Novas matrículas.

Hugo Viana da Silva

Portalista
Portalista
Para os mais distraídos, as novas matrículas estão quase a chegar.
Vão ser uma combinação de 4 letras e 2 algarismos.

O meu desafio para os caros portalistas é:

Quais as possíveis combinações "engraçadas" que poderão ocorrer escapando a quem tem o poder de legislar?
Actualmente já descartaram aparecer coisas como PU-xx-TA ou CO-xx-NA.

Não faço ideia se um tópico do género já existe noutros fóruns de automóveis, pois de momento não frequento mais nenhum.:cool:

Tenham em conta que os números do meio também podem funcionar como letras (por exemplo, um 1 pode funcionar como um i, pois é só um traço vertical, ou o mais óbvio zero, funcionar como O).

Matriculas_novas-1420x500.jpg
Uma aparente boa notícia é que vai desaparecer a horrível barra amarela do ano/mês.:thumbs up:
 
Última edição:

Hugo Viana da Silva

Portalista
Portalista
Lembrei-me dumas assim de repente meio parvas:
PE-11-DO;
BO-55-TA (o 5 pode funcionar como S);
BU-xx-FA;
PI-xx-LA;
PI-xx-PI;
XI-xx-XI;
CO-xx-CO...
 

Hugo Viana da Silva

Portalista
Portalista
Pois, desconfiei que ninguém ia ter direito à KE*KA.
Não é isso que lá diz...
Quando este modelo se esgotar o número de matrícula a utilizar passará a ser constituído por dois grupos de duas letras e um grupo central de dois algarismos, sendo os grupos separados entre si por traços - “AA-01-AA” -, permitindo atribuir cerca de 28 milhões de matrículas.

Note-se que não considerámos a utilização das letras Y,K e W, que deverão futuramente passar também a ser utilizadas, dado que na sequência do Acordo Ortográfico, estas letras passaram a integrar o alfabeto.
 
Pelo que já li os automóveis com as matriculas atuais podem atualizar para o formato das novas, ou seja, sem a lista amarela com a referência ao ano e mês e sem os "-" a separar as letras e números.
 

Hugo Viana da Silva

Portalista
Portalista
As novas matriculas já andam por aí.
A ausência da faixa amarela é bem-vinda :thumbs up: mas a falta dos pontos/traços a separar as combinações fica algo estranho/confuso e dificulta decifrar o que é letras e números, o que acham?
teslaIMG_20200513_164034.jpg
 

Samuel

Portalista
Portalista
Sim, e o desaparecimento dos traços também as torna bem diferentes das anteriores - quem se queixava que as outras eram discriminatórias, estás não o são menos.
Com carros velhos com matrículas novas ainda vem aumentar a confusão.
 

luis sousa

Veterano
Os frigoríficos também já usam matrícula? :ph34r:
A moda que tenho visto nas redes sociais para carros mais antigos (mas modernos), é a utilização deste formato de matricula para substituir as que têm o ano/mês, deve ser legal ou nem por isso?!
Por um lado sempre gostei que os carros tivessem o ano/mês à vista na matrícula, principalmente para "topar" os carros importados, mas esteticamente estas ficam melhores, dentro do possível..
 

António José Costa

Regularidade=Navegação, condução e cálculo?
Premium
Portalista
As novas matriculas já andam por aí.
A ausência da faixa amarela é bem-vinda :thumbs up: mas a falta dos pontos/traços a separar as combinações fica algo estranho/confuso e dificulta decifrar o que é letras e números, o que acham?
Ver anexo 1171674
Penso que a retirada dos traços foi uma forma para uniformizar com as matrículas da UE, uniformizar não sei bem o que, enfim, pelo menos isso foi indicado. No entanto os espaços mantém-se ou deveriam manter-se. Nas matrículas novas devem o conjunto de caracteres ocupar a matrícula quase toda, já nas antigas isso não é “necessário”. Mais uma ideia brilhante própria de umas mentes brilhantes.
Não sou apreciador das matrículas com a barra amarela, mas estas são muito piores. O giro é que a Malta não tem dinheiro para colocar pneus, mas para trocar a bosta da matrícula já tem. Qual segurança demonstrar a inovação tecnologica destas novas matrículas é que é! :wacko:
 

Nelson C. Santos

Powered by Taunus
Membro do staff
Premium
Portalista
Penso que a retirada dos traços foi uma forma para uniformizar com as matrículas da UE, uniformizar não sei bem o que, enfim, pelo menos isso foi indicado. No entanto os espaços mantém-se ou deveriam manter-se. Nas matrículas novas devem o conjunto de caracteres ocupar a matrícula quase toda, já nas antigas isso não é “necessário”. Mais uma ideia brilhante própria de umas mentes brilhantes.
Não sou apreciador das matrículas com a barra amarela, mas estas são muito piores. O giro é que a Malta não tem dinheiro para colocar pneus, mas para trocar a bosta da matrícula já tem. Qual segurança demonstrar a inovação tecnologica destas novas matrículas é que é! :wacko:
yup! Disseste tudo! Ainda hoje passei por um que resolveu trocar a matricula, por uma desta novas. Eu acho que até nem devia ser permitido. Só os novos registos é que teriam de seguir estas novas regras, mas enfim é o que temos.
 

Tiago Baptista

Portalista
Portalista
Este foi um tema que curiosamente debati com um familiar neste fim-de-semana.

Nesta quarentena parece que muitos condutores aproveitaram, uma vez que não tinham como ocupar o tempo, para trocar as matriculas que têm letras ao centro ou à direita (ainda não vi o mesmo para aquelas que têm letras à esquerda) por estas novas. Portanto, se já é estranho ver uma matricula com quatro letras, dois números, sem pontos e sem a barra amarela num qualquer veículo, então, mais estranho se torna observar aqueles que foram matriculados de acordo com o anterior decreto de lei. Não percebo como, por vezes, o IMT, é tão rigoroso para certos e determinados assuntos e noutros casos tudo é permitido. Na minha opinião, os carros matriculados a partir do novo formato só devem receber aquele tipo de matricula. Todos os outros, devem manter o formato estipulado na altura em que foram registados. Caso contrário, é uma confusão total.


Em relação aquela barra amarela , acho que até ficava bem nas matriculas com letra à direita e ao centro. Mas se não a queriam colocar, pelo menos, deixassem os pontos a separar os pares de letras e os algarismos. É que estas matriculas não vão com nada. Cruzes!!
 
Última edição:

Nelson C. Santos

Powered by Taunus
Membro do staff
Premium
Portalista
Este foi um tema que curiosamente debati com um familiar neste fim-de-semana.

Nesta quarentena parece que muitos condutores aproveitaram, uma vez que não tinham como ocupar o tempo, para trocar as matriculas que têm letras ao centro ou à direita (ainda não vi o mesmo para aquelas que têm letras à esquerda) por estas novas. Portanto, se já é estranho ver uma matricula com quatro letras, dois números, sem pontos e sem a barra amarela num qualquer veículo, então, mais estranho se torna observar aqueles que foram matriculados de acordo com o anterior decreto de lei. Não percebo como, por vezes, o IMT, é tão rigoroso para certos e determinados assuntos e noutros casos tudo é permitido. Na minha opinião, os carros matriculados a partir do novo formato só devem receber aquele tipo de matricula. Todos os outros, devem manter o formato estipulado na altura em que foram registados. Caso contrário, é uma confusão total.


Em relação aquela barra amarela , acho que até ficava bem nas matriculas com letra à direita e ao centro. Mas se não a queriam colocar, pelo menos, deixassem os pontos a separar os pares de letras e os algarismos. É que estas matriculas não vão com nada. Cruzes!!
Isso mesmo, tenho a mesma opinião!
 

jorge galvao

Clássico
A retirada do mês serve muito aos novos "ricos" mas sobretudo às empresas de transportes coletivos que continuam a importar veículos abatidos noutros países que presam a segurança e a sua industria de carrocerias.
 

Tiago.Alves

Clássico
E para facilitar o encobrimento dos importados nos stands... Não sou a favor nem contra, mas concordo que permitir que toda gente mude de matrícula é estranho... Par a além do mais parece que há matrículas com espaço entre caracteres e outra sem espaço (certamente alguma delas estará em desacordo com a lei).
 
Topo