Filtro de Ar

Deleted member 1475

Antes Francisco Lemos Ferreira
Portalista
Filtro de ar
O filtro de ar é uma das modificações mais fáceis de efectuar num automóvel, é também uma das primeiras a realizar, devido ao baixo preço e às vantagens que advém da utilização de um filtro não convencional. A função do filtro de ar é limpar as impurezas do ar, antes que o ar entre no motor. Teoricamente, quanto mais ar entrar no motor, mais potência produzirá o motor a determinada rotação, desde que o sistema de gestão do motor consiga garantir a correcta mistura ar/combustível. Um filtro muito sujo ou que restrinja a quantidade de ar leva a diminuição da potência e ao aumento do consumo. Contudo não espere ganhos de potência milagrosos com a simples adopção de um filtro de ar de substituição.
Filtros originais
Os filtros originais, de papel são muito restritivos pois são feitos de varias fibras comprimidas e o espaço para a passagem de ar é pequeno. À medida que o filtro vai ficando mais sujo, o espaço para a passagem das partículas do ar será cada vez menor, o que leva a que o rendimento do motor desça. Estes filtros são substituídos nas revisões periódicas.
Filtros de substituição
Se substituirmos o filtro original por um que permita que entre mais ar no motor, garantindo a mesma filtragem, então o motor produzirá mais potência, os ganhos não serão muito grandes e andarão à volta dos 2cv, dependendo do motor. Existem várias marcas a propor filtros de substituição e que permitem esse maior fluxo de ar para o motor. Para além disso estes filtros são reutilizáveis e laváveis, o que permite que possam ser usados durante praticamente toda a vida útil do automóvel. Isto compensa o investimento que se faz neste filtro. Estes filtros de substituição são ou de fibras de algodão embebidas em óleo ou de espuma com uma ou várias camadas. Os primeiros têm como vantagem em relação aos de espuma o terem uma superfície cerca de 5 vezes maior. Nos filtros de algodão, as partículas de poeira são paradas pelas fibras de algodão cruzadas e retidas pelo óleo. Nos de espuma, várias camadas de poliuretano criam uma rede que serve para agarrar as partículas de pó. A duração destes últimos é maior do que os de algodão. À medida que um destes filtros vai ficando sujo a influência no fluxo de ar é menor porque os orifícios não ficam bloqueados. Com um produto de limpeza específico e água limpam-se todas as impurezas, deixa-se secar e aplica-se novamente o óleo se for o caso. O filtro fica pronto para mais uns 15000 km. No caso do filtro ser de espuma o intervalo entre lavagens pode ir até 30000km e a lavagem apenas é feita com água. Ao contrário do que se possa pensar esta alteração não afectaria a garantia do automóvel.
Admissão directa
Também se pode trocar o sistema da caixa + filtro de ar por um kit de admissão directa. As vantagens de um sistema destes estão na potência extra que se ganha e na aparência que vai ter o compartimento do motor com um destes kits. Os ganhos de potência com um sistema destes é maior podendo ir até aos 15cv, dependendo do carro e do tipo de filtro (atenção que o valor é de referência e apenas conseguido em casos especiais). Contudo, os ganhos de potência são difíceis de medir pois estes sistemas trabalham melhor em estrada onde o fluxo de ar é maior. Estes Kits de admissão, permitem que entre um fluxo de ar muito maior para o motor podendo aumentar esse ar em cerca de 40%. A desvantagem é que normalmente são mais difíceis de aplicar e obrigam a retirar a caixa de ar e a ligar alguns cabos ao kit. O ruído que provocam poderá ser uma vantágem para alguns e desvantágem para outros, dependendo dos gostos. É necessário ter em atenção que o motor pode passar a receber ar mais quente proveniente do motor, o que não é conveniente e leva a um decréscimo na potência, especialmente nos carros turbo diesel. Isto porque o ar frio é mais denso, logo o motor recebe mais ar se este for frio. Para resolver este problema, aplica-se uma conduta que faça passar o ar do exterior directamente para o filtro e isola-se este do resto do compartimento do motor.

in tunningonline
 

Anexos

Hugo Ferrer

Ferrer
Simplesmente notória, completa e exacta a explicação dada pelo caro Francisco Lemos, existiam ainda algumas duvidas sobre o filtro que me ira compensar mais mas foram dicipadas com este topico/explicação tão minuciosa e completa.

Obrigado por partilhas os seus conhecimentos conosco.
Saudações classicas
 

Ricardo Barbosa

Clássico
Ora boas, Francisco essa questão é muito boa porque ainda hoje tava a falar com uns amigos, que trabalham numa das forças nacionais da luta contra o crime:D, e quando fiz essa questão a resposta no minimo foi frustrante. Segundo o nosso mui celebre codigo da multa, o filtro de admissão que substitua o de origem mas que esteja alojado na caixa do filtro, não sendo portanto detéctavel a olho nu, não causa transtorno ás autoridades, agora se for um de admissao directa, que salte ao olho, das duas uma: ou o agente não multa pois não percebe nada daquilo ou entao multinha na hora e consequente apreensão do veículo pois segundo o mesmo codigo é uma alteração ás caracteristicas técnicas do veículo. Assim sendo deve caber a cada um a decisão de circular conscientemente nestas condições sabendo de antemão as consequências que dái podem incorrer. Mas a título de exemplo no meu escort tenho 2 pneus 185/60/13 á frente e 2 pneus 205/60/13 atras, tendo homologado o veiculo para a medida mais pequena, no entanto sei que a ser apanhado levo multa na hora e não é das pequenas.
Abraço a todos
 

Ricardo Barbosa

Clássico
Ora boas, Francisco essa questão é muito boa porque ainda hoje tava a falar com uns amigos, que trabalham numa das forças nacionais da luta contra o crime:D, e quando fiz essa questão a resposta no minimo foi frustrante. Segundo o nosso mui celebre codigo da multa, o filtro de admissão que substitua o de origem mas que esteja alojado na caixa do filtro, não sendo portanto detéctavel a olho nu, não causa transtorno ás autoridades, agora se for um de admissao directa, que salte ao olho, das duas uma: ou o agente não multa pois não percebe nada daquilo ou entao multinha na hora e consequente apreensão do veículo pois segundo o mesmo codigo é uma alteração ás caracteristicas técnicas do veículo. Assim sendo deve caber a cada um a decisão de circular conscientemente nestas condições sabendo de antemão as consequências que dái podem incorrer. Mas a título de exemplo no meu escort tenho 2 pneus 185/60/13 á frente e 2 pneus 205/60/13 atras, tendo homologado o veiculo para a medida mais pequena, no entanto sei que a ser apanhado levo multa na hora e não é das pequenas.
Abraço a todos
 

Ricardo Barbosa

Clássico
Ora boas, Francisco essa questão é muito boa porque ainda hoje tava a falar com uns amigos, que trabalham numa das forças nacionais da luta contra o crime:D, e quando fiz essa questão a resposta no minimo foi frustrante. Segundo o nosso mui celebre codigo da multa, o filtro de admissão que substitua o de origem mas que esteja alojado na caixa do filtro, não sendo portanto detéctavel a olho nu, não causa transtorno ás autoridades, agora se for um de admissao directa, que salte ao olho, das duas uma: ou o agente não multa pois não percebe nada daquilo ou entao multinha na hora e consequente apreensão do veículo pois segundo o mesmo codigo é uma alteração ás caracteristicas técnicas do veículo. Assim sendo deve caber a cada um a decisão de circular conscientemente nestas condições sabendo de antemão as consequências que dái podem incorrer. Mas a título de exemplo no meu escort tenho 2 pneus 185/60/13 á frente e 2 pneus 205/60/13 atras, tendo homologado o veiculo para a medida mais pequena, no entanto sei que a ser apanhado levo multa na hora e não é das pequenas.
Abraço a todos
 

Francisco Costa

Portalista
Portalista
Francisco Lemos Ferreira disse:
O Filtro de Admissão Directa é legal? :cool:
Em relação à legalidade penso que está explicado.

Agora que fica com um trabalhar muito mais interessante, isso ninguém tem dúvidas :huh:
 

Francisco Costa

Portalista
Portalista
Francisco Lemos Ferreira disse:
O Filtro de Admissão Directa é legal? :cool:
Em relação à legalidade penso que está explicado.

Agora que fica com um trabalhar muito mais interessante, isso ninguém tem dúvidas :huh:
 

Francisco Costa

Portalista
Portalista
Francisco Lemos Ferreira disse:
O Filtro de Admissão Directa é legal? :cool:
Em relação à legalidade penso que está explicado.

Agora que fica com um trabalhar muito mais interessante, isso ninguém tem dúvidas :huh:
 

Ricardo Teixeira

Gasolina nas veias
Portalista
Como o portal é mesmo dirigido aos clássicos, e muitos deles estão equipados com o filtro de ar clássico, aqui fica a adenda:

Filtro de Ar em Banho de óleo
Um filtro de ar em banho de óleo consiste numa base metálica contendo um determinada quantidade de oleo (indicada por marcação), e uma tampa preenchida com fibras (muitas vezes metálicas tipo palha de aço). Quando o filtro está montado, a tampa fica a muito curta distância do banho de óleo imediatamente abaixo. Esta disposição cria um percurso sinuoso, começando por uma inversão de sentido do ar (180 graus) rente ao óleo. As partículas maiores, devido à inércia da sua massa não conseguem executar esse movimento e ficam depositadas no óleo abaixo. Depois, o ar tem que passar através da malha que normalmente também está empregnada de óleo, retendo as partículas mais finas que vão tocando nas fibras internas da malha.

Estes filtro foram muito utilizados na indústria automóvel até á divulgação dos filtro em papel em meados dos anos 60. Ainda são muito utilizados em equipamentos fora de estrada onde as condições de funcionamento são muito severas. Têm uma capacidade de filtragem muito elevada e não provocam obstrucção da passagem de ar.

As desvantagens são a sua manutenção pouco higiénica (mas barata) e a poluição por emissão de hidrocarbonetos (óleo queimado).

Abraço,
R
 

Ricardo Teixeira

Gasolina nas veias
Portalista
Como o portal é mesmo dirigido aos clássicos, e muitos deles estão equipados com o filtro de ar clássico, aqui fica a adenda:

Filtro de Ar em Banho de óleo
Um filtro de ar em banho de óleo consiste numa base metálica contendo um determinada quantidade de oleo (indicada por marcação), e uma tampa preenchida com fibras (muitas vezes metálicas tipo palha de aço). Quando o filtro está montado, a tampa fica a muito curta distância do banho de óleo imediatamente abaixo. Esta disposição cria um percurso sinuoso, começando por uma inversão de sentido do ar (180 graus) rente ao óleo. As partículas maiores, devido à inércia da sua massa não conseguem executar esse movimento e ficam depositadas no óleo abaixo. Depois, o ar tem que passar através da malha que normalmente também está empregnada de óleo, retendo as partículas mais finas que vão tocando nas fibras internas da malha.

Estes filtro foram muito utilizados na indústria automóvel até á divulgação dos filtro em papel em meados dos anos 60. Ainda são muito utilizados em equipamentos fora de estrada onde as condições de funcionamento são muito severas. Têm uma capacidade de filtragem muito elevada e não provocam obstrucção da passagem de ar.

As desvantagens são a sua manutenção pouco higiénica (mas barata) e a poluição por emissão de hidrocarbonetos (óleo queimado).

Abraço,
R
 

Anexos

Diogo Lisboa

Veterano
Ricardo Teixeira disse:
Como o portal é mesmo dirigido aos clássicos, e muitos deles estão equipados com o filtro de ar clássico, aqui fica a adenda:

Filtro de Ar em Banho de óleo
Um filtro de ar em banho de óleo consiste numa base metálica contendo um determinada quantidade de oleo (indicada por marcação), e uma tampa preenchida com fibras (muitas vezes metálicas tipo palha de aço). Quando o filtro está montado, a tampa fica a muito curta distância do banho de óleo imediatamente abaixo. Esta disposição cria um percurso sinuoso, começando por uma inversão de sentido do ar (180 graus) rente ao óleo. As partículas maiores, devido à inércia da sua massa não conseguem executar esse movimento e ficam depositadas no óleo abaixo. Depois, o ar tem que passar através da malha que normalmente também está empregnada de óleo, retendo as partículas mais finas que vão tocando nas fibras internas da malha.

Estes filtro foram muito utilizados na indústria automóvel até á divulgação dos filtro em papel em meados dos anos 60. Ainda são muito utilizados em equipamentos fora de estrada onde as condições de funcionamento são muito severas. Têm uma capacidade de filtragem muito elevada e não provocam obstrucção da passagem de ar.

As desvantagens são a sua manutenção pouco higiénica (mas barata) e a poluição por emissão de hidrocarbonetos (óleo queimado).

Abraço,
R
A minha Borgward tem um filtro de ar em banho de óleo:D...

Bem me parecia que o filtro tinha lá palha de aço:D...

Eu gostava de saber nomalmente quantos litros de óleo é que estes filtros levam?:huh:
 

Diogo Lisboa

Veterano
Ricardo Teixeira disse:
Como o portal é mesmo dirigido aos clássicos, e muitos deles estão equipados com o filtro de ar clássico, aqui fica a adenda:

Filtro de Ar em Banho de óleo
Um filtro de ar em banho de óleo consiste numa base metálica contendo um determinada quantidade de oleo (indicada por marcação), e uma tampa preenchida com fibras (muitas vezes metálicas tipo palha de aço). Quando o filtro está montado, a tampa fica a muito curta distância do banho de óleo imediatamente abaixo. Esta disposição cria um percurso sinuoso, começando por uma inversão de sentido do ar (180 graus) rente ao óleo. As partículas maiores, devido à inércia da sua massa não conseguem executar esse movimento e ficam depositadas no óleo abaixo. Depois, o ar tem que passar através da malha que normalmente também está empregnada de óleo, retendo as partículas mais finas que vão tocando nas fibras internas da malha.

Estes filtro foram muito utilizados na indústria automóvel até á divulgação dos filtro em papel em meados dos anos 60. Ainda são muito utilizados em equipamentos fora de estrada onde as condições de funcionamento são muito severas. Têm uma capacidade de filtragem muito elevada e não provocam obstrucção da passagem de ar.

As desvantagens são a sua manutenção pouco higiénica (mas barata) e a poluição por emissão de hidrocarbonetos (óleo queimado).

Abraço,
R
A minha Borgward tem um filtro de ar em banho de óleo:D...

Bem me parecia que o filtro tinha lá palha de aço:D...

Eu gostava de saber nomalmente quantos litros de óleo é que estes filtros levam?:huh:
 

Anexos

Topo