Restauro do meu MG Metro Turbo

José Carlos Magalhães

Portalista
Premium
Portalista
Em Agosto de 1985, após um longo namoro, comprei um MG Metro Turbo, novo, no stand A.M. Almeida da Av. da Liberdade. Com ele vivi grandes momentos e grandes aventuras. Foi o meu carro do dia a dia durante cinco anos, tendo percorrido cerca de 175.000kms, sem ter tido grandes problemas: Bomba de gasolina, tubo de conduta de ar para o turbo roto ( o mesmo problema que tinha o MG Montego Turbo quando o comprei ).
Percorri o país de lés a lés, em trabalho e em lazer. Acompanhei o Rally de Portugal, fiz corridas do MG Clube de Portugal, no Autódromo do Estoril, com vitórias, e ainda hoje é dele, a volta mais rápida de um MG Metro Turbo na pista do Estoril. Ou seja, foi muito mal tratadinho
mas as revisões e mudanças de óleo e filtro, eram todas feitas na altura certa.

Cinco anos depois da compra, chegara a hora de substituir o brinquedo, que ficou ao serviço da empresa, como carro de recurso, acabando algum tempo depois, por ficar parado no parque à mercê dos elementos, e consequente degradação. Foi então, após me ter apercebido da sua situação, que o coloquei numa garagem à espera de melhores dias (estávamos em 1995). Desde aí esteve sempre guardado em garagem, até que o ano passado pensei em o trazer de volta à vida. Fiz um plano de restauro com o repectivo caderno de encargos, e mesmo com um custo de restauro superior ao valor final do carro, decidi que iria ser restaurado em todos os aspectos. Se é para fazer, que seja bem feito
. O locall escolhido para o trabalho não poderia ser outro que não a Godspeed, do meu amigo Mário Abreu. Casa que tem feito trabalhos espectaculares com carros de grande gabarito.
A desmontagem decorreu rapidamente, e a decapagem também não demorou muito. Quanto ao trabalho de chapa, esse é que demorou mais tempo a ser iniciado, pois é um trabalho mais demorado e teve que entrar em fila de espera. Em Novembro começou o trabalho de chapa, com reparação de tudo o que não estava bom ( e era muita coisa
)

As primeiras fotos, de como estava o carro e do transporte para a Godspeed:

010.jpg 013.jpg 015.jpg IMG_20180628_180549.jpg IMG_20180628_180554.jpg IMG_20180628_180608.jpg IMG_20180628_180825.jpg IMG_20180628_180832.jpg
 

Anexos

José Carlos Magalhães

Portalista
Premium
Portalista
A fase de demontagem correu célere e sem grandes problemas, endo sido tiradas muitas fotos para memória futura. Quando for fita a montagem do carro, vão der muito úteis :)

P_20180703_152901_SRES.jpg P_20180703_152954_SRES.jpg P_20180703_153005_SRES.jpg P_20180703_153015_SRES.jpg P_20180703_153027_SRES.jpg P_20180703_153040_SRES.jpg P_20180703_153047_SRES.jpg P_20180703_153410_SRES.jpg P_20180703_153619_SRES.jpg P_20180703_153823_SRES.jpg P_20180703_154537.jpg P_20180703_155345_SRES.jpg
 

Anexos

José Carlos Magalhães

Portalista
Premium
Portalista
Depois de desmontado, seguiu-se a fase da decapagem, que foi bastante rápida. Após ser decapado, o MG foi todo revestido a epoxy, para preservar o que restava de chapa boa :) pois a fase de reparação de chapa é bastante mais demorada (bota bastante nisso :lol: )IMG_6151.jpg IMG_6152.jpg IMG_6153.jpg IMG_6154.jpg IMG_6155.jpg
 

Anexos

José Carlos Magalhães

Portalista
Premium
Portalista
Como se esperava os trabalhos de reparação de chapa foram bastante demorados: cerca de cinco meses :(
Havia muita coisa para fazer, e muito corta e cose :(-


P_20181219_124503_SRES.jpg P_20181219_124515_SRES.jpg P_20181219_124527_SRES.jpg P_20181219_124540_SRES.jpg P_20190309_143049_SRES.jpg P_20190309_143110_SRES.jpg P_20190309_143126_SRES.jpg P_20190309_143131_SRES.jpg P_20190309_143156_SRES.jpg P_20190309_143206_SRES.jpg P_20190309_143227_SRES.jpg P_20190309_143235_SRES.jpg
 

Anexos

José Carlos Magalhães

Portalista
Premium
Portalista
P_20190521_162742_SRES.jpg P_20190521_162750_SRES.jpg P_20190521_162756_SRES.jpg P_20190521_162814_SRES.jpg Após todo o trabalho de chapa estar pronto, o MG Metro Turbo rumou à oficina onde está a ser executada a pintura, vindo esta a ficar nas cores exactas das de origem.

As portas e os guarda lamas frontais estão já prontos, com as cores encarnada e cinzenta. A tampa da mala também está pronta, pois é apenas de cor encarnada. Quanto à carroceria, também já está toda pintada de encarnado, faltando a pintura cinzenta, que será feita até ao final desta semana.
 

Anexos

Última edição:

JoaquimMatos

Portalista
Portalista
Viva!

A pior coisa que pode acontecer a um carro é parar e ficar na garagem "estrela", degradam-se a um ritmo abismal, ainda bem que decidiste guardar-lo a tempo e horas! A qualidade da chapa e a protecção anti-corrosiva utilizada nos anos 80 por alguns construtores, deixava muito a desejar, o que também contribuiu para que ficasse assim tão maduro. Com o tratamento que levou vai certamente ficar melhor que novo! Parabéns pela máquina e pela iniciativa de o devolver à estrada!

Cumps, JMatos
 

António M. Vieira e Sousa

Gentleman Driver
Portalista
Os meus sinceros parabéns pela “british” paixão (que compartilho) que o faz preservar tantos e variados espécimes. Este MG recorda-me com saudade os ex-meus dois, não eram turbo, o vermelho FQ-34-80 comprado no início de 1987 num stand da CAUPEC em V. N. Gaia e o preto PA-86-72 comprado em 1988 na JOP (entretanto a CAUPEC mudou para JOP) em Matosinhos depois de em Fevereiro de 88 ter estampado o vermelho contra um furgão MB 100 em sentido contrário, falhando uma curva junto ao cemitério da Sra. da Hora, o piso era empedrado, havia gasóleo derramado e estava a chover; para haver asneira as condições não podiam ser melhores. Infelizmente nesse dia e nesse local não fui o único a estragar a lata; a lata e o físico porque andei uns meses com dores no peito, o volante ficou torcido e o párabrisas partido pela cabeçada, nessa altura não se usavam cintos dentro das localidades, passei a usar sempre.

Se eu soubesse o que sei hoje teria preservado o PA, porque até tinha possibilidades para mantê-lo juntamente com os que comprei a seguir. Adoro os MG Metro com e sem turbo e fico muito contente por saber que um está a ser muito bem recuperado salvando a mecânica de ir parar a algum qualquer Mini, até nem será má ideia mas Mini há muitos e MG Metro… uma pena os que se perderam por essa causa e não havia necessidade, nunca faltou material para melhorar qualquer um dos motores que equipam os Mini.

Tenho a certeza que esse lindo MG vai ficar melhor que novo!

Os dois ex-meus:
screenshot.1.jpg screenshot.2.jpg screenshot.3.jpg
 

Anexos

José Carlos Magalhães

Portalista
Premium
Portalista
Os meus sinceros parabéns pela “british” paixão (que compartilho) que o faz preservar tantos e variados espécimes. Este MG recorda-me com saudade os ex-meus dois, não eram turbo, o vermelho FQ-34-80 comprado no início de 1987 num stand da CAUPEC em V. N. Gaia e o preto PA-86-72 comprado em 1988 na JOP (entretanto a CAUPEC mudou para JOP) em Matosinhos depois de em Fevereiro de 88 ter estampado o vermelho contra um furgão MB 100 em sentido contrário, falhando uma curva junto ao cemitério da Sra. da Hora, o piso era empedrado, havia gasóleo derramado e estava a chover; para haver asneira as condições não podiam ser melhores. Infelizmente nesse dia e nesse local não fui o único a estragar a lata; a lata e o físico porque andei uns meses com dores no peito, o volante ficou torcido e o párabrisas partido pela cabeçada, nessa altura não se usavam cintos dentro das localidades, passei a usar sempre.

Se eu soubesse o que sei hoje teria preservado o PA, porque até tinha possibilidades para mantê-lo juntamente com os que comprei a seguir. Adoro os MG Metro com e sem turbo e fico muito contente por saber que um está a ser muito bem recuperado salvando a mecânica de ir parar a algum qualquer Mini, até nem será má ideia mas Mini há muitos e MG Metro… uma pena os que se perderam por essa causa e não havia necessidade, nunca faltou material para melhorar qualquer um dos motores que equipam os Mini.

Tenho a certeza que esse lindo MG vai ficar melhor que novo!

Os dois ex-meus:
Ver anexo 1139475 Ver anexo 1139476 Ver anexo 1139477

Muito obrigado ;)

Eu também gosto muito dos Metro. De momento estou a restaurar este Turbo, e ao mesmo tempo um MG Metro de 1983, que está já em fase de montagem :)


Aqui à saída da pintura :)

IMG_20190422_123358.jpg
 

Anexos

José Carlos Magalhães

Portalista
Premium
Portalista
Após ter sido efectuada a pintura das zonas cinzentas, o MG Metro Turbo saíu hoje da pintura, rumando à Godspeed, para se dar início à remontagem, talvez a parte mais demorada do projecto.

P_20190528_095603_SRES.jpg P_20190528_095616_SRES.jpg P_20190528_095641_SRES.jpg P_20190528_095655_SRES.jpg P_20190528_095709_SRES.jpg P_20190528_101647_SRES.jpg P_20190528_101654_SRES.jpg P_20190528_112424_SRES.jpg P_20190528_112441_SRES.jpg P_20190528_112449_SRES.jpg
 

Anexos

Samuel

Portalista
Portalista
Muito bom!

Cada vez gosto mais dessa paranóia dos Turbo dos anos 80.

Não percebo nada de MG... e de metros, um pouco (no dia a dia é mais mm), ainda assim, vou procurar seguir o restauro.
 
Topo