matriculas da época

ze miguel silva

Zé Miguel Silva
Tenho ouvido falar muito por aqui de matriculas da época... são matriculas em gesso, ou então o que é??

Sou novo nisto e não sei o que é..
 

Eduardo Relvas

fiat124sport
Portalista
Olá Zé,

Uma matrícula de época pode-se pedir para um carro importado do estrangeiro, e não é mais do que uma matrícula nacional antiga correspondente ao ano de fabrico do carro em questão.

Por exemplo, eu trouxe em tempos um Fiat 124 Spider da Holanda e quando o registei em Portugal foi feita a legalização como carro de colecção, e pedida a matrícula de época, e a DGV emitiu uma matrícula do mesmo ano e mês em que o carro tinha sido matriculado pela primeira vez lá fora.

Como há muitos carros que são declarados para abate, as matrículas ficam disponíveis, e com essa base de dados a DGV pode emitir uma matrícula correcta para a idade do carro. Assim não é preciso um carro antigo ficar com uma matrícula nova e ter de usar uma chapa reflectora, pode usar uma das pretas antigas com letras brancas. Há por aí muitos a circular com chapas das séries novas feitas em preto, mas isso é ilegal.

Espero que tenha ajudado. Um abraço!
 

ze miguel silva

Zé Miguel Silva
Muito obrigado.. era isso que pensava.. perguntei ao meu pai e ele achava que eram as matriculas em gesso...então decidi criar o tópico...muito obrigado sr.Eduardo
 

amadeu pires

Clássico
ze miguel silva disse:
mto obrigado..era isso qe pensava..perguntei ao meu pai e ele axava qe eram as matriculas em gesso...entao decidi criar o topico...mto obrigado sr.Eduardo
sim. noutros tempos os materiais em que eram feitas as chapas de matrícula eram:

1. base em chapa de aço pintada e com a bordo canelado.
2. letras e números num material baseado em gesso ou então pintadas à mão.

vi muito disso ainda quando era pequeno (anos 60). o plástico só apareceu nessa época e mesmo assim ainda me lembro nos anos 80 haver muita gente que gostava de matrículas de chapa de aço c/ letras pintadas, não gostavam dos plásticos, principalmente gente c/ carros de topo de gama. ainda fiz muitas na m/ actividade de artes gráficas.
 
Por cusiosidade, essas letras tem umas dadas dimensões e digamos tipo de fonte. Onde poderemos encontrar essa informação, porque seria de todo interessante para os nossos restauros.

Cmps
 

Eduardo Relvas

fiat124sport
Portalista
Olá Zé,

Sim, podes sempre pedir uma matrícula de época, tem é de ser solicitado o cancelamento da actual e substituição pela de época, custa 250 euros se não estou em erro. Pede-se directamente ao instituto da mobilidade e transportes (antiga DGV).

Um abraço!
 

ze miguel silva

Zé Miguel Silva
Eduardo Relvas disse:
Olá Zé,

Sim, podes sempre pedir uma matrícula de época, tem é de ser solicitado o cancelamento da actual e substituição pela de época, custa 250 euros se não estou em erro. Pede-se directamente ao instituto da mobilidade e transportes (antiga DGV).

Um abraço!
ok..obrigado
era mesmo da sua resposta que estava á espera
 

Dias Gonçalves

Abílio Gonçalves
Portalista
Eduardo Relvas disse:
Sim, podes sempre pedir uma matrícula de época, tem é de ser solicitado o cancelamento da actual e substituição pela de época, custa 250 euros se não estou em erro. Pede-se directamente ao instituto da mobilidade e transportes (antiga DGV).
Penso que não é bem assim: primeiro o carro tem de fazer uma inspecção no CPAA (penso que é a única entidade que pode fazer essa inspecção, nem sequer o ACP clássicos pode fazer nada) para ser considerado de interesse histórico e só então é que se pode pedir a matrícula de época.
 

Miguel Menezes

Sumybraga
Portalista
Penso que não é bem assim: primeiro o carro tem de fazer uma inspecção no CPAA (penso que é a única entidade que pode fazer essa inspecção, nem sequer o ACP clássicos pode fazer nada) para ser considerado de interesse histórico e só então é que se pode pedir a matrícula de época.

É assim
 

Eduardo Relvas

fiat124sport
Portalista
Olá a todos,

Atenção, porque há aqui duas situações distintas:

- Quando se traz um carro de fora (agora já não, pelo que sei acabou a isenção) e se faz a vistoria do CPAA (A única entidade representante da FIVA em Portugal, para mal dos nossos pecados...) para obter a declaração de veículo de interesse histórico para obter a isenção de IA e a matrícula de época logo como matrícula nacional e gratuitamente;

- Quando se tem um carro já registado em território nacional e com uma matrícula ordinária, e se pretende uma de época. Neste caso, e tanto quanto me foi indicado, pode fazer-se isso directamente pelo IMTT (antiga DGV), paga-se é os tais 250 euros pelo cancelamento da anterior e emissão da nova. A eles até lhes dá jeito o dinheiro, e têm uma base de dados bastante extensa de matrículas para atribuir... :D

Um abraço!
 

Eduardo Relvas

fiat124sport
Portalista
Estive a esclarecer esta situação recentemente porque fui pedir a matrícula para o meu Spider (finalmente!), e é assim:

Para pedir uma matrícula de época basta fazer o pedido no IMTT, paga-se 275€ (doeu um bocado...) pelo cancelamento e nova emissão, e esperar... no meu caso, já lá vão quase dois meses de espera.

Tanto quanto me foi informado, o pedido pode ser feito para qualquer veículo, antigo ou não, sem necessidade de recurso à vistoria pelo CPAA, essa servia apenas para efeitos de isenção de IA, que entretanto deixou de existir em Julho de 2007.

Um abraço a todos!
 

ze miguel silva

Zé Miguel Silva
Eduardo Relvas disse:
Estive a esclarecer esta situação recentemente porque fui pedir a matrícula para o meu Spider (finalmente!), e é assim:

Para pedir uma matrícula de época basta fazer o pedido no IMTT, paga-se 275€ (doeu um bocado...) pelo cancelamento e nova emissão, e esperar... no meu caso, já lá vão quase dois meses de espera.

Tanto quanto me foi informado, o pedido pode ser feito para qualquer veículo, antigo ou não, sem necessidade de recurso à vistoria pelo CPAA, essa servia apenas para efeitos de isenção de IA, que entretanto deixou de existir em Julho de 2007.

Um abraço a todos!


obrigado pela informaçao, entao agora que nao faltam carros para enfardar, nao hao-de faltar matrículas!
 

Luis Miguel

YoungTimer
Neste momento é o ACP que emite um certificado que comprova o interesse histórico do veiculo em causa (tem um preço para sócios e outro para não sócios), é com esse documento e os actuais documentos do veículo que depois a DGV atribui a matricula da época em função da data do primeiro registo do veículo e a disponibilidade de matriculas que foram canceladas ao longo dos anos.
 
Topo