Clássicos Modernos

Rover 414GSi Mk2 (1993)

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Rover, uma paixão que move corações...ou pelo menos o meu

140472226_419576292691401_4177997445056735840_n.jpg

Já todos conhecem o meu historial e paixão automobilística, escusado será dizer que cometi mais uma loucura. Por muito que saibam que sou louco consigo sempre surpreender-vos, não é? Até a mim próprio, mas considero isto como uma loucura saudável, afinal de contas dizem que só vivemos uma vez. Vejo a vida como uma passagem, uma breve passagem (não tão breve como uma passagem na junta de cabeça de um série K ), e que portanto devemos ir cometendo loucuras e aproveitá-la ao máximo sem nunca prejudicando o próximo e nós próprios :)cool:
Confesso que gosto mesmo de andar a pisar o risco, mesmo quando estamos em tempos de enorme instabilidade devido à pandemia provocada pelo covid-19, e ainda assim insisto em comprar um Mini 1000 e agora um Rover...mais um Rover ^_^:D

Masoquista? Talvez, mas então...há amores que não se explicam.

A loucura pela Rover já me acompanha faz uns bons anecos (tinha eu os meus 8 anos) e parece que me vai perseguir até ao último dos meus dias. Hei-de estar com 80/90 anos e continuo a comprar o que muitos continuam a dizer que não presta. Também costumam dizer que o lixo para uns é ouro para outros, correto? ;)^_^

Vamos então à apresentação e respetivo historial desta nova aquisição?

Trata-se de um estupendo, quase imaculado e completamente original Rover 414GSi Mk2 de Janeiro de 1992, que quase parece uma cápsula do tempo pelo fabuloso estado que apresenta.
É um 4 portas, sem acesso da mala para o habitáculo, repleto de extras como a Rover sempre habituou os seus clientes, passando eu a citá-los:

- Direção assistida
- Espelhos retrovisores aquecidos e elétricos
- Volante regulável em altura
- Palas do sol revestidas a veludo
- Teto de abrir elétrico
- Vidros elétricos às 4 portas, com controlo também na porta do condutor e bloqueio para os vidros traseiros
- Cinzeiro iluminado
- Iluminação do quadrante regulável
- Porta-luvas com amortecedor e iluminação
- Apoio de braço com arrumação interior
- Inserções de madeira de nogueiras nas 4 portas
- Canhão da ignição iluminado
- Apoios de cabeça reguláveis em altura e inclinação
- Banco com regulação em altura e almofada de enchimento para apoio lombar
- ...

Estes carros vinham extremamente bem equipados e estamos aqui a falar de um exemplar que não é totalmente full extras. Podia ainda vir equipado com jantes de liga leve, AC, faróis de nevoeiro frontais, airbag condutor, etc...
A razão de não vir por exemplo com airbag do condutor tem haver com o seu ano de fabrico, caso contrário certamente teria.

Porque me chamou atenção?
Além de estar estupidamente em fantástica condição e para quem é minimamente entendido em Rovers sabe que as melhores versões em termos de qualidade de construção e materiais eram as primeiras designadas de Mk1, produzidas de 1989 a 1992.
Este modelo não é um Mk1, mas sim um Mk2 precisamente na transição dos Mk1 para os Mk2, não fosse ele de Janeiro de 1992.
Conta ainda com todos os detalhes de um Mk1, ou quase todos, com a particularidade de já ter a frente nova dos Mk2 (grelha cromada no capot, piscas prolongados, pára-choques frontal novo com entradas de ar, farolins com piscas brancos, plásticos pretos em vez de cinza, capas do espelhos retrovisores à cor do carro, novo design de tampões, frisos cromados em vez de vermelhos, pára choques à cor do carro, parte inferior das portas à cor do carro, etc...


Mas não foi só o motivo de estar quase imaculado e de partilhar quase tudo com os Mk1 que me fez comprá-lo.
Foi também por ter 2 pneus novos e os outros 2 quase novos, por ter os vidros todos originais da sicursiv, ter os faróis todos originais da valeo, ter tudo funcional com exceção do vidro do pendura que embora funcione custa um bocado a subir e por não estar cravado em kms.
Conta com 140.000kms e teve apenas 2 proprietários, sendo agora eu o 3º.

É preciso dizer mais alguma coisa que justifique a compra?
Pronto, ok...comprei-o com a finalidade de encostar o meu carro de uso diário, que é um carro demasiado exclusivo e de alguma dificuldade em arranjar material estético para ele. É um MG ZS Mk2 de 2005.
Acontece que tive um ligeiro acidente com ele, em que partiu-se o para-choques traseiro. Ando à procura desde Outubro de um para-choques para ele e nada de nada...não posso andar com este dilema sempre que circulo com o carro.
Assim sendo desde que tive o acidente, pouco tempo depois cheguei à conclusão que teria de ser forçado a usá-lo mais esporadicamente e não dar o uso intensivo que dou no dia-a-dia. Assim sendo tinha 3 hipóteses em cima da mesa, ou passar a usar o meu Coupé no dia-a-dia, ou usar o meu 416GTi no dia-a-dia ou usar o meu 213SE no dia-a-dia.
Rapidamente a minha decisão caiu no 213SE sem pensar sequer 2x, mas acontece que a minha irmã pediu-me emprestado e tem dado algum jeito para as suas deslocações em trabalho. Voltava portanto a ficar com as outras 2 opções (Coupé ou GTi), que para mim estão completamente fora de questão...são os meus bibelôs e que parecendo que não enterrei umas coroas a detalhá-los à sensivelmente 1 ano e meio.
Restava uma solução...comprar algo para bater portas no dia-a-dia e usar o MG só para viagens maiores, pelo facto de estar a GPL e poupar imenso na carteira.

Andava fisgado nos Toyotas, pela fantástica fiabilidade que falam ter e em parte também por influencia de um amigo que tem uma paixão por tudo o que seja japonês, mas andava sempre de olho no mercado da Rover...apareceu este pelo preço certo e na condição que tenho vindo a descrever. Mas já chega de descrição não acham? O que a gente quer fotos, então que venham daí elas:

1611191657896.png
140745371_396814581623271_3248855358409466535_n.jpg

Além dos extras que mencionei no início do tópico, este mais propriamente traz outro extra que com certeza foi pedido para lhe ser colocado quando foi comprado novo em 1992, é ele o aileron original dos Rover 416GTi Mk2:

140488124_233950771672242_2796458455087906016_n.jpg 141154326_2853696694958182_4878472615410439078_n.jpg

Repararam no pormenor da placa de matrícula original de um dos concessionários Rover de Lisboa?
Fabuloso...tudo isto para mim é um somar de pontos :thumbs up:
Até as matrículas quase aposto serem as originais...estão rebitadas, como tão habitual era fazerem nos anos 90! :wub:

Sim já sei que querem mais fotos...tomem lá mais umas, mas desta vez dos interiores:

140915454_412933603122756_3102094794360301263_n.jpg 140304207_715149032526526_5658579527260344682_n.jpg 140699131_1329730307395584_8832414403841454127_n.jpg 140934473_430549671428542_1577812111116542580_n.jpg

Tudo num estado quase imaculado...vá tem de facto um defeito...o cromado do botão do travão de mão já viu melhores dias. Será algo que certamente não estará assim por muito mais tempo ^_^:)

Mais fotos ainda?
Vamos então aos pneus, quase carecas como podem ver:

140388272_879666929461655_4930280808952475008_n.jpg 140428698_423715969044655_9006108922224704530_n.jpg 140640012_142507530920241_4989347355369197054_n.jpg 140703410_2925458217683515_3840178560499632007_n.jpg

Quase aposto que os pneus que aqui estavam calçados antes eram os originais Pirelli, por pouco que não os apanhei...que pena :unsure:
Não se pode ter tudo! Afinal de contas já tenho um carro para Bater Portas, em que até a matrícula é BP :DxD:

Mais fotos ainda? Calma que já não tenho assim tantas quanto isso.
Querem ver os faróis e farolins todos originais? Pronto, está bem...

140431313_780130292583370_7027082588242577609_n.jpg 140666370_1130745874062559_8189601756358565712_n.jpg 140622661_804008183509736_6205945227417489746_n.jpg 140649919_153019136441046_6987057514207819827_n.jpg

Até dá gosto não é? Ora então vejam os vidros, todos eles da SICURSIV... :)D

140331063_1743099155851974_9216734303189976859_n.jpg 140257894_1087696475080437_6358646008425167974_n.jpg 140412111_1023134271549259_8250126262760153185_n.jpg 140420399_695586921121966_6900640277277546394_n.jpg 140710461_170627288166669_5685316567060098146_n.jpg 140939039_725379651728825_1429156944154426168_n.jpg 141377839_237408494718068_1825261371513009907_n.jpg


Acho que já viram o suficiente certo? Ficaram com vontade de comprar um Rover? :Dcool:
Vão aos sítios do costume que ainda os encontram por lá e a bons preços...nem vos digo o preço deste senão até caiam para o lado :xD:

Fora de brincadeiras, claro que tudo isto não é um mar de rosas e tudo tem a sua razão de ser, mas antes de vos explicar o porquê de dizer isto deixo uma fotografia do único ponto menos positivo na estética do carro:

140548735_237836951138439_6751988453119195545_n.jpg

Um ligeiro arranhão no canto do pára choques frontal e os frisos cromados queimados do sol.
Algo que poderei vir a recuperar, mas que não será prioritário visto que para o uso que irei dar poderá sempre aparecer mais uma mazela aqui ou ali.

E agora sim...como estava a dizer o valor do carro foi meramente simbólico e passo a explicar a razão de ser.
O carro foi todo reparado ao problema crónico dos motores série K, facearam a cabeça, testaram e levou um novo kit de junta da cabeça...ah e um radiador novo também.
Acontece é que o rapaz não tem forma de o comprovar com faturas, mas fez questão que ligasse para a oficina onde foi reparado e confirmaram que fez lá a reparação...seja como for não sei até que ponto foi bem feito o serviço, mas também não tenho como saber, só o tempo e o andamento o vão dizer, mas também pelo valor que veio é como vos digo...
A única coisa que é comprovável que levou novas foi o radiador, vaso de expansão, tampa do vaso de expansão e alguns tubos do circuito de água...tudo elementos que me são visíveis.

Além de tudo isso, o que levou o rapaz a vender o carro foi o facto de ele ter deixado de pegar depois de o ter reparado à junta da cabeça e só ter feito entre 30 a 50kms com ele, mas acreditam que hoje quando fui ver o carro com ele que o sacana do carro pegou? Verdade, verdadinha...e até ficou registado o momento em vídeo, que passo a partilhar com vocês:



Pegou fanhoso, mas rapidamente ficou com o ralenti estável e certinho...aceito agora sugestões de onde devo começar a mexer para desmistificar o mistério.
Eu estou inclinado para cabos de velas, velas ou até mesmo para o distribuidor, o que acham?
Já me falaram em sensor da cambota, o que também poderá ser uma hipótese.
Deixo aqui um vídeo dele a trabalhar certinho:



Por fim e para terminar esta abertura do tópico que já vai para além de longa deixo um vídeo então do meu atual carro de uso diário para o meu muito em breve carro de uso diário:

140747705_411635156714696_3938904918898549944_n.jpg

Sim, sou ao contrário de 90% das pessoas no mundo, que compram carros recentes para substituir carros velhos (se é que se pode chamar recente a um carro de 2005 :xD::D). Os outros 10% de pessoas no mundo somos nós, como não podia deixar de ser :D;):thumbs up:
Como é lógico eles é que estão todos enganados.

Fecho este post com o habitual slogan... Above it all, it's a Rover :cool::)thumbs up:
 
OP
OP
Hugo Albuquerque

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Outro Rover?!

As melhoras, Hugo! :ph34r:
Ahaha João, acho que tu e mais uns quantos vão achar que estive toda a minha vida doente, porque duvido muito que seja o último Rover a vir parar às minhas mãos. O covid vai deitar ainda mais abaixo o valor destes carros e haverá aqui uma boa pessoa chamada Hugo de muito bom grado em ficar com eles ^_^:lol:
Não fosse o raio do IUC e dos seguros e ainda mais moravam aqui por estas bandas...em parte tenho de agradecer ao Estado Português :p

Podes ir começando a preparar mais 2 autocolantes do portal :)D:cool:
Parabéns, está Sublime :) e o post delicioso. Subscrito

(és louco)
Muito obrigado Vítor.
Assim que possível volto a regar o tópico com fotografias do carro já lavadinho e à minha maneira. :thumbs up:
É só esperar que se consiga marcação para a passagem de nome do carro para o ir buscar e ir direto a uma lavagem com ele.
 
OP
OP
Hugo Albuquerque

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Mais um? :eek:

Gosto mais dos 2xx mas tens aí uma base muito boa.
O verdinho que tiveste e o branco que é/era do Pedro (?) são as minhas referências :thumbs up:

Bons kms com o Rover!

Esse 214 verde que falas imagino que seja aquele que fiz a viagem a Barcelona, right? Esse carro era um 214SEi (edição limitada), mas em termos de qualidade de construção e materiais era bem mais fraco do que este por exemplo, precisamente por ser dos últimos (1995).
A perca na qualidade dos materiais que a Rover utilizava nos seus modelos perdeu-se a cada ano que passava, infelizmente :rolleyes:
Esse carro estava imensamente maduro em praticamente tudo, mas a verdade é que em termos mecânicos nunca me falhou. Também já tinha uma quilometragem respeitosa, 200 e muitos mil kms.
Infelizmente tomei conhecimento o mês passado que o carro ia ser vendido a um gajo que o ia desmantelar para vender às peças, mas nunca parou :)
Ponderei voltar a ficar com ele, mas sinceramente pelo valor que queriam por ele achei que arranjaria algo melhor e efetivamente arranjei :p

Quanto a esse 200 branco que falas do Pedro, só me está a ocorrer o 214SLi do Pedro Francisco. Será a esse que te referes?
Deixo fotografia:

1611227881982.png
 

NunoCouto

O gajo do Pato...
Premium
Portalista
Bom dia @Hugo Albuquerque,

Se faz sentido para ti a compra então parabéns e que o gozes bem!

Mesmo sendo carro que não comprava (sabes que para mim era o teu coupé....) gosto de ver como falas da marca e do carro em si. Desta forma qualquer carro se torna interessante :D

O carro parece estar com muito bom aspecto e realmente muito bem equipado para ser um daily de excelência.

Quanto ao dar problemas... todos dão. Dizem tão mal dos Alfas e o meu é chegar e dar à chave. O que contam são os donos muitas vezes..

Começava pelo essencial que dá faísca e que é de manutenção regular que já falaste mas acrescentava a bobine de ignição. Se a bobine não está boa acaba por influenciar o resto.
 
OP
OP
Hugo Albuquerque

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Não, o teu primeiro 214 ;)
O branco parece ser esse sim :thumbs up:
Ah! O meu primeiro carro e saudoso carro.
Era um 214SLi que hoje me arrependo como tudo de me ter desfeito dele, afinal de contas o primeiro carro é sempre o primeiro carro.
Também era um Mk2 e padecia igualmente da mais fraca construção e materiais face a este, mas adorava o carro e empenhei nele uns milhares valentes. Sim foram mesmo milhares :rolleyes::(

Ficam aqui duas fotografias do dito cujo:

1611230662868.png
Sem Título.jpg
 
OP
OP
Hugo Albuquerque

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Bom dia @Hugo Albuquerque,

Se faz sentido para ti a compra então parabéns e que o gozes bem!

Mesmo sendo carro que não comprava (sabes que para mim era o teu coupé....) gosto de ver como falas da marca e do carro em si. Desta forma qualquer carro se torna interessante :D

O carro parece estar com muito bom aspecto e realmente muito bem equipado para ser um daily de excelência.

Quanto ao dar problemas... todos dão. Dizem tão mal dos Alfas e o meu é chegar e dar à chave. O que contam são os donos muitas vezes..

Começava pelo essencial que dá faísca e que é de manutenção regular que já falaste mas acrescentava a bobine de ignição. Se a bobine não está boa acaba por influenciar o resto.
Não posso estar mais de acordo Nuno, embora seja indesmentível o ponto fraco das juntas de cabeça nos serie K, ainda assim acho que a razão de muitos queimarem a junta de cabeça numa fase tão prematura deve-se à falta de cuidado e manutenções baratas que são feitas.
De resto são carros fantásticos, poucos acreditam e percebem quando experimentam um exemplar em boas condições.

Quanto ao ele falhar a pegar e nem sempre querer pegar vou ver se desmistifico o mistério e vou dando notícias :thumbs up:;)
Obrigado por mais uma sugestão, mas este modelo ainda é de distribuidor, não usa bobines.
 

José H. Silva

(o\_!_/o)
Portalista
Rover, uma paixão que move corações...ou pelo menos o meu

Ver anexo 1198943

Já todos conhecem o meu historial e paixão automobilística, escusado será dizer que cometi mais uma loucura. Por muito que saibam que sou louco consigo sempre surpreender-vos, não é? Até a mim próprio, mas considero isto como uma loucura saudável, afinal de contas dizem que só vivemos uma vez. Vejo a vida como uma passagem, uma breve passagem (não tão breve como uma passagem na junta de cabeça de um série K ), e que portanto devemos ir cometendo loucuras e aproveitá-la ao máximo sem nunca prejudicando o próximo e nós próprios :)cool:
Confesso que gosto mesmo de andar a pisar o risco, mesmo quando estamos em tempos de enorme instabilidade devido à pandemia provocada pelo covid-19, e ainda assim insisto em comprar um Mini 1000 e agora um Rover...mais um Rover ^_^:D

Masoquista? Talvez, mas então...há amores que não se explicam.

A loucura pela Rover já me acompanha faz uns bons anecos (tinha eu os meus 8 anos) e parece que me vai perseguir até ao último dos meus dias. Hei-de estar com 80/90 anos e continuo a comprar o que muitos continuam a dizer que não presta. Também costumam dizer que o lixo para uns é ouro para outros, correto? ;)^_^

Vamos então à apresentação e respetivo historial desta nova aquisição?

Trata-se de um estupendo, quase imaculado e completamente original Rover 414GSi Mk2 de Janeiro de 1992, que quase parece uma cápsula do tempo pelo fabuloso estado que apresenta.
É um 4 portas, sem acesso da mala para o habitáculo, repleto de extras como a Rover sempre habituou os seus clientes, passando eu a citá-los:

- Direção assistida
- Espelhos retrovisores aquecidos e elétricos
- Volante regulável em altura
- Palas do sol revestidas a veludo
- Teto de abrir elétrico
- Vidros elétricos às 4 portas, com controlo também na porta do condutor e bloqueio para os vidros traseiros
- Cinzeiro iluminado
- Iluminação do quadrante regulável
- Porta-luvas com amortecedor e iluminação
- Apoio de braço com arrumação interior
- Inserções de madeira de nogueiras nas 4 portas
- Canhão da ignição iluminado
- Apoios de cabeça reguláveis em altura e inclinação
- Banco com regulação em altura e almofada de enchimento para apoio lombar
- ...

Estes carros vinham extremamente bem equipados e estamos aqui a falar de um exemplar que não é totalmente full extras. Podia ainda vir equipado com jantes de liga leve, AC, faróis de nevoeiro frontais, airbag condutor, etc...
A razão de não vir por exemplo com airbag do condutor tem haver com o seu ano de fabrico, caso contrário certamente teria.

Porque me chamou atenção?
Além de estar estupidamente em fantástica condição e para quem é minimamente entendido em Rovers sabe que as melhores versões em termos de qualidade de construção e materiais eram as primeiras designadas de Mk1, produzidas de 1989 a 1992.
Este modelo não é um Mk1, mas sim um Mk2 precisamente na transição dos Mk1 para os Mk2, não fosse ele de Janeiro de 1992.
Conta ainda com todos os detalhes de um Mk1, ou quase todos, com a particularidade de já ter a frente nova dos Mk2 (grelha cromada no capot, piscas prolongados, pára-choques frontal novo com entradas de ar, farolins com piscas brancos, plásticos pretos em vez de cinza, capas do espelhos retrovisores à cor do carro, novo design de tampões, frisos cromados em vez de vermelhos, pára choques à cor do carro, parte inferior das portas à cor do carro, etc...


Mas não foi só o motivo de estar quase imaculado e de partilhar quase tudo com os Mk1 que me fez comprá-lo.
Foi também por ter 2 pneus novos e os outros 2 quase novos, por ter os vidros todos originais da sicursiv, ter os faróis todos originais da valeo, ter tudo funcional com exceção do vidro do pendura que embora funcione custa um bocado a subir e por não estar cravado em kms.
Conta com 140.000kms e teve apenas 2 proprietários, sendo agora eu o 3º.

É preciso dizer mais alguma coisa que justifique a compra?
Pronto, ok...comprei-o com a finalidade de encostar o meu carro de uso diário, que é um carro demasiado exclusivo e de alguma dificuldade em arranjar material estético para ele. É um MG ZS Mk2 de 2005.
Acontece que tive um ligeiro acidente com ele, em que partiu-se o para-choques traseiro. Ando à procura desde Outubro de um para-choques para ele e nada de nada...não posso andar com este dilema sempre que circulo com o carro.
Assim sendo desde que tive o acidente, pouco tempo depois cheguei à conclusão que teria de ser forçado a usá-lo mais esporadicamente e não dar o uso intensivo que dou no dia-a-dia. Assim sendo tinha 3 hipóteses em cima da mesa, ou passar a usar o meu Coupé no dia-a-dia, ou usar o meu 416GTi no dia-a-dia ou usar o meu 213SE no dia-a-dia.
Rapidamente a minha decisão caiu no 213SE sem pensar sequer 2x, mas acontece que a minha irmã pediu-me emprestado e tem dado algum jeito para as suas deslocações em trabalho. Voltava portanto a ficar com as outras 2 opções (Coupé ou GTi), que para mim estão completamente fora de questão...são os meus bibelôs e que parecendo que não enterrei umas coroas a detalhá-los à sensivelmente 1 ano e meio.
Restava uma solução...comprar algo para bater portas no dia-a-dia e usar o MG só para viagens maiores, pelo facto de estar a GPL e poupar imenso na carteira.

Andava fisgado nos Toyotas, pela fantástica fiabilidade que falam ter e em parte também por influencia de um amigo que tem uma paixão por tudo o que seja japonês, mas andava sempre de olho no mercado da Rover...apareceu este pelo preço certo e na condição que tenho vindo a descrever. Mas já chega de descrição não acham? O que a gente quer fotos, então que venham daí elas:

Ver anexo 1198944
Ver anexo 1198945

Além dos extras que mencionei no início do tópico, este mais propriamente traz outro extra que com certeza foi pedido para lhe ser colocado quando foi comprado novo em 1992, é ele o aileron original dos Rover 416GTi Mk2:

Ver anexo 1198946Ver anexo 1198947

Repararam no pormenor da placa de matrícula original de um dos concessionários Rover de Lisboa?
Fabuloso...tudo isto para mim é um somar de pontos :thumbs up:
Até as matrículas quase aposto serem as originais...estão rebitadas, como tão habitual era fazerem nos anos 90! :wub:

Sim já sei que querem mais fotos...tomem lá mais umas, mas desta vez dos interiores:

Ver anexo 1198950Ver anexo 1198948Ver anexo 1198949Ver anexo 1198951

Tudo num estado quase imaculado...vá tem de facto um defeito...o cromado do botão do travão de mão já viu melhores dias. Será algo que certamente não estará assim por muito mais tempo ^_^:)

Mais fotos ainda?
Vamos então aos pneus, quase carecas como podem ver:

Ver anexo 1198952Ver anexo 1198953Ver anexo 1198954Ver anexo 1198955

Quase aposto que os pneus que aqui estavam calçados antes eram os originais Pirelli, por pouco que não os apanhei...que pena :unsure:
Não se pode ter tudo! Afinal de contas já tenho um carro para Bater Portas, em que até a matrícula é BP :DxD:

Mais fotos ainda? Calma que já não tenho assim tantas quanto isso.
Querem ver os faróis e farolins todos originais? Pronto, está bem...

Ver anexo 1198956Ver anexo 1198959Ver anexo 1198957Ver anexo 1198958

Até dá gosto não é? Ora então vejam os vidros, todos eles da SICURSIV... :)D

Ver anexo 1198961Ver anexo 1198960Ver anexo 1198962Ver anexo 1198963Ver anexo 1198964Ver anexo 1198965Ver anexo 1198966


Acho que já viram o suficiente certo? Ficaram com vontade de comprar um Rover? :Dcool:
Vão aos sítios do costume que ainda os encontram por lá e a bons preços...nem vos digo o preço deste senão até caiam para o lado :xD:

Fora de brincadeiras, claro que tudo isto não é um mar de rosas e tudo tem a sua razão de ser, mas antes de vos explicar o porquê de dizer isto deixo uma fotografia do único ponto menos positivo na estética do carro:

Ver anexo 1198967

Um ligeiro arranhão no canto do pára choques frontal e os frisos cromados queimados do sol.
Algo que poderei vir a recuperar, mas que não será prioritário visto que para o uso que irei dar poderá sempre aparecer mais uma mazela aqui ou ali.

E agora sim...como estava a dizer o valor do carro foi meramente simbólico e passo a explicar a razão de ser.
O carro foi todo reparado ao problema crónico dos motores série K, facearam a cabeça, testaram e levou um novo kit de junta da cabeça...ah e um radiador novo também.
Acontece é que o rapaz não tem forma de o comprovar com faturas, mas fez questão que ligasse para a oficina onde foi reparado e confirmaram que fez lá a reparação...seja como for não sei até que ponto foi bem feito o serviço, mas também não tenho como saber, só o tempo e o andamento o vão dizer, mas também pelo valor que veio é como vos digo...
A única coisa que é comprovável que levou novas foi o radiador, vaso de expansão, tampa do vaso de expansão e alguns tubos do circuito de água...tudo elementos que me são visíveis.

Além de tudo isso, o que levou o rapaz a vender o carro foi o facto de ele ter deixado de pegar depois de o ter reparado à junta da cabeça e só ter feito entre 30 a 50kms com ele, mas acreditam que hoje quando fui ver o carro com ele que o sacana do carro pegou? Verdade, verdadinha...e até ficou registado o momento em vídeo, que passo a partilhar com vocês:



Pegou fanhoso, mas rapidamente ficou com o ralenti estável e certinho...aceito agora sugestões de onde devo começar a mexer para desmistificar o mistério.
Eu estou inclinado para cabos de velas, velas ou até mesmo para o distribuidor, o que acham?
Já me falaram em sensor da cambota, o que também poderá ser uma hipótese.
Deixo aqui um vídeo dele a trabalhar certinho:



Por fim e para terminar esta abertura do tópico que já vai para além de longa deixo um vídeo então do meu atual carro de uso diário para o meu muito em breve carro de uso diário:

Ver anexo 1198968

Sim, sou ao contrário de 90% das pessoas no mundo, que compram carros recentes para substituir carros velhos (se é que se pode chamar recente a um carro de 2005 :xD::D). Os outros 10% de pessoas no mundo somos nós, como não podia deixar de ser :D;):thumbs up:
Como é lógico eles é que estão todos enganados.

Fecho este post com o habitual slogan... Above it all, it's a Rover :cool::)thumbs up:

Boa, gosto!
O teu texto fez-me lembrar o anúncio:


:xD::xD:

Quanto ao pegar, normalmente o sensor da cambota dá esses sinais, podes começar por aí, isso é barato.
Notas alguma falha no motor depois de pegar?
 

José H. Silva

(o\_!_/o)
Portalista
Não posso estar mais de acordo Nuno, embora seja indesmentível o ponto fraco das juntas de cabeça nos serie K, ainda assim acho que a razão de muitos queimarem a junta de cabeça numa fase tão prematura deve-se à falta de cuidado e manutenções baratas que são feitas.
De resto são carros fantásticos, poucos acreditam e percebem quando experimentam um exemplar em boas condições.

Quanto ao ele falhar a pegar e nem sempre querer pegar vou ver se desmistifico o mistério e vou dando notícias :thumbs up:;)
Obrigado por mais uma sugestão, mas este modelo ainda é de distribuidor, não usa bobines.
Apesar de ser de distribuidor, tem uma bobine de ignição que cria a alta tensão para as velas mas, se não tens falhas quando ele pega, iria primeiro para o sensor da cambota.
Quando ligas o carro, é a centralina que dá informação à bobine (antigamente eram os platinados) de quando deve gerar a faísca que por sua vez vai ao distribuidor que de seguida vai à vela correspondente.
Com o motor parado a centralina não faz qualquer ideia da posição da cambota e, enquanto a cambota não der pelo menos uma volta não recebe os impulsos do sensor e não consegue sincronizar a faísca.
 
OP
OP
Hugo Albuquerque

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Boa, gosto!
O teu texto fez-me lembrar o anúncio:


:xD::xD:

Quanto ao pegar, normalmente o sensor da cambota dá esses sinais, podes começar por aí, isso é barato.
Notas alguma falha no motor depois de pegar?

Nada, depois de pegar não falha rigorosamente nada.
A pegar é que pega fanhoso como no vídeo que coloquei...isto quando pega.

Apesar de ser de distribuidor, tem uma bobine de ignição que cria a alta tensão para as velas mas, se não tens falhas quando ele pega, iria primeiro para o sensor da cambota.
Quando ligas o carro, é a centralina que dá informação à bobine (antigamente eram os platinados) de quando deve gerar a faísca que por sua vez vai ao distribuidor que de seguida vai à vela correspondente.
Com o motor parado a centralina não faz qualquer ideia da posição da cambota e, enquanto a cambota não der pelo menos uma volta não recebe os impulsos do sensor e não consegue sincronizar a faísca.

Ok José! Sempre a aprender.
Obrigado pela excelente explicação ^_^:) :thumbs up:
Achas que deva começar pela substituição do sensor da cambota portanto?
 
Última edição:

José H. Silva

(o\_!_/o)
Portalista
Nada, depois de pegar não falha rigorosamente nada.
A pegar é que pega fanhoso como no vídeo que coloquei...isto quando pega.



Ok José! Sempre a aprender.
Obrigado pela excelente explicação ^_^:)thumbs up:
Achas que deva começar pela substituição do sensor da cambota portanto?
:thumbs up:
À primeira vista sim, iria para isso. Podes tentar despistar doutra forma. Tiras o cabo do distribuidor que fica no meio dos cabos das velas. Ligas aí uma vela e a rosca da vela ligas à massa do carro. Se não fizer faísca quando dás à chave avanças para o sensor. Se fizer faísca e não pegar já pode ser muita outra coisa.

Vê se te dá jeito:
https://www.todomecanica.com/component/k2/download/294_9a4fe5b47e157e51881b42c7bd34dde6.html
 

Miguel L. Catarino

Portalista
Portalista
Mais um para a garagem!
Parabéns!



O motor ficou bem comandado? Por vezes estar 1 ou 2 dentes fora de ponto é suficiente para o motor não estar a 100%!
Visto ser um modelo de transição como fazes para proceder a encontrar peças específicas? Pelo numero de chassi consegues determinar que peças são do mk1 e do mk2 e posteriormente a sua correta identificação?
Boa sorte!!
 

João Luís Soares

Pre-War
Membro do staff
Premium
Delegado Regional
Portalista
Ahaha João, acho que tu e mais uns quantos vão achar que estive toda a minha vida doente, porque duvido muito que seja o último Rover a vir parar às minhas mãos. O covid vai deitar ainda mais abaixo o valor destes carros e haverá aqui uma boa pessoa chamada Hugo de muito bom grado em ficar com eles ^_^:lol:
Não fosse o raio do IUC e dos seguros e ainda mais moravam aqui por estas bandas...em parte tenho de agradecer ao Estado Português :p

Podes ir começando a preparar mais 2 autocolantes do portal :)D:cool:
(...)

Eu estou a brincar. Se a tua doença fossem Fiat eu ficava mais preocupado, porque eventualmente podias "roubar-me" bons negócios...

Agora um segredo: o meu pai teve um 214 GSi de 1994 como carro da empresa. Ainda me lembro que era verde e era o 84-66-EF.

Quanto aos autocolantes, estão reservados!
 
OP
OP
Hugo Albuquerque

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Mais um para a garagem!
Parabéns!



O motor ficou bem comandado? Por vezes estar 1 ou 2 dentes fora de ponto é suficiente para o motor não estar a 100%!
Visto ser um modelo de transição como fazes para proceder a encontrar peças específicas? Pelo numero de chassi consegues determinar que peças são do mk1 e do mk2 e posteriormente a sua correta identificação?
Boa sorte!!
Obrigado Miguel.
Felizmente sei identificar com muita facilidade, não tem muito que saber.
No fundo a maioria das peças dos Mk2 são exatamente iguais às dos mk1, perderam foi qualidade. Um exemplo evidente disso são as forras das portas, que nos mk2 tinham tendência a amolecer e nos mk1 isso não acontece, o mesmo se aplicava aos Honda Concerto, em que os primeiros eram melhores face aos últimos.
O mais fácil é ir pelo ano de fabrico ;):thumbs up:

Quanto à outra questão não sei mesmo...terei que ir descartando hipóteses e só assim irei chegar a uma conclusão.
Vou começar pelo distribuidor e sensor da cambota....é fazer figas para que acerte logo à partida :p
 
OP
OP
Hugo Albuquerque

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Eu estou a brincar. Se a tua doença fossem Fiat eu ficava mais preocupado, porque eventualmente podias "roubar-me" bons negócios...

Agora um segredo: o meu pai teve um 214 GSi de 1994 como carro da empresa. Ainda me lembro que era verde e era o 84-66-EF.

Quanto aos autocolantes, estão reservados!
Claro, sem problema ^_^
Não pudemos todos gostar do mesmo...isto deixava de ter piada :cool:

Existe alguma fotografia desse Rover que o teu pai teve ao serviço?
Sendo de 1994 já não seria um GSi, mas sim um SLi.
A sigla GSi deu lugar à sigla SLi em meados de 1993 :thumbs up:

Infelizmente esse carro já não tem a matrícula ativa, provavelmente já foi prensado.
 
Topo