Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Organizar uma caravana

Tópico em 'Clubes e Eventos' iniciado por Dias Gonçalves, 29 Abr 2008.

Tópico em 'Clubes e Eventos' iniciado por Dias Gonçalves, 29 Abr 2008.

  1. COMO ORGANIZAR UMA CARAVANA DA CARROS ANTIGOS

    Uma CARAVANA de carros antigos é uma série de carros antigos em fila indiana com o mesmo destino. O objectivo é que todos cheguem ao mesmo lugar, independentemente do trânsito.

    O mais difícil e o sempre temido pela organização dum evento de clássicos, é que a caravana se desmembre e que comecem a chover telefonemas de pessoas perdidas.
    Quando a caravana tem meia dúzia de carros, é difícil alguém se perder pois o primeiro consegue quase sempre ver onde vai o último. Quando são mais carros, as coisas começam a complicar-se.

    Há várias formas de organizar uma caravana de forma a quem toda a gente consiga percorrer o mesmo caminho, dependente do número de participantes e dos meios ao dispor:

    - Se houver controle pelos agentes da autoridade com corte do trânsito nos locais por onde passe a caravana, é fácil ninguém se perder. Isto raramente é exequível;

    - Se houver alguém da organização em cada cruzamento, também é difícil que alguém se perca, mas só é possível em trajectos curtos;

    - Se se criar um Road book, as probabilidades dos participantes se perderem estará dependente da sua correcta elaboração e do facto dos participantes seguirem correctamente o road book, o que nem sempre acontece;

    - Se quem for à frente tiver sempre em atenção quem vem atrás de forma a não perder o contacto, será teoricamente possível ninguém se perder. O problema, que já vi muitas vezes acontecer, é que os portugueses não gostam do espelho retrovisor e rapidamente há vários grupos perdidos atrás duns “Chico espertos” que acham que nunca se enganam;

    - Se se utilizar o método O SEGUNDO FICA EM PENÚLTIMO (ver à frente) é possível que ninguém se perca com poucos meios
     
  2. O SEGUNDO FICA EM PENÚLTIMO

    Neste método, só é necessário que uma pessoa saiba o caminho a percorrer (1º carro) e que todos saibam quem é o último carro (último carro).
    É aconselhável que atrás do 1º carro vão alguns da organização, mas não é obrigatório.
    Em cada mudança de direcção / cruzamento, o 1º carro dá indicação ao carro que vai atrás para parar e ficar a dar indicações aos carros que o precedem, reentrando na caravana este 2º carro antes do último carro (o carro que ia em segundo passa a ir em penúltimo); desta forma todos poderão ter de participar na organização da caravana

    Nos desenhos, o 1º carro é o vermelho e o último carro é o preto
     

    Ficheiros Anexados:

  3. Este texto foi por mim enviado para o Topos & Clássicos, com a descrição do mesmo método:

    Segundo Carro Fica no Cruzamento
    Fazer uma caravana de carros, sobretudo se antigos, com velocidades mais baixas que o trânsito em geral, leva muitas vezes a que haja gente perdida porque perdeu o carro da frente. A táctica habitual é que o carro da frente não perca o de trás e assim sucessivamente. No entanto já todos encontramos condutores que se esquecem de olhar para o espelho retrovisor e, rapidamente, há vários grupos perdidos sem saber qual o caminho. O uso de road boak também tem sucesso, mas obriga a maior trabalho de preparação (aqui qualquer erro pode ser fatal) e implica que se olhe para o road bock, o que nem sempre acontece, sobretudo para quem viaja sozinho.
    Com a táctica do Segundo Carro Fica no Cruzamento é mais difícil isto acontecer, senão mesmo impossível. Para o uso desta táctica, é necessário que o primeiro carro saiba o caminho todo (o que acontece em quase todas as tácticas) e que todos os participantes conheçam o último carro (preferencialmente este também deverá ser da organização).
    Em todos os locais do percurso problemáticos (mudanças de direcção, cruzamentos com muito trânsito, …) o primeiro carro dá indicação para o segundo carro ficar parado a dar indicação a todos os outros. Este segundo carro só volta a integrar a caravana mesmo à frente do último carro. Desta forma qualquer um poderá ser o segundo carro e terá de parar à espera do último.
    No caso de haver alguma avaria, terá de ser comunicado ao primeiro carro (em último caso pelo último carro) que decidirá o que fazer. Provavelmente arranja um local para todos esperarem e volta atrás a tirar os que estão parados no percurso até chegar ao local do avariado.
    © CAAFF 2007
     
  4. Eh eh, este tópico dava jeito antes do nosso passeio á Vista Alegre, ainda andei perdido no 600, com o Tiago Rodrigues no Mini 1275 Gt atrás de mim, e pelo caminho encontrei o José Manuel Lopes no Escort MkII, e outro carro que ja não me lembro quem era, que também andava a "apanhar chapéus" em certas rotundas... Prontos agora ja sabemos o que temos que fazer... :D

    cumprimentos.
     
  5. Este método foi proposto pelo Dias Gonçalves para o passeio à Vista Alegre :huh: Só que a caravana arrancou ainda eu estava a reunir o Staff :D

    Vivendo e aprendendo, na próxima já sabemos!

    Obrigado pelo post Gonçalves!
     
  6. Algo que deverá ser adoptado por aqueles que julgam que nunca se perdem...

    Bom tópico.
     
  7. Aqui o Nelson tb pode confirmar a caravana ia tao bem e de repente "pum catrapum" perderam-se metade deles... e eu tb :)
     
  8. :D
     

  9. é muito bem pensado, parabens, temos que fazer uma dessasB)
     
  10. Isto de andar em caravana tem muito que se diga e garanto-vos que só funciona tendo em conta os 2 últimos pontos apresentados
    "- Se quem for à frente tiver sempre em atenção quem vem atrás de forma a não perder o contacto, será teoricamente possível ninguém se perder. O problema, que já vi muitas vezes acontecer, é que os portugueses não gostam do espelho retrovisor e rapidamente há vários grupos perdidos atrás duns “Chico espertos” que acham que nunca se enganam;

    - Se se utilizar o método O SEGUNDO FICA EM PENÚLTIMO (ver à frente) é possível que ninguém se perca com poucos meios"

    De qualquer modo aconselho-vos a treinarem o espelho :rolleyes, já tenho quase 10 anos de experiência em caravanas deste género e há sempre muitos que não ligarem a quem vai atrás. Nos cruzamentos perdemo-nos quando mal organizados, mas é muito chato ter uma avaria e ficar sozinho apenas porque o da frente só usa o espelho para espremer borbulhas o_O

    Outra coisa importante é não terem a obsessão de ir sempre coladinhos ao da frente. Nesta situação sabemos que o carro de trás tem de acelerar mais para acompanhar o da frente, agora imaginem a reacção em cadeia e o 5º carro já começa a ter dificuldades em acompanhar a caravana... imagine o 30º.
    este fenómeno é conhecido por efeito de elástico.
    Quando se começou a fazer passeios em caravana no Clube Varadero Portugal eu, fazendo parte da organização quando calhava a vir atrás a fechar o grupo chegava a andar a 180/200 km/h para não ficar sozinho ( poucos olham para o espelho) e o da frente não passava dos 130 /140 km/h.
    Parecia que ficava tudo maluco a tentar apanhar o da frente :D:D:D
    Hoje o pessoal já está mais batido e já tem mais calma, mesmo assim gosto de ir atrás porque consigo andar mais depressa B)
     
  11. uma historia que me aconteceu no dia do meu casamento:D:D:D


    la fui eu de Alcains para uma aldeia perto de Pombal para o meu casamento ;) eu ia na cabeça do pelotão:D eram cerca de dez carros, e então começa-mos pela A23 até a Ic8 sempre a andar normalmente;) depois é que se começou a complicar:wacko: :D:D a caravana desmoronou-se nuns atalhos que eu conhecia :D resumindo chega-mos cerca de uma hora atrasados ao meu casamento:D :D :D :D :D a minha mulher ja pensava que eu nao ia casar:p :p:D :D

    saudações
     
  12. Tá Boa Amigo... É sempre bom relembrar estes procedimentos !
    Para muitos de nós " Todos sabemos disto " mas metemos de x em quando cada patacuada !!???:yes:
     
  13. É um bom método!!!

    E se for cumprido por todos de certeza que terá bons resultados.

    (claro que para funcionar na perfeição não pode haver pessoal "anti-piscas")
     


  14. hoje em dia os carros novos ja nao trazem piscas :laugh: :elvis:
     
  15. António J. Lobato
    O que eu gostaria de saber era se qualquer pessoa pode organizar um encontro de clássicos e o consequente passeio.
    Se os mesmos estão sujeitos a qualquer licenciamento e carecem de autorizações, quer do Governo Civil, quer da Cãmara Municipal e forças de segurança.
    Agradecia que me pudessem fornecer estas e outras indicações que julguem pertinentes, para que eu possa tentar organizar um encontro de clássicos.
    Qualquer informação que julguem possa interessar a um novato nestas andanças, agradeço desde já o possível envio e informação.
    Obrigado a todos
     
  16. O método apresentado pelo Gonçalves é bom, já o vi na práctica e deu bons resultados, aquando do 1º encontro Simca e Rootes de Portugal, organizado por ele próprio.
     
  17. A questão é que o Código da Estrada estabelece que a organização de caravanas automóveis carece de autorização das autoridades (Governo Civil e policia). Mas isto aplica-se quer a passeios de clássicos como a casamentos e, que eu saiba, ninguém participa às autoridades quando se vai casar e o percurso que vai percorrer
     
  18. Informação interessante e a reter!
    ;)

    FM
     
  19. Os que julgam que nunca se perdem são os que nunca olham para o espelho a ver se o carro que os segue ainda vai lá atrás. indo contra uma regra fundamental em quelauer caravana seja de carros ou motos.
    Esses quando detectados pela organização devem ser colocados atrás para verem como é... :D
    Dom mesmo modo que os mais lentos devem ser passados para a frente.
     
  20. É amarrar uma corrente ao pessoal, que já ninguém se perde!!!:D:D
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página