Citroën XM V6.24 (1993)

afonsopatrao

Portalista
Portalista
Era um belo dia de sol. E eu em Lisboa. À hora de almoço, estava com um nervoso miúdo: eu sabia que aquele XM V6 era tudo o que eu queria. Apenas a matrícula branca me irritava, mas já estava mais do que apaixonado pelo carro, só das fofos do OLX.
Chamei um táxi e apareceu um Citroën C-Elysée. "Só pode ser um sinal de que eu devia comprar mais um Citroën", pensei eu.
Chegado ao destino, vi-o estacionado e rasteiro, despressurizado. Mas... Caramba, é um V6.24v, motor PRV. 204 cavalos. Inteirinhos.
image.jpeg

Primeiro, quis inteirar-me da história do carro:
Era de um empresário que trabalhava entre Portugal e Espanha. Comprou-o em Vigo, para substituir o seu CX. Usou-o até 2008, altura em que comprou um C6 e encostou um XM. Antes da entrada em vigor do novo IUC, porém, legalizou-o em Portugal, em Abril de 2007.
O dono morreu em 2016.
Nessa altura, o filho da empregada desse senhor, que toda a infância tinha visto o XM, comprou-o aos herdeiros. Fez muito poucos kms, sobretudo por causa dos elevados consumos. Dormiu na rua desde então.
Agora decidiu vender, também por ter comprado outro carro (um BMW série 5, dos anos 90).

Depois segui para a lista de verificações que me tinham aconselhado, quer o meu mecânico Citroën, quer o @Samuel .
1. Interiores: FABULOSOS. Cuidados e arranjados. Impecável. Tudo funciona, desde a regulação eléctrica dos bancos, vidros., iluminação, Climatronic.
Apenas uma estaladela na lâmina superior, mesmo a meio; e o ar condicionado precisará de ser carregado. Mas mandou convertido para o gás novo!
image.jpeg

2. Motor pegou imediatamente. Quando ouvi o ronco do V6 percebi que estava como,Resende enfeitiçado. Subiu de regime bem e mantinha-se a qualquer rotação. Todavia, de vez em quando sentia uma ligeira falha. Ainda assim, ponto positivo.

3. Pneus: horríveis. De 2006, estão todos ressequidos, apesar de terem piso. image.jpeg

3. Sistema hidráulico: não está nos seus melhores momentos. Ainda assim, tem esferas genuínas Citroën, de 2010, o que é um bom indício. A esfera central estará nas últimas (clica em cada 5-6 segundos); as esferas traseiras estarão rebentadas (pois está rijo atrás); as esferas Hydractive devem estar rebentadas, pois não se nota diferença entre a posição normal e sport (sim, este é de Abril de 1993, logo é Hydractive 2). O DIRAVI funciona bem, fazendo o volante retornar suavemente à posição central. Todavia, a dureza da direcção oscila muito; devem ser filtros e canais de LHM entupidos, a acrescer a uma esfera DIRAVI pouco saudável.
Enfim, o remédio é comprar as 8 esferas, o que vai ascender a 700€.

4. Exame ao motor: óleo castanho. Fiquei muito desconfiado. Não passa ar para o sistema de refrigeração, mas fiquei a achar que poderia haver passagem de água para o óleo. O vendedor explicou que, no ano anterior, isso efectivamente tinha ocorrido, razão pela qual ele comprou novo radiador de óleo: nessa altura concluiu-se que era o radiador de óleo o responsável pelo problema. O mecânico dele terá dito que, na sequência da mistura ocorrida, o sistema demoraria a limpar, razão pela qual aconselhou o rapaz a fazer muitas mudas de óleo época limpar. Mas o rapaz não fez, pelo que este óleo é ainda o primeiro.
Liguei ao meu mecânico, que me disse para avançar, pois o preço a que estava seria o mínimo que encontraria por um XM V6; e que acreditava na história do radiador do óleo.
Ainda assim, consegui uma importante redução do preço pedido e fechámos negócio!

Uma meia hora para fazer seguro (de clássico, apesar de só fazer os 25 anos no dia 27 de abril) e fui ao local onde os XMs passam mais tempo:
image.jpeg

Depois levei-o para a entrada da ZER.
image.jpeg

image.jpeg image.jpeg E claro, com direito a uma peauena fuga de LHM na roda dianteira esquerda. image.jpeg

Ao fim do dia, ele ainda lá estava.
Tudo a postos, e meti-me a caminho de Coimbra! Com este som maravilhoso do V6, mas com algum receio que um pneu estourasse... Devagarinho pela A1, sempre a seguir. image.jpeg (o relógio não estava acertado, pois eu não tinha um objecto pontiagudo para a operação...).

Primeira paragem, para verificar níveis, em Aveiras. Tudo ok! image.jpeg
Mesmo com esferas rebentadas, o conforto dele é impressionante. O silêncio a bordo é indizível. O rádio, com cassetes p, de uma excelente qualidade. Estou mesmo impressionado. image.jpeg
Depois, um pequeno susto: acendeu a luz de falta de água no motor, com indicação para parar imediatamente. Assim fiz, embora a luz tenha apagado...
Verificando, era falso alarme, pois o líquido está a nível. Terá sido uma das mas conexões de canoagem por que o XM serie 1 é tão conhecido. image.jpeg

Finalmente, cheguei a casa. São e salvo. Com um carro magnífico. image.jpeg image.jpeg

Se em Lisboa ele estava a fazer médias de 14litros, em autoestrada a 120, fez 10l. Quase que é económico! image.jpeg
Lembremo-nos que são muitos cavalos para alimentar...
image.jpeg

Ele foi dormir. E eu também vou, que amanhã acordo muito cedo. Amanhã continuo os relatos! image.jpeg
 

afonsopatrao

Portalista
Portalista
Ele vem com tudo original. As três chaves (uma com comando — que funciona); uma geral mas sem comando; uma de serviço, que não abre a mala nem o porta-luvas. Tem o manual, em espanhol, e os cartões do concessionário Citroën de Vigo onde foi comprado. Também traz um kit de luzes original. E porta-chaves do concessionário espanhol onde foi comprado.
68FDF11A-5EBA-4226-8CEA-B7183443529C.jpeg

Dois triângulos:
25782D03-C096-4CF4-9A75-6671AC22D175.jpeg

Despressuriza em menos de 2 horas. Mas está melhor que no primeiro dia, apesar de tudo. 329B1413-E89A-428D-8C6A-1F5023FFA992.jpeg

Agora aproveito para pedir opinião: o manual recomenda óleo Total 15W40 ou 15W50, que na altura eram óleos semi-sintéticos. Coloco o 15W40, apesar de hoje ser um óleo mineral?
 

afonsopatrao

Portalista
Portalista
Entretanto, no dia 1 da propriedade Patrão, levei-o logo cedo para a estação (que é para rimar). Logo de manhã brindou-me com um duplo sorriso ao rodar a chave: o ronco rouco de um belíssimo V6 (o que isto anda...); e a subida da suspensão, suave e consistente.
Na estação, ficou estacionado em local seguro, longe dos demais automóveis.
C0E650CC-069F-4221-A320-973A585E4D4D.jpeg

Como cheguei à estação com alguma antecedência, ainda acertei o relógio e comecei a inventariar as coisas para fazer.
Desde logo, as mais urgentes, sobretudo para resolver o problema da suspensão e para despistar se existe ou não um problema no motor:
1. 8 esferas Citroën (uma acumuladora central, uma para cada roda, duas Hydractive e uma para a DIRAVI);
2. Hydraurinçage (líquido de limpeza do circuito, que se coloca em substituição do LHM durante um período de 1500 a 5000kms) FE788550-BF32-4E50-BAA9-4FB1E178884F.jpeg

3. Óleo do Motor (6 litros e meio).
4. Filtros de óleo, ar e gasolina
5. 6 velas novas (a ver se o engasgo desaparece).
6. 4 pneus novos (205/60R15)

Depois, as coisas que fui descobrindo mas menos urgentes.
7. Ver o que se passa com o limpa pára-brisas da frente, que não deita água.
8. Carregar ar condicionado.
9. Colocar os botões dos vidros na porta do condutor na posição certa (está a do condutor no lado direito e a do passageiro no lado esquerdo).
10. Ver o que se passa com o sensor de velocidade do computador de bordo, que às vezes acha que estou ao dobro da velocidade real — o que, se estiver ligado ao mesmo sensor de velocidade da suspensão Hydractive, pode ter influência no respectivo funcionamento.

Depois de um longo dia de trabalho, cheguei tarde a Coimbra. Coloco o código de desbloqueio do corte de corrente, acende o led verde e dou à chave.
Motor roda e não pega. Segunda tentativa. Nada. Terceira. Quarta. Quinta. Sexta. Nada. Ou era ignição ou injecção, pois o motor rodava mas não pegava.
Oh diabo.
Depois de umas tentativas, liguei ao meu mecânico, para combinar a entrega do carro, na sua primeira viagem de reboque. Pormenores combinados, comecei a pensar que a primeira geração do XM é conhecida por uma série de problemas eléctricos e maus contactos... será que o corte de corrente acendeu a luz verde mas não activou a ignição?
Resolvi apanhar um táxi, ir a casa jantar, e deixar a chamada do reboque para quando voltasse ao parque da estação.

Assim fiz. E quando ia de volta para o reboque, o meu mecânico ligou-me a dizer que ia lá ter comigo para dar uma ajuda.
Pois bem. Chegada ao carro, código inserido no corta-corrente e... pegou à primeira!!
Ou seja... era mesmo um qualquer stress eléctrico.

Aproveitando a presença do meu mecânico, ele esteve a ver o carro e a adicionar pontos à lista de encargos.
Primeiro as coisas positivas:
a) ele acha que o carro está em óptimo estado! Não habitual!
:cool: Acha que eu exagerei na cor do óleo. Que lhe parece normal. E não há resquícios de óleo na água. Felizmente, ser um tipo pessimista, às vezes dá-nos alegrias!
8C19F981-54E7-429A-8070-DE7625CABF4A.jpeg
As coisas que ele detectou:
11. A fuga de LHM na roda dianteira esquerda deve-se à inexistência de uma peça (lapa?);
12. Há um tubo de retorno de LHM a precisar de ser trocado na roda dianteira direita.
13. A luz do capot está fundida
14. O cilindro da roda traseira direita está com fugas e fole roto;
15. Há muitas fichas eléctricas no cofre que estão achanatadas, com silicone.
16. A luz do quadrante de activação da suspensão sport fundiu (funcionava quando comprei mas deixou de acender, nem quando ligo o carro, nem quando activo a suspensão).
17. A tampa do vaso de expansão está abaulada e sem vedar.

Lá voltou a casa, pelos próprios meios. E sim, já torrei 50€ de gasolina. Em três tempos. E continuo feliz.
118E5568-4DB9-4D67-8FE5-46A6985ABA29.jpeg
 

Rafael Isento

Simplify, then add lightness!
Membro do staff
Premium
Portalista
Grande máquina Afonso, um avião com frente em cunha para fatiar o vento, ajuda ao silêncio a bordo ;)

Óleo? Mete o TOTAL Quartz 7000 10W-40, é semi-sintético e tem o selo da Citroën.
Na AutoParts Logistic não chega a 19€. Atenção que há 2, o normal e o Energy. O que tu queres é o que tem a norma PSA (acho que é o normal). Também podes escolher um óleo da Elf (que é do grupi Total). O PRV como sabes é PSA, Renault e Volvo, o que quer que eles recomendem está bom. A caixa de velocidades é que é mais esquisita com o lubrificante, tens que seguir escrupulosamente a recomendação PSA. Se precisares de alguma coisa avisa, para a semana vou à Filinto Mota e vou aproveitar para ver se têm informações de época ;)
 

JorgeMonteiro

...o do "Boguinhas"
Membro do staff
Premium
Portalista
Que belo concorde!! Acho que fizeste uma boa compra. O motor deve estar bem saudável e não te vai dar chatices. Os caprichos eléctricos são coisas que tu consegues fazer e vão servir para te manter entretido a mudar lâmpadas, limpar contactos e verificar ligações.

Se calhar era de fazer uma muda de óleo barato para ver se realmente ainda sai contaminado, e depois optas pelo de melhor qualidade.

Se ainda tiveste um desconto, aposto que mesmo depois de pagares a conta da revisão geral ainda vais achar que fizeste uma excelente compra.

É muito carro para tão pouco dinheiro!! Estou maravilhado e com uma ponta de inveja.
 

João Pedras

Portalista
Premium
Portalista
Se calhar era de fazer uma muda de óleo barato para ver se realmente ainda sai contaminado, e depois optas pelo de melhor qualidade.
O TOTAL Quartz 7000 não é caro e é o recomendado. Não vale o esforço de inventar. Este tipo de poupança um dia acaba por sair cara.
Há uma lengalenga que eu costumo dizer "quando mudas o óleo ainda tem de estar bom, se não já estragou alguma coisa".
Na generalidade as pessoas não têm ideia do mal que faz a fraca qualidade de óleo e o espaçamento das mudas.
No meu corsa a origem mandava fazer as mudança de 30 em 30 mil Km mas na minha mão sempre fez de 15 em 15.
 

Samuel

Portalista
Portalista
Entretanto, no dia 1 da propriedade Patrão, levei-o logo cedo para a estação (que é para rimar). Logo de manhã brindou-me com um duplo sorriso ao rodar a chave: o ronco rouco de um belíssimo V6 (o que isto anda...); e a subida da suspensão, suave e consistente.
Na estação, ficou estacionado em local seguro, longe dos demais automóveis.
Ver anexo 1107346

Como cheguei à estação com alguma antecedência, ainda acertei o relógio e comecei a inventariar as coisas para fazer.
Desde logo, as mais urgentes, sobretudo para resolver o problema da suspensão e para despistar se existe ou não um problema no motor:
1. 8 esferas Citroën (uma acumuladora central, uma para cada roda, duas Hydractive e uma para a DIRAVI);
2. Hydraurinçage (líquido de limpeza do circuito, que se coloca em substituição do LHM durante um período de 1500 a 5000kms)Ver anexo 1107348

3. Óleo do Motor (6 litros e meio).
4. Filtros de óleo, ar e gasolina
5. 6 velas novas (a ver se o engasgo desaparece).
6. 4 pneus novos (205/60R15)

Depois, as coisas que fui descobrindo mas menos urgentes.
7. Ver o que se passa com o limpa pára-brisas da frente, que não deita água.
8. Carregar ar condicionado.
9. Colocar os botões dos vidros na porta do condutor na posição certa (está a do condutor no lado direito e a do passageiro no lado esquerdo).
10. Ver o que se passa com o sensor de velocidade do computador de bordo, que às vezes acha que estou ao dobro da velocidade real — o que, se estiver ligado ao mesmo sensor de velocidade da suspensão Hydractive, pode ter influência no respectivo funcionamento.

Depois de um longo dia de trabalho, cheguei tarde a Coimbra. Coloco o código de desbloqueio do corte de corrente, acende o led verde e dou à chave.
Motor roda e não pega. Segunda tentativa. Nada. Terceira. Quarta. Quinta. Sexta. Nada. Ou era ignição ou injecção, pois o motor rodava mas não pegava.
Oh diabo.
Depois de umas tentativas, liguei ao meu mecânico, para combinar a entrega do carro, na sua primeira viagem de reboque. Pormenores combinados, comecei a pensar que a primeira geração do XM é conhecida por uma série de problemas eléctricos e maus contactos... será que o corte de corrente acendeu a luz verde mas não activou a ignição?
Resolvi apanhar um táxi, ir a casa jantar, e deixar a chamada do reboque para quando voltasse ao parque da estação.

Assim fiz. E quando ia de volta para o reboque, o meu mecânico ligou-me a dizer que ia lá ter comigo para dar uma ajuda.
Pois bem. Chegada ao carro, código inserido no corta-corrente e... pegou à primeira!!
Ou seja... era mesmo um qualquer stress eléctrico.

Aproveitando a presença do meu mecânico, ele esteve a ver o carro e a adicionar pontos à lista de encargos.
Primeiro as coisas positivas:
a) ele acha que o carro está em óptimo estado! Não habitual!
:cool: Acha que eu exagerei na cor do óleo. Que lhe parece normal. E não há resquícios de óleo na água. Felizmente, ser um tipo pessimista, às vezes dá-nos alegrias!
Ver anexo 1107349
As coisas que ele detectou:
11. A fuga de LHM na roda dianteira esquerda deve-se à inexistência de uma peça (lapa?);
12. Há um tubo de retorno de LHM a precisar de ser trocado na roda dianteira direita.
13. A luz do capot está fundida
14. O cilindro da roda traseira direita está com fugas e fole roto;
15. Há muitas fichas eléctricas no cofre que estão achanatadas, com silicone.
16. A luz do quadrante de activação da suspensão sport fundiu (funcionava quando comprei mas deixou de acender, nem quando ligo o carro, nem quando activo a suspensão).
17. A tampa do vaso de expansão está abaulada e sem vedar.

Lá voltou a casa, pelos próprios meios. E sim, já torrei 50€ de gasolina. Em três tempos. E continuo feliz.
Ver anexo 1107350
Tenta ver que oleo tem levado.

Os soluções e a falha não pidpod ser a bomba da gasolina a falhar ou com mau contacto?
 

miguelcristovao

Portalista
Portalista
Estou colado.
Trás memorias de infância este carro. Há muitos anos atrás, um colaborador espanhol da empresa onde a minha mãe trabalha, tinha um.
Lembro-me como se fosse hoje, passava horas a olhar para o XM, exterior, interiores...

Afonso, que querias um XM já sabia, até falámos sobre isso em Coimbra.
Mas daí a teres encontrado um exemplar assim.. vai lá vai!!

Muitos parabéns!
Vou ligar um dia para ver ao vivo e combinarmos qualquer coisa.. pode demorar, mas vai acontecer.:wub:
 

afonsopatrao

Portalista
Portalista
Quanto ao óleo eu utilizaria um 10W40 semi-sintéctico de qualidade, é provável que gaste um pouco mais de óleo mas não é por ai.
Estou com o @António José Costa na questão do óleo.

Se calhar era de fazer uma muda de óleo barato para ver se realmente ainda sai contaminado, e depois optas pelo de melhor qualidade.
Há uma lengalenga que eu costumo dizer "quando mudas o óleo ainda tem de estar bom, se não já estragou alguma coisa".
Na generalidade as pessoas não têm ideia do mal que faz a fraca qualidade de óleo e o espaçamento das mudas.
No meu corsa a origem mandava fazer as mudança de 30 em 30 mil Km mas na minha mão sempre fez de 15 em 15.
Tenta ver que oleo tem levado.

Os soluções e a falha não pidpod ser a bomba da gasolina a falhar ou com mau contacto?
Obrigado! Estou (até ver) muito feliz com ele. Mesmo com as paragens na bomba de gasolina.
Vou ver se tem levado o 10W40 ou o 15W40 e, para primeira muda, vou ver se mantenho a viscosidade usada. E vou colocar Total, por causa das bruxas.
@Rafael Isento , supostamente o Quartz é feito tendo em consideração especificamente os motores PSA; o Quartz Energy é a versão "generalista" do mesmo óleo, para qualquer marca.

Grande máquina Afonso, um avião com frente em cunha para fatiar o vento, ajuda ao silêncio a bordo ;)

Óleo? Mete o TOTAL Quartz 7000 10W-40, é semi-sintético e tem o selo da Citroën.
Na AutoParts Logistic não chega a 19€. Atenção que há 2, o normal e o Energy. O que tu queres é o que tem a norma PSA (acho que é o normal). Também podes escolher um óleo da Elf (que é do grupi Total). O PRV como sabes é PSA, Renault e Volvo, o que quer que eles recomendem está bom. A caixa de velocidades é que é mais esquisita com o lubrificante, tens que seguir escrupulosamente a recomendação PSA. Se precisares de alguma coisa avisa, para a semana vou à Filinto Mota e vou aproveitar para ver se têm informações de época ;)
Sim, o motor é PRV. Mas, face ao original PRV dos anos 70, é uma evolução específica PSA: como o grupo PSA não era fã dos sobrealimentados a gasolina, mudou substancialmente as cabeças. Daí ter as cabeças de 24v (embora só com 9 cames de cada lado, pois as válvulas de escape são accionadas por uma came única em cada cilindro, em forma de Y) e ter admissão variável, inspirada no motor do Peugeot 405 T16.
Não imaginam o sonho que é ter os 204cv debaixo do pé, com a suavidade que só um V6 conbsegue dar. E binário brutalmente estável.

És oficialmente o dono do carro mais "exclusivo" da casa!

Estou maravilhado.
Obrigado. Parece que ainda nem acredito!

Estou colado.
Trás memorias de infância este carro. Há muitos anos atrás, um colaborador espanhol da empresa onde a minha mãe trabalha, tinha um.
Lembro-me como se fosse hoje, passava horas a olhar para o XM, exterior, interiores...

Afonso, que querias um XM já sabia, até falámos sobre isso em Coimbra.
Mas daí a teres encontrado um exemplar assim.. vai lá vai!!

Muitos parabéns!
Vou ligar um dia para ver ao vivo e combinarmos qualquer coisa.. pode demorar, mas vai acontecer.:wub:
Obrigado!! Fico à espera. E quando ele estiver de revisão feita, também posso ir gastar uns 50 litros de gasolina a ir para os teus lados.

Só te posso desejar muitos e bons quilómetros de prazer ao volante desse luxo, pois de mecânica sou um zero à esquerda.
Muito obrigado!!

Bem... Se ninguém o diz digo eu:

Afonso...

agora é que é...

à Patrão! :lol:
Uma das minhas miúdas dizia ontem: "As princesas andam em carros destes, não é?"
 

afonsopatrao

Portalista
Portalista
Ah, @Samuel : esqueci-me de responder quanto à bomba de gasolina.
Pode ser, claro. Mas não me parece, pois de tanto eu tentar rodar o motor, julgo ter sentido o cheiro de gasolina não queimada. E depois de ter deixado o código voltar a bloquear, assim que introduzi o código ele funcionou sem nenhuma queixa. Aliás, como sempre tem acontecido.
Quanto a mim, foi um stress eléctrico qualquer: o led verde acendeu mas não deu sinal à centralina para activar a bobine.
 

Nelson C. Santos

Powered by Taunus
Membro do staff
Social Media Team
Premium
Portalista
Muitos parabéns Afonso!
Excelente aquisição! Obviamente tópico subscrito e a deliciar-me com cada nova entrada!

Acho que já todos te ajudaram com a questão do óleo. E partilho da opinião de usar o Total 7000 10W40 tal como o Rafael indicou.
 
Topo