Peugeot 106 GTi (1997) - Diário de um amor à primeira vista (Update 3)

Clássicos Modernos

Peugeot 106 GTi (1997) - Diário de um amor à primeira vista (Update 3)

Filipe B.

YoungTimer
Como o prometido é devido, aqui venho iniciar o DB do meu 1º (e eterno) carro...

A história desta viatura é a história de um amor à 1ª vista, que começou no longínquo ano de 1996...

106 3.jpg

Lançado aquando do facelift do 106, a versão GTi procurava aliar a performance a um certo grau de conforto / luxo…

O interior em pele era sem dúvida o seu ponto mais marcante, que aliado à sobriedade do interior transmitia um charme inconfundível…

(Acrescento ainda que o cheiro do interior de um 106GTi, cortesia da pele do interior, é também ele altamente característico - já estão a ver o grau de fanatismo que praqui vai…)

Imediatamente gerou burburinho pelas capacidades quer do motor, quer do chassis, e diria eu, sobretudo pela soberba combinação de ambos…

Eternamente comparado ao “gémeo” Saxo Cup, a verdade é que sempre conheceu ligeiramente menos sucesso comercial sobretudo pelo facto de ser mais caro…

Aliado a isto, acrescente-se, a Citroën anunciava 7.7s dos 0-100km/h, enquanto a Peugeot anunciava 8.7s… isto para carros virtualmente iguais… havia a teoria da conspiração de que o GTi era mais pesado, pelo AC que equipava muitas unidades, pelo tecto de abrir, pelo interior em pele…

Em tempos já li em algum lado uma explicação para esta discrepância por parte da Citroën… que era o facto de a Citroën anunciar o tempo 0-60mph, ou seja 0-96km/h… isto faz diferença porquanto a caixa dá 96km/h em 2ª… ou seja, se quisermos o tempo 0-100 temos de trocar pra 3ª, o que justifica o tal segundo extra… charlatanice diriam uns… “métodos de medição diferentes” diriam outros… a mim sempre me soou a chico-espertice, mas a verdade é que o mito pegou, e persiste até aos dias que correm, de que o Cup é mais veloz que o GTi…

Para quem já conduziu ambos sabe que a única coisa que um Cup faz comprovadamente mais rápido que um GTi é soltar a traseira (no mau sentido), cortesia de um acerto de suspensão diferente na traseira..

Mas além das comparações domésticas, foi ainda colocado lado a lado com tudo o que mexia na altura, desde subarus, porsches, etc.. Havia um célebre comparativo Inglês no circuito de Thruxton, onde na curva mais rápida, o carro que passou mais rápido foi o GTi (entre contemporâneos Subarus, Porsches, etc)

Lembro-me de ler o comparativo com o Cup e o Punto GT na AUTOMOTOR da altura, 30-40xs no mínimo… ainda lá tenho a revista guardada em casa dos meus pais, fica prometido o scan...

E em Junho de 1997 entrou um lá em casa… Vermelho Lucifer, cor de lançamento.. (Não tenho fotos aqui comigo, à excepção desta - actual - pelo que mais tarde irei completar o mesmo)

106 2.jpg

Com todos os extras possíveis de especificar na altura e um sistema de som Alpine aftermarket de fazer corar muito premium alemão nos dias de hoje, estava consolidada uma história de amor à primeira vista que, 23 anos volvidos, está mais viva do que nunca… nasceu uma obsessão…

Passei os 4 anos seguintes a sonhar acordado com o dia em que o conduziria numa estada pública… e em 2001 esse dia chegou finalmente.. acabado o exame de condução e obtida a autorização temporária, comboio pra Lisboa e toca de dar a primeira voltinha oficial em Lisboa com ele…

Mais 4 anos volvidos e, com 100 000kms e completamente stock, veio parar às minhas mãos…

15 dias (e muitos litros de SC98) volvidos, a decisão era evidente… para poder usar o carro sem restrições com o meu orçamento de estudante, tinha de o tornar mais económico… influenciado por um amigo que tinha tido vários desportivos gaseificados, lá foi ele para a defunta AutoGás para converter a GPL…

Junto com esta conversão veio a necessidade de instalar um filtro cónico porque no lugar da caixa do filtro de ar ficou o vaporizador do GPL… e assim nasceu mais um adepto do GPL… a admissão de ar foi com a ajuda de um amigo...

(antes que me batam, spoiler alert: fez 150 000km com zero problemas GPL-related, tirando 2 multas por ausência de dístico), e o mesmo entretanto foi removido quando o carro deixou de ser de uso diário, após se ter pago a si próprio +-10xs :)

(Tenho poucas fotos da altura, os tlms da altura não eram ainda uma constante, e o primeiro que tive com essa característica, contemporaneo do 106, entregou a alma ao criador sem aviso prévio..)

DSC03876.JPG

DSC03875 editada.jpg

Nos próximos anos passou pelas mais diversas fases… sem nunca ter nenhum ataque de xuning… aliás esteticamente a única coisa que chegou a ter foi uma panela daquelas cilíndricas com silenciador amovível, da Megan Racing… e fez 150000 km sem qualquer sobressalto… excepto 2 teclados do imobilizador, que me deixaram, naturalmente, a pé das 2 vezes…

Ah, e houve um dia em que me pareceu boa ideia colocar-lhe lentes de contacto da moda... (rapidamente retiradas)
DSC03830 editada.jpg
Estoril_Megan.JPG


Foram montados, em jeito de upgrade (e por esta ordem):


- Filtro Cónico KN (aquando da instalação do GPL. Já saiu e tem a admissão original)

- Colectores Supersprint 4-2-1 (ainda tem)

- Supressor de catalisador (entretanto retirado)

- Panela intermédia SS (entretanto retirada – apodreceu - e colocada uma original)

- Panela final Megan Racing com silenciador amovível (entretanto fartei-me do aspecto e queria voltar ao look stock)

- Tubos travão malha de aço Goodrige (ainda tem)

- Travagem 266mm do 206 GTi 1.6 (ainda tem)

- Barra AA frontal superior OMP (esta veio à troca do rádio Clarion original, que estava imaculado, foi retirado e guardado no dia em que o carro chegou a casa... "se o arrependimento matasse"..:( não sei a retirei porque não gostei do comportamento do carro com ela, sobretudo à chuva, como o rádio original hoje em dia era o que lhe queria colocar...<_<)


- Amortecedores SACHS touring (gás)… entretanto retirados após 100 000km…

- Bilstein B8 com molas originais…

… e ao fim de 12 anos com o carro lá me convenci a rebaixá-lo com

- EIBACH pro Kit 20mm (ainda tem)

Este rebaixamento veio numa altura em que o carro, tendo deixado de ser daily driver, passou a ser usado exclusivamente como 3º carro ou no Estoril, onde fez os últimos talvez 1000km dos 255000 que apresenta hoje em dia..

Foto317.jpg

12 de Setembro de 2010 passou a bonita marca dos 200 000... o que quer dizer que lhe fiz 100 000km em 5 anos...

Foto332 editada.jpg


Entretanto fez mais 50 000km como daily passando pelas mais diversas tarefas:

Modelo fotográfico...

editada1 cores.jpg

SUV (tomaram muitos)...

DSC00300.JPG

DSC00299 editada.jpg DSC00304.JPG

Mula de carga.. Foi ao Portalagre 2 anos seguidos com 2 bikes em cima (e rápido :oops:)
Foto279 editada.jpg

Entretanto, por volta dos 250000 foi retirado o GPL, foram montados umas jantes 15 do 306 GTI, uns pneus semi-slick e, em conjunto com o rebaixamento, em pista de facto ficou um brinquedo muito engraçado, se bem que praticamente submotorizado, dado que é raro andarem carros stock no Estoril… ainda assim rendeu muitos e bons momentos de diversão, cheguei a andar a curtir com AC ligado, naqueles trackdays de Julho... até que após um TrackDay em particular em que não consegui fazer mais de 3 voltas em nenhuma das 4 sessões - malta sempre a despistar-se, com a faca nos dentes - e ainda houve um acidente brutal por completa parvoíce, decidi encostar o carro, vender as jantes e os semislicks e reservar-lhe um uso mais meritório, em estradinhas de serra ali prós lados de Cascais… :cool:

(Confesso que ainda não estou completamente convencido com o Setup B8 + EIBACH, que tanta gente “louva aos sete ventos”… provavelmente a culpa até é mais dos amortecedores que das molas, mas a verdade é que à frente batem no fundo (esgotam o curso) com demasiada facilidade, sobretudo considerando que o carro tem um pneu com perfil 55 (185/55/14).. e não é do rebaixamento porque já o fazia com as molas de origem… ainda pensei que fosse por isso mesmo, por serem as molas de origem, mas depois pesquisando já vi pessoal a queixar-se disso em fóruns de Alfas, de BMW, todos com os B8 normalmente com as EIBACH… Será provavelmente dos B8, já pensei em por B6, mas são caros para experiência... prefiro, entretanto, ir-me desviando dos buracos :p)

Na realidade, após a fase Estoril, acabou por passar muito do tempo estacionado a colecionar papelinhos de “9x xxx xxx, ligue-me se quiser vender”.. Foi usado como 3º carro sempre que necessário... foi emprestado sempre que necessário... e sempre a funcionar como um relógio... durante uns 2 anos, a apanhar chuva, frio e seiva de árvore, em pleno centro de Lisboa... confesso que me doía a alma mas desfazer-me dele não era opção, alugar uma garagem também não fazia sentido dado que o exterior já manifestava sinais de necessitar de repintura / recondicionamento integral e tinha de ficar num lugar em específico (debaixo de uma árvore) para que eu pudesse, ao chegar a casa tarde, estacionar a banheira sueca em que me transporto diariamente..."benefícios" de viver no centro da cidade... (NOT):mad::mad:

Foi uma fase tenebrosa para ele e para mim (também por causa dele), mas ainda rendeu histórias engraçadas...a última das quais, no dia em que fiz a mudança de casa fui lá buscar o carro à noite, e decidi rebocá-lo para o mecânico para fazer a revisão anual, e evitando ter de levar alguém comigo para o trazer.. quando chamei o reboque, o mesmo apareceu dentro duns 10 min, e o rapaz sai de dentro do reboque a dizer "Epah então és tu o dono desta máquina!! Tou sempre a reparar nele aqui parado, andas muito pouco com o carro!"
Long story short, apesar do meu carro estar longe de estar impecável por fora, ele chamou um colega com um reboque mais apropriado para levar o carro porque achou que o dele lhe podia fazer alguma mazela... e ficámos os 2 (e a seguir os 3) à conversa quase 2 h... cheguei à meia noite a casa!!

Sempre foi um carro que me rendeu muitas pessoas a meterem conversa, descambando em muitas horas de conversa, alguns litros de cerveja, etc.. :) Nos tempos do fórum PeugeotClubePortugal (grande comunidade essa) tinha o nickname de "Esquentador/Fogareiro" (por ser a GPL), e toda a gente queria experimentar uma voltinha no sacrilégio que era um GTI a GPL... ;)

E na nova casa, apesar de continuar a não ter lugar na garagem, tem um cantinho muito mais protegido onde passa os dias e é usado pelo menos 1x/semana... às vezes 4 ou 5... e até foi daily driver novamente durante Junho e Julho..

Acontece que todos temos as nossas paranóias, e para mim, onde traço a linha é num carro com infiltrações e/ou sem AC..
Ora no início deste ano, em pleno confinamento, após umas chuvadas, precisei de o usar e quando me sentei vi que tinha o cinto de segurança do condutor húmido… adicionalmente o ventilador do habitáculo funcionava quando bem lhe apetecia, que é como quem diz, só quando não fazia falta… ora pior que sem AC é sem ventilação… de maneira que foi a gota de água que fez transbordar o copo… uma pintura com o verniz a saltar eu tolero… mas degradação física / mecânica não tolero!

Assim, o que começou como uma remoção do forro traseiro esquerdo para diagnóstico da infiltração (acabou por se revelar uma borracha do vidro traseiro esquerdo carregada com 23 anos de sujidade acumulada que lhe provocavam uma capacidade vedante “menos que óptima”), progrediu para uma operação aprofundada de restauro interior… Descobri um filtro de habitáculo com (pelo menos) 15 anos.. !! (mea culpa, não sabia da sua existência...

IMG_02022021_132715_(1080_x_1080_pixel).jpg

Bancos saíram, junto com as calhas, foram desmontados e recondicionados… carpete foi toda lavada…

IMG_02022021_132535_(1080_x_1080_pixel).jpg

IMG_02022021_132612_(1080_x_1080_pixel).jpg

Decidi remover o tablier para substituir o ventilador da sofagem (não sai de outra maneira), aproveitei para trocar também o radiador da sofagem, e acabei por lavar o tablier e colocar papel de veludo autocolante em todos os interfaces, como forma de minimizar ruídos parasitas), lavar condutas de ar, lavar e condicionar todos os plásticos, substituir as lâmpadas do quadrante que necessitavam…

IMG_02022021_132410_(1080_x_1080_pixel).jpg IMG_02022021_132457_(1080_x_1080_pixel).jpg

IMG_02022021_133437_(1080_x_1080_pixel).jpg

Foi um Verão "preenchido"... várias vezes tive de remontar parcialmente o interior para usar o carro...

Mas consegui refazer o "LEGO" e não me sobraram peças... :)

(to be continued...)
 
Última edição:

António_Vidal

Veterano
Premium
Portalista
Isso é que é puro amor a um certo modelo (sei bem o que isso é), demonstrado pela qualidade da prosa.
Que venham os próximos capítulos ;)
 

António José Costa

Regularidade=Navegação, condução e cálculo?
Premium
Portalista
Parabéns, um modelo que adoro, e juntamente com o Saxo Cup, o melhor compromisso de ter um carro muito difícil de bater numa estrada de serra mesmo de série, pequenos upgrades mecânicos fazem maravilhas, e como aptos estão estes modelos paraisso.
Quanto ao soltar-se de traseira ser melhor que o Saxo, isso depende da "peça" atrás do volante no dia a dia e na estrada desconhecida ou aberta ao trânsito a afinação do Cento e Seis será ideal, na procura do tempo num troço acho que o Saxo leva vantagem, é a minha opinião. Se me dessem a escolher preferiria o 106, com A/C, DA e TA, mas continua a ser um Saxo Cup finamente "melhorado" a ser a minha desde à mais de 20 anos melhor experiencia de comunhão, com as minhas mãos, pés e rabo.
Boas curvas e Km com o Lúcifer!
 
OP
OP
Filipe B.

Filipe B.

YoungTimer
Se me dessem a escolher preferiria o 106, com A/C, DA e TA, mas continua a ser um Saxo Cup finamente "melhorado" a ser a minha desde à mais de 20 anos melhor experiencia de comunhão, com as minhas mãos, pés e rabo.

A minha é um Fiesta ST de 2013... sublime! se trocava o 106 por um? Nunca!

Se adicionava um à garagem? Sem pestanejar!

pS. também não me importava de ter um Saxo, mas também em regime de "e", não de "ou" com o 106 :)
Isso é que é puro amor a um certo modelo (sei bem o que isso é), demonstrado pela qualidade da prosa.
Que venham os próximos capítulos ;)
É amor mesmo! :)

Pena não ter a vida dele tão bem documentada como gostaria... :unsure:
 

Pedro F Lopes

Veterano
Os pocket-rocket dos 90's já começam a aparecer por aqui! :D

Parabéns por essa fantástica máquina! Acredito que dê mais gozo ainda por estar nas tuas mãos há esses anos todos. E que continues a desfrutá-la por muitos mais...
Também gosto muito do GTI, principalmente pelo interior em pele.

Se trocava pelo Saxo? Não. :cool:

Ficamos à espera de mais fotos e mais histórias com esse GTI...
 
OP
OP
Filipe B.

Filipe B.

YoungTimer
Os pocket-rocket dos 90's já começam a aparecer por aqui! :D

Parabéns por essa fantástica máquina! Acredito que dê mais gozo ainda por estar nas tuas mãos há esses anos todos. E que continues a desfrutá-la por muitos mais...
Também gosto muito do GTI, principalmente pelo interior em pele.

Se trocava pelo Saxo? Não. :cool:

Ficamos à espera de mais fotos e mais histórias com esse GTI...
Obrigado!! Confesso que o tópico do teu Saxo me deu um abanão e pensei... "Vou por o meu como este, que é o que ele merece!"

Temos de fazer aí um meeting! :cool:
Gosto sempre de ver alguém a ter o mesmo carro durante anos a fio. Isso é para mim uma prova de que se gosta mesmo mas também da qualidade do carro.

Está bem estimadinho:thumbs up::thumbs up:
Obrigado!!

Ele de facto não morre! Já tinha pensado que se o motor se queixasse era uma boa desculpa para um "OEM+"... sempre dentro da originalidade... mas recusa-se a dar parte de fraco... ainda a semana passada o esganei para diagnosticar um barulho no escape que só aparecia a determinada rotação... e parece que foi ontem que acabou a rodagem.. (bater na madeira):p

Quanto ao bem estimadinho, no geral sim, por dentro absolutamente.. por fora... digamos que a foto é lisonjeira... é o melhor lado dele :p
 
OP
OP
Filipe B.

Filipe B.

YoungTimer
@ Filipe B. nessas fotos o carro tem as Eibach Pro-Kit montadas?
Só na 1a foto do carro (aquela com os espelhos pretos - que também têm a sua "história":()

Em todas as outras não tem... Tentei seguir, até agora, mais ou menos uma ordem cronológica, excepto nessa foto, que é de há 1-2 meses...

Parece-te muito / pouco baixo?:)
 
Ora aí está um carro que eu gosto muito. Ainda à pouco tempo estive com a panca de arranjar um 106 xsi. É de louvar estar com o mesmo dono à tantos anos. Está provado que se tiverem uma manutenção cuidada não dão grandes problemas.
 
OP
OP
Filipe B.

Filipe B.

YoungTimer
Ora aí está um carro que eu gosto muito. Ainda à pouco tempo estive com a panca de arranjar um 106 xsi. É de louvar estar com o mesmo dono à tantos anos. Está provado que se tiverem uma manutenção cuidada não dão grandes problemas.
Sim, não mencionei (ainda) mas em termos de manutenção nunca nada faltou...

MOBIL 1 5W50 + filtros mudados de 10-10000km sempre e... na realidade pouco mais que isso... lembro-me que lhe troquei a distribuição em 2009 com 195000 (anteriormente tinha trocado aos 100) e que aproveitei e troquei também termostato, bomba de água e junta da cabeça por uma metálica que encomendei do UK (na altura mandei vir o material do 106parts.com, que tinha material OEM a óptimos preços... ainda não havia esta profusão de AUTODOCs desta vida..):rolleyes:

Acho verdadeiramente que são motores de guerra, e a prova disso é a carrada de conversões Turbo feitas "à paposeco" que por aí continuam a andar a fundo... já pra não falar nos exemplares que passavam a vida a fundo na VDG, back in the days..:unsure:
 
OP
OP
Filipe B.

Filipe B.

YoungTimer
Pelo ângulo da foto não me parece mal, parece estar no ponto.

Perguntei porque ando com a panca de investir numa Bilstein B12 Pro-Kit :ph34r:, e queria algo que rebaixasse o mínimo possível apenas que desse uma postura mais desportiva.
Se quiseres podes ver o meu, combina-se.. Como mencionei no post inicial, não estou 100% convencido com o conjunto B8+ProKit... mas não é pelas molas, porque o carro já estava tão duro como está com as de origem combinadas com os B8...:confused: talvez B6... mesma dureza mas espigão normal...

Que amortecedores tens tu?
 

Pedro F Lopes

Veterano
É uma eterna questão. Há quem diga que fica duro, há quem diga que fica com um conforto razoável. Só tenho medo que rebaixe demais, se conseguires arranjar aí uma foto de perfil era porreiro .

Neste momento tenho uns OEM banais, da Meyle com molas de origem.
 
OP
OP
Filipe B.

Filipe B.

YoungTimer
É uma eterna questão. Há quem diga que fica duro, há quem diga que fica com um conforto razoável. Só tenho medo que rebaixe demais, se conseguires arranjar aí uma foto de perfil era porreiro .

Neste momento tenho uns OEM banais, da Meyle com molas de origem.
Demais não rebaixa, ficas com 2-3dedos entre pneu e cava...

A minha questão não é dureza, é bottom out... :(

Amanhã procuro ou saco as fotos...
 

Pedro F Lopes

Veterano
Desculpa, não tinha passado aqui no tópico ainda. Obrigado pela partilha, está mesmo com a altura ideal!

À partida já tenho o meu setup escolhido: Koni STR.T + Pro-Kit ;)
 
Topo