Para Os Amantes Alfa

David Silva

scuderi
É apenas o carro mais belo de sempre...

Quanto à diversão à chuva, estou cada vez mais convencido que está cada vez mais próximo irmos fazer uns test drive de alfas novos que dão pra fazer isso... Marchionne n me desiludas por favor...

Pedro, a propósito dos lastros do Spider 916:

208955_405906469460670_1051005043_n.jpg
 

Carlos Vaz

Pre-War
não descaracterizaram a AM nem a Jaguar?? tens um igo forrado a pele e carrinhas mondeo com o gato na grelha... se isto não é descaracterizar. não sei o que será. ok, a AM foi só um tirinho no pé, agora a jaguar... valha-me deus

Pois eu sei que sim... mas isso para mim foi um passo eventualmente necessário para voltar a fazer dinheiro... considero-o ao mesmo nivel dos 155, 145 e 146 na Alfa... um recuo necessário para voltar a avançar... e francamente quando a Jaguar foi vendida á TATA (que me estão a surpreender positivamente pela forma como estão a tratar a marca) já estavam outra vêz no bom caminho.

É que para mim, não foi esse o verdadeiro momento em que a marca se descaracterizou... esse foi um momento de ser realista e fazer dinheiro com a "prata da casa" e... considerando a base disponivel, acho que foi razoavelmente conseguido pois na sequencia disso vem o 156 que permitiu que em determinada altura a Alfa fosse a mais rentavel das marcas do grupo... a partir daí é que eu entendo que a marca começou a caminhar para o "buraco"!

Quanto ao Toyota que a Aston vende, nem sequer o considero um carro... é mais um acessório "fashion" que a marca vende como outras vendem oculos ou porta chaves... se a marca está descaracterizada por isso... então teremos formas diferentes de analizar a mesma coisa! O que obviamente é um direito de cada um de nós.

um alfa não é tração frontal. a bmw soube manter essa caracteristica, a alfa decidiu poupar. ERRADO!

Pois... pronto... e aqui "descamba" tudo!
Pois é Pedro... lá vamos discordar outra vêz...

Eu gosto de bons carros... considero bons aqueles que me fazer sorrir quando estou ao volante, aqueles que me fazem escolher o caminho mais longo para casa ao fim de um dia de trabalho, aqueles que me fazem levantar cedo a um domingo só para fazer aquela estradinha retorcida que a essa hora está deserta.

A partir daqui, estou-me rigorosamente nas tintas se é "tração", se é "propulsão" ou se puxa (ou será empurra?) com as 4... aliás é mesmo uma "discussão" que para mim faz muito pouco sentido.

Uma das coisas que me põe os cabelos em pé é ouvir imensas vezes (é mesmo recorrente) que o 156 era um belo carro, mas que é pena ser FWD... pena porquê?

Era (é) um exelente FWD, mas será que era melhor se fosse um mau RWD?

Agora virou moda esta coisa dos RWD e vejo malta (calma Pedro, sei que não é o teu caso) que não faz a minima ideia do que hão-de fazer ao volante de um, a jurar que se não for RWD não dá tanto gozo... pois eu digo que há FWD que são uma verdadeira "moka" de conduzir e há RWD que para mim são verdadeiros "cronhos"...

E mesmo ao nivel dos verdadeiros Alfa, eu hoje não sei (pois, se calhar não sou um verdadeiro Alfista) se não preferia um Lancia Fulvia a um 1600 Gt junior... uma coisa sei, é que em estrada com condutores equivalentes o Alfa leva uma valente coça... e se descermos em cilindrada ao nivel do 1300, então são calendarios...

Ah e tal e coiso, mas andar de lado é que é divertido... pois então é capaz de ser melhor um nipónico qualquer com um turbo500cavalos para andarmos no "drift"!

Quanto á defesa que a BMW tão bem faz da propulsão, é capaz de ter os seus dias contados, quando for finalmente lançado um produto abaixo do série 1 que há-de vir com a plataforma do MINI (outro bom exemplo de um FWD que é uma "moka").

Francamente, oh Pedro eu não divido os carros pela forma como colocam os cavalos no chão e sim pelas sensações que permitem... quero mil vezes um Alfasud 1500 TI (cx curta) e não quero um Ford Capri... nem mesmo o 3000... mas isto sou eu.

Quando vejo o Ragnotti com o Clio ou o Domerdich com o 205 francamente nem sequer me lembro onde é que os sacanas puxam.
 

Eduardo Relvas

fiat124sport
Premium
Tudo isto são coisas relativas, mas o facto é que um carro FWD nunca deve ter muita potência.

É um facto que carros como o Sud, um Fiat 127, Mini, etc. são excelentes carros com uma condução brilhante, e são FWD. E sim, há muita gente que nunca teria mãos para um RWD como deve ser, viveram a vida toda a conduzir hatchbacks, e não sabem como dar conta deles.

O mal surge quando temos um carro com muita potência e um trem mecânico comprometido. A Alfa antigamente não comprometia em nada o rigor mecânico, mas hoje em dia é vítima como outra qualquer dos marketings e pressões económicas de produção em escala. E o resultado são "coisas" FWD que quando lhes pomos um motor a sério em cima, se borram todas... O limite prático para um bom FWD (com transmissões bem concebidas, que é raro) serão os 140 cv. Daí em diante começa a ser demasiado para se lidar num trem que já tem a responsabilidade da direcção e a maior parte da travagem.

Voltando ao tema principal, também gostaria de ver a Alfa voltar aos RWD, mas receio que os compromissos continuem a borrar a pintura. E sim, fala-se que em breve irão surgir novos modelos na BMW que terão tracção dianteira, pois pelos vistos a clientela típica da BMW já nem faz ideia a que rodas o motor está ligado (grande surpresa... a maioria deles já nem faz ideia do que existe debaixo do capot, nem lêem características técnicas antes de comprar o carro).

É triste para alguém que sempre viu a Alfa nos píncaros da engenharia ver as aldrabices que hoje se fazem. Ainda me lembro da sensação de nojo/desgosto/desilusão que tive quando vi há uns anos um Alfa Spider vermelho novinho em folha que ia ser preparado para entrega aqui no stand, no momento em que me apercebi que era um JTD... é mesmo juntar um insulto à ofensa. Um carro com aquelas linhas, e aquela cor... com um trem mecânico de uma vulgar hatch, e movido a motor de táxi... por favor! Há gente que não tem coração...

Um abraço a todos!
 
ainda hoje, não se podem "dar" muitos cavalos a um FWD.
lembro-me de ler alguns testes de GTV de 250 cv (nunca andei, só li) e fiquei com a ideia que em acelaração à saida de uma curva aquilo fugia de frente... já os ultimos focus parece que estão melhores (também não andei, só li sobre).
 

João Pereira Bento

128coupe
Portalista
Não tem nada a ver mas a maioria das pessoas fica desiludida quando sabe que o meu 128 é FWD! "Ah e tal é uma pena não ser RWD para fazer isto e aquilo..." Qual é o mal? Já conduzi RWD contemporâneos piores.

Hoje grande parte dos consumidores quando compra um Alfa nem se questiona se é FWD, AWD ou RHD! E para quem realmente gosta e percebe há sempre os antigos porque estes novos os ESP e afins já os dominam.

Mesmo FWD acho que pode ser um Alfa carismático, a Renault por exemplo tem um carro FWD minimamente interessante.
 

Carlos Vaz

Pre-War
Bom... mais uma vêz "tenho" que fazer de advogado do diabo!

Desde quando um carro se mede pelos cavalos? Então um FWD é fraco porque não suporta milhentos cavalos?
Para já, suporta tranquilamente bem mais que os 140 aqui mencionados... e... há muitos exemplos disso, depois se necessário darei exemplos.
Depois, um exelente FWD não é diferente de um exelente RWD, ou seja um como outro para serem verdadeiramente bons, carecem de um diferencial autoblocante, coisa que é muito mais comum nos RWD.

Depois, mais uma vêz a questão dos cavalos dizem-me muito pouco, senão tranquilamente um Bugatti Veyron SoperSport com os seus 1200 cv seria provavelmente o melhor do mundo, no entanto é um carro que a mim não me diz nada... ah... espera... este é um AWD, logo já não se sabe se é dos bons ou dos maus.
 

Carlos Vaz

Pre-War
Renault por exemplo tem um carro FWD minimamente interessante.

Um??????

Para não recuar mais, começa no Clio Williams, passando por todos os Clio Sport...

Já agora, o Actual Megane Sport é um dos que com os seus 265 cv desmente a teoria do limite abaixo dos 200cv.

E note-se que não estamos a falar de electronica castradora, pois essa tanto o pode ser num FWD como num RWD.

a maioria das pessoas fica desiludida quando sabe que o meu 128 é FWD! "Ah e tal é uma pena não ser RWD para fazer isto e aquilo..." Qual é o mal? Já conduzi RWD contemporâneos piores.

Isso é uma das coisas que me dizem recorrentemente acerca do 156... que a meu ver (claro que a minha opinião não passa disso) este carro é só uma das berlinas (ou sedans se preferirem) de cariz desportivo/dinâmico melhores da sua época.
 

Carlos Vaz

Pre-War
ainda hoje, não se podem "dar" muitos cavalos a um FWD.
lembro-me de ler alguns testes de GTV de 250 cv (nunca andei, só li) e fiquei com a ideia que em acelaração à saida de uma curva aquilo fugia de frente... já os ultimos focus parece que estão melhores (também não andei, só li sobre).

Com 250 cv sem electronica, se não tiver autoblocante nenhum RDW é verdadeiramente bom... no entanto se for um FWD que não o seja nas mesmas condições já não presta por ser o que é...
 
é óbvio que um fwd não é um "mau" carro, tende sim a ser menos dinâmico. eu prefiro o "puxar" do que o "empurrar". mas isto sou eu...
a exemplo, um civic type r no circuito de braga é mais rápido do que um s2000 (200cv vc 240cv) e isso prova que um fwd não é só por si pior do que um rwd. mas...

ainda sobre o williams,
tenho uma publicação inglesa de época que comparava vários carros entre eles, 993, nsx, rs2, db7, williams e outros que não me recordo, a ordem de "o melhor carro" foi:
nsx,
993,
rs2,
williams,
db7,
...

ou seja, o williams, que custava tanto como como uma roda do db7 ficou-lhe à frente...
mas...
 

Carlos Vaz

Pre-War
um civic type r no circuito de braga é mais rápido do que um s2000 (200cv vc 240cv) e isso prova que um fwd não é só por si pior do que um rwd. mas...

Ora aqui está um exemplo interessante (e o giro é que nem sou especial apreciador de nenhum deles) até porque isto corrobora o que eu digo: o Civic não tem autoblocante e o s2000 tem...

Ando tanto de ladex com o meu XSI como andava com o 75TS, aliás e o Pedro at´´e pode confirmar isso, um 75 TS de origem, tem uma atitude mais subviradora que sobreviradora, ou seja, tem que (tal como o meu XSI) ser provocado para sair de traseira e... uma vêz mais tem o respectivo autoblocante.

Claro que se quiser andar de lado com o XSI faço-o de forma diferente que o fazia no 75, mas dá-me menos gozo? No way!

Depois, essa coisa de empurrar ou puxar... tem muito que se lhe diga... as corridas de bigas ou de quadrigas que os romanos faziam eram com veiculos FWD!

Não se leia daqui que eu os prefiro, mas sim que não distingo os carros dessa forma, distingo-os sim pela interactividade que permitem e pela forma como reagem aos "inputs" do condutor e aí já os encontrei do melhor e do pior com ambas as configurações.
 

Camacho Cêrcas

Pre-War
Autor
Não se leia daqui que eu os prefiro, mas sim que não distingo os carros dessa forma, distingo-os sim pela interactividade que permitem e pela forma como reagem aos "inputs" do condutor e aí já os encontrei do melhor e do pior com ambas as configurações.

applause1.gif
 

Anexos

  • applause1.gif
    applause1.gif
    10.2 KB · Vistos: 0
  • applause1.gif
    applause1.gif
    10.2 KB · Vistos: 0
  • applause1.gif
    applause1.gif
    10.2 KB · Vistos: 27

Pedro Pereira Marques

Pre-War
Autor
Pois, isto realmente acaba por ser um assunto muito subjectivo e depende de pessoa para pessoa se estivermos a falar de gozo. Se estivermos a falar de eficácia, muito provavelmente um carro de tracção dianteira ( detesto escrever siglas e ainda por cima em ingles quando falamos de Alfas) será sempre mais rápido e até mais seguro, mais barato de construir, de adquirir, mais leve, mais económico e de manutenção mais em conta. Quando falamos de gozo e como é subjectivo, para mim um tracção traseira é (de longe) muito mais divertido de conduzir, até porque quando erramos pode ser fatal. É à homem com O grande! :) tracção traseira significa concentracção a 150%, significa pilotar. Tracção dianteira é para meninas, perdoa, é eficaz, não passa de mera condução... Derrapa? Levanta o pé.

Alfa Romeo deveria ser uma marca de carros para corajosos, para atrevidos, pilotos... Já o foi, agora qualquer um anda depressa num Alfa, quer seja a gasolina ou a gasóleo :( A Alfa Romeo é a marca preferida das mães de família, dos homens com orientações sexuais duvidosas ou até serve de carro de empresa... Porra... Onde está a Alfa Romeo à antiga?

Carlos, não interpretes isto como se tivesse a chamar rabichisses hein?! ;)
 

Carlos Vaz

Pre-War
Carlos, não interpretes isto como se tivesse a chamar rabichisses hein?! ;)

Ahahahah! Não te preocupes... não é aqui que tenho que aferir seja o que fôr!


Quando falamos de gozo e como é subjectivo, para mim um tracção traseira é (de longe) muito mais divertido de conduzir, até porque quando erramos pode ser fatal. É à homem com O grande! :) tracção traseira significa concentracção a 150%, significa pilotar. Tracção dianteira é para meninas, perdoa, é eficaz, não passa de mera condução... Derrapa? Levanta o pé.

Bom... o que dá a cada um mais gozo, efectivamente não é discutivel! E claro que a discussão já entrou em off tópic (sorry) já estravazou o assunto Alfa Romeo.
Por outro lado, o que escreves aqui, simplesmente não passa de um cliché que nem sempre corresponde á realidade... acho o meu 106 bem mais dificil de conduzir realmente depressa que o 75 que tive! O meu 106 tem reações menos progressivas que o 75 e... como já disse, o 75 a menos que fosse provocado, cedia sempre pela frente coisa que não acontece com o 106... ou seja, á primeira vista o 106 tem um comportamento mais RWD (sei que não gostas de siglas, mas eu sou alentejano e tenho preguiça de escrever... pôrra só agora me di conta que este parentesis me obrigou a escrever mais do que se tivesse evitado a sigla :D ) que o 75!

E se estivesse aqui a falar de um 205 Gti a coisa ainda piava mais fininho...

Ainda assim, concedo que de um modo geral os "tração" serão mais permissivos que os "propulsão", o que a mim (que não sou piloto e que só tenho mesmo que ser homem com O grande noutras circunstancias que não ao volante) me dá um enorme jeitasso e... um gozo eventualmente acrescido!


Isto é como "dar uma queca", se sabemos que não há risco de engravidar, direcionamos a concentração para o mais importante!

Já agora, o que o Ragnotti fazia ao volante dos Clios não era pilotar?
 

Carlos Vaz

Pre-War
Camacho... os Fulvia, sei que de cilindrada identica davam calendarios em estrada aos Coupés Bertone, mas como nunca conduzi nenhum, concedo que o gozo pode ser inferior... o Golf Gti mk1, não conduzi o suficiente para aferir do gozo que dá...
 
Topo