Lancia Lancia Prisma 1.6 Symbol

André_Rebelo

Portalista
Portalista
Foi o meu primeiro contato com um Prisma! É muito parecido com o meu Delta GTie mas ao mesmo tempo tem muitas diferenças!

A camada de pó confirma-se :lol: e a garagem tinha mais umas surpresas ;)



Obrigado! :thumbs up:



Sim, poderá vir a valorizar esta versão mas sempre dentro de um mercado especifico. Não estou muito por dentro deste modelos mas penso que o Symbol em relação aos outros trazia mais equipamento. Ainda existia a versão 4WD! ;) Tenho que investigar mais sobre este.



Obrigado Rafael! Para viagens longas é mais confortável que o Delta ;)

Em relação à antiga morada dele, só mesmo perguntando ao Sr. Não sei em que ano o carro veio para cá mas à pelo menos 20. Agora lembrei-me que o Sr. disse que o irmão comprou-o na altura como novo, ás tantas no Porto mas vou tentar saber. Depois esteve na zona de Parede até vir para o Pico.



No dia em que o levei para casa o Sr. ainda deu uma boa ajuda a empurrar o carro :lol: É sempre bom conhecer "velhotes" assim como o Sr. Machado!



O tablier é sempre divinal! O quadrante tem algumas diferenças em relação ao Delta, penso que é o mesmo que vem nos Delta 1.3. Depois trás também Check system e o computador de bordo :D E muito mais! Isto merece umas belas fotos do interior, tenho mesmo que tratar disso ;)
A mala, mais prática do que a do Delta e com mais espaço! Já foi feito o teste de espaço :D



Obrigado :thumbs up: Foi uma compra que não estava nada a contar e já sem lotação na garagem. Veremos o que o futuro nos reserva ;)

À uns meses veio um Dedra do continente para cá, era do Pai de um médico que já está cá á uns valentes anos. É de 1992, preto e com o 1.6ie debaixo do capot. Faz lembrar o Croma e o Tempra. Pessoalmente gosto mais do Delta/Prisma :D




Obrigado ;)

Estes 108cv estão a precisar de uma rodagem :lol: Quando falo em caixa longa é em relação à do Delta, tem uma boa diferença! No Prisma a 100km/h em 5ª faz 32rpms, o Delta a 80 já vai nas 35rpms, ou seja, já vai cantando bem :D
O calcanhar de Aquiles, o meu Delta tem esse problema. No para brisas e no topo da mala, vai ser resolvido mas não por agora.

Eu no inicio dos anos 90 andava ainda gatinhas :lol: só recentemente é que me entranhou o cheiro da gasolina ;)



Fico á espera! Obrigado :)
Esteve na zona da Parede ou Paredes?
 

Nuno Jorge

Portalista
Portalista
O do meu pai era de Janeiro de 89, versão 1.6 i.e., mas por já ser dos últimos, vinha também já equipado com AC. Faltava os interiores em pele, as saias, a lista e os logos. De resto sao iguais. Foi comprado em 2a mão em Janeiro de 93 com uns 50k. Quando parou já ia nós 190k... Anos mais tarde, 2008, comprei um Symbol de Novembro de 88 por 200 paus. Engraçado o facto de terem 2 meses de diferença e os números de chassis serem quase iguais, menos de 50 entre eles ( o modelo estava mesmo em fim de vida, já vinha de 82 ). Outro pormenor engraçado era o facto de as chaves das portas de cada um abrir o outro.

O 4WD usa o 2.0 i.e. atmosférico.
Apareceu antes do Delta 4WD, e o sistema de quatro rodas motrizes é mais simples que no Delta.

Cá em Portugal houve um acidentado á venda em tempos, mas julgo que nunca foi cá comercializado, talvez importado ou por encomenda.

O interior difere do Delta por ser mais fino, como berlina 4p que era.

O meu pai na altura passou de 128 1100 para o Prisma 1.6 i.e., em termos gerais duplicou a potência debaixo do pe direito.

Tirei a carta em 93... fiquei com o 128 e por vezes punha as mãos no Prisma.

Abraço
 
Última edição:

Tiago Baptista

Portalista
Portalista
Além do Prisma havia disto também na garagem :)









Que bela garagem!
Adoro essas latas de lubrificantes de marcas históricas que têm aquela patine ganha com o passar do tempo. Conferem um toque especial, no enquadramento da garagem, onde o modelo repousa. Hoje, são vendidas, nesse estado, num qualquer evento automóvel (como na Automobilia de Aveiro, do próximo mês) e em feiras de velharias. Vejo também umas quantas caixas de peças originais Fiat que, certamente, serviram o Prisma. Esse senhor, só colocava o melhor no Lancia. :thumbs up:É certo que não têm o mesmo valor monetário que as latas, mas valem, sobretudo, e na minha opinião, por este logótipo que tantas vezes vi aqui em casa:
s-l300.jpg

Os meus sinceros parabéns pela descoberta desta verdadeira preciosidade.
 

Anexos

Emanuel Barros

Portalista
Portalista
Fogo!!! O meu pai teve um igual!

Andava que se desunhava e dava os 180!
Tivemos de cortar as palas porque as rodas batiam acimas dos 140!

Que carro brutal.
Super confortável!

E vais ter uma pós graduação em electricidade hehehe boa sorte.
Vai ser giei.
Tira muitas fotos sff do computador de bordo e do motor.
 

tiago salsa

Citroen Maniac
Portalista
O do meu pai era de Janeiro de 89, versão 1.6 i.e., mas por já ser dos últimos, vinha também já equipado com AC. Faltava os interiores em pele, as saias, a lista e os logos. De resto sao iguais. Foi comprado em 2a mão em Janeiro de 93 com uns 50k. Quando parou já ia nós 190k... Anos mais tarde, 2008, comprei um Symbol de Novembro de 88 por 200 paus. Engraçado o facto de terem 2 meses de diferença e os números de chassis serem quase iguais, menos de 50 entre eles ( o modelo estava mesmo em fim de vida, já vinha de 82 ). Outro pormenor engraçado era o facto de as chaves das portas de cada um abrir o outro.

O 4WD usa o 2.0 i.e. atmosférico.
Apareceu antes do Delta 4WD, e o sistema de quatro rodas motrizes é mais simples que no Delta.

Cá em Portugal houve um acidentado á venda em tempos, mas julgo que nunca foi cá comercializado, talvez importado ou por encomenda.

O interior difere do Delta por ser mais fino, como berlina 4p que era.

O meu pai na altura passou de 128 1100 para o Prisma 1.6 i.e., em termos gerais duplicou a potência debaixo do pe direito.

Tirei a carta em 93... fiquei com o 128 e por vezes punha as mãos no Prisma.

Abraço
Imagino a tua satisfação em passar de um 128 a carburador para um 1.6ie da Lancia! Atenção que gosto muito dos 128 ;)
O meu Symbol tem o interior em camurça :wub: Tenho feito alguns kilometros ultimamente nele, que conforto e acima de tudo um trabalhar bastante silencioso!

Um 4wd 2.0ie atmosférico deve ser qualquer coisa...


Que bela garagem!
Adoro essas latas de lubrificantes de marcas históricas que têm aquela patine ganha com o passar do tempo. Conferem um toque especial, no enquadramento da garagem, onde o modelo repousa. Hoje, são vendidas, nesse estado, num qualquer evento automóvel (como na Automobilia de Aveiro, do próximo mês) e em feiras de velharias. Vejo também umas quantas caixas de peças originais Fiat que, certamente, serviram o Prisma. Esse senhor, só colocava o melhor no Lancia. :thumbs up:É certo que não têm o mesmo valor monetário que as latas, mas valem, sobretudo, e na minha opinião, por este logótipo que tantas vezes vi aqui em casa:
Ver anexo 1110531

Os meus sinceros parabéns pela descoberta desta verdadeira preciosidade.
Obrigado Tiago :thumbs up: Realmente foi um prazer ir a uma garagem recheada de história e sempre com a boa disposição do Sr, as latas, é algo que por cá não é muito comum encontrar! Pelo que vi o carro sempre foi às revisões atempadamente e o material que foi levando ao longo dos anos foi sempre de origem :)
Tenho carros a mais e já me vou apegando bastante a este, não sei como vai ser ainda :blink:

Fogo!!! O meu pai teve um igual!

Andava que se desunhava e dava os 180!
Tivemos de cortar as palas porque as rodas batiam acimas dos 140!

Que carro brutal.
Super confortável!

E vais ter uma pós graduação em electricidade hehehe boa sorte.
Vai ser giei.
Tira muitas fotos sff do computador de bordo e do motor.
Arrisco-me a dizer que este é o único cá na ilha! Não dei grandes velocidades (120/130) mas chega lá de um forma bastante confortável :)
Uma reportagem fotográfica decente está prometida, pena o tempo andar contado e sempre que posso aproveito a excelente condução sem tirar grandes fotos :(
 

Emanuel Barros

Portalista
Portalista
@Nuno Jorge
Epá quase que tivemos um percurso parecido.
Cá em casa foi de um 127 a carburador, depois um Opel Corsa A que era tão mau que venderam logo e compraram o Lancia.
O Corsa não travava nada.... chegamos a ter dois acidentes com ele!
Nada de especial mas não transmitia segurança.

O Lancia foi o carro que mais saudades deixou a todos.

E só o vendemos porque a Fiat em Castelo Branco não percebia nada daquilo e quando dava problemas.... era o fim do mundo para eles descobrirem.
Mas quando tudo funcionava bem era uma maravilha!
 

Nuno Jorge

Portalista
Portalista
@Nuno Jorge
Epá quase que tivemos um percurso parecido.
Cá em casa foi de um 127 a carburador, depois um Opel Corsa A que era tão mau que venderam logo e compraram o Lancia.
O Corsa não travava nada.... chegamos a ter dois acidentes com ele!
Nada de especial mas não transmitia segurança.

O Lancia foi o carro que mais saudades deixou a todos.

E só o vendemos porque a Fiat em Castelo Branco não percebia nada daquilo e quando dava problemas.... era o fim do mundo para eles descobrirem.
Mas quando tudo funcionava bem era uma maravilha!
Pois foi. Cá o Prisma foi substituido por um Punto 16v HLX, mas era para ficar.
Depois por outros motivos, acabei por o vender em pacote com o meu. E quando estava prestes para voltar para casa, foi roubado...

O principal problema era comum aos Fiats e Lancias da época... problema de massas/electricos.
Outro era a afinação do motor... o que o tornava guloso... não estava ao alcance de todos.

O modelo merecia era outros pneus, pois os 165/65 14 revelavam-se "finos" a velocidades um pouco mais elevadas.

Abraço
 

tiago salsa

Citroen Maniac
Portalista
Tu e as Italianas ja sabes que todos os problemas que tiveres nas Italianas e' a Francesa a vingar-se:p:p :D

Esta giro, agora so te falta um Thema ;)

Boa sorte

Antonio
Duas Italianas ao mesmo tempo é obra! Sou novinho e tal mas é muita areia para a minha camioneta :xD: Pena serem mais exigentes e gulosas que as francesas :lol:

O Thema, teria de vender os carros todos só para lhe meter gasolina :D

Pois foi. Cá o Prisma foi substituido por um Punto 16v HLX, mas era para ficar.
Depois por outros motivos, acabei por o vender em pacote com o meu. E quando estava prestes para voltar para casa, foi roubado...

O principal problema era comum aos Fiats e Lancias da época... problema de massas/electricos.
Outro era a afinação do motor... o que o tornava guloso... não estava ao alcance de todos.

O modelo merecia era outros pneus, pois os 165/65 14 revelavam-se "finos" a velocidades um pouco mais elevadas.

Abraço
Ainda não lhe fiz uma média mas deve rondar os 8/9. A nível eléctrico, é como disseste. Não é nada que não se resolva mas é preciso ter tempo e paciência para ir resolvendo as pequenas coisas que vão aparecendo e eu infelizmente neste momento não estou com muita disponibilidade para isso. A minha sorte é a ajuda de um grande amigo!
Os pneus, no feriado fiz um pequeno test drive e confirma-se que poderiam ser uma media a cima, outra coisa que notei em relação ao Delta é que aqueles centímetros que o Prisma tem a mais fazem alguma diferença no curvar, especialmente se for em caminhos com alguma gravilha! Achei que este tem tendência a dar mais à traseira apesar de achar os pneus do Delta tem mais qualidade.
 

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Finalmente dei com este tópico Tiago :D
Tinha muito para dizer e elogiar, mas nem o vou fazer até haverem aqui fotos dignas do Prisma.

Abraço
 

tiago salsa

Citroen Maniac
Portalista
Outra coisa, já mudaste a correia de distribuição?
Ainda não, vou tentar saber se foi trocada recentemente mas entretanto o antigo dono ausentou-se da ilha.

É Km/L e não L/Km... O que se quer e que o valor suba, não desca ;)

Abraço
Que grande nabo! É exatamente isso, bastava olhar com atenção para o computador de bordo :huh:

Finalmente dei com este tópico Tiago :D
Tinha muito para dizer e elogiar, mas nem o vou fazer até haverem aqui fotos dignas do Prisma.

Abraço
Estou a falhar e bem com as fotos! Já trato disso :p
 

tiago salsa

Citroen Maniac
Portalista
Vamos lá recapitular esta história e colocar umas fotos :)

No passado dia 28 de março e por coincidência dia do meu aniversário, um amigo meu dono de uma oficina ligou-me por causa do Prisma. Como já sabia que eu era um bocado apanhado por tralha velha e ainda por cima já tinha um Delta lembrou-se que poderia ser do meu interesse. Nesse mesmo dia e ainda em hora de trabalho o dito mecânico veio buscar-me ao trabalho e levou-me à garagem do Sr. Machado para vermos o Prisma.
Ao chegar lá fiquei logo bastante entusiasmado com o estado geral do carro, pintura de origem sem ferrugem, interiores em excelente estado e poucos quilómetros. Além de ser carro de garagem levou sempre material de origem.
Foi comprado em 2ºa mão em Lisboa mas praticamente novo (tenho que precisar melhor esta parte da historia) pelo irmão do Sr. Machado, pelos papeis que estavam no carro penso que veio para os Açores em 1993 mas tenho que confirmar, nunca foi mudado o registo de propriedade do carro, ou seja, esteve sempre no nome do irmão do Sr. Machado até à minha compra.
Entretanto o Sr. Já tem uma idade avançada por isso decidiu comprar um carro novo com direção assistida, no entanto manteve sempre o Prisma na garagem e foram sempre feitas as revisões. Segundo o Sr. apenas saía com ele uma vez por semana, ia ao aeroporto e voltava. Assim mantinha a bateria saudável.
Entretanto à uns meses atrás preparava-se para a sua voltinha de clássico e ainda na garagem ouve algo rebentar, desligou logo a ignição e reparou que o chão estava inundado de água, ligou ao mecânico para ir la ver o que se passava. Um tubo de água não resistiu aos seus quase 30 anos e rebentou! O Sr. não se quis "chatear" mais com o Prisma e então decidiu vende-lo assim como estava.

Prontos! Valor acertado lá o irmão que mora em Lisboa mandou os papeis assinados para mudança de registo. O Sr. Macado foi sempre impecável, deixou-me completamente à vontade para reparar o carro na sua garagem! Encontrei um tubo cá e um amigo meu foi comigo lá montar, entretanto a agua danificou o motor de arranque e teve que sair de empurrão, até nisso o Sr. ajudou!
Da garagem foi logo para a oficina, foi reparado o motor de arranque e foi colocada um anticongelante decente, depois foi só fazer seguro e siga para a estrada :cool:

Vamos então às fotos :)

No dia que o trouxe da oficina (20 de abril)








No dia 22 de abril foi ao seu primeiro passeio de clássicos, um amigo meu que faz também parte da organização levou-o



DSCF6963.JPG
 

Anexos

tiago salsa

Citroen Maniac
Portalista
Dia 24 de abril decidi fazer a volta higiénica que ele estava habituado

Mas desta vez nas partidas ;)







Já vai se ambientando também com as tascas :D


Sim, tem uma pequena mossa na porta, nada é perfeito ;)

numa ida a casa dos meus pais aproveitei para meter ciumes ao Delta :lol:



Entretanto a mala foi testada, tem espaço que nunca mais acaba!

Perguntei ao Sr. o que é que ele ia fazer com aquelas latas... Ele disse que não serviam para nada, que eram lixo! Disse-lhe logo que as levava :D O Sr soltou um grande sorriso eheh Deve ter pensado que era doidinho :lol:
Disse-lhe que junta-se tudo o que acha-se que fosse lixo que no dia seguinte passava por lá para levantar.

E assim foi!


Agora mais filtrado e organizado :wub:

 
Topo