Diferenças nos combustíveis

Rafael Isento

Alfa Romeo
Membro do staff
Premium
Portalista
Se é para queimar, que seja muito e barato :D

O que encarece os combustíveis não é a qualidade dos mesmos mas os aditivos para limpeza e proteção do motor.
Benefícios existem, mas a muito longo prazo.

Eu tenho esta regra:
Uso citadino ou porta-a-porta, recurso a baixas e médias rotações, combustível aditivado. Nestas situações muitas vezes a temperatura do motor e fluídos está longe da ideal e a probabilidade de criarem depósitos de carvão é elevada.
Uso em estrada, recurso a médias e altas rotações, combustível simples. Nesta situação o motor vai funcionar na temperatura ideal durante periodos de tempo longos, a combustão é mais eficiente e os aditivos pouco fazem.

NOTA: quase nunca sigo a regra pois não faço porta-a-porta com frequência e as minhas deslocações diárias não são afetadas por trânsito intenso. Faço trajetos diários de 15+15 kms. Os primeiros minutos são os piores em termos de trânsito e servem para ir aquecendo o motor. De metade até final do percurso já é feito em regimes próximos do binário máximo.
 

Santos António

Portalista
Portalista
Daquilo que percebi do teste, são todos iguais. A não ser no preço...
Já muitas pessoas me olharam de esguelha por abastecer no supermercado. Agora vou olhá-las de cima e esfregar-lhes o teste na cara.
 

Rafael Isento

Alfa Romeo
Membro do staff
Premium
Portalista
Daquilo que percebi do teste, são todos iguais. A não ser no preço...
Já muitas pessoas me olharam de esguelha por abastecer no supermercado. Agora vou olhá-las de cima e esfregar-lhes o teste na cara.
A longo prazo há vantagens.
Eu tenho o meu carro do dia-a-dia desde novo nas minhas mãos, vai para 15 anos em Abril) e já soma bem mais de 200.000kms. Neste caso a vantagem já não se coloca, passou 12 anos e cerca de 150.000kms com combustível aditivado, agora leva o mais barato. Se demorar 50.000kms a ganhar carvão, já não compensa investir em combustível mais caro!

Outro cenário seria se comprasse um desportivo, por ex., só para o fim de semana.
Nesta situação usaria combustível aditivado. Não seria muito expressivo no orçamento e sempre ajuda a proteger melhor o motor.

Último cenário é um carro para escafiar :D Aí leva do mais barato, não vão ser os aditivos que vão fazer milagres.
 

João Pedras

Portalista
Premium
Portalista
Esta história dos vários tipos de combustível já não é nova, é tudo uma questão de marketing. Afinal quantas refinarias existem e quem é que refina? E quem é que se abastece nessas refinarias? ..... Todos.
 
Última edição:

Hugo Viana da Silva

Portalista
Portalista
Adorei a seriedade do teste. Tudo muito bem explicado acerca do que foi feito, assim dá gosto!

Mas...12.000 kms é realmente pouco para ter uma conclusão de jeito...principalmente por se tratar de diesel. Deveria ter sido no mínimo mais de 15.000, que é o valor normalmente apontado para a vantagem em relação à gasolina no que diz respeito à economia na utilização durante um ano.

Um pequeno apontamento...já existe diesel lowcost aditivado em alguns super!

Na minha Lybra, que já é da geração da injecção directa, escolho sempre aditivado, pois considero estes motores mais sensíveis/maricas, em relação aos anteriores motores de guerra tipo TD100 dos primeiros Fiat Bravo ou 2.0D dos Toyota Corolla dos anos 90.:)
 

Rafael Isento

Alfa Romeo
Membro do staff
Premium
Portalista
Esta história dos vários tipos de combustível já não é nova, é tudo uma questão de marketing. Afinal quantas refinarias existem e quem é que refina? E quem é que se abaste e nessas refinarias? ..... Todos.
O produto base é igual para todos, a Petrogal tem o monopólio da refinação.
Mas o produto final (inclusão dos aditivos) é da responsabilidade de cada marca presente no mercado.
 

Santos António

Portalista
Portalista
Adorei a seriedade do teste. Tudo muito bem explicado acerca do que foi feito, assim dá gosto!

Mas...12.000 kms é realmente pouco para ter uma conclusão de jeito...principalmente por se tratar de diesel. Deveria ter sido no mínimo mais de 15.000, que é o valor normalmente apontado para a vantagem em relação à gasolina no que diz respeito à economia na utilização durante um ano.
Também gostei que tivesse sido tão bem explicado. Quanto ao nº de km, são de facto poucos, mas suponho que se possa extrapolar para outras conclusões. É ver as diferenças entre eles e multiplicar por 10...

Uso Jumbo no panda à muitos anos e nunca tive problemas.
Eu também costumo usar do mais barato que encontro, e até agora nunca dei por diferenças. Nem sequer no consumo. A única diferença que encontro é na carteira, e ainda assim, num depósito só não me arruinaria. O que mais me irrita é comprar gato por lebre e dar o dinheiro aos maiores chulos (com o devido respeito que os chulos me merecem, não pretendia ofendê-los com a comparação).
 

Nuno Filipe Pinto Ferreira

Portalista
Portalista
Em relação às gasolinas e gasoleos pois, ponho nos meus dois daylies , o meu e o da minha mulher, ponho sempre gasoleo da aditivada mas as vezes tambem ponho da normal , não sei se compensa ou se o motor agradece mas prontos . Para os meus outros dois e a mota não há escolha possivel, è mesmo assim da aditivada ou então não metes, aqui não há escolha em gasolina sem aditivo ou com ele , só hà mesmo com aditivos seja a 95 ou a 98 , o que eu hàs vezes não sei é se devo meter da 98 ou da 95 nos dois carros e na mota, ainda hoje estou para saber^^.
 
Última edição:

António José Costa

Regularidade=Navegação, condução e cálculo?
Portalista
Normalmente so ponho na BP da normal.
Sempre a aproveitar todos os descontos, nunca tive problemas.
O carro de trabalho já tem uns km sempre com BP da normal também, nunca deu problemas por causa do combustível nem nenhum carro onde trabalho, teoricamente a BP colocará algum aditivo mesmo no simples.
No Clio 1.9D que tive quase sempre coloquei lowcost. Tenho vários colegas a só utilizarem lowcost.
A refinaria é a mesma e todos se vão lá abastecer, alguns distribuidores vão buscar o combustível a Espanha, o que não sei se será melhor ou pior.
Resumindo nada me prova que os lowcost são piores.
 

Pedro Pereira Marques

Pre-War
Premium
Portalista
Autor
Isto dos combustíveis é mais marketing que outra coisa. Apesar de não ter nenhum carro a gasóleo reparo muitas vezes na bomba que têm dois tipos, o "Diesel" e.. o "Gasóleo"!! Até dá vontade de rir.

Depois há os "descontos". Não se deveriam chamar coisa nenhuma, deveria era chamar-se ao pagamento sem "desconto" de: pagamento com taxa agravada por não ter cartão.

Hoje o marketing vence e nós comemos. As impressoras são quase dadas, mas os cartuchos têm tinta a preço superior a channel nº5. As máquinas Nespresso são "baratas", mas as cápsulas têm café a quase 60 eur/kg.

Antigamente, não há muitos anos, havia honestidade. Hoje até que é bonito enganar o próximo! Os ladrões andam de gravata e até têm prémios por objectivos... PQP.
 

Tiago Santos Lopes

Portalista
Portalista
A minha mãe tem uma expressão:
"Anda meio mundo a enganar mais de meio mundo..."
Hoje em dia nada do que se vê, ouve ou lê é o que parece.
Antigamente podia faltar muita coisa que existe hoje em dia. Contudo, hoje em dia falta o básico que nos diferenciou e nos "supostamente" colocou no topo da cadeia animal. As eleições nos EUA e o Facebook são paradigmáticos...
 

Nuno Filipe Pinto Ferreira

Portalista
Portalista
Isto dos combustíveis é mais marketing que outra coisa. Apesar de não ter nenhum carro a gasóleo reparo muitas vezes na bomba que têm dois tipos, o "Diesel" e.. o "Gasóleo"!! Até dá vontade de rir.

Depois há os "descontos". Não se deveriam chamar coisa nenhuma, deveria era chamar-se ao pagamento sem "desconto" de: pagamento com taxa agravada por não ter cartão.

Hoje o marketing vence e nós comemos. As impressoras são quase dadas, mas os cartuchos têm tinta a preço superior a channel nº5. As máquinas Nespresso são "baratas", mas as cápsulas têm café a quase 60 eur/kg.

Antigamente, não há muitos anos, havia honestidade. Hoje até que é bonito enganar o próximo! Os ladrões andam de gravata e até têm prémios por objectivos... PQP.
A minha mãe tem uma expressão:
"Anda meio mundo a enganar mais de meio mundo..."
Hoje em dia nada do que se vê, ouve ou lê é o que parece.
Antigamente podia faltar muita coisa que existe hoje em dia. Contudo, hoje em dia falta o básico que nos diferenciou e nos "supostamente" colocou no topo da cadeia animal. As eleições nos EUA e o Facebook são paradigmáticos...
Achas mesmo que não faz efeito nenhum o ultimate diesel, que é o gasoleo com aditivos? Isto é uma pergunta honesta sem nenhuma finalidade^^, pergunto-te isto porque quando começou a aparecer isso aqui no Luxemburgo, jà ai mesmo muitos anos eu comecei a pôr o gasoleo com aditivo para ver se fazia mais Km, e realmente fazia, das cerca de meia duzia de vezes que experimentei era cerca de 100 a 150 km a mais mas, depois apercebi-me que não era resultado do gasoleo era da maneira que conduzia^^, para verificar a veracidade da publicidade, e sem me aperceber , fiz mesmo uma condução defensiva e muito ZEN saindo sempre de casa muito cedo para evitar transitos e stress na estrada se fosse apanhado no trãnsito^^, depois continuei a pôr não por causa dos KM a mais porque não ligava muito a isso mas porque sempre me disseram que limpava os injectores e o motor andava mais limpo, mas não sei se é verdade ou não.
 
Topo