Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Bomba Injectora

Tópico em 'Mecânica' iniciado por Sérgio Carriço, 15 Mai 2008.

Tópico em 'Mecânica' iniciado por Sérgio Carriço, 15 Mai 2008.

  1. Bomba Injectora é um subsistema de alimentação dos motores diesel. O sistema utilizado inicialmente em motores estacionários Rover é responsável pelo bombeamento de óleo em alta pressão, nos grupos geradores e nas grandes maquinas de navios, posteriormente nos veículos menores como camiões e automóveis Volkswagen TDI, sendo o seu desenvolvimento a cargo do grupo Bosch.
    Consiste num sistema de bombeamento mecânico a pistões que funciona imerso e lubrificado no próprio óleo combustível. O sistema é calculado para fornecer alta pressão de (+2000 Bar ) na agulha do bico e assim vencer a contra pressão do oxigénio no interior do cilindro já comprimido. Essa operação que acontece no momento da compressão e exacto instante que o embolo do pistão encontra-se 6º antes do ponto morto superior, uma quantidade predeterminada de combustível é pulverizado. Na realidade, as válvulas que retém o bico injector fechado, é que cedem “sob pressão” e permitem a passagem do óleo, que entra atomizado na câmara e detona.
    Vantagens:
    • Um comportamento mais desportivo para o motor diesel
    • arranque instantâneo
    • muito baixo consumo, mesmo comparado com o common-rail
    Desvantagens:
    • menor rendimento que o sistema comon-rail
    • maior ruído de funcionamento
    • mais poluente que os common-rail
     
  2. " Permite a passagem sob pressaõ do gasoleo na câmara de combustão e NÂO o óleo" se assim fosse queimava oleo em vez de gasoleo:D::D:bom tópico Sérgio :notworthy::notworthy:
     
  3. Correcto Carlos... Sabia que o primeiro motor Diesel foi alimentado com Óleo de amendoin !!?? ( outro topico que irei colocar ) ( Obrigado pela apreciação, é apenas uma curiosidade )

    http://www.portalclassicos.com/forum/showthread.php?t=9487
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página