Diário de Restauro - Fiat 127 '78

Tópico em 'Fiat' iniciado por Francisco Relvas, 18 Dez 2018.

Tópico em 'Fiat' iniciado por Francisco Relvas, 18 Dez 2018.

  1. Francisco Relvas

    Francisco Relvas Portalista
    Portalista

    Registo:
    19 Dez 2017
    Local:
    Portalegre, Portugal
    Depois de bastante tempo à espera aqui está. O diário de restauro do meu primeiro carro, o Fiat 127.

    [​IMG]

    (Peço desculpa pela qualidade mas a foto é de 1978 :D:)

    O 127 foi comprado pelo meu avô paterno em 1978, com as jantes especias BWA de origem, e apesar de lhe terem dado a escolha de escolher esperar pelos 900c ele decidiu comprar este, ainda da primeira série, mas dos últimos registados em Portugal (registado em Março de 1978).

    Uns anos mais tarde, devido ao meu avô querer comprar um carro mais novo, quis livrar-se dele e mandá-lo para a sucata. O meu pai (@Eduardo Relvas ) não o deixou e decidiu que iria arranjar o carro para utilizá-lo como daily driver até mais ou menos 2007, quando o parou na garagem devido ao seu gosto por 124's.

    [​IMG]

    Eventualmente no ano passado falou-se na possibilidade de trazer o 127 de volta porque a carrinha do meu pai foi para o bate-chapas.

    Depois de se meter outro motor, o 127 voltou ao ativo por pouco tempo (escreveu-se também um pouco no diário de bordo do portal: https://portalclassicos.com/foruns/index.php?threads/diário-de-bordo-fiat-127.23447/page-4), porque o meu pai já me tinha prometido que eu ficava com o carro.

    Fizemos também uma prova de regularidade em Janeiro (aproveitámos visto que o restauro ainda não começou :D::D:), aqui estão algumas fotos:

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    Como recentemente o meu pai arranjou uma outra carrinha 124 para usar no dia a dia o 127 ficou parado definitivamente o que significa que, passados muitos (dolorosos) meses à espera finalmente vou começar o restauro do 127. O plano é deixá-lo o mais original possível (e pronto para andar comigo todos os dias). Esperemos que corra tudo bem! :D::D::D:

    (Lista de compras:
    - Tablier;
    - Carburador;
    - Outras peças para o restauro do motor.)
     
    #1 Francisco Relvas, 18 Dez 2018
    Última edição: 18 Dez 2018
  2. Francisco Relvas

    Francisco Relvas Portalista
    Portalista

    Registo:
    19 Dez 2017
    Local:
    Portalegre, Portugal
    Dia 18 de Dezembro de 2018 - Primeiro dia de Restauro

    O primeiro dia de restauro, que entusiasmo! :D::D:

    Achei que devia começar pelo interior, visto que ainda queria levar o carro à lavagem pelos seus próprios meios.

    [​IMG]
    [​IMG]

    (estas jantes estão aqui provisoriamente, as BWA vão ser agora arranjadas algures em Braga)

    Comecei por tirar a consola e as colunas:

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    A consola não estava presa em nenhum lado... já desconfiava.

    A consola vai ser restaurada mais tarde, mas estas colunas estragam o espaço do carro, para não falar que além de serem horrorosas, estavam presas ao tablier! Vou ter de descobrir onde esconder umas colunas modernas :huh:.

    A seguir, banco do passageiro. Foi só deslizar. Fácil :thumbs up:.

    [​IMG]

    O banco do condutor fica pois este foi metido mais tarde pelo meu pai (na verdade não é um banco do condutor mas sim um de passageiro metido no lado do condutor) porque o banco original estava a começar a ficar rasgado. Não só isso como também tem de ir à lavagem e sem banco não vamos lá de certeza!! ;)

    A parte de baixo do banco de trás é só apontada, ou seja nada de parafusos ou truques manhosos. Excelente. :D:

    [​IMG]

    A parte de cima tem umas pontas de chapa que prendem o banco à carroceria. Depois de desdobradas é só deslizar o banco para cima!

    [​IMG]

    (montes de lixo no porta bagagens :huh:)

    Depois de desmontar os bancos traseiros reparei neste pequeno promenor:

    [​IMG]

    Estes ainda estão lá de fábrica! Engraçado que os bancos são mais velhos que o registo do carro... interessante.

    As quartelas das portas foram a última coisa da qual tratei hoje. Mas antes de tirar as quartelas tinha de tirar as manivelas e etc.

    [​IMG]

    As manivelas dos vidros estavam presas (como em todos os Fiat's) por umas molas em forma de Ómega:

    [​IMG]

    (aqui na foto voltei a metê-las na manivela para não as perder)

    [​IMG]

    Depois de tirados tratei de tirar a quartela e as molas que as seguram:

    [​IMG]

    (aqui ainda com as molas que não saíram juntamente com as quartelas)

    Nos outros lados foi exatamente o mesmo processo.

    E por hoje foi tudo. À tarde não pude trabalhar nele porque estive de volta dum BMW 1502 dum amigo próximo juntamente com o meu pai na sua oficina.
     
    #2 Francisco Relvas, 18 Dez 2018
    Última edição: 19 Dez 2018
  3. Carlos Vaz

    Carlos Vaz Portalista
    Portalista

    Registo:
    21 Mar 2007
    Local:
    V. N. de Milfontes
    Tópico subscrito!
     
    Francisco Relvas gostou disto.
  4. AndréFernandes

    AndréFernandes Portalista
    Portalista

    Registo:
    16 Set 2012
    Local:
    Porto
    Veículos nas Garagens:
    1
    Faço das palavras do @Carlos Vaz minhas:
    Tópico subscrito!
     
    Francisco Relvas gostou disto.
  5. João Luís Soares

    Staff Portalista Delegado Regional

    Registo:
    24 Out 2007
    Local:
    Maia / Gaia
    Veículos nas Garagens:
    3
    FINALMENTE!

    Só pontos positivos:
    - restauras esse 127 que bem merece e precisa
    - aprendes muito durante o restauro
    - livras esse 127 de ser conduzido à bruta por uns tempos :))

    P.S. Cuidado com os teus caracóis. Os restauros costumam dar calvície. Se tens dúvidas, olha para o teu pai e para mim...
     
    Pedro Teixeira4 e Francisco Anadia gostaram disto.
  6. JorgeMonteiro

    JorgeMonteiro ...o do "Boguinhas"
    Portalista Premium

    Registo:
    22 Jan 2016
    Local:
    Aveiro
    Veículos nas Garagens:
    1
    Fazer o primeiro restauro com um consultor técnico sempre à mão não dá trabalho nenhum. Vai ser limpinho limpinho!!

    Ainda por cima num fiat, que é descomplicado por natureza.

    Vais ficar agarrado!


    PS-Fica atento que o teu consultor vai-te meter um limitador de potência quando te apanhar distraído.
     
  7. Francisco Relvas

    Francisco Relvas Portalista
    Portalista

    Registo:
    19 Dez 2017
    Local:
    Portalegre, Portugal
    Ahahah espero nao perder os cabelos também! :))
     
  8. Francisco Relvas

    Francisco Relvas Portalista
    Portalista

    Registo:
    19 Dez 2017
    Local:
    Portalegre, Portugal
    Esperemos que corra tudo bem (e sem limitadores de potência)! :D:
     
  9. Nelson C. Santos

    Nelson C. Santos Powered by Taunus
    Social Media Team Portalista Premium

    Registo:
    10 Abr 2015
    Local:
    Corroios
    Veículos nas Garagens:
    1
    Olha que boa noticia!

    Um tópico há bastante esperado, quer por ti r por alguns de nós que sabiamos do projecto :ph34r:

    Isto é o que se chama passar o oficio de pai para filho!

    Obviamente é um tópico subscrito!

    Ps. Quero é ver o teu pai a mandar bitaites aqui no tópico :)):lol:
     
  10. Francisco Relvas

    Francisco Relvas Portalista
    Portalista

    Registo:
    19 Dez 2017
    Local:
    Portalegre, Portugal
    Ui. Acho que já chegam os bitaites ao vivo... :lol:
     
    António José Costa gostou disto.
  11. Francisco Relvas

    Francisco Relvas Portalista
    Portalista

    Registo:
    19 Dez 2017
    Local:
    Portalegre, Portugal
    Dia 19 de Dezembro de 2018

    Hoje fomos à lavagem lavar o 127, que ainda tinha restos de lama do Safari que nós fizemos no início deste ano.

    [​IMG]

    Escusa-se de dizer que estava mesmo a precisar. Via-se a água a escorrer toda castanha...

    Depois de feita a lavagem, tentámos ligar o carro, mas o 127 não quis. Por isso empurrei-o e eventualmente pegou. Depois, a meio do caminho para a oficina, foi-se a baixo outra vez...

    "Este carro é um choramingas" - digo eu - "Não quer ser restaurado..."

    Depois de abrirmos o capô descobrimos que a tampa do distribuidor deu o berro. Estava toda suja, já trabalhava com ele assim à mais de um ano e ainda não parou....

    E lá voltámos à oficina para buscar uma tampa de distribuidor nova (que comprei à uns meses para o restauro do motor) para meter no 127.

    Claro que, depois de trocada, o carro funcionou outra vez..

    De volta ao trabalho! Trabalhos de hoje: tirar o quadrante, tablier e chauffage.

    Primeiro tirei o porta-luvas que estava pendurado por 2 parafusos (1 de cada lado) e um arame (na parte de trás) que o segurava a uma ponta de chapa.

    [​IMG]

    (aqui só faltava tirar o arame que, na altura, ainda não tinha descoberto)

    [​IMG]

    (e aqui a ponta de chapa que segurava o tablier)

    A seguir tirei o quadrante que estava preso por um só parafuso:

    [​IMG]

    A parte de cima do tablier também saiu facilmente, pois este estava solto. O friso cromado veio juntamente com ele, apesar de achar que não era suposto isso ter acontecido. O friso (como vi noutro 127) era rebitado e é separado da parte de cima do tablier.

    [​IMG]

    O folheado de madeira foi o próximo a ser "expulso" do carro. Este também não queria sair por isso saiu só aos bocados.

    Nas duas pontas do folheado de madeira estavam estes plásticos:

    [​IMG]

    Suponho que sejam para proteger o friso de alguma coisa. Estas vão ficar bem guardadas...

    O resto do tablier não saiu, ou pelo menos ainda não tratei disso. Desdobrei umas pontas de chapa que estavam a segurar (pelo menos pareceu-me) a parte de baixo do tablier e tirei 3 parafusos que o prendiam à firewall. Depois disso ele continuava a não sair por isso achei que devia tirar a chauffage e que só depois de a tirar é que o tablier saía, por isso fui tratar disso.

    [​IMG]

    Tirei a roda sobresselente e as buzinas (que o meu pai adicionou quando ficou com o carro) dum Fiat 125.

    Tirar a chauffage não foi um trabalho fácil. Ainda por cima feito à noite, sem luz absolutamente nenhuma.

    Ora, primeiro tirei o parafuso que estava dentro da caixa da chauffage. Depois disso tirei as 3 molas (1 do lado do passageiro e 2 do lado do condutor) e outros 2 parafusos (1 de cada lado) que seguravam as duas partes da caixa.

    Agora foi só uma questão de jeito, mas aquilo não saía de maneira nenhuma, por isso decidi chamar o meu pai que eventualmente a conseguiu tirar do sítio... mas sem radiador. A caixa tinha um cabo (que pertencia ao radiador se não me engano) comprido que entrava lá para dentro mas que não conseguimos tirar de maneira nenhuma, por isso tirámos a chauffage sem o radiador.

    Infelizmente já não consegui tirar nenhuma foto, porque já estava muito escuro.

    Tarefas de amanhã: tentar tirar o tablier, tirar o teto (para mandar para o estufador juntamente com os bancos), tirar a carpete para mandar fazer uma nova e procurar outras peças em falta.

    Alguma dica para tirar o tablier do 127? É que depois de tirar a chauffage tentei tirá-la outra vez mas não consegui...

    Peças precisas (ou em falta):
    -Parte de cima do tablier;
    -Tiras de plástico que percorrem os pilares A e B até acima;
    -Carburador;
    -Botão de Borracha do Esguicho.
     
  12. Tiago Jose Antunes

    Tiago Jose Antunes Tiago Antunes
    Portalista

    Registo:
    20 Mai 2009
    Local:
    Covilhã
  13. Francisco Relvas

    Francisco Relvas Portalista
    Portalista

    Registo:
    19 Dez 2017
    Local:
    Portalegre, Portugal
    Tiago Jose Antunes gostou disto.
  14. JP Vasconcelos

    JP Vasconcelos Raio de Sol
    Portalista Premium

    Registo:
    29 Dez 2009
    Local:
    Rio de Janeiro
    Anda dizem que os novos não ligam aos mais velhos

    Esse 127 merece todos os mimos, depois de uma vida tão dura

    Mais um que vai andar por aqui espreitar
     
  15. Francisco Relvas

    Francisco Relvas Portalista
    Portalista

    Registo:
    19 Dez 2017
    Local:
    Portalegre, Portugal
    É do que eu mais gosto, adoro carros do século passado.

    E sim o 127 merece muito, andar tanto em 40 anos não é para qualquer carro.
     
    JP Vasconcelos gostou disto.
  16. Carlos Vaz

    Carlos Vaz Portalista
    Portalista

    Registo:
    21 Mar 2007
    Local:
    V. N. de Milfontes
    @Francisco Relvas como o vais restaurar não sei, isso é o teu pai que te vai dar umas dicas. Eu vou só ficar a aprender.
    Mas se o 127 viveu até aqui foi porque o teu pai lhe dava sempre um certo "calorzinho", portanto quando ele estiver a andar nunca te esqueças que um certo "calorzinho" previne a criação de carvão... eheheheheh
     
  17. Miguel L. Catarino

    Portalista

    Registo:
    4 Mai 2014
    Local:
    Covilhã
    Veículos nas Garagens:
    2
    Até que enfim se veem noticias deste 127! Partilho o mesmo sentimento: adoro carros do século passado as well. Não troco uns bancos aquecidos, ventilados e com multicontorno dinâmico por um belo som de um carro a carburador. ( E ir para a universidade de clássico é muito mais estiloso que um plástico moderno:D:)
    Tópico mais que subscrito.
    Uma pequena dica: à medida que vais tirando coisas do carro, vai apontando o que tiras, como se volta a montar, cores (especialmente nas ligações elétricas). Se tiveres possibilidade, agrupa tudo por categorias (Grupo mecânico, interiores, etc) e dentro destes em subcategorias(ex: Grupo mecânico: Motor; Caixa; sistema refrigeração; etc.). Se tiveres dificuldades em categorizar as coisas sugiro fazeres semelhante ao catálogo de peças. Assim quando fores mexer já tens tudo ordenado!
    Ah, estabelece metas. Por exemplo: Até 31/12/18 tenho que ter a carroçaria nua. Vais ver que o restauro ganha outro ritmo! Eu estou a praticar isto no 850, mas a vida académica não permite ser tão linear….

    Este carro só me faz lembrar a seguinte publicidade do 127:



    Boa sorte, vais precisar!:ph34r:
     
  18. Francisco Relvas

    Francisco Relvas Portalista
    Portalista

    Registo:
    19 Dez 2017
    Local:
    Portalegre, Portugal
    Acho que a única coisa que preciso de organizar a sério é mesmo a cablagem… apesar de ter esquemas eléctricos do carro há vários circuitos extras que foram adicionados pelo meu avô e pelo meu pai.

    De resto tenho todos os parafusos bem organizados ou nos seus respectivos sítios, e tenho também o report que vou fazendo no portal. :D:

    O objetivo é desmontar tudo para ir para o bate-chapas no final das férias escolares (ou seja até mais ou menos 3 de Janeiro).

    Essa é uma das melhores publicidades da Fiat! O Rémi Julienne era espectacular…

    Adoro o seu 850! É sem dúvida um dos meus carros favoritos da Fiat!

    Obrigado! :)
     
    António José Costa gostou disto.
  19. Francisco Relvas

    Francisco Relvas Portalista
    Portalista

    Registo:
    19 Dez 2017
    Local:
    Portalegre, Portugal
    Vai ser um restauro ao parafuso ou quase ao parafuso, preservando muitas das peças originais. Viveu até aqui, mas sem o motor original SEAT (que está guardado algures na garagem). O meu pai falou-me em meter um bloco FIAT (dum 127 obviamente) porque supostamente é de melhor qualidade… mas estou seriamente a pensar ir ver do bloco original… não sei mesmo o que fazer.

    Se há coisa que o 127 nunca teve foi carvão!! Era “escafiado” todos os dias.
     
    António José Costa gostou disto.
  20. Francisco Relvas

    Francisco Relvas Portalista
    Portalista

    Registo:
    19 Dez 2017
    Local:
    Portalegre, Portugal
    Esqueci-me de mencionar que o bloco FIAT já lá esteve uns quantos anos e que, de qualquer uma das maneiras um dos motores há-de ser reconstruído.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido
  1. Este site utiliza cookies para o ajudar a personalizar os conteúdos, aprimorar a sua experiência de utilização e manter a sua sessão activa no caso de ter conta registada.
    Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies.
    Fechar Aviso