Tesourinhos dos classificados

António José Costa

Regularidade=Navegação, condução e cálculo?
Portalista
Infelizmente, há muitos a comprar chapas no Ebay para colocar nos Williams e dizerem que são numerados.
Mas, a bem da verdade, só cai quem quer, as réplicas normalmente falham em outros pormenores exclusivos dos numerados.
E o VIN provavelmente. :)

A solução é tipo "Macgyver". No "pingarelho" que fixa a caixa de fusíveis, aplicas duas molas de orelhas das mais pequenas, uma de cada lado. A seguir retiras-lhes as orelhas. Na superfície onde elas devem assentar no tablier aplicas fita cola de duas faces e a seguir fechas como habitualmente. Nunca mais salta... :)

Ver anexo 1146017

Nota: Se a explicação foi confusa diz que depois coloco uma foto.
Muito obrigado António! E não, não foi confusa, já peguei naquilo tantas vezes que estou visualmente a vê-la, a ver se não passa deste Sábado, o teste final é que só pode ser no fim de Setembro.
 

Guilherme Bugalho

BUGAS03
Portalista
As entidades certificadoras também têm que estar atentas a isso.
Aposto que se o carro estiver 100% original, Alfasud e Veloce não aparecem na traseira.

Como é que se certifica um automóvel? Cá ou em qualquer parte do globo?

Não te aborreças com isto ....
Até ao momento era a única entidade a quem não conhecia destes erros ….
Agora para mim ficam todas em igualdade de burrice …. :wub::wub:
 

JorgeMonteiro

...o do "Boguinhas"
Membro do staff
Premium
Portalista
Não te aborreças com isto ....
Até ao momento era a única entidade a quem não conhecia destes erros ….
Agora para mim ficam todas em igualdade de burrice …. :wub::wub:
Tendo em conta que o livrete também está errado, dá-se um desconto.
 
Última edição:

Guilherme Bugalho

BUGAS03
Portalista
Ignoram a história para se fiarem no livrete?
Até a Wikipédia sabe distinguir um Alfasud Sprint Veloce dum Sprint.
Tendo em conta que o livrete também está errado, dá-se um desconto.

Bem então neste espirito .... regressemos ao tempo dos "mangas de alpaca" ....... ou actualizando o "copy & paste".

Mas o problema maior é a confusão em que o pessoal invariavelmente cai. "Eles" não certificam a "originalidade"; mas apenas o interesse historico .... se bem que o carro até deve ser outro; não aquele que eles certificam - ou nem existir ...
 
Última edição:

Rafael Isento

Simplify, then add lightness!
Membro do staff
Premium
Portalista
Bem então neste espirito .... regressemos ao tempo dos "mangas de alpaca" ....... ou actualizando o "copy & paste".

Mas o problema maior é a confusão em que o pessoal invariavelmente cai. "Eles" não certificam a "originalidade"; mas apenas o interesse historico .... se bem que o carro até deve ser outro; não aquele que eles certificam - ou nem existir ...
Veículo de Interesse Histórico
Eu não percebo nada disto mas diria que um Alfa Romeo Alfasud Sprint Veloce 1.3 é mais VIH que um Alfa Romeo Sprint 1.3
B_buon-compleanno-alfa-romeo-alfasud-sprint_13.jpg

B_buon-compleanno-alfa-romeo-alfasud-sprint_14.jpg
 

Guilherme Bugalho

BUGAS03
Portalista
Veículo de Interesse Histórico
Eu não percebo nada disto mas diria que um Alfa Romeo Alfasud Sprint Veloce 1.3 é mais VIH que um Alfa Romeo Sprint 1.3
Ver anexo 1146062

Ver anexo 1146063


Pois ..... eu também "não percebo nada disto"; mas ele há cada um que nem lembra ao diabo … depois de ver um vauxhall HIX "transformado" num Vauxhall "ten" com os símbolos do respectivo, ficou tudo esclarecido para mim ….
 

Joaquim Hermenegildo

Portalista
Portalista
Parece não estar caro...

O tecto cortado retira grande parte do interesse na aquisição por significar, logo à partida, um incremento no custo do restauro.

Outra questão que não é clara, é se a viatura tem matrícula nacional.
Cheira-me que não e, pelo facto de ser de 1971, o custo de legalização rondará os 20.000€.
 

HugoSilva

"It’s gasoline, honey. It’s not cheap perfume."
Premium
Portalista
Eventos Team
O tecto cortado retira grande parte do interesse na aquisição por significar, logo à partida, um incremento no custo do restauro.

Outra questão que não é clara, é se a viatura tem matrícula nacional.
Cheira-me que não e, pelo facto de ser de 1971, o custo de legalização rondará os 20.000€.
Nem reparei nessa invenção, é de facto uma pena que não se respeitem mais os clássicos :mad:
 

Nuno Filipe Pinto Ferreira

Titulo
Portalista
O tecto cortado retira grande parte do interesse na aquisição por significar, logo à partida, um incremento no custo do restauro.

Outra questão que não é clara, é se a viatura tem matrícula nacional.
Cheira-me que não e, pelo facto de ser de 1971, o custo de legalização rondará os 20.000€.
Nao sei o preço a que esses carros se negoceiam mas tambem olhei para o tecto de abrir e pensei que nao iris sair barato repor o original^^
 

HugoSilva

"It’s gasoline, honey. It’s not cheap perfume."
Premium
Portalista
Eventos Team
Nao sei o preço a que esses carros se negoceiam mas tambem olhei para o tecto de abrir e pensei que nao iris sair barato repor o original^^
São carros que valem o restauro "ao parafuso", porque se vendem em estado de concurso muitas vezes acima dos €40.000 mas qualquer restauro desse género estamos a falar de pelo menos €25.000, ora, nessa ordem de valores o carro para o projeto nunca pode ser muito caro.
 
Topo