Consumo Absurdo?

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Estes carros de facto luz da reserva não têm é um facto, mas posso dizer-te de fonte segura que eles andam abaixo do risco vermelho (suposta reserva) :p
Sou especialista a andar nas reservas :xD:

Em relação aos consumos desses motores da Honda, não sou grande conhecedor, mas posso-te dizer que com os meus K 1.4 faço com um depósito 650-700kms.
Com o meu D16A9 (416GTi) faço um pouco menos, talvez uns 630kms

Sei que com os K 1.4 consegues fazer consumos bem porreiros, se estiveres numa de trabalhar para consumos.
O melhor que fiz foi 6.2, salvo erro, o que para um motor com 103cv desenvolvido nos anos 80 é extremamente espantoso...sem nunca esquecer que era o 1.4 atmosférico mais rápido durante uns bons anos.
 

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Já agora aproveito para partilhar este site contigo, em que podes controlar os consumos e despesas que tens com a carrinha e até comparar com viaturas de outros utilizadores.
Cheguei a usar com muita frequência :thumbs up:

 

António Barbosa

Red Line
Portalista
A minha experiência com a minha Tourer (motor serie-K 1.6 16 V Twin Cam) é que os consumos controlavam-se bem com o pé direito, o único componente que a punha a gastar mais era o A/C, punha um litro de 95 à conta dele. Os consumos andavam pelos 8-9l/100km, em férias com 4 adultos uma criança e o A/C sempre na posição 4 (max.) gastou-me 12l/100km (Porto->La Manga (aquela do mar mais pequeno) com um calor f.d.p.).
A tua Tourer tem motor Honda, 16V mas SOHC, cheguei a fazer um test drive nos idos anos 90 a uma e preferi esperar pela versão serie-K (é desta que me vão correr daqui...) pois achei que fazia diferença para melhor...
O depósito tem uma boa reserva, dá para arriscar com o ponteiro no vermelho, mas em 22 anos e 330 000km apercebi-me de 3 coisas:
1 - O ponteiro do nível da gasolina varia imenso com a inclinação do veículo, a descer conta muito menos, e a subir conta um pouco mais.
2 - Da única vez que fiquei sem gasolina nenhuma (parado na VRI "naquele" dia de sol) socorreram-me com um jerrycan de 5 litros e NÃO CHEGOU! A tubagem, bombas filtros e afins só se contentaram com 13 litros da coisa!
3 - Cheguei a experimentar 98 por causa da taxa de compressão de 10:1 do motor série-K e nunca vi diferença.


Por fim e em relação à eventual supressão do catalisador, convém saber porque é que foi suprimido, foi por causa das emissões de poluentes da minha Tourer que mudei de centro de inspeções pois quiseram ser "mais papistas que o papa", mudei de centro e nem comentaram essa questão.
A principal função do conjunto catalisador/sonda lambda numa mecânica de meados do anos 90 é precisamente a de regular a quantidade de gasolina que a ECU manda os injetores injetarem no motor, ou foi colocada uma resistência do valor correto no lugar da sonda lambda ou então a coisa vai andar aleatória com consumos incertos e com arranques a frio custosos.
 
Última edição:
Estes carros de facto luz da reserva não têm é um facto, mas posso dizer-te de fonte segura que eles andam abaixo do risco vermelho (suposta reserva) :p
Sou especialista a andar nas reservas :xD:

Em relação aos consumos desses motores da Honda, não sou grande conhecedor, mas posso-te dizer que com os meus K 1.4 faço com um depósito 650-700kms.
Com o meu D16A9 (416GTi) faço um pouco menos, talvez uns 630kms

Sei que com os K 1.4 consegues fazer consumos bem porreiros, se estiveres numa de trabalhar para consumos.
O melhor que fiz foi 6.2, salvo erro, o que para um motor com 103cv desenvolvido nos anos 80 é extremamente espantoso...sem nunca esquecer que era o 1.4 atmosférico mais rápido durante uns bons anos.
Hugo com a variedade de K 1.4 que tive sempre fiz consumos abaixo de 6 Litros aos 100 e com o concerto 1.6 16v fazia cerca de 7
Claro que o DOHC faz melhores consumos e os carros são mais aerodinâmicos que a Tourer.
E ao ver que a média dada pela marca é de 8.6 e sabendo que as marcas anunciam sempre menos que o real ao conseguir uma média de 7.9 como válvulas fiquei contente.
Ok a minha condução é calma e tal não uso o A/C
Já agora aproveito para partilhar este site contigo, em que podes controlar os consumos e despesas que tens com a carrinha e até comparar com viaturas de outros utilizadores.
Cheguei a usar com muita frequência :thumbs up:

Obrigado Hugo
Eu uso um idêntico mas obrigado na mesma
 
A minha experiência com a minha Tourer (motor serie-K 1.6 16 V Twin Cam) é que os consumos controlavam-se bem com o pé direito, o único componente que a punha a gastar mais era o A/C, punha um litro de 95 à conta dele. Os consumos andavam pelos 8-9l/100km, em férias com 4 adultos uma criança e o A/C sempre na posição 4 (max.) gastou-me 12l/100km (Porto->La Manga (aquela do mar mais pequeno) com um calor f.d.p.).
A tua Tourer tem motor Honda, 16V mas SOHC, cheguei a fazer um test drive nos idos anos 90 a uma e preferi esperar pela versão serie-K (é desta que me vão correr daqui...) pois achei que fazia diferença para melhor...
O depósito tem uma boa reserva, dá para arriscar com o ponteiro no vermelho, mas em 22 anos e 330 000km apercebi-me de 3 coisas:
1 - O ponteiro do nível da gasolina varia imenso com a inclinação do veículo, a descer conta muito menos, e a subir conta um pouco mais.
2 - Da única vez que fiquei sem gasolina nenhuma (parado na VRI "naquele" dia de sol) socorreram-me com um jerrycan de 5 litros e NÃO CHEGOU! A tubagem, bombas filtros e afins só se contentaram com 13 litros da coisa!
3 - Cheguei a experimentar 98 por causa da taxa de compressão de 10:1 do motor série-K e nunca vi diferença.


Por fim e em relação à eventual supressão do catalisador, convém saber porque é que foi suprimido, foi por causa das emissões de poluentes da minha Tourer que mudei de centro de inspeções pois quiseram ser "mais papistas que o papa", mudei de centro e nem comentaram essa questão.
A principal função do conjunto catalisador/sonda lambda numa mecânica de meados do anos 90 é precisamente a de regular a quantidade de gasolina que a ECU manda os injetores injetarem no motor, ou foi colocada uma resistência do valor correto no lugar da sonda lambda ou então a coisa vai andar aleatória com consumos incertos e com arranques a frio custosos.
Conforme já respondi ao Hugo Albuquerque os consumos estão bem bons.
O motor K 1.6 é mais contido nos consumos e um pouco mais despachado além de ser melhor em baixas penso que devido ao facto de ser DOHC.
O catalisador se realmente estiver ausente deve-se ao facto da maior parte das pessoas achar que ganhava mais uns cavalos.
Penso que para isso contribuiu o facto dos Honda como o motor D16A8 ter mais 8 CV que o D16A9 que era o com catalisador.
Mas a meu ver a única coisa que ganhavam era mais consumo.
Dos meus parcos conhecimentos mecânicos e electrónicos deduzo que devido á centralina a injecção e sensores não se recuperar os cavalos.
Ok a linha de escape fica mais desobestruida mas.......
 

Nuno Filipe Pinto Ferreira

Titulo
Portalista
Hugo com a variedade de K 1.4 que tive sempre fiz consumos abaixo de 6 Litros aos 100 e com o concerto 1.6 16v fazia cerca de 7
Claro que o DOHC faz melhores consumos e os carros são mais aerodinâmicos que a Tourer.
E ao ver que a média dada pela marca é de 8.6 e sabendo que as marcas anunciam sempre menos que o real ao conseguir uma média de 7.9 como válvulas fiquei contente.
Ok a minha condução é calma e tal não uso o A/C

Obrigado Hugo
Eu uso um idêntico mas obrigado na mesma
Podes dizer qual e e por o link ?
 

Hugo Albuquerque

Rover Enthusiastic
Portalista
Conforme já respondi ao Hugo Albuquerque os consumos estão bem bons.
O motor K 1.6 é mais contido nos consumos e um pouco mais despachado além de ser melhor em baixas penso que devido ao facto de ser DOHC.
O catalisador se realmente estiver ausente deve-se ao facto da maior parte das pessoas achar que ganhava mais uns cavalos.
Penso que para isso contribuiu o facto dos Honda como o motor D16A8 ter mais 8 CV que o D16A9 que era o com catalisador.
Mas a meu ver a única coisa que ganhavam era mais consumo.
Dos meus parcos conhecimentos mecânicos e electrónicos deduzo que devido á centralina a injecção e sensores não se recuperar os cavalos.
Ok a linha de escape fica mais desobestruida mas.......


Atenção que é precisamente o contrário. O D16A9 não era catalisado e tinha 130cv, enquanto que o já catalisado D16A8 tinha 122cv.
 

Nuno Filipe Pinto Ferreira

Titulo
Portalista
Conforme já respondi ao Hugo Albuquerque os consumos estão bem bons.
O motor K 1.6 é mais contido nos consumos e um pouco mais despachado além de ser melhor em baixas penso que devido ao facto de ser DOHC.
O catalisador se realmente estiver ausente deve-se ao facto da maior parte das pessoas achar que ganhava mais uns cavalos.
Penso que para isso contribuiu o facto dos Honda como o motor D16A8 ter mais 8 CV que o D16A9 que era o com catalisador.
Mas a meu ver a única coisa que ganhavam era mais consumo.
Dos meus parcos conhecimentos mecânicos e electrónicos deduzo que devido á centralina a injecção e sensores não se recuperar os cavalos.
Ok a linha de escape fica mais desobestruida mas.......
O catalisador pode ter apodrecido e fica caro muda-lo.
 
Topo