Lancia Beta - História

Deleted member 1475

Antes Francisco Lemos Ferreira
Portalista
Lancia

A Lancia é uma das mais antigas e famosas fabricantes de automóveis da Itália, fundada em Turim no ano de 1906. É uma das empresas do Grupo FIAT.
A Lancia foi sempre uma empresa inovadora em tecnologia nas décadas seguintes e poucas marcas foram tão importantes tecnologicamente quanto ela. Nem as duas guerras mundiais que se seguiram, conseguiram derrubar a Lancia. Com pausas na produção para fabricar equipamentos militares, surgiram sucessos como o Lambda e o Aprilia nos momentos de paz. Depois de 1945, as coisas ficariam melhores ainda e Juan Manuel Fangio venceu o seu quarto título mundial a bordo de um Lancia.
A empresa teve uma presença muito forte também nos campeonatos de Rallye com o Lancia Stratos (que tinha um V6 Ferrari e é considerado até hoje como um dos melhores bólidos já construídos para provas de rallye) e com o Lancia Delta HF Integrale.
A Lancia foi constituida em 29 de novembro de 1906, sendo sócios Vicenzo Lancia e Claudio Fogolin, cuja participação de cada um era de 50 por cento do capital da empresa.
O Primeiro Modelo
A produção do primeiro modelo teve inicio em 1908, ano que este primeiro chassis, denominado 12 HP, foi esposto no VIII Salão do Automóvel de Turim (8 de janeiro a 2 de Fevereiro). A denominação de projecto deste modelo era "tipo 51", e em 1919 foi rebatizado com o nome de Lancia Alfa. Foi o irmão do construtor, Giovanni (estudioso de línguas clássicas), que sugeriu que fossem utilizadas letras do alfabeto grego, para distinguir os diversos modelos.
O 12HP era dotado de um motor de quatro cilindros, com cilindrada de 2545 centímetros cúbicos, que girava a 1800 rotações por minuto (um regime alto para a época), e alcançava velocidade de 90 quilómetros por hora.
 

Anexos

Manuel Ferreira Dinis

Dinis Vila Real
Portalista
Vicenzo Lancia, filho de um rico empresário da indústria alimentar , fundou a sua própria marca depois de ter trabalhado na Fiat. Mecânico e piloto talentoso vai conseguir com Nazarro importantes vitórias.
Meticuloso e exigente no trabalho vê o primeiro protótipo da Lancia destruído num incêndio, não desiste e continua trabalhar e a acompanhar pessoalmente o desenvolvimento dos novos modelos, participando directamente nos ensaios.
 

Deleted member 1475

Antes Francisco Lemos Ferreira
Portalista
BETA

O Lancia Beta foi o primeiro Lancia produzido pela companhia depois da aquisição pela Fiat em 1969. A companhia escolheu o nome Beta para o veículo novo lançado em 1972. A escolha do nome simboliza um novo começo reflectiu o facto de Vincenzo Lancia (1881-1937), utilizar o alfabeto grego para seus veículos tais como o alfa, Beta, Gamma, delta, e assim por diante. “Beta” tinha sido usado antes, para do carro 1908 da Lancia e outra vez para um autocarro em 1953. Lancia tinha utilizado previamente a primeira letra do alfabeto grego, alfa, mas este não foi escolhido para o Lancia de 1972 novo devido à confusão que poderia causar com a Alfa Romeo.

Modelos

O Beta estava disponível em várias versões com corpos diferentes:

Berlina
O mais comum era o four-door berlina ou sedan, que usou uma base de 2537 milímetros e teve aparência em forma de cunha de um hatchback (determinados modelos tiveram mesmo uma parte traseira o limpador), O saloon submeteu-se a um reworking drástico com auxílio de Pininfarina e tornou-se conhecido como o Trevi Beta.
Número construído:
194.914 Berlinas
36.784 Trevis.

Coupé
O segundo estilo a aparecer era um wheelbase curto (2350 milímetros) 2+2 coupé. o bodywork foi desenvolvido em casa, uma equipa Lancia liderada por por Aldo Castagno, com Pietro Castagnero que age como denominar o consultor. Castagnero denominou també, Lancia Fulvia saloon e coupé. número construido:
111,801.

Zagato
A versão seguinte um convertible chamou-se Aranha (ou Zagato na América). O wheelbase mais curto do Coupe usado no aranha projectado por Pininfarina mas construída realmente por Zagato.
Número construído: 9390.

HPE
Veio então o três-portas HPE. . Este modelo teve um wheelbase mais longo de Berlina floorpan combinado com a extremidade dianteira e as portas de Coupe. O HPE foi baptizado em casa pela equipa de Castagno, com o Castagnero como consultor.
Número construído: 71,258.

Montecarlo
O Expoente projectado Pininfarina Lancia Montecarlo. carro que compartilhou muito poucos componentes com os outros Betas. Curioso é que é “Montecarlo”, ao contrário de Monte - Carlo, capital do Mónaco.
Número construído: 7595.
 

Anexos

Deleted member 1475

Antes Francisco Lemos Ferreira
Portalista
Todas as versões do carro vieram com MOTOR DOHC , caixa de cinco velocidades, steering da cremalheira e do pinhão, suspensão independente com Suportes MacPherson e todo o círculo e disco que travam às quatro rodas. O carro estava disponível entre 1.3 litros a 2.0 L.
 

Anexos

Deleted member 1475

Antes Francisco Lemos Ferreira
Portalista
Alguns Betas...
 

Anexos

Boa tarde,

Este será um dos meus primeiros (de pelo menos alguns mais) posts :feliz:

Já fui passageiro frequente, e agora sou condutor pontual de um Lancia Beta 1400 Berlina, pelo que foi com muito agrado que vi este tópico!!!

Neste momento estou impossibilitado de passear nesta bela máquina, devido a falhas recorrentes de peças de mecânica...

Tenho recorrido a um importador (BERTORICAMBI) que tem arranjado algumas peças. Ás vezes não vêm as correctas (vêm peças para FIAT), mas ele retoma-as o que não é mau (é muito bom :huh:), mas o carro continua parado.

Uma vez que mais alguém pode estar com os mesmos problemas, alguém sabe onde se podem encontrar peças?
 
Venderam muitos nos Estados unidos.Dezapereceu tudo .so tivemos a escolha de dois motores,o 1800 e o 2000cc.eu tive um HPE 2.0L branco com transmissao automatica.
 
Topo