Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Emprestar o carro

Tópico em 'Legislação' iniciado por Gilmar Nogueira, 18 Mai 2007.

Tópico em 'Legislação' iniciado por Gilmar Nogueira, 18 Mai 2007.

  1. Há ou existe alguma declaração que se posso preencher no caso de eu querer emprestar o meu carro a alguém?? Ou seja, caso ele bata com o carro, ele assume todos os danos causados e provocados. Existe alguma coisa do género?

    Obrigado
     
  2. Pelo que sei, o proprietário é sempre o responsável em caso de acidente. Pois será o seguro da viatura que cobrirá os danos em caso disso. Penso que a única hipótese será a pessoa a quem for emprestado o carro fazer um seguro em que figura como condutor habitual da viatura pelo tempo que durar o empréstimo. Cumps.
     
  3. Vou tentar essa hipótese. Muito obrigado!
     
  4. No caso do seguro automóvel é o carro que está seguro, logo independentemente de quem o conduz, em caso de acidente é o seguro do carro envolvido que vai pagar. Por isso quem paga o seguro acaba por ser o lesado em caso de acidente ou roubo do veiculo.
    A história do condutor habitual apenas têm a ver com os factores de agravamento ou de bonificação conforme se tem carta há mais ou menos de 2 anos sem esquecer a idade do dito condutor habitual.
    Posto isto o melhor nesse caso é mesmo haver um seguro para quem vai andar com o carro emprestado...
     
  5. Pois...é mais seguro e mais recomendável. Nunca se sabe o que pode acontecer na estrada, por muito mais que se tenha atenção e cuidado. Resolvem-se logo todos os possíveis problemas, efectuando um seguro em nome da pessoa em questão. Obrigado pelo esclarecimento.

    Cumprimentos
     
  6. ...quem empresta não melhora B)
     
  7. Desculpem lá.....

    mas o seguro não tem que estar em nome do segurado??

    Penso que não é possivel fazer um seguro, num carro em que não está em nosso nome.

    Sei que fiz um seguro no meu nome, para a minha ex-cunhada (para ter beneficios dado ter carta á pouco tempo) ela teve um acidente (sem culpa) e tive umas desavenças com a companhia seguradora lesada.
     
  8. O carro e a mulher não se emprestam a ninguém.

    Cumprimentos.
     
  9. Pois, por causa desses esquemas é que a companhias se defendem com esses tipo de coisas, mas não, não é obrigatório que o seguro esteja em nome do proprietário. Só temos de os convencer que a ideia não é pagar menos enganando-os.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página