Toyota Fifty : Fifty...

Antonio Godinho

Portalista
Premium
Portalista
Olá a todos :)

Abro mais um tópico, desta feita, para apresentar o meu novo projeto ;)

Há muito que desejo ter um veículo que me permita participar nalgumas provas de regularidade/endurance cujas datas máximas de fabrico permitidas rondam os meados dos anos 70. Provas do tipo 500 milhas ACP, 48 horas CPAA, entre outras...

Do que tenho pesquisado, uma grande parte dos veículos desta época ultrapassam largamente o orçamento "racional" que pretendo despender, e muito embora este seja um projeto a meias, daí o título, existem outras prioridades a ter em consideração e que não contemplam o investimento em chaços...

Como já referi este projeto é a "meias". O outro sócio é um irmão meu, sendo que, ele será o piloto e eu o copiloto :ph34r::ph34r::ph34r:

Partimos das seguintes premissas:
1- Data de fabrico - início de fabrico anterior a 1980
2- Aquisição acessível
3- Tração traseira
4- Fiável
5- Poucas restrições na oferta de material de substituição
6- Preparação para a finalidade pretendida pouco onerosa e com poucas complicações. De preferência com mão de obra caseira "home made"

Há algum tempo que pesquisamos veículos, tendo preferência por alguns:
- Carocha 1303S,
- Fiat`s 128 (2 portas), 124 Special T, 125, ...
- Allegro (2 portas)
- Peugeot 504 Ti
- ...

Vimos alguns, só que, ou o preço de compra ou de transformação era demasiado elevado para o pretendido (isto de um gajo ser um teso...) , ou existiam limitações na aquisição de material de substituição. E eis que nos entretantos surge a seguinte oportunidade. Um amigo do meu irmão tinha 3 chaços encostados e como aderiu à moda dos carros elétricos decidiu livrar-se do "lixo" que lhe ocupava a garagem e o terreno envolvente. As opções eram as seguintes: Fiat 600D, BMW 1502, Corolla KE30. O primeiro estava impecável de mecânica, necessitando apenas de uma pintura à época. Era de todos o mais apetecível, mas para o preparar lá se ia o orçamento... entretanto, e como estava a bom preço foi o primeiro a ser despachado. O BMW estava e está tão "maduro" que só arranjando uma carroceria em boas condições para depois transferir o restante material. Restava apenas o Corolla Ke30... Este modelo nunca me suscitou grande entusiasmo, mas dos 3 carros parecia a opção mais racional e a mais próxima das premissas. 1 dono, ou seja, do pai desde novo, bom preço, bom estado de chapa e pintura, motor fiável e com uma boa revisão feita antes de encostarem o carro há 2 anos atrás, oferta variada de material, tração atrás ... restava apenas carregar-lhe a bateria e fazer-lhe um test drive, antes de tomar a decisão de aquisição. Esta situação ficou a cargo do meu irmão...

108495725_413404632903793_2062972398073197602_n.jpg

110177742_2875565339239924_6588615397294619969_n.jpg

Enviou-me umas fotos e realmente para quem "adora" os modelos europeus da época este não seria o mais charmoso, contudo agradou-me a cor, muito vintage... Quanto ao test drive, o carro pereceu-lhe em muito bom estado e pese embora, não seja um veículo para andar de "faca nos dentes" quer o motor, quer o comportamento pareceram-lhe muito honestos e com boas possibilidades para "evoluir". Decidimo-nos então por esta opção :)

Deixo algumas fotos do carro já na sua nova morada...

108273057_974148703047298_2677777450690007753_n.jpg

110303219_1179187832480990_8227436438397147509_n.jpg

108460885_1697241333788056_2907052632051376463_n.jpg

110316487_297123398073913_4912238256738813226_n.jpg

108343872_288966352174860_6968234088001497207_n.jpg

109133074_276598163624070_660552906008349026_n.jpg

109904070_212099096716555_1502076744523814530_n.jpg

108576995_227592611602738_2387758290965920649_n.jpg

Motor 3K-H, das últimas versões do motor 3K. Conta com 1166 cm3, 55cv e caixa de 4. Motor muito rotativo e que pede a 5ª velocidade. Já ando atrás de uma caixa de 5 (Starlet) compatível :wub:

Tal como referi anteriormente, ainda antes de iniciar este tópico, projeto

Humilde, despretensioso e completamente fora da caixa... :)
 
Última edição:

MartimSilva

Veterano
Olá a todos :)

Abro mais um tópico, desta feita, para apresentar o meu novo projeto ;)

Há muito que desejo ter um veículo que me permita participar nalgumas provas de regularidade/endurance cujas datas máximas de fabrico permitidas rondam os meados dos anos 70. Provas do tipo 500 milhas ACP, 48 horas CPAA, entre outras...

Do que tenho pesquisado, uma grande parte dos veículos desta época ultrapassam largamente o orçamento "racional" que pretendo despender, e muito embora este seja um projeto a meias, daí o título, existem outras prioridades a ter em consideração e que não contemplam o investimento em chaços...

Como já referi este projeto é a "meias". O outro sócio é um irmão meu, sendo que, ele será o piloto e eu o copiloto :ph34r::ph34r::ph34r:

Partimos das seguintes premissas:
1- Data de fabrico - início de fabrico anterior a 1980
2- Aquisição acessível
3- Tração traseira
4- Fiável
5- Poucas restrições na oferta de material de substituição
6- Preparação para a finalidade pretendida pouco onerosa e com poucas complicações. De preferência com mão de obra caseira "home made"

Há algum tempo que pesquisamos veículos, tendo preferência por alguns:
- Carocha 1303S,
- Fiat`s 128 (2 portas), 124 Special T, 125, ...
- Allegro (2 portas)
- Peugeot 504 Ti
- ...

Vimos alguns, só que, ou o preço de compra ou de transformação era demasiado elevado para o pretendido (isto de um gajo ser um teso...) , ou existiam limitações na aquisição de material de substituição. E eis que nos entretantos surge a seguinte oportunidade. Um amigo do meu irmão tinha 3 chaços encostados e como aderiu à moda dos carros elétricos decidiu livrar-se do "lixo" que lhe ocupava a garagem e o terreno envolvente. As opções eram as seguintes: Fiat 600D, BMW 1502, Corolla KE30. O primeiro estava impecável de mecânica, necessitando apenas de uma pintura à época. Era de todos o mais apetecível, mas para o preparar lá se ia o orçamento... entretanto, e como estava a bom preço foi o primeiro a ser despachado. O BMW estava e está tão "maduro" que só arranjando uma carroceria em boas condições para depois transferir o restante material. Restava apenas o Corolla Ke30... Este modelo nunca me suscitou grande entusiasmo, mas dos 3 carros parecia a opção mais racional e a mais próxima das premissas. 1 dono, ou seja, do pai desde novo, bom preço, bom estado de chapa e pintura, motor fiável e com uma boa revisão feira antes de encostarem o carro há 2 anos atrás, oferta variada de material, tração atrás ... restava apenas carregar-lhe a bateria e fazer-lhe um test drive, antes de tomar a decisão de aquisição. Esta situação ficou a cargo do meu irmão...

Ver anexo 1180774

Ver anexo 1180775

Enviou-me umas fotos e realmente para quem "adora" os modelos europeus da época este não seria o mais charmoso, contudo agradou-me a cor, muito vintage... Quanto ao test drive, o carro pereceu-lhe em muito bom estado e pese embora, não seja um veículo para andar de "faca nos dentes" quer o motor, quer o comportamento pareceram-lhe muito honestos e com boas possibilidades para "evoluir". Decidimo-nos então por esta opção :)

Deixo algumas fotos do carro já na sua nova morada...

Ver anexo 1180777

Ver anexo 1180778

Ver anexo 1180779

Ver anexo 1180780

Ver anexo 1180781

Ver anexo 1180782

Ver anexo 1180783

Ver anexo 1180784

Motor 3K-H, das últimas versões do motor 3K. Conta com 1166 cm3, 55cv e caixa de 4. Motor muito rotativo e que pede a 5ª velocidade. Já ando atrás de uma caixa de 5 (Starlet) compatível :wub:

Tal como referi anteriormente, ainda antes de iniciar este tópico, projeto

Humilde, despretensioso e completamente fora da caixa... :)
Maravilha de tópico! Quero ver mais coisas dessa máquina!:wub:
 

Antonio Godinho

Portalista
Premium
Portalista
Entretanto, o carro embora apto para circular, já está no mesmo mecânico que ressuscitou o 205.

118160728_595377951136480_3040495884826519511_n.jpg


118183017_394764098162413_8537447882100493519_n.jpg


118149645_626268738307098_1144307673115513137_n.jpg

Já tem uma bateria nova.

Material que vai levar de imediato:
- Luzes de mínimos e piscas dianteiros
- Farolins
- Foles de transmissão
- Todas as tubagens de refrigeração
- Velas (Denso ou NGK de alto rendimento)
- Juntas do carburador
- Borracha da mala
- Substituição de todos os fluídos, incluindo os da caixa e do diferencial
- Platinados
- Substituição e revisão da suspensão (amortecedores e molas incluindo as de carroça) - amortecedores B4?
- Conta rotações
- Reconstrução do radiador


A distribuição é de corrente e não faz ruídos estranhos. O mecânico não pretende trocar de imediato. O mesmo se passa com as bombas de água, óleo e combustível.

A trocar oportunamente:
- Caixa de velocidades
- Jantes do tipo minilight 13 de 6J com pneus 185/60r13 (ainda por escolher)
- Roll Bar (?)
- Autoblocante

A ideia para o motor é subir-lhe a potencia para 70, 80cv. Já consultei alguns sites e para isso basta trocar a arvore de cames, melhorar o sistema de exaustão e eventualmente trocar o carburador. Para potencias superiores já implica mexer internamente no motor. Há quem lhe aumente a potencia até aos 190cv. Não estou para ai virado. As modificações a fazer não podem comprometer a circulação normal do carro, ou seja, terá de passar nas IPO.

O conta rotações já chegou e é para ser colocado no local do relógio para não estar a furar o tablier
P1180343.JPG

O resto é para ir fazendo aos poucos ;)
 
Última edição:

João Pereira Bento

128coupe
Portalista
Se implicava ser tracção atrás nunca poderia haver atracção por um 128. :p

Era da lista o mais fácil de evoluir e o mais ridiculamente barato na manutenção.:) Chegou a ir ver o verde pessoalmente!?


Ainda assim vou seguir o tópico com muito interesse, mas só até ao dia que levar as jantes Minijdhrndr, nem sei escrever. :)

Bons km com ele. :)


O meu avô teve um Corolla desde novo, e lembro-me de andar nele, mais de brincar no interior. Foi vendido por 125€ ainda eu não apreciava. Todas as vezes que manifesto vontade de ter um o meu pai insulta-me. "Tu habituado ao 128, alguma vez achavas piada a uma bailarina daquelas".

Tenho pena que não seja um 128. :( Mas gosto muito do Toyota.

Quantos quilogramas pesa este Toyota?
 

Antonio Godinho

Portalista
Premium
Portalista
Se implicava ser tracção atrás nunca poderia haver atracção por um 128. :p

Era da lista o mais fácil de evoluir e o mais ridiculamente barato na manutenção.:) Chegou a ir ver o verde pessoalmente!?


Ainda assim vou seguir o tópico com muito interesse, mas só até ao dia que levar as jantes Minijdhrndr, nem sei escrever. :)

Bons km com ele. :)


O meu avô teve um Corolla desde novo, e lembro-me de andar nele, mais de brincar no interior. Foi vendido por 125€ ainda eu não apreciava. Todas as vezes que manifesto vontade de ter um o meu pai insulta-me. "Tu habituado ao 128, alguma vez achavas piada a uma bailarina daquelas".

Tenho pena que não seja um 128. :( Mas gosto muito do Toyota.

Quantos quilogramas pesa este Toyota?

@João Pereira Bento

Tens razão quanto à tração do 128:thumbs up: De todos e a seguir ao 1303S era o mais apetecível. No dia em que telefonei para ir ver o verdinho já tinha sido vendido. Tinha sido a melhor opção e já estava meio preparado. O motor que tinha montado era o 1,3 do Ragata. Estava muito bom de mecânica e de chapa. Só necessitava de uma pintura e de uma caixa de 5. Foi para um colecionador que pelos vistos vai fazer uma réplica de um rally. Ainda tentei outro que apareceu nos sites do costume, só que o individuo pedia 10000€ confirmados por telefone. Desejei-lhe "Boa sorte". Entretanto, desapareceu. Apareceram ainda mais dois, mas muito podres... :(

Quanto às jantes, sim sei que estão muito batidas e que são um cliché, mas são as mais em conta para o propósito e o carro deixa logo de ter o aspeto de "carro da avozinha". Existem algumas outras opções para japoneses, mas além de custarem mais do dobro destas ,com < troca para estas o aspeto aproxima-se mais um bocadinho dos modelos europeus ;)
 

João Pereira Bento

128coupe
Portalista
@João Pereira Bento

Tens razão quanto à tração do 128:thumbs up: De todos e a seguir ao 1303S era o mais apetecível. No dia em que telefonei para ir ver o verdinho já tinha sido vendido. Tinha sido a melhor opção e já estava meio preparado. O motor que tinha montado era o 1,3 do Ragata. Estava muito bom de mecânica e de chapa. Só necessitava de uma pintura e de uma caixa de 5. Foi para um colecionador que pelos vistos vai fazer uma réplica de um rally. Ainda tentei outro que apareceu nos sites do costume, só que o individuo pedia 10000€ confirmados por telefone. Desejei-lhe "Boa sorte". Entretanto, desapareceu. Apareceram ainda mais dois, mas muito podres... :(

Quanto às jantes, sim sei que estão muito batidas e que são um cliché, mas são as mais em conta para o propósito e o carro deixa logo de ter o aspeto de "carro da avozinha". Existem algumas outras opções para japoneses, mas além de custarem mais do dobro destas ,com < troca para estas o aspeto aproxima-se mais um bocadinho dos modelos europeus ;)
Estava preparado, preparado para ser tudo feito! :p O motor do regata não o queria, preferia o 1100 subtilmente trabalhado. Como estava sólido acabava por ser um negócio interessante, e foi vendido por muito menos.

Eu já tive pessoalmente com o col€cionador, e até vendi umas peças para a sua "réplica". Ele inclusive colocou uma traseira de 128 Rally. Está nas antípodas a forma como ele aprecia os carros em relação a mim. Sempre com a treta das cotações. E vai ficar horroroso de conduzir quase de certeza.

Era uma das pessoas que adorava sentar no meu 128 Sport com pneus 145! :p

No dia que tirou as jantes o dono ligou-me, para eu ficar mais descansado. :p

r.jpg
 

Antonio Godinho

Portalista
Premium
Portalista
Estava preparado, preparado para ser tudo feito! :p O motor do regata não o queria, preferia o 1100 subtilmente trabalhado. Como estava sólido acabava por ser um negócio interessante, e foi vendido por muito menos.

Eu já tive pessoalmente com o col€cionador, e até vendi umas peças para a sua "réplica". Ele inclusive colocou uma traseira de 128 Rally. Está nas antípodas a forma como ele aprecia os carros em relação a mim. Sempre com a treta das cotações. E vai ficar horroroso de conduzir quase de certeza.

Era uma das pessoas que adorava sentar no meu 128 Sport com pneus 145! :p

No dia que tirou as jantes o dono ligou-me, para eu ficar mais descansado. :p

Ver anexo 1180824
Jantes?? Lembro-me dele com umas cromodora pretas...
Aqui há uns dias e em consequência dos recentes problemas que tive no Gti, este carro veio à conversa. Foi vendido pela oficina que me presta assistência, inicialmente para Coimbra, depois para o Porto, depois Valongo e agora encontra-se no distrito de Aveiro. Relativamente ao motor referiu ser muito rotativo e incómodo de rolar a velocidades acima dos 100km/h, isto por ter caixa de 4. Quanto ao estar meio preparado já poupava nalgum material... :)
 
Última edição:

António José Costa

Regularidade=Navegação, condução e cálculo?
Premium
Portalista
Parabéns, apreciei bastante a escolha.
Mais engraçado ainda é fazer boa figura com eles simples e sem alterações externas extensas.
Como início o fabrico em 1974 pode participar nas 500 milhas ACP mesmo se a data da primeira matrícula seja posterior.
Simples e despretensioso, estou com uma comichão no cotovelo adoro o projecto!
Quero um nome para o Japuna. :)
 

JP Vasconcelos

Raio de Sol
Portalista
Olá a todos :)

Abro mais um tópico, desta feita, para apresentar o meu novo projeto ;)

Há muito que desejo ter um veículo que me permita participar nalgumas provas de regularidade/endurance cujas datas máximas de fabrico permitidas rondam os meados dos anos 70. Provas do tipo 500 milhas ACP, 48 horas CPAA, entre outras...

Do que tenho pesquisado, uma grande parte dos veículos desta época ultrapassam largamente o orçamento "racional" que pretendo despender, e muito embora este seja um projeto a meias, daí o título, existem outras prioridades a ter em consideração e que não contemplam o investimento em chaços...

Como já referi este projeto é a "meias". O outro sócio é um irmão meu, sendo que, ele será o piloto e eu o copiloto :ph34r::ph34r::ph34r:

Partimos das seguintes premissas:
1- Data de fabrico - início de fabrico anterior a 1980
2- Aquisição acessível
3- Tração traseira
4- Fiável
5- Poucas restrições na oferta de material de substituição
6- Preparação para a finalidade pretendida pouco onerosa e com poucas complicações. De preferência com mão de obra caseira "home made"

Há algum tempo que pesquisamos veículos, tendo preferência por alguns:
- Carocha 1303S,
- Fiat`s 128 (2 portas), 124 Special T, 125, ...
- Allegro (2 portas)
- Peugeot 504 Ti
- ...

Vimos alguns, só que, ou o preço de compra ou de transformação era demasiado elevado para o pretendido (isto de um gajo ser um teso...) , ou existiam limitações na aquisição de material de substituição. E eis que nos entretantos surge a seguinte oportunidade. Um amigo do meu irmão tinha 3 chaços encostados e como aderiu à moda dos carros elétricos decidiu livrar-se do "lixo" que lhe ocupava a garagem e o terreno envolvente. As opções eram as seguintes: Fiat 600D, BMW 1502, Corolla KE30. O primeiro estava impecável de mecânica, necessitando apenas de uma pintura à época. Era de todos o mais apetecível, mas para o preparar lá se ia o orçamento... entretanto, e como estava a bom preço foi o primeiro a ser despachado. O BMW estava e está tão "maduro" que só arranjando uma carroceria em boas condições para depois transferir o restante material. Restava apenas o Corolla Ke30... Este modelo nunca me suscitou grande entusiasmo, mas dos 3 carros parecia a opção mais racional e a mais próxima das premissas. 1 dono, ou seja, do pai desde novo, bom preço, bom estado de chapa e pintura, motor fiável e com uma boa revisão feita antes de encostarem o carro há 2 anos atrás, oferta variada de material, tração atrás ... restava apenas carregar-lhe a bateria e fazer-lhe um test drive, antes de tomar a decisão de aquisição. Esta situação ficou a cargo do meu irmão...

Ver anexo 1180774

Ver anexo 1180775

Enviou-me umas fotos e realmente para quem "adora" os modelos europeus da época este não seria o mais charmoso, contudo agradou-me a cor, muito vintage... Quanto ao test drive, o carro pereceu-lhe em muito bom estado e pese embora, não seja um veículo para andar de "faca nos dentes" quer o motor, quer o comportamento pareceram-lhe muito honestos e com boas possibilidades para "evoluir". Decidimo-nos então por esta opção :)

Deixo algumas fotos do carro já na sua nova morada...

Ver anexo 1180777

Ver anexo 1180778

Ver anexo 1180779

Ver anexo 1180780

Ver anexo 1180781

Ver anexo 1180782

Ver anexo 1180783

Ver anexo 1180784

Motor 3K-H, das últimas versões do motor 3K. Conta com 1166 cm3, 55cv e caixa de 4. Motor muito rotativo e que pede a 5ª velocidade. Já ando atrás de uma caixa de 5 (Starlet) compatível :wub:

Tal como referi anteriormente, ainda antes de iniciar este tópico, projeto

Humilde, despretensioso e completamente fora da caixa... :)
Parabéns, excelente opção
A cor favorece muito o carro e facilmente lhe dão um look mais fixe
Tem bastante margem para no futuro evoluir se quiserem
E no mais, além do plus de ser rwd, é fiável e não há grande dificuldade com material
Vai contando tudo
 

Antonio Godinho

Portalista
Premium
Portalista
Parabéns, apreciei bastante a escolha.
Mais engraçado ainda é fazer boa figura com eles simples e sem alterações externas extensas.
Como início o fabrico em 1974 pode participar nas 500 milhas ACP mesmo se a data da primeira matrícula seja posterior.
Simples e despretensioso, estou com uma comichão no cotovelo adoro o projecto!
Quero um nome para o Japuna. :)

Obrigado @António José Costa :)

Alterações externas só mesmo umas jantes especiais numa medida mais larga, mas sem exageros, com pneus na medida 175 ou 185/60r13. Neste momento sobra muito espaço nas cavas das rodas uma vez que calça 155/55r13. Depois tenho de homologar a nova medida para poder constar no livrete. A equacionar ainda dois retrovisores da época, umas extensões nos guarda lamas e 2 faróis de longo alcance, mas ainda sem decisão tomada.

Quanto ao nome tenho de pensar nisso. Alguma sugestão? :)
 
Última edição:

Antonio Godinho

Portalista
Premium
Portalista
Só um pequeno reparo, com potencias abaixo dos 100/110 cv, gastar dinheiro num autoblocante é atirar dinheiro á rua.
Gosto da ideia de fazer um carro simples e despretencioso mas... a melhor via seria um swap de motor.
Idealmente um 2t-g ou mesmo um 2t-b com a respectiva cx de 5...
@ Carlos Vaz

Pois... um swap de motor é sempre uma opção a considerar. Já consultei telefonicamente um preparador destes motores (Leiria) e não abriu muito o jogo. Referi-lhe o que pretendo fazer com o carro, mas o fulano só queria saber quanto pretendo gastar na preparação do motor. Claro que pretendo gastar o mínimo possível para uma preparação qb, mas não faço ideia quanto possa custar. 10000€ não vão ser de certeza. Mais estranho ainda é que um preparador de motores não dê nenhuma garantia dos motores que prepara ou que vende já preparados... Falou-se ainda na adaptação de uma caixa de 5 de um DX cujo seletor de velocidades recua 7cm...
 

António José Costa

Regularidade=Navegação, condução e cálculo?
Premium
Portalista
Obrigado @António José Costa :)

Alterações externas só mesmo umas jantes especiais numa medida mais larga, mas sem exageros, com pneus na medida 175 ou 180/60r13. Neste momento sobra muito espaço nas cavas das rodas uma vez que calça 155/55r13. Depois tenho de homologar a nova medida para poder constar no livrete. A equacionar ainda dois retrovisores da época, umas extensões nos guarda lamas e 2 faróis de longo alcance, mas ainda sem decisão tomada.

Quanto ao nome tenho de pensar nisso. Alguma sugestão? :)
Sobre os pneus demasiada borracha torna os carros mais lentos se não tiverem potência, ou pelo menos um bom binário, algo que o 1200 mesmo que faça rotação á partida não terá, podes por favor indicar a medida correcta do pneu que está no livrete, não pode ser a indicada, será antes 155SR13, ou algo semelhante como 155/80R13, e depois opino melhor. Eu no 205 Rallye noto diferença no andamento entre 175/60r14 e 185/60R13, os pneus da jante 14 são de estrada A539 da Yokohama os de jante 13 são “semi-slicks”, os semi slicks agarram muito mais mas o carro é mais lento em linha recta, acima dos 140/150 para ganhar velocidade a diferença é notória. Logo eu no máximo iria para 165 ou 175, mas Já la vamos. ;)
Só um pequeno reparo, com potencias abaixo dos 100/110 cv, gastar dinheiro num autoblocante é atirar dinheiro á rua.
Gosto da ideia de fazer um carro simples e despretencioso mas... a melhor via seria um swap de motor.
Idealmente um 2t-g ou mesmo um 2t-b com a respectiva cx de 5...
Seria eventualmente a forma mais fácil, e a forma de ter força onde a mesma é necessária. E aí os pneus 185/60R13 já não “chateavam” tanto.
 

António José Costa

Regularidade=Navegação, condução e cálculo?
Premium
Portalista
@ Carlos Vaz

Pois... um swap de motor é sempre uma opção a considerar. Já consultei telefonicamente um preparador destes motores (Leiria) e não abriu muito o jogo. Referi-lhe o que pretendo fazer com o carro, mas o fulano só queria saber quanto pretendo gastar na preparação do motor. Claro que pretendo gastar o mínimo possível para uma preparação qb, mas não faço ideia quanto possa custar. 10000€ não vão ser de certeza. Mais estranho ainda é que um preparador de motores não dê nenhuma garantia dos motores que prepara ou que vende já preparados... Falou-se ainda na adaptação de uma caixa de 5 de um DX cujo seletor de velocidades recua 7cm...
Conheço quem o faça com garantia, mas é apenas em modelos que possa verificar as rotações máximas atingidas. Motores preparados pelo que ouço, mas posso estar errado, geralmente não tem garantia.
A minha dica, carros preparados para correr saem caros, mexer no motor e prepara-lo não é barato nem a sua manutenção, o mais fácil e fiável será uma preparação básica do 1200 ou trocar de motor que depois obviamente terá outras implicações. Em provas tipo 500milhas os carros fazem muitos kms seguidos, pelo que caixas muito curtas ou carros que efectuem rotações muito elevadas vão ter desgaste acentuado. Eu na minha ideia efectuava o seguinte, melhorava tudo o que pretendem e o motor colocava o melhor possível sem gastar muito, depois de andarem com ele avaliavam o quanto se divirtiram e efectivamente quanto melhorariam se melhorassem/trocassem o motor. O Corsa que ganhava em peso e potência chegava para muito nos ralis do CNRH que Já são bem puxados em andamento, eu no vosso lugar não avançaria com grandes alterações ao motor, enquanto não o “aferisse” em prova.
Quanto aos amortecedores os B4 são porreiros os B6 bem melhores custam normalmente 2,5 a 3x mais, verifica os preços dos Kayaba Ultra SR.
 

JP Vasconcelos

Raio de Sol
Portalista
Obrigado @António José Costa :)

Alterações externas só mesmo umas jantes especiais numa medida mais larga, mas sem exageros, com pneus na medida 175 ou 185/60r13. Neste momento sobra muito espaço nas cavas das rodas uma vez que calça 155/55r13. Depois tenho de homologar a nova medida para poder constar no livrete. A equacionar ainda dois retrovisores da época, umas extensões nos guarda lamas e 2 faróis de longo alcance, mas ainda sem decisão tomada.

Quanto ao nome tenho de pensar nisso. Alguma sugestão? :)
Com essas alterações fica logo com um look porreiro
 

JP Vasconcelos

Raio de Sol
Portalista
Só um pequeno reparo, com potencias abaixo dos 100/110 cv, gastar dinheiro num autoblocante é atirar dinheiro á rua.
Gosto da ideia de fazer um carro simples e despretencioso mas... a melhor via seria um swap de motor.
Idealmente um 2t-g ou mesmo um 2t-b com a respectiva cx de 5...
Sobre os pneus demasiada borracha torna os carros mais lentos se não tiverem potência, ou pelo menos um bom binário, algo que o 1200 mesmo que faça rotação á partida não terá, podes por favor indicar a medida correcta do pneu que está no livrete, não pode ser a indicada, será antes 155SR13, ou algo semelhante como 155/80R13, e depois opino melhor. Eu no 205 Rallye noto diferença no andamento entre 175/60r14 e 185/60R13, os pneus da jante 14 são de estrada A539 da Yokohama os de jante 13 são “semi-slicks”, os semi slicks agarram muito mais mas o carro é mais lento em linha recta, acima dos 140/150 para ganhar velocidade a diferença é notória. Logo eu no máximo iria para 165 ou 175, mas Já la vamos. ;)

Seria eventualmente a forma mais fácil, e a forma de ter força onde a mesma é necessária. E aí os pneus 185/60R13 já não “chateavam” tanto.
Não vou dizer mais nada porque ja garantiste a acessoria de dois experts, um mais visionário, outro mais terreno mas experiente.
No mais o mais experiente sugeriu primeiro correr e depois, se for o caso evoluir, sendo que os meus parâmetros seriam iguais aos do António.

Depois se quiseres envenenar à séria, então o Vaz é o gajo que está mais à frente

Força nisso
 

Antonio Godinho

Portalista
Premium
Portalista
Sobre os pneus demasiada borracha torna os carros mais lentos se não tiverem potência, ou pelo menos um bom binário, algo que o 1200 mesmo que faça rotação á partida não terá, podes por favor indicar a medida correcta do pneu que está no livrete, não pode ser a indicada, será antes 155SR13, ou algo semelhante como 155/80R13, e depois opino melhor. Eu no 205 Rallye noto diferença no andamento entre 175/60r14 e 185/60R13, os pneus da jante 14 são de estrada A539 da Yokohama os de jante 13 são “semi-slicks”, os semi slicks agarram muito mais mas o carro é mais lento em linha recta, acima dos 140/150 para ganhar velocidade a diferença é notória. Logo eu no máximo iria para 165 ou 175, mas Já la vamos. ;)

Seria eventualmente a forma mais fácil, e a forma de ter força onde a mesma é necessária. E aí os pneus 185/60R13 já não “chateavam” tanto.
@António José Costa

155/80r13 é a medida de livrete. A jante será r13 de 6J. Julgo que a medida 175 é o mínimo para o pneu ficar com os flancos direitos, ou seja, evitar o efeito de balão. Talvez opte por 175/70r13. O que opinas sobre esta última medida?
 
Última edição:
Topo