Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Ordem De Pintura De Um Carro

Tópico em 'Chapa e Pintura' iniciado por Fernando G Augusto, 21 Abr 2013.

Tópico em 'Chapa e Pintura' iniciado por Fernando G Augusto, 21 Abr 2013.

  1. Pessoal gostaria de saber a vossa opinião, o carro em questão está todo desmanchado e a ideia e pintar por dentro e por fora com tinta aquosa.

    Qual será a melhor maneira é que já ouvi as duas maneiras

    1º (já utilizei mas com tinta acrílica) pintar cofre, interior, painéis amovíveis por dentro depois de seco montar tudo e alinhar painéis e pintar tudo por fora, tejadilho, capom, lateral de frente para traz

    2º Pintar carroçaria por dentro e por fora mais cofre, e depois pintar os painéis separadamente e no fim montar tudo

    Aguado a vossa ajuda,

    Obrigado.
     
  2. Caro Amigo,

    A ordem de pintura é sempre de "Dentro" para "Fora". caso contrário vai ter problemas finais com a pintura exterior. O "Cofre" geralmente tem a maior atenção interna pelo que deve começar por ai, ou seja deve considerar que esta parte é a que mais faz a viatura sofrer a várias consequências pela sua utilização.
    Preste atenção ao "corta-fogo" a nível do motor e acrescente dupla camada de tinta de alta temperatura. Siga todos os passos que pretende no interior e acrescente anti-gravilha ao fundo da mala por dentro e por fora de modo a ganhar insonorizaçã e o mesmo no interior do habitáculo (fundos), ao fundo da mala (interno e externo), às cavas das rodas (lado interno).
    Depois preste atenção ás portas e se possivel dê ligeira mão de anti-gravilha nos fundos destas e alguma em volta. Isso evitará a corosão de dentro para fora e insonorização, mas logicamente terá que limpar bem o interior das portas e guarda-lamas.
    Sabe, eu já restaurei alguns carros que agora andam a circular pelo Norte e outros que depois foram vendidos por 9.750 a 12,000 euros no Custo Justo e no Imovirtual.
    Por mim passaram Carocha 1300 Cabriolet, Land Rover 109 Santana Carzola, Fiat 127, Citroen 2CV, Peugeot 305, Lancia Y10 e 112, Datsun 1200, Morris Marina, Mini Clubman, Mercedes 300D, Opel Astra van, Volvo 245 Dl e 460, Ford Galaxy, Seat Ibiza 1.9, Ford Fiesta 1,4 e Ford Mondeo 2.0, Opel Agila, e uma centena e tal de carros e ainda não vi um cliente que não saisse contente nem a lucrar na revenda final.
    Mas, meu amigo isto´tem muito que se lhe diga em questão de trabalhos. Depende sempre do que o cliente deseja e do que você pretende fazer porque se for para seu uso próprio irá dar 150% de mais valia em todas as frentes enquanto que se for para vender isto fica pelos 70 a 75% e se for para restauro e revenda ai a coisa ficará pelos 120% de aplicação de mão de obra e materiais e quanto mais velha a viatura maior valor lhe quererá atribuir.
    Logicamente há clientes que pedem para tratar o carro como se fosse meu. Logo a conversa é outra e a viatura sai mais do que imaculada mas depende do que o cliente estiver disposto a investir em pintura, estofos, mecânica e electricidade e o cliente é que manda e eu não faço nada senão o que está nos papéis e através de uma rede de equipas exteriores que por sua vez são independentes na sua arte.
    Se precisar ajuda é só dizer. É para isso que aqui estou neste nosso Forum do Portal dos Clássicos.
    Cumprimentos.

    .
     
  3. Boas, já agora uma questão que julgo vir a propósito e talvez o amigo Luís Matos me possa dar uma dica e para enriquecer o Post do Fernando Augusto.
    Também eu estou a restaurar um clássico e a minha questão será depois de retirar a tinta até à chapa aplicar primário EPOXI de Aluminio de dois componentes em todo o carro. Depois levar tinta preta de chassi em cima do primário nos locais por debaixo, no cofre do motor e mala e no exterior aplicar a tinta de acabamento por cima do primário EPOXI, a minha duvida é qual o tipo de tinta de acabamento que poderei dar em cima deste aparelho? Uma outra questão será depois da chapa bem limpa antes de aplicar o primário qual o líquido desengordurante que devo usar, pois o diluente segundo algumas informações é gorduroso.
    cumprimentos.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página