Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Mig Versus Tig

Tópico em 'Chapa e Pintura' iniciado por A Cardoso, 30 Jan 2012.

Tópico em 'Chapa e Pintura' iniciado por A Cardoso, 30 Jan 2012.

  1. Viva,
    Para o restauro do UMM, que tem várias chapas de 2 e 3 mm para substituir, pondero a compra de um aparelho de soldadura como deve ser, assim as minhas opções em torno dos 500€ são:
    1 - Aparelho MIG a gás de pelo menos 170A do tipo deste (http://sintra-lisboa.olx.pt/semi-automatica-iid-271964968)
    2 - Aparelho Inverter preparado para TIG e Electrodos de pelo menos 170A deste tipo (http://lisboacity.olx.pt/maquina-soldar-inverter-dc-200a-tig-pulsado-iid-309098329 ou http://lorvao.olx.pt/inverter-arc-tig-pulsado-iid-308830483)
    3 - TIG-Plasma-Electrodos do tipo (http://caldasdarainha.olx.pt/tig-plasma-electrodos-iid-265391935) muita fartura não?
    Estou tentado para a TIG vejam as soldas que faz (http://youtu.be/bYlmgpLmkMA) claro que com o respectivo kit de unhas.
    Em qualquer dos casos faltam as botijas...
    Aguardo opiniões
     
  2. Sem dúvida que para soldar chapas e reparaçãoes em carros, deve comprar um aparelho de soldar Mig. Ou se tiver um kit de unhas em casa compre um maçarico (oxi-acetileno).

    Tig é mais caro, mais dificil de se soldar (para quem não tem prática), durante a fusão do metal atinge temperaturas elevadas e há mais calor transferido para a peça a soldar, que no caso das chapas, vai fazer com que dilatem e empenem com facilidade.

    Electrodos para reparaçãoe em chapas, muito menos, só em chapas com espessuras consideraveis, o que praticamente não existe nos automóveis.

    Em suma, soldar (ou perto disso) com um aparelho Mig, pode-se dizer que, quase qualquer pessoa consegue depois do aparelho estar correctamente regulado (amperagem, avanço do fio consumível e débito de gás). Depois os bons resultados e técnicas de soldadura obtêm-se com algumas horas a "derreter" fio...

    Cumprimentos,
    José Cardoso
     
  3. José Cardoso, obrigado pela opinião,

    No entanto tenho dúvidas que o TIG atinja mais temperatura e empene mais as chapa que o MIG.

    Venham mais opiniões.
     
  4. Sr Almeida, não tenha dúvidas, falo-lhe por experiência própria e conhecimento de causa ;) .

    Assim de uma forma muito simples:

    Na soldadura TIG a união/soldadura ocorre com a fusão do próprio material das partes a unir, em que pode ser necessário, ou não, a adição de material extra. A peça atinge sempre temperaturas muito elevadas para que ocorra a fusão fusão, essa temperatura irá ser dissipada pela peça, que no caso das chapas causa deformações permanetes.

    Na soldadura Mig, o processo não é bem igual, o que "ataca" a peça e permite que haja fusão e um fio consumível, que se funde sobre a peça e faz a união das duas partes. Se soldar continuamente, é óbvio que a peça também aquece, mas se soldar por pontos, consegue controlar melhor a temperatura que a peça irá atinguir.

    Se tiver oportunidade, exprimente as duas máquinas antes de comprar, mas olhe que a Mig é a escolha acertada. Já soldei alguns km de chapas...

    Cumprimentos.
     
  5. bom dia,
    eu não tenho nenhuma formação em soldadura, mas comprei uma mig, para a soldadura do meu mini e acho muito bom, pois como vou soldando por pontos, não chega a aquecer e a chapa não derrete.
     
  6. Obrigado pelo retorno,
    Estão quase quase a convencer-me pela MIG.....
    Já agora qual a Amperagem minima 170A? 200A?
    O que ouço dizer das que se vendem nessas grandes superficies não valem um charuto, só dão para latas de conservas, verdade?
    Cump.
     
  7. Boa noite,

    Eu ja tive uma Mig em casa, era uma Clarke EN90, de 90A e desenrrascava-se bem em chapas ate 3 mm (o fabricante diz que dá para chapas ate 5mm...) depois acabei por vender, mas era realmete jeitosa, para pequenos trabalhos de restauro chegava perfeitamente. Mas se quiser uma de 170A ou 200A fica com melhor máquina se realmente ela tiver esses amperes declarados pelo vendedor!

    Para mim as melhores marcas em aparelos de soldar, e com que já trabalhei, são a Fronius e Esab, mas há outras marcas boas. Escolha um modelo e marca de máquina e antes de comprar procure mais informação à cerca desse aparelho.

    Na empresa onde trabalhei havia máquinas Mig para tudo, alumínio, cobre e aços, mas esse tipo de máquina já é para outro campeonato e preço...

    Já agora, tem algum conhecimento ou sabe soldar?

    Cumprimentos.
     
  8. Viva
    Fala das Fronius e Esab, mas isso é um pouco acima do meu objectivo, uma maq. destas para fazer um restauro e depois ficar lá por casa para fazer gaiolas...
    Tenho de procurar....
    Se sei soldar?.....sim de chapisco.... 50% das mãos, 50% do aparelho (boa desculpa), vou fazendo uns biscates cá por casa, umas portas uns portões e afins, nada de especial.

    Assim, aconselha uma MIG a gás para um biscateiro (exigente) com umas caixas de electrodos gastos? E deixar de pensar de uma vez na TIG? se bem qua a TIG... anda-me atravessada....
     
  9. Bom dia,
    Eu não estava a dizer para comprar uma máquina assim tão cara, era apenas para ficar com uma ídeia do que são máquinas de soldar como deve ser, mas parece que já as conheçe :D

    Em tom de brincadeira disse que "50% das mãos, 50% do aparelho" não está totalmete errado, mas também não é verdade. Eu diria 40% para a preparação da peça a soldar, 30% para a máquina de soldar e regulação correcta da mesma e 30% para o operário.

    Se sabe soldar com electrodos, com uma Mig na mão quase que brinca com ela. Compre la a Mig com uma garrafa de gás e verá que não se arrepende. Uma garrafa de gás dos finos serve e é mais barata, pode sempre depois apetrechar melhor a garagem com mais uma máquina, mas de finos, para fazer as delicias dos amigos que la o forem ajudar no restauro :D.

    A TIG, se trabalhar com uma 10 minutos a tentar soldar chapas com residuos de tinta, ferrugem ou betumes, percebe logo porque é que não serve para restauros integrais de automóveis.

    Cumprimentos.
     
  10. Ninguém quer arriscar mais umas opniões?
     
  11. na minha opiniao,prefiro a mig a qualquer outra,embora adore soldar oxi-acetileno,para chapas finas nao há como a mig,é muito practico e para pingar nao há melhor...
    100% de acordo com mig
    por acaso preciso de comprar uma mais fraca e mais portatil que a que tenho na oficina...
    sabem preços de maquinas mig para ter na garagem para trabalhos pequenos?na orla dos 90A...
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página