto poderei desgastar nos buracos da admissão?
    O que ganho em meter guias novas na cabeça?

    Cpts
     
  8. Se tiver ai a mão a bíblia amarela do David Vizard está lá tudo, guias novas é só porque para retirar as bossas é preciso retirar as guias e já agora metem-s novas. quanto a medidas é complicado mas se retirar as guias e "polir" a admissão fica dentro dos limites sem por nada em perigo

    Existem alguns artigos na net, este é só um exemplo.
    http://www.mlmotorsport.com/forum/index.php/topic,4.0.html
     
  9. Amigo Rodrigues, obrigado pela sua atenção.
    Realmente não tenho essa biblia.....
    Como posso adquirila?
    Cpts
     
  10. Obrigado pelo post do artigo, ja deu para ter uma ideia.
     
  11. Um berbequim com uma bicha fléxivel dá jeito. Uma Dremel funciona bastante bem também, mas tem de ser Dremel as imitações não prestam ...mesmo ! ! !

    Há umas aplicações de folhas de lixa para berbequim, não são discos, os inglêses chamam-lhes 'flap-wheels' vêr foto.

    Será o melhor para tirar as imperfeições do molde de areia da fundição da cabeça do motor do MG Metro (suponho que seja isto a que o R. Rodrigues se refere) e na cabeça do MG Metro eu não mexia mais, já vai fazer diferença. Num motor como o do MG Metro, o diferencial 3,44->1 já será desportivo ( como o MG Metro era...) para uma condução mais relaxada o 3,1->1 pelo menos será mais adequado.
     

    Ficheiros Anexados:

    diasdacosta gostou disto.
  12. O livro eu comprei no ebay, ainda procurei por livraria aqui na zona mas sem sucesso.

    Tuning the A-Series Engine de David VIzard ou 1275cc A-Series High-Performance Manual de Des Hammill são boas leituras, aconselháveis a qualquer entusiasta mini...

    Com um dremel e uma "bicha" flexivel consegue-s facilmente polir a admissão já as bossas levam mais tempo com o dremel mas nada que não se faça...
     
    diasdacosta gostou disto.
  13. Boas,

    Obrigado a ambos.
    Se calhar vou seguir os V/ conselhos. Manter o diferencial de origem (3,44).
    Quanto à cabeça vou estudar esse assunto, e ver se me consigo desenrascar a fazer o que me sugeriram.
    Cpts
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página