Problema De Travoes No Mini

R.Rodrigues

Clássico
Tive há tempos um problema idêntico, o mini tinha discos na frente com bomba dupla e usava o sistema cruzado, sangrar era mentira, para travar dava-se duas bombadas, começou a piorar bloqueando uma das rodas da frente em andamento a minha ideia era colocar o repartidor na frente, e refazer todo o circuito, acabei por não ser eu a resolver, e o que foi feito foi aproveitar ao máximo o que estava feito e colocar o repartidor que vai normalmente no charoin traseiro, mas na frente aproveitando os tubos que já lá estavam...
 

António Barbosa

Red Line
Portalista
Na prespectiva 'low cost', será mais barato trocar os tubos metálicos dos travões. Haverá inclusivamente alguns que se devem aproveitar.

No entanto, se arranjar uma bomba principal para circuitos na diagonal, basta trocar a bomba principal, haverá toda uma mão de obra que se poupa.

No meu Mini, tenho o sistema diagonal, só que não é simples, pois tenhos os discos ventilados do Metro.
 

R.Rodrigues

Clássico
No meu carro nesta ultima interversão retirei a válvula rapartidora de 4 vias e coloquei um repartidor ajustável da wilwood, na frente para ter melhor acesso e também porque ficou mais em conta que o ajustável mini, se noto diferenças, para já nenhumas, a nível de travagem está muito idêntico, a ipo foi pela porta do cavalo tb não tenho comparação possível, para afinar só tive de ir tirando pressão para trás até as rodas da frente bloquearem ligeiramente antes das de trás de resto está muito identico ao que estava com a diferença se se sangrar muito melhor o circuito.
 

António Barbosa

Red Line
Portalista
R.Rodrigues disse:
No meu carro nesta ultima interversão retirei a válvula rapartidora de 4 vias e coloquei um repartidor ajustável da wilwood, na frente para ter melhor acesso e também porque ficou mais em conta que o ajustável mini, se noto diferenças, para já nenhumas, a nível de travagem está muito idêntico, a ipo foi pela porta do cavalo tb não tenho comparação possível, para afinar só tive de ir tirando pressão para trás até as rodas da frente bloquearem ligeiramente antes das de trás de resto está muito identico ao que estava com a diferença se se sangrar muito melhor o circuito.
Excelente relatório R. Rodrigues, é um problema muito mais comum do que se possa pensar nos travões dos Minis.
Em minha opinião, o sistema de travagem piorou, ou se quisermos ganhou uma complexidade desnecessária com essa 'senhora' (a tal válvula de 4 vias).

Deve ser descartada em beneficio da simplicidade, neste caso facilitou o sangramento do sistema.
Só um fanatico pela originalidade é que manteria tal acessório no sistema de travões de um Mini.
 

Francisco Anadia

Portalista
Portalista
Boa noite,
Relanço aqui a questão da travagem num mini cooper de 76.
O carro neste momento apresenta falha de travagem nas rodas traseiras.
O sistema foi reconstruído a relativamente pouco tempo, numa oficina, tubos travão novos, pinças reconstruídas na frente, discos e pastilhas em bom estado, cubos com algum desgaste, cintas e bombitos bons, os tubos aparentam bom aspeto, sendo os da frente em malha aço, a bomba principal é nova sistema duplo e também tem um repartidor na frente. Não há fugas de oleo. Travão de mão com boa travagem. Sangrado com kit da Gunson.
@António Barbosa peço a ajuda possível para resolver esta situação. :blink:
 

Luis Antonio Cardoso

Portalista
Premium
Portalista
Boa noite ,

Junto envio uma foto , da ordem para sangrar o Mini , neste caso será
O esquema do lado direito, convém fazer pelo método tradicional
Bombear o pedal de travão , e outra pessoa , abrir os respectivos sangradores .
Refere que os tambores traseiros já tem algum desgaste , se for esse o caso , convém colocar uns novos pois apesar do travão de mão
Travar , pois são acionados mecanicamente, já travando no pedal
Hidraulicamente o curso do Bombito pode já não ser suficiente
Para as maxilas abrirem na sua totalidade , não exercendo a fricção suficiente no tambor .
Posto isto sangre tudo outra vez , nas rodas traseiras , com travão de mão destravado , afine as rodas traseiras , primeiro afine até roda prender totalmente .
E depois vão rodando 1/4 de volta , vai sentido os reçaltos , ir girando
A roda até ficar solta mesmo que sinta um ligeiro roçar das cintas .
E experimente .
Cumprimentos



26E4AB90-298F-4429-8065-CCA38795FDBE.png
 

Anexos

Francisco Anadia

Portalista
Portalista
Disse que tinha um repartidor na frente , mas é a tal valvula MS72, montada tal e qual a foto que postou o António Barbosa.
Nao poderá estar aí o gato? E precisar de ser ajustada?
 

António Barbosa

Red Line
Portalista
Disse que tinha um repartidor na frente , mas é a tal valvula MS72, montada tal e qual a foto que postou o António Barbosa.
Nao poderá estar aí o gato? E precisar de ser ajustada?
Olá Francisco, me recordo ter postado uma foto da válvula MS72, só da FAM7820? e essa não recomendo a colocação e se estiver presente e se o sistema de travagem não estiver bem, essa válvula pode ser a origem do problema.
 

CCampos

YoungTimer
Bom dia,

Os meus pais tiveram um Mini nos anos 80 e sim tinha grandes problemas a nível da travagem. A minha mãe chegou inclusive a ir buscar o meu pai ao aeroporto a travar só com o travão de mão!
 

António Barbosa

Red Line
Portalista
Bom dia,

Os meus pais tiveram um Mini nos anos 80 e sim tinha grandes problemas a nível da travagem. A minha mãe chegou inclusive a ir buscar o meu pai ao aeroporto a travar só com o travão de mão!
O Mini foi concebido para ter bastante da sua manutenção feita pelo dono, obviamente pouca gente estava a par daquilo que era necessário...
O mal dos travões do Mini é que 90% dos Minis existentes em Portugal nos anos 80 tinha 4 tambores! Esses tambores não eram auto-ajustáveis, vinham (e ainda vêm) com um parafuso afinador ao qual era necessário dar 1/4 de volta +/- de 1000 em 1000 km. Como poucos sabiam disto, os tambores perdiam a eficácia e relatos semelhantes ao que fizeste aconteciam com frequência. O sistema de afinação está tão bem pensado que basta uma chave de 1/4" para afinar os tambores, nem sequer e preciso levantar o carro, ajuda, mas não é obrigatório!
O desleixo era tal que as maxilas se gastavam e ninguém as trocava, e nem sequer eram (são) caras.
Era a cultura do carro barato levado a um limite perigoso que felizmente as inspeções praticamente erradicaram!
 

JorgeMonteiro

...o do "Boguinhas"
Membro do staff
Premium
Portalista
Esses tambores não eram auto-ajustáveis, vinham (e ainda vêm) com um parafuso afinador ao qual era necessário dar 1/4 de volta +/- de 1000 em 1000 km. Como poucos sabiam disto, os tambores perdiam a eficácia e relatos semelhantes ao que fizeste aconteciam com frequência.
Eu também não sabia. Sempre a aprender. :thumbs up: Obrigado
 

António M. Vieira e Sousa

Gentleman Driver
Portalista
Antonio a bomba e o repartidor são estes:


Ver anexo 1135135 Ver anexo 1135136
O meu Mini tem 35 anos e 33 nas minhas mãos, veio equipado precisamente com esse tipo de bomba e com esse tipo de repartidor, a bomba foi substituída por uma igual uma vez, o repartidor ainda é o de origem e nunca deu problema.

O Mini foi concebido para ter bastante da sua manutenção feita pelo dono, obviamente pouca gente estava a par daquilo que era necessário...
O mal dos travões do Mini é que 90% dos Minis existentes em Portugal nos anos 80 tinha 4 tambores! Esses tambores não eram auto-ajustáveis, vinham (e ainda vêm) com um parafuso afinador ao qual era necessário dar 1/4 de volta +/- de 1000 em 1000 km. Como poucos sabiam disto, os tambores perdiam a eficácia e relatos semelhantes ao que fizeste aconteciam com frequência. O sistema de afinação está tão bem pensado que basta uma chave de 1/4" para afinar os tambores, nem sequer e preciso levantar o carro, ajuda, mas não é obrigatório!
O desleixo era tal que as maxilas se gastavam e ninguém as trocava, e nem sequer eram (são) caras.
Era a cultura do carro barato levado a um limite perigoso que felizmente as inspeções praticamente erradicaram!
Os travões dianteiros têm ambos dois parafusos afinadores, os traseiros um só:
Afinadores Travões.jpg
 

Anexos

Topo