Syrena

Eduardo Flôr

Clássico
Syrena - Marca de Culto polaca.

O Syrena foi um automóvel fabricado pela FSO, na Polónia, entre 1957 e 1972, e fabricado pela FSM, 1972 e 1983.

O nome Syrena está relacionado com uma personagem da mitologia polaca, meia mulher, meia peixe (sereia) ou deusa cobra, que protege o rio Vístula e a capital da Polónia, Varsóvia.

A FSO pretendia construir um automável popular de três volumes, que fosse barato. Usou um motor de dois cilindros, de 750cm3, a dois tempos, inicialmente concebido para rebocar cisternas. A velocidade máxima era de 105 km/h.

Houve diversas versões do Syrena: 100, 101, 102, 103, 104 e 105 (o mais popular), todos com duas portas. Em algumas das versões, as portas tinham a charneira colocada no extremo oposto ao convencional, abrindo ao contrário. Em 1968 foi projectado um protótipo denominado Laminat. A partir desse ano foi também produzida uma versão denominada Bosto.

As variantes 102 e 103 usavam um motor de 3 cilindros, da Wartburg, um construtor da RDA. O Syrena 104, por seu turno, tinha um motor também de 3 cilindros, a 2 tempos, desenvolvido pela própria FSO.

1957 - Lançado o Syrena 100.
1960 - Lançado o Syrena 101.
1960 - Produzido o Syrena Mikrobus, uma versão para transporte de 7 passageiros.
1961 - Lançados o Syrena 102 e o Syrena 102S.
1962 - Lançado o Syrena 103.
1965 - Lançado o Syrena 104.
1968 - Projectado o Syrena Laminat.
1972 - Início da produção do Syrena 105 e do Syrena Bosto pela FSM.
1983 – Fim da produção do Syrena, com 521 311 unidades produzidas.
 

Eduardo Flôr

Clássico
O Syrena Sport era um prototipo de um desportivo feito no fim dos anos 60 por um grupo dos coordenadores da FSO. O corpo em friba de vidro de 2 portas foi projetado por Cezary Nawrot. O motor típico de 2 cilindros não coube devido ao capot muito liso e baixo,assim projetaram um novo motor. Este era um boxer que de 4 tempos e 2 cilindros. Tinha 750 centímetros cúbicos e de 25 cavalos as 5000 RPM. Algumas das partes mecânicas como a suspensão e o direção foram adaptadas de outras versões do Syrena. O protótipo ficou pronto em 1960 e foi apresentado ao público no 1º de maio (Dia do trabalhador nos países socilalistas). Foi considerado o carro mais bonito a ser criado por detras da "cortina de ferro".
Infelizmente, o governo achou-o "demasiado extravagante e imperialista" e nunca foi produzido. O único protótipo foi destruído no fim dos anos 70.
É realmente uma pena,pois era um modelo muito bonito,e poderia ter sido uma referencia de peso.
 

Anexos

Topo