SOMAVE: Sociedade de Montagem de Automóveis

OP
OP
Miguel L. Catarino

Miguel L. Catarino

Portalista
Portalista

SOMAVE falada em conselho de ministros no ano de 1986.








Tirada da wikipédia, mais modelos produzidos na montadora:

" A empresa da Sociedade de Montagem de Automóveis ou SOMAVE SARL foi uma firma de montagem de veículos que se situava na cidade alentejana de Vendas Novas que era especialista em modelos ligeiros originais dos carros citadinos FIAT, dos comerciais FIAT-IVECO e ainda dos camiões FIAT e IVECO. Um dos modelos mais conhecidos foram a FIAT Serie 242 que era uma gama de enormes furgões e carrinhas de caixa aberta e muitas delas convertidas em ambulâncias e furgões de Policia por carroçarias portuguesas nos anos 1980. Quando a Fiat Auto Portuguesa se instalou em Portugal, esta assume a montagem de todas as viaturas ligeiras FIAT nesta fábrica onde montavam ainda algumas FIAT Series 120 e desde 1976 a SOMAVE apenas tem feito a montagem dos camiões FIAT bem como dos modelos pesados alemães da MAGIRUS-DEUTZ e da MAN. "
 
Última edição:
OP
OP
Miguel L. Catarino

Miguel L. Catarino

Portalista
Portalista
"A atual unidade da Gestamp Automoción de Vendas Novas teve a sua génese em 1962 com a construção da fábrica SOMAVE – Sociedade de Montagem de Automóveis (Fig. 65). Em consequência, das fortes restrições, às importações pelo Estado Novo, a SOMAVE estaria capacitada a efetuar a montagem final de alguns modelos da marca FIAT. As viaturas chegariam de Itália ou Espanha em conjuntos semi-montados ou totalmente desmontados, o que, na indústria automóvel se apelida de knock-down kit – KD. Na indústria automóvel, a forma mais básica de uma viatura KD é não possuir rodas, motor, transmissão e bateria. Estes elementos, ou são fornecidos em separado para serem montados localmente ou são obtidos através de fornecedores. No caso de a viatura ser apelidada de semi-knocked-down – SKD esta apresentar-se-á, apenas com a estrutura principal soldada e localmente serão montados os painéis de carroçaria, pintada e posteriormente, montados todos os sistemas mecânicos e elétricos. Com o objetivo de baixar a carga fiscal, na venda de viaturas, os construtores desenvolvem fornecedores locais por forma a aumentar a quantidade de peças fabricadas localmente. Tipicamente os sistemas fabricados, localmente são pneus, jantes, assentos, faróis, para-brisas e vidros, baterias e plásticos interiores. Como referido, as montagens locais das viaturas, poderão incluir peças estampadas de carroçaria, soldadura e pintura. Assim a SOMAVE estaria capacitada a efetuar a montagem de SKD de alguns modelos da marca FIATbem como produção de peças estampadas e conjuntos soldados que integrariam os SKD’s. A extinção da SOMAVE terá sido uma opção estratégica da FIAT, que em grande parte se deveu à então, anunciada abertura do mercado, às marcas produzidas, em espaço económico europeu.


É então, em 1986 que a sociedade Arjal é formada, herdando todo o património da SOMAVE transformando-se, num fornecedor de primeira linha ou, como se apelida na indústria automóvel um fornecedor tier 1. Os fornecedores da indústria automóvel estão, normalmente segmentados em três níveis, I, II e III. O primeiro nível significa que fornece diretamente a fábrica integradora e pode desenvolver produtos ou sistemas para a viatura. Os fornecedores de segundo nível têm como clientes, os de primeira linha e assim por diante. Assim, um fornecedor que é identificado como tier I estabelece tanto um elevado nível de credibilidade como de um compromisso exigido pelos fabricantes automóveis globais, para a conceção, desenvolvimento e validação de produtos e sistemas incorporadas, nas suas viaturas. Deste modo, a Arjal torna-se fornecedora principalmente dos construtores FIAT, General Motors, Renault293 e posteriormente Volkswagen - Autoeuropa294 (como tier II da Edscha) especializando-se no fabrico e conceção de pedaleiras, travões-de-mão e sistemas para troca de pneu. Foi então, em 2001 que a Edscha assumiu com a então Arjal,numa parceria de desenvolvimento, criando-se uma joint-venture e consequentemente a empresa Edscha Arjal – Sistemas Técnicos para Automóveis Lda. Posteriormente, em 2002 foi criado um centro de investigação e desenvolvimento de produto e um centro de ensaios especiais e testes para a conceção, desenvolvimento e ensaio de projetos no âmbito dos sistemas de acionamento (pedaleiras e travões-de-mão) e troca de pneu (conjunto de ferramentas e guincho porta-pneu) – a Edscha Portugal."

FONTE: Universidade de Lisboa


Obrigado ao @Luis Gonçalves pelo pedado de uma dissertação. Consegui achar o texto na íntegra. Este texto reflete o príncipio de funcionamento da SOMAVE e a sua história, no contexto da Edscha Portugal.
 

João Luís Soares

Pre-War
Membro do staff
Premium
Delegado Regional
Portalista

É muito interessante. Teria curiosidade em ver mais edições. Tenho a certeza que devem referir mais ilustrações da SOMAVE,.

Pelos vistos é uma revista mensal da FIAT! Essa tem data de junho de 1966.

É o Illustrato Fiat! Era uma publicação mensal da Fiat.

E esse é de Julho de 1966. Luglio é Junho. Giugno é que é Junho.
Se fosse Junho era melhor, porque eu tenho um exemplar desse. E mais uns quantos...
 
Topo