Renault Dauphine GORDINI

Joao Chambino

Clássico
Vou começar mesmo pelo principio... Renault Dauphine Gordini matriculado e adquirido em 1960, acaba de ser restaurado depois de muitos e muitos anos de paragem mas nunca de abandono. Desta vez pela mão e pelo carinho que sempre dedicou a este automóvel, quase terminou a recuperação meticulosa deste belo "utilitário desportivo" das decadas de 50/60. O que falta são alguns pequenos "pormenores" exteriores que serão resolvidos logo que possível. Aqui ficam algumas fotos com a promessa de que este tópico irá ter continuidade ....






 

Joao Chambino

Clássico
Sérgio Gomes disse:
Esse carro está ou foi registado na Madeira??

Pela matricula MD
Sim o registo é Madeirense, foi no Funchal que foi comprado em 1960, veio para o Continente definitivamente no inicio dos anos 70...
 

Joao Chambino

Clássico
Francisco Dias disse:
Qual é a versão do gordini?
R1090A, mas identificado na maior parte das vezes como R1091, as placas identificativas não são muito claras as diferenças de uns para os outros confundem-se, com excepção dos R1093.
O princípio básico dos Gordini era a evolução do Dauphine. Um modelo semelhante, mas com alguns detalhes que pudessem seduzir o consumidor, no inicio da decada de 60.
As primeiras unidades GORDINI saíram da linha de produção baptizadas oficialmente de Dauphine Gordini R1091. O motor passou a ter cerca de 40cv com uma taxa de compressão de 7,3:1. A cabeça do cilindro era totalmente nova e as válvulas ficavam inclinadas a 7º. A caixa de velocidades passou a ter 4 velocidades sendo a 2,3 e 4 sincronizadas. O preço em relação ao Dauphine "normal" era 21% mais caro, este Dauphine Gordini que vos apresento incluía já a nova suspenção traseira, entre cada tubo de semi-eixo e o monobloco, havia um sistema de coxins de borracha cheios de ar à pressão atmosférica que endureciam de acordo com o aumento de carga e também molas helicoidais na traseira mais flexíveis que as dos Dauphine.
A Renault decidiu diversificar a produção e lançou uma versão mais luxuosa do Dauphine designado por Ondine, era um carro mais rebuscado exteriormente que o Dauphine Gordini, mas com motorização mais fraca, a do Dauphine. Entretanto começou a confusão das versões, no final de 1961 por exemplo, havia à disposição dos consumidores o Dauphine, o Ondine, o Dauphine Gordini e Ondine Gordini. Aparentemente, era tudo a mesma coisa, as diferenças estavam nos detalhes e isso confundia (e confunde até hoje e de que maneira) os apreciadores deste modelo. Neste caso concreto eu tenho a placa identificativa de R1090A, como é que isso pode ser se o carro é um Dauphine Gordini de 1960. portanto a placa devería indicar R1091 ! Enfim....
Entretanto o Ondine recebe o motor de 40 cv e a emblemática sigla Gordini nos guarda-lamas dianteiros, e acaba por assumor o papel de Gordini “puro e duro” !
Em 1962 surge o R8 e a Renault suspende o Dauphine em França, aparentemente era o principio do fim.... mas não, um ano depois em 1963 dá-se a reviravolta, sai de cena o Ondine e regressa a todo o gas o GORDINI agora ainda mais desportivo, atingindo os 150 kms/h ! Em pleno reinado dos R8, os Dauphine terminavam a sua produção no inicio de 1967 e contavam já nessa altura com 4 travões de disco entre outras "modernices"...
 

Francisco Dias

Portalista
Portalista
Joao Chambino disse:
R1090A, mas identificado na maior parte das vezes como R1091, as placas identificativas não são muito claras as diferenças de uns para os outros confundem-se, com excepção dos R1093.
.......


Mais uma vez parábens pelo carro k tem em posse. ;) Sem dúvida alguma um clássico por excelência.

A minha questão referente a k versão corresponde, reporta-se exactamente a essa grande confusão k salientou. Mais ou menos 1 mês fui ver um e efectivamente surgiu esse "dilema". Nem o próprio proprietário sabia com muita convicção k versão correspondia :(- (e teve já ter exemplares em Moçambique).

Após mais ou menos 1 hora chegámos à conclusão que se trata de um Ondine Gordini.

Não havia uma versão k trazia conta - rotações?:huh:
 
Muitos parabéns pelo carro.

É lindo.
À pouco tempo quase fiz negócio com um.

Quanto à duvida de versões, penso não ser muito dificil de esclarecer.

Se quiser, envie-me o numero de chassi por Mensagem privada que lhe digo qual a versão do carro.

Cumprimentos

Moreira
 

Marco Pestana

MarcoSprint MarcoVW61
Joao Chambino disse:
Sim o registo é Madeirense, foi no Funchal que foi comprado em 1960, veio para o Continente definitivamente no inicio dos anos 70...
Parabéns pelo seu Renault Dauphine Gordini!
Muito bonito e raro...

VAle bem a pena .

Exacto! Foi matrículado na Madeira.

Mais um clássico que saiu da região...

Pelo menos ficou em solo nacional!

Por favor nunca o venda para fora do país...;)

Abraço
 
Muitos parabéns, é um carro muito bonito e com linhas muito elegantes, agora chega a tão esperada parte dos passeios e diversão por isso aproveite ao máximo.
Cumprimentos
 

Joao Chambino

Clássico
Francisco Dias disse:
Não havia uma versão k trazia conta - rotações?:huh:
Sim, o R1093... mas como sempre nem todos e mesmo assim desfazados do resto do tablier, era quase como que um "acrescento"!


Ricardo Moreira disse:
....
Se quiser, envie-me o numero de chassi por ....
Mais tarde se for necessário, envio pm... muito obrigado.


Marco Pestana disse:
Mais um clássico que saiu da região...

Pelo menos ficou em solo nacional!

Por favor nunca o venda para fora do país...
De facto é um carro Madeirense, tal como eu viveu a sua meninice na Madeira, por razões profissionais o proprietário (meu pai) regressou ao Continente e o carro acompanhou-o. Nunca saíu da familia e passou por três "mãos", foi sempre acarinhado e agora está de regresso...como novo, nunca será vendido!

Obrigado a todos pelo comentários!
 

Joao Chambino

Clássico
Ricardo Moreira disse:
Quanto à duvida de versões
Ricardo Noreira, a questão da versão está esclarecida, é um R1091 !

Hoje foi dia de testes, de estrada e circulação no meio do trânsito! Portou-se bem... a 1ª não sincronizada é dos diabos!
Voltou para a garagem dele e eu suspirei de alivio, pois andar com estes carros que outrora foram verdadeiras flechas, hoje é quase uma meia aventura, acima de tudo pelos travões, não é que não trave mas.... vai lá vai!!























____________________________

Provavelmente chegou a hora de inventariar os Dauphine em Portugal... quem tiver um que se acuse!!

Obrigado pelos comentários!
 
Viva João

Se é um R1091 de 1960, é sem duvida um Dauphine Gordini.

Se fosse um R1090A, como mencionou anteriormente só poderia ser um Ondine de 1961 ou 1962, ou ainda um Ondine Gordini de 1962, o que não é o caso.

Assim, sendo um R1091 de 1960 o numero de chassi estára situado entre o 8440 e o 26430 e estas são as suas caracteristicas:

- Suspension Aérostable.
- Le rapport de 4ème passe de 1,07 à 1,035.
- Ressorts hélicoïdaux arrière moins flexibles que sur la Dauphine normale.
- Volant à deux tons gris et noir (dimension du volant de la Dauphine et forme du volant de la Floride)
- Flanc blancs de série.
- Lave glace de série.
- Fermeture du capot AR à clef.
- Nouvelles contre-porte avec vide-poches.
- Jonc de pare-brise et de lunette AR.
- Jonc de gouttière inox et baguettes latérales en alu.
- Feu de stationnement sur les ailes AV (identiques à la Floride).
- Clignotants avant sur la jupe avant de forme rectangulaire (à partir de la 8 448).
- Clignotants arrières intégrés aux feux AR.
- Feux de position latéraux sur les ailes avant ayant la forme de l'écusson avec la couronne.
- Monogramme Dauphine Gordini en une seule ligne sur les ailes avant.
- Tissu nid d'abeille (identique aux Frégates).
- Siège à dossier réglable.
- Le ciel de toit change encore une fois.
- Charnières longues et chromées de capot AR.
- Nouveaux tambours avant et arrières avec largeur de garniture à 35mm (provenance de la Dauphinoise)
- Nouveau bloc compteur.

- A partir de la 8 448 montage du moteur 670-05

Juillet 1960 :
- Rajout d'une cale de 1mm sur les point d'attache de la boite de vitesse.
- Ressorts d'amortisseurs tarés plus durs.
- Nouveaux amortisseurs
- Pistons comportant maintenant 3 segments (4 auparavant)

Les teintes sont les mêmes que la Dauphine normale.

Prix : 6777 F


Desculpe ser em françês, mas é o possivel.:D :D

Moreira
 
Joao Chambino disse:
Ricardo Noreira, a questão da versão está esclarecida, é um R1091 !

Provavelmente chegou a hora de inventariar os Dauphine em Portugal... quem tiver um que se acuse!!

Obrigado pelos comentários!
vamos a isso!;) ;)

Conhece mais alguns?

Moreira
 
Topo