Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

a grande saga do meu primeiro restauro (Fiat 126)

Tópico em 'Fiat' iniciado por Joao Pericão Faria, 24 Ago 2008.

Tópico em 'Fiat' iniciado por Joao Pericão Faria, 24 Ago 2008.

  1. Em primeiro lugar perdoem-me mas é a primeira vez que participo num forum...
    O meu (pequeno) bolide é um Fiat 126 que me foi doado. Perdido durante oito anos, (longa história...) encontrei-o num mecânico á quatro dias, e fui imediatamente buscar o "boguinhas" para o resguardar do frio. Vejam só a desgraça que me espera...
     
  2. desgraça não, prazer sim


    e bem vindo ao nosso cantinho

    um abraço
     
  3. descupem, esqueci-me de anexar as imagens...
    Façam comentários e enviem sugestões. Estou mesmo a precisar de apoio e ajuda (como se pode ver...).
     
  4. venha dai essas fotos para nos deliciarmos...
     
  5. nova tentativa para inserir as fotos...
     

    Ficheiros Anexados:

  6. agora que consegui, aí vão mais...
     

    Ficheiros Anexados:

  7. parabens pela aquisiçao, tem muito trabalhinho pela frente mas vale a pena, é uma maquina adoravel.
     
  8. Parabéns pela aquisição... Está bastante maduro o carro, não há dador?

    cumprimentos.
     
  9. O 126 é um carro muito engraçado mas atenção que o valor a gastar nesse restauro vai ser muito superior ao que gastarias a comprar já um em muito boas condições.
    Se a ideia é passar pelos prazeres (e dores de cabeça) de um restauro, sugiro que procures um em melhores condições.
    Não leves a mal a observação mas um restauro apenas é lógico numa boa base de restauro ou num carro raro e valioso, que não é o caso.
    Das duas uma, ou és um profissional do ramo e encaras isso como um desafio, ou então acho que o melhor é guardares esse carro para dador de um outro em melhores condições. aliás vai ser dificil encontrares quem te pegue no carro para tratar da chapa.
    Mais uma vez peço desculpa pelo reparo mas custa-me ver pessoas com boa vontade, mas inexperientes a tomar opções bastante duvidosas por falta de alguém que as acompanhe devidamente nestas coisas.
    Nota por exemplo que o arranjo da chapa neste caso concreto não é possivel fazer com calma, o carro entra na oficina para sair de lá reparado, isto é qualquer oficina tem de lá etr o carro pouco tempo fazer o trabalho e receber na totalidade.

    abraço e pondera lá isso melhor. Restaurar um carro pode ser um prazer, uma dor de cabeça ou o desespero total
     
  10. Infelismente estou com o Jorge, o carro está mesmo muito maduro, não é qualquer bate-chapas que aranja isso e mesmo quem o faça, gastas uma pipa de dinheiro =/
     
  11. Concordo em parte com o amigo Jorge! É verdade que o carro está já muito maduro. Se conseguir que um profissional do ramo trate de chapa (isso vai ser um dos seus grandes problemas), o preço será astronómico, para cima dos milhares de euros, só para o tratamento da chapa (fora pinturas, mecânica, estofagem, etc.)
    É certo que com o valor brutal do restauro que se avizinha, pode comprar algo mais "valioso"! É aqui que não concordo: A definição de valioso! Se realmente o 126 for carro com que sonha há muito tempo, sempre quis ter um, etc. então avançe com o restauro! Se não for o caso, opte por algo em melhores condições!
    Em todo o caso, devia usar esse que tem como dador para outro! Eu faço restauros há alguns anos e posso garantir-lhe que tem aí MUITO, mas mesmo MUITO trabalho e euros para gastar!
    Se precisar de alguma dica e se eu souber, não hesite em contactar!
    Um abraço e boa sorte;)
     
  12. Caros amigos.
    Eu sei que estou basicamente lixado...
    Sei também que provavelmente não vlae em termos financeiros o chaço que me proponho recuperar...
    No entanto, e como tenho ainda mais quatro carros para recuperar e de três outros para manter, é bom que consiga levar este a bom termo... E depois a história que eu vou poder contar aos meus netos (se os tiver... ainda nem tenho filhos...) será sempre de uma saga infinita de um "cavalo" no qual ninguem apostava... vamos a isto e espero a vossa sabedoria e (principalmente ajuda...).
     
  13. Boas João Eu Tenho Um Fiat 126 Que Foi Todo Restaurado De A-z Se Precisares De Alguma Coisa Diz O Meu Esta Nas Fotos Do Encontro Da Povoa Xau
     
  14. Bem amigo... com essa vontade e determinação que mais há a dizer??? RENTE E PRA FRENTE é que é o caminho, como se diz para estas bandas!;)
     
  15. E bem bonito que ele estava!! :D:D

    Força nisso João, vai ser dificil com a "madureza", mas com dedicação e esforço (€) lá chegarás!! ;);) que nesta "ocupação" de veículos clássicos já se sabe que é só enterrar dinheiro.. mas o facto é que ganhamos muito mais :D:D

    Bom restauro!
     
  16. força com isso joão! apesar de se gastar bastante dinheiro num restauro desses depois dá muito mais prazer conduzi-lo, do que comprarmos um em boas condições, eu já ando a ponderar se quando acabar a pick up adquiro outro clássico (claro que é da peugeot :D), um carro dá sempre mais jeito que uma pick up
     
  17. Atenção que eu sou da opinião que qualquer carro pode e deve ser restaurado. apenas referi que os menos valiosos acabam por ser um mau negocio porque acabamos por gastar mais do que eles valem, o que não é novidade nenhuma.
    Como nó restauramos o que gostamos, o factor "valor" acaba por ser o menos importante e passa para ultimo plano mas, há é sempre limites em que o coração não consegue vencer a razão mesmo gostando muito de um carro.
    Neste caso por muito que se goste parece-me não compensar e se realmente o 126 é o carro de eleição, o melhor mesmo é arranjar outro menos maduro e usar este para dador.
     
  18. Restaurar acaba por ser viciante sem duvida, eu mesmo estando constantemente a fazer melhoramentos no meu, já tenho saudades de outro restauro... :rolleyes
    Mas há uma coisa em que eu discordo de ti, pois o prazer de conduzir um carro restaurado por nós existe sempre mesmo que para isso não tenha sido preciso gastar uma fortuna. Principalmente quando com meatade do dinheiro conseguimos o mesmo.
    Dar apoio é bom mas há que ter cuidado para não levar terceiros a cometer erros graves. Basta andar aqui há tanto tempo como eu para ver casos em que depois de algum dinheiro gasto o entusiasta dos clássicos deixa de o ser e nem quer saber mais de "latas velhas". Isto, apenas porque não sabia no que se estava a meter e foi mal aconselhado.
    De certeza que uma boa orientação pode levar não à desistência, mas sim a uma escolha acertada e ao verdadeiro gosto de conduzir um clássico restaurado, seja qual for o seu valor.
     
  19. visto assim até tem razão
     

  20. Concordo 100%! Aqui está um conselho que deve ser seguido! Palavras sábias, amigo Jorge Faustino....
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página