Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

O que é um Clássico???

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por José Pedro Moreira, 23 Nov 2009.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por José Pedro Moreira, 23 Nov 2009.

  1. Caros colegas Portalistas,

    Ultimamente tenho me vindo a aperceber que o conceito de Clássico tem sido usado indevidamente e tem vindo a ser deturpado o verdadeiro significado de um Carro Clássico.

    Talvez será altura para se esclarecer.

    O que entendem por Clássico?
    Quais são os padrões para se considerar um carro Clássico ou não-clássico?

    Penso que é um tópico pertinente e que deverá ser acompanhado de perto pelos responsaveis do Portal para que não se encorra em erros que tenho vindo a encontrar!

    Abraço!
     
  2. Olá este tema já foi debatido vezes sem conta aqui no portal em vários tópicos nomeadamente em http://www.portalclassicos.com/legislacao/4235-requisitos-ser-cl-ssico.html

    Utilizem a pesquisa por favor
     
  3. Eu já verifiquei esse tópico!
    Axei que não era esclarecedor, simplesmente tratava-se de esclarecer uma dúvida a um Portalista!

    Não querendo ferir susceptibilidades, tenho vindo a reparar que chamam Clássico a qualquer carro com mais de uma dúzia de anos.

    Na minha opinião, um Clássico tem além da idade, um certo carisma, uma história que acabam por tornar um carro que por mais simples ou mais detalhado um ícone da sua época!
    Não percebo porque razão continuam aqui a falar de carros que ainda não tem estatuto para ser clássico. Esses carros um dia serão, mas, assim como os actuais clássicos vão primeiro passar por carros velhos e posteriormente entraram nesse grupo de carros Clássicos. Mas até lá não passaram de carros velhos! Um dia serão Clássico por isso não queiram forçar a entrada no grupo dos Clássicos!

    Abraço!
     
  4. Não desenterrem assuntos que não levam a lado nenhum...
     
  5. Foi por esse tipo de opiniões que se chegou a conclusão que clássico é aquilo que cada um quiser.
    Tópico mais que repetido, lembro-me por exemplo do bem recente "novas definição de clássicos" relacionado com o aumento da idade para os 30 anos.
     
  6. Assino por baixo o que o Eduardo afirma e acrescento que certo carros "velhos" se não tiverem quem se interesse por eles agora vão desaparecer e quando chegar os eu tempo como clássicos não vai sobrar nenhum.

    Quando comecei a comprar VW Type 1 e 2 nos anos 80 na altura não passavam de carros velhos.

    nuno g
     
  7. Ja há tempos que tenho vindo a alertar para aquilo que chamamos na área da gestão do património de "vistas curtas", que é basicamente, preservar somente aquilo que tem valor no presente e negligenciar o futuro. Se vamos levar a definição de clássicos a letra, muitos dos veículos que existem no portal hoje ja não existiriam.
    Por isso é que prezo a missão do Portal, é uma porta aberta para todos, se não dermos motivos do orgulho aos proprietários dos CHASSOS VELHOS ( aqueles que não são puramente clássicos, como o meu Honda e o meu Audi, e como por exemplo os do Nuno Granja, ambos os casos são aquilo a que chamamos de young-timers) e razoes para eles os manterem, então tudo isto é inútil. Eu não me teria juntado ao portal se o conceito de clássicos aqui não fosse tão aberto e não me mostrassem que tinham 1001 motivos para me orgulhar e preservar o meu charuto, que não é um puro sangue clássico, mas um simples automóvel antigo com muito valor para mim e mais algumas pessoas.
     
  8. Pois...

    É aquilo que falavas nos Clássicos no Dia-a-dia em relação aos BX. E eu acrescentaria Fiat Regata, Talbot Solara, Passat dos inícios de 80 e outros...
     
  9. tudo o que tenha quatro rodas motor, chapa e mais de 25 anos...

    or not
     
  10. É preciso dizer mais alguma coisa ? Eu acho que não B)
     
  11. Partilho da mesma opinião!
     
  12. Concordo na simplicidade desta resposta, acrescentando mais 5 anitos à conta...agora são 30 anos. LOL

    Mau para uns, bom para outros, sobretudo para quem vive disto. Não é o meu caso e acho que concordo com a filosofia do Eduardo, pois o que conta é o nosso ponto de vista acima de tudo e os nossos "chassos". Quando se entra em análise profunda, aí terá que haver uma selecção decorrente da produção, do mercado, da história, se tem ou não palmarés, algo de revolucionário, algo de raro, como está ou não original, etc, etc,. inúmeros parâmetros de avaliação, à moda da FIVA.

    Tenho um clássico e um pré-clássico e daí posso observar os vários pontos de vista mas concordo que tem que dar tempo para amadurecimento antes de chamar alguns veículos de clássicos (é como o vinho do Porto...)
    Eu ainda não sei se o meu Pré-clássico será um verdadeiro clássico, digno de raridade, se terá procura e oferta no mercado e seguidores ferverosos. Mas aguardo e até lá chamo-lhe de Pré-clássico ao jeito de Clube e linguagem comum e universal. Ele não se importa...mas o outro começa a ficar com a ciumeira...eh, eh...
     
  13. expliquem me, so e considerado um classico, quando tiver 30anos? e se tiver 25 é o que? pre-classico?
    Ajo que tou um pouco confuso :).
     
  14. As respostas individuas vão ser variadas Bruno, portanto há-de ser sempre confuso.
    Segundo a FIA, 30 anos para clássico, e para tal tem de ter interesse histórico, o que leva ao debate futuro, que carros actuais vão ser clássicos no futuro, já que muitos nos últimos tempos nada de novo trouxeram e são todos iguais.
    Aqueles que tem 25 anos pertencem a categoria de young- timers, ou seja, pré-clássicos.
    Já são termos muito usados no Reino Unido e que passo a explicar:
    Classic cars - os clássicos puros
    Old Timers - Antigos e com potencial para clássicos
    Young Timers - Por volta dos 20/25 anos, os pré-clássicos.

    Uns dos mais apelidados como young-timer é o 205 GTI, mas ha alguns contra censos, N. Granja tem um Audi Coupe Gt, que é considerado um young-timer. Mas por exemplo o Audi Quattro que é um modelo da mesma época é um clássico mais que reconhecido, ore então vejamos por ordem cronológica e começando pelo meu Audi 80

    1978 sai o Audi 80 b2, este será a base da carroçaria do Quattro através do Audi 80 Coupe, o mesmo que mais tarde da origem ao Audi Coupe GT:

    Audi 80(young-timer) -> Audi 80 Coupe (young-timer)-> Audi Quattro(Classic)

    "The Audi Quattro shared many components and the core of its body style with the Audi Coupé, which was a member of the Audi 80 (B2) model range.[1] It was internally designated Typ 85, a type number it shared with the Audi Coupé GT, Audi Coupé quattro and Audi 4000CS quattro. Its characteristic flared wheelarches were styled by Martin Smith."

    Em foto:

    Audi 80 b2
    Audi_80_L_1978.jpg

    Audi 80 Coupe
    audi%2080%20coup%C3%A9.jpg

    Audi Coupe GT
    [​IMG]

    Audi Quattro
    Audi_Quattro_vl_black.jpg

    Este explicação toda para que? Para provar que a questão do clássico não tem simplesmente a ver com a idade.

    Mais ainda, existe o Audi 80 Quattro, não tão potente como o Quattro original, mas que ate tem um historial de rallys interessantes e não é considerado clássico, porque?

    80 Quattro
    001.jpg

    Quattro
    [​IMG]

    E por fim, o Audi 80 GLE, primeiro veiculo a dar um titulo a Audi, que ainda assim não faz o Audi 80 passar de um yountimer...
    bmeister_start.jpg

    Espero que tenham entendido a minha ideia.
    Abraços
     

    Ficheiros Anexados:

Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página