Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Citroen DS 19 nasceu há 55 anos.

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por Carlos Alberto Macedo, 8 Mai 2010.

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por Carlos Alberto Macedo, 8 Mai 2010.

  1. O revolucionário nasceu em 1955



    Ver anexo 168083




    A história recorda 1955 como o ano em que as Forças Aliadas desocuparam a Alemanha Ocidental; pela criação do Pacto de Varsóvia, que reagrupou os exércitos dos países de Leste sobre a égide soviética; e pela demissão de Winston Churchill, substituído por Anthony Eden à frente do governo britânico. Há 55 anos anos voou pela primeira vez o Caravelle, o avião que modernizou o transporte aéreo; o inglês Kapany inventou a fibra óptica; e os americanos começaram a aplicar a vacina antipoliomielite.


    Ver anexo 168084





    No ano da consagração de James Dean no filme East of Eden (A Leste do Paraíso) de Elia Kazan, a Citroën apresentou, no Salão de Paris, o DS 19, impressionando pelo aerodinamismo de um automóvel diferente de tudo o que surgira anteriormente. As linhas arredondadas e suaves da carroçaria contrariavam o que era prática na época, o mesmo acontecendo com a ausência da grelha frontal, tida, durante muitos anos, como imagem de prestígio. O nome DS (pronuncia-se “deésse”, que em francês significa deusa) 19 referia o motor de quatro cilindros em linha com 1911 cc de cilindrada com 75 cv de potência.


    Ver anexo 168082 O arrojo do DS 19 nas formas da carroçaria tinha uma correspondência natural no habitáculo







    Graças à sua forma, o sucessor do Traction 15 Six H era capaz de chegar aos 140 km/h, apesar dos seus 1100 kg de peso. Para além de marcante no design, o herdeiro do veterano Traction (a arrastadeira) foi igualmente revolucionário em termos tecnológicos, contando com um sistema hidráulico, gerido por uma bomba montada no motor, que permitia comprimir azoto através de um fluido hidráulico sob pressão. Para além de garantir que a suspensão mantinha a altura do veículo ao solo qualquer que fosse a carga, o gás fornecia a pressão necessária para a assistência da embraiagem, comando da caixa de velocidades, direcção e travões, que já apresentavam dois circuitos independentes e repartidor automático pelos eixos, para além de discos nas rodas dianteiras, outra novidade num automóvel de série. O sucesso foi tal que, nos primeiros 45 minutos do Salão, a Citroën registou 749 encomendas e, no final do primeiro dia, vendera 12 mil automóveis. O Citroën DS foi produzido ao longo de 20 anos (de Outubro de 1955 a Abril de 1975), vendendo 1 456 115 unidades, não só nas versões berlina e break, mas também um elegantíssimo cabriolet.


    Ver anexo 168085


    Texto: Rui Faria - Automotor
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Sem duvida um carro revolucionário para a época!!!:oo
     
  3. Muitos parabéns à Deésse.
     
  4. Um dos automóveis que mais gosto!! Lindo..;)
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página