Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

50 Anos Autodelta

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por Pedro Pereira Marques, 1 Mar 2013.

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por Pedro Pereira Marques, 1 Mar 2013.

  1. theautodelta50thanniver.jpg

    A Autodelta foi uma empresa que se encarregou do departamento de competição Alfa Romeo e era gerida pelo engenheiro Carlo Chiti. Estas duas empresas em conjunto, a Alfa Romeo e a Autodelta, venceram inúmeros campeonatos de construtores nos anos sessenta e setenta e fizeram correr carros como os Alfa Romeo TZ (Tubolare Zagato), TZ2, Giulia Sprint Gta, 1300 Gta Junior, Gtam, 1300 Gt Junior, T33 e ainda fizeram parcerias para outras máquinas vendidas ao público como a Giulietta Turbodelta e a Alfetta Turbodelta.

    http://www.youtube.com/watch?v=OEe__pUXBcQ

    Carlo Chiti tinha sido anteriormente engenheiro na Alfa Romeo e Ferrari. Nesta última desentendeu-se com o Enzo, por razões que ainda hoje são tabu. Depois abriu a ATS (Automobili Turismo e Sport) com vários colaboradores que sairam com ele da Ferrari e fizeram o tipo 100 de F1 que foi um fracasso e o lindíssimo 2500 Gt que foi produzido em uma dúzia de exemplares. Após o fracasso da ATS decidiu abrir a Autodelta e reatar com a Alfa Romeo relações comerciais que fizessem regressar a marca à competição. Assim foi e, graças a essa parceria, a Alfa Romeo foi competitiva por 20 anos consecutivos. Este senhor tinha uma paixão por cães e a Autodelta, para além de inúmeros Alfa Romeos tinha também vários cães a deambular pelas instalações.

    Parabéns à Autodelta!
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Quantos exemplares de Giuliettas e Alfettas turbodelta ainda existiram actualmente?
    Houve alguma cá?

    Isso é mais raro que um 75 turbo evoluzione...
     
  3. Foram construídas 361 Giuliettas Turbodelta, a grande maioria ainda existe, nenhuma em Portugal.

    Foram construídas 400 Alfettas Turbodelta, número necessário para homologação em grupo 4, na sua maioria ainda existem hoje em dia, nenhuma em Portugal.

    A Autodelta ainda construiu uma outra versão que foi designada por Alfetta Gtv8, com motor 8 cilindros 2600 de cilindrada. Não sei o número ao certo e não sei quantas existem, penso que foram construídas cerca de 20 para o mercado alemão, mas não estou certo... apenas sei que em Portugal não existe nenhuma.

    Um abraço.
     
    ricardo silva neves gostou disto.
  4. Esse GTV8 tinha o soberbo motor do Montreal, caixa do GTV normal e injecção Spica. Acho, atenção que isto não sei precisar, que as carroçarias eram em alumínio na versão de competiçao. As versões de estrada tinham a normal carroçaria em metal e ferrugem.
    Existiram planos para homologar este modelo, mas de acordo com dados pouco esclarecedores, foram fabricados apenas uns 20 carros. Uma explicação que em tempos li e que faz todo o sentido para terem abandonado o projecto GTV8, foi o facto de o GTV TurboDelta ter sido produzido em quantidade suficiente para homologar em GR 4.
    Destes 20, 10 carros foram entregues aos concessionários para serem vendidos ao público e os restantes 10 para equipas de competição alemães, não sei se privadas ou oficias.
    A AUTODELTA, dos 10 veículos destinados para a competição, preparou 2 ou 3 (também já li que foram 20…), apelidados de “La Bomba“.

    Resta salientar que o GTV8 foi um modelo exclusivo para os germans. Alem dos italianos, os alemães são um povo de verdadeiros petrol heads.

    Curiosamente, o tablier do GTV8 ou foi inspirado no do Alfasud Sprint ou ´e o mesmo do Sprint.
     
    ricardo silva neves e Carlos Vaz gostaram disto.
  5. Só pq ainda não apanhei nenhuma a jeito... :D
     
  6. A propósito:

    Tirando as medições mal feitas o artigo está bastante bom...

    Digitalizar0001.jpg

    Digitalizar0002.jpg

    Digitalizar0003.jpg

    Digitalizar0004.jpg

    Digitalizar0005.jpg

    Digitalizar0006.jpg
     

    Ficheiros Anexados:

  7. Gostei imenso do video, aquela época era de facto outra.

    Lembro-me de em miudo, (inicio dos anos 70) de um GTa português nas mãos de um dos irmãos Sá Nogueira, têr ido correr a Jarama e de têr havido um duelo incrivel com um NSU, algum 'tiffosi' me pode esclarecer este episódio?
     
  8. Fantástico video! :p

    Eram outros tempos sem dúvida :)
     
  9. Era o Bernardo Sá Nogueira no seu Gta do team Mocar. O team Mocar tinha os pilotos Domingos e Bernardo Sá Nogueira que pilotavam dois Alfas Gta e dois 2000 Gtv para classes diferentes. Esses Gta tinham sido carros oficiais AUTODELTA e o do Bernardo tinha sido campeão europeu com Picchi e Tojne Hexemans. Era de origem um chassis Giulia Sprint Gta 1600, convertido posteriormente pela Autodelta para 1300. Fazia-se essa transformação na altura, porque havia uns 1600 já antigos que até o chão era de alumínio, e era este o caso. Este carro foi matriculado em Portugal e tinha um número de chassis especial. Veio para Portugal em 11 de Maio de 1973. Posteriormente à Mocar foi de Fernandes Bello? Nos anos 80 foi para França e neste momento encontra-se na Alemanha.

    O Outro Gta, o do Domingos, foi posteriormente do Bacelar de Moura, correu até 1980 e ardeu no incêndio da garagem Aurora em 1981.

    Houve outros Gta, mas temos que criar um tópico novo para esse efeito! ;)

    Gta Bernardo Sá Nogueira anos 80 em França:


    p1070833t.jpg

    Gta Bacelar de Moura ex Domingos:


    20041128141131vralfa01.jpg

    Team Mocar:


    [​IMG]
     

    Ficheiros Anexados:

  10. A Team Mocar...
    Epa, Pedro, tens um arquivo de fotos que mete respeito.

    O GTa que ardeu no incendio da Garagem Aurora nao foi recuperado? Ou estou a fazer confusao...?
     
  11. Muito obrigado pelo esclarecimento Pedro, tinha a ideia que o GTa era de facto 1300, um duelo com um NSU e um GTa seria injusto para o NSU se fosse qualquer outra cilindrada. Dessa corrida ou desse duelo o Pedro não sabe mais pormenores?
     
    Pedro Pereira Marques gostou disto.
  12. Não sei nada António, mas vou pesquisar e se achar alguma coisa digo.

    Ainda em relação a Jarama, à Autodelta e aos Gta, neste vídeo podemos ver os gta 1300 número 33 (quase de certeza o futuro carro de Domingos) e o número 34 (o Futuro carro de Bernardo).

    http://www.youtube.com/watch?v=MfF7gI7DWTY
     
  13. Fotos eu? Não.... ;)

    Deves estar a fazer confusão. O carro pura e simplesmente derreteu no incêndio e não acredito que tivesse recuperação. A existir esse número de chassis hoje em dia..................................................................................................................... e mais reticências................................................


    gtajuniorbacelardemoura.jpg
     

    Ficheiros Anexados:

    ricardo silva neves gostou disto.
  14. A garagem do mestre Eduardo... O fatîdico incêndio que destruiu relíquias...
     
    ricardo silva neves gostou disto.
  15. Mais um video fantástico Pedro, gostei mesmo. Fui assiduo de Jarama de 75 até 79, mas para a F1. Ou estas corridas eram noutros dias ou então não me lembro nada de vêr estas máquinas. Curiosamente cheguei a ir num Alfa-Romeo coupê 1750 branco com volante à direita pois tinha vindo de Moçambique.
     
    Pedro Pereira Marques gostou disto.
  16. Mais um vídeo, desta vez associado aos 50 anos da Autodelta.

    http://www.youtube.com/watch?v=TWjTLY-TuCo
     
  17. Tenho ouvido várias histórias, mas alguém sabe concretamente o que aconteceu a esses carros?
     
  18. Este link conta a historia resumida:
    http://scgtclassic.com.sapo.pt/Aurora_X.htm

    Paradeiros são desconhecidos mas sei que um dos Porsche aurora ainda sobrevivia um pouco queimado muitos anos depois do incêndio quando visitei as segundas instalações da rua de diu. Tinha carroçaria de 935 inventado pela garagem aurora e penso que era ex-rufino fontes.
    A oficina actual é completamente modernizada, nada tem a ver com o que era.

    O trágico ocorreu com a morte de um sobrinho do Mestre Eduardo que tinha apenas 13 anos. Não se salvou das chamas. Os carros eram o melhor que havia em Portugal naquela época... Portanto, um bom espólio!

    Abraço
     
  19. "Perché è così importante per guidare più velocemente di altri"?

    http://youtu.be/IBUcmTVNuOU
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página