Mascotes, amuletos e talismãs.

Manuel Ferreira Dinis

Dinis Vila Real
Portalista
Mascotes, amuletos e talismãs.

No século passado havia objectos de inegável beleza artística destinados a personalizar o automóvel, eram as mascotes.
Uns eram parte integrante da marca, enquanto outros eram representações criadas por artistas a pedido dos seus clientes.
Estes objectos adornaram muitos automóveis, até meados dos anos sessenta, antes de serem proibidos por razões de segurança.
Proponho então colocar uma imagem e a sua respectiva identificação.
 

Manuel Ferreira Dinis

Dinis Vila Real
Portalista
Vou iniciar com:
O “Espírito do Êxtase” Rolls Royce, colocada em 1911, no novo carro feito à mão, de Lord Montagu.

A imagem da “mulher voadora” colocada sobre o capo dos Rolls Royce é hoje sua marca registada. O autor foi o escultor Charles Sykes e representa o desejo do lord em representar a amada, sentindo o vento e o som do motor do seu novo carro feito à mão.
 

Anexos

Manuel Ferreira Dinis

Dinis Vila Real
Portalista
Cocotte Voisin

A mascote encontrada nos automóveis Voisin, representa um pássaro estilizado.
Ficou conhecida como a galinhinha alada de Voisin.

Alguns C3 já possuem a mascote talvez comprada como extra ou então por terem sido restaurados recentemente.
Inicialmente começa a aparecer nos modelos C 11, de 1926.
 

Anexos

Deleted member 1475

Antes Francisco Lemos Ferreira
Portalista
O "Cavallino Rampante", é o famoso símbolo da Ferrari, um cavalo negro sobre um fundo amarelo, normalmente com as letras S F de Scuderia Ferrari.
Originalmente o cavalo era o símbolo doconde Francesco Baracca, um lendário ás das Força Aérea Italiana que pintava na parte lateral dos seus aviões. Baracca morreu muito jovem em 19 de Junho de 1918.
Baracca queria o cavalo nos seus aviões porque o seu esquadrão os "Battaglione Aviatori", estava incorporado num Regimento de CAvalaria e tinha fama de ser o melhor cavaleiro da sua equipa.
Em 17 de Junho de 1923 Enzo Ferrari ganhou uma corrida no circuito Savio de Ravena,e ali conheceu a Condessa Paolina, mãe de Baracca. A Condesa pediu-lhe que usasse o cavalo nos seus carros, sugerindo que traria boa sorte, mas a primeira vez que a ALfa permitiu usar o cavalo foi nas 24 Horas de Spa en 1932. A Ferrari ganhou.
A Ferrari conservou o Cavalo Negro tal como havia estado no avião de Barraca mas com um fundo amarelo representativo da cidade onde nasceu Modena.
 

Anexos

Ó pessoal isto aqui ficou muito estranho, reparem bem no tutulo:

"Mascotes, amuletos e talismâs"

Embora nalguns casos o símbolo de uma marca tenha a ver com amuletos e talismãs, não é de todo, sempre assim.

A velha ferradura na grelha sim, esse é o verdadeiro exemplo de um amuleto, e para qualquer marca :D :D :D
 

Deleted member 1475

Antes Francisco Lemos Ferreira
Portalista
Vitor Dinis Reis disse:
Transferi algumas mensagens para um novo tópico ;)

E o galgo do Ford V8 Roadster? Alguém conhece o que significa?
Ver anexo 11005
Ora bem quanto ao Galgo consta que:
Em 9 de Março de 1932 ficava pronto o primeiro exemplar do V8 da Ford, o desenho das carrocerias foi herdado do Modelo A.
A recepção aos novos Ford foi calorosa, e Clyde Barrow, pertencente à famosa dupla de assaltantes Bonnie&Clyde e um dos ases do volante da época, teve acesso ao primeiro exemplar ainda na pista de testes da fábrica, tendo posteriormente escrito uma carta elogiosa a Henry Ford sobre o V8, que o considerou um galgo ( simbolo de glamour da época e a dupla tinha dois) pois devido à sua agilidade, velocidade e potência era o carro ideal para fugir à polícia...:D
 

Vitor Dinis Reis

Pre-War
Membro do staff
Premium
Portalista
Francisco Lemos Ferreira disse:
Ora bem quanto ao Galgo consta que:
Em 9 de Março de 1932 ficava pronto o primeiro exemplar do V8 da Ford, o desenho das carrocerias foi herdado do Modelo A.
A recepção aos novos Ford foi calorosa, e Clyde Barrow, pertencente à famosa dupla de assaltantes Bonnie&Clyde e um dos ases do volante da época, teve acesso ao primeiro exemplar ainda na pista de testes da fábrica, tendo posteriormente escrito uma carta elogiosa a Henry Ford sobre o V8, que o considerou um galgo ( simbolo de glamour da época e a dupla tinha dois) pois devido à sua agilidade, velocidade e potência era o carro ideal para fugir à polícia...:D
Muito bem, quem sabe, sabe ;)

Deixo outra mascote de que desconheço o significado:

Ver anexo 8789
Ford, Model A
 

Anexos

Manuel Ferreira Dinis

Dinis Vila Real
Portalista
A cegonha em voo
O emblema do esquadrão do capitão Georges Guynemer , era uma cegonha em voo, pintada nos aviões Spad, propulsionados por motores Hispano Suiza,
Acabada a Iª Guerra Mundial, a marca Espanhola em sua homenagem, começou a utilizar estas mascotes, em 1919.
A estatueta foi projectada por Fredrick Bazin e utilizada durante os anos 20 e 30.
 

Anexos

Manuel Ferreira Dinis

Dinis Vila Real
Portalista
Packard Cormorant Mascot
Os cormorões (cormorant) são aves exóticas marítimas, com uma plumagem preta, cinza ou bronzeada. Em Angola chamam-se cory-cory e no Japão e China são tradicionalmente usados na pesca artesanal da mesma forma que na idade média se caçava com os falcões.
A asa grande mostra um poder quase pré-histórico e um olhar muito penetrante, transformado-se na tradição de Packard .
 

Anexos

Manuel Ferreira Dinis

Dinis Vila Real
Portalista
Adônis pertencia também à Packard
Continuando com a Packard Motor Car Company
A fabulosa “Goddess of Speed”, Deusa da Velocidade ,foi criada por John D. Wilson, e utilizada com roda e sem a mesma. Às vezes é também designada como “Flying Lady” numa alusão á Dama Voadora ou Mulher Voadora da R.R.
Deusa da Velocidade com roda
 

Anexos

Manuel Ferreira Dinis

Dinis Vila Real
Portalista
A Deusa Minerva, mascote de Minerva Automobile.
Minerva era filha de Júpiter, tem um capacete na cabeça, escudo no braço e lança na mão, porque ser a deusa da guerra, junto de si encontra-se um mocho e alguns instrumentos matemáticos, por ser também a deusa da sabedoria e a oliveira florida, o símbolo da paz.
A nova cidade da Ática chamou-se Atenas, nome desta deusa para os gregos. É também o símbolo oficial dos engenheiros.
O busto da deusa ornamentou alguns dos modelos produzidos entre 1904 e 1934.
 

Anexos

Topo