Cartógrafos? Quem ainda usa os mapas?

Bom dia Companhia,

Passa um dia do Natal ainda está tudo a dormir e no que eu me fui lembrar.

Com os GPS no telemóvel, embutidos nos carros, no tablet, à venda por 100 euros com actualizações gratuitas, com o Google Mapas com indicações a cada intercepção, quem ainda usa os velhinhos mapas para ir a qualquer sitio que não conhece?

Quem ainda pára o carro numa berma, abre o mapa no capot do carro só porque a Maria disse que viu uma placa com um nome qualquer?
 

João Luís Soares

Pre-War
Membro do staff
Delegado Regional
Portalista
Eu!

Em 2016 fiz uma viagem pelo Alto Alentejo com a minha mulher e a única coisa que ajudou a levar o Panda por bons caminhos foi um mapa das estradas. Não é preciso mais nada.
 

Paulo Caldeira

Clássico
Confesso que agora já uso pouco, mas ainda tenho um mapa no porta-luvas do carro que não dispenso pois a ideia de um percurso é totalmente diferente.
 

João Luís Soares

Pre-War
Membro do staff
Delegado Regional
Portalista
Por mera curiosidade, que "caminhos" do Alto Alentejo? :D:
A viagem durou uma semana, com partida e chegada a Azeitão.
O percurso passou por Montemor, Évora Monte, Estremoz, Vila Viçosa, Elvas, Campo Maior, Portalegre, Marvão, Santo António das Areias, Castelo de Vide, Nisa, Gavião, Belver, Ortiga, Ponte de Sor, Mora, Coruche e Almeirim.

Tens o relato de tudo aqui: http://portalclassicos.com/foruns/index.php?threads/fiat-panda-750-cl-1990-diário-histórias-e-manutenção-registados.6974/page-73
 

André_Rebelo

Portalista
Portalista
@João Luís Soares Foi de certa maneira uma pergunta com rasteira, porque estava a pensar para mim mesmo como alguém que faz um roteiro pelo Alto Alentejo não passa pela icónica vila de Castelo de Vide!
Castelo de Vide e Nisa conheço bastante bem, porque bem perto (Montalvão) é o meu destino todos os anos por volta do Verão :lol:
Se alguém for a Castelo de Vide aconselho esta fonte para beberem água pura (arrisco dizer que foi a água que melhor me soube até hoje - mesmo sabendo que a água é insípida!):


Não liguem ao aviso, mesmo não sendo controlada, a minha avó cá anda à 77 anos e sempre a bebeu :)


No local assinalado com uma seta (sendo a fonte assinalada com o círculo) encontram-se alguns carros interessantes, tais como um Panda 4x4 Sisley e outros carros assim "fora do baralho".

No Gavião há algumas 4L, arrisco dizer que ainda são "burros de carga" eheh (não fosse assim por todo o Alentejo interior)
 

Renato Martinho

Portalista
Portalista
Bom dia Companhia,

Passa um dia do Natal ainda está tudo a dormir e no que eu me fui lembrar.

Com os GPS no telemóvel, embutidos nos carros, no tablet, à venda por 100 euros com actualizações gratuitas, com o Google Mapas com indicações a cada intercepção, quem ainda usa os velhinhos mapas para ir a qualquer sitio que não conhece?

Quem ainda pára o carro numa berma, abre o mapa no capot do carro só porque a Maria disse que viu uma placa com um nome qualquer?
Já ando a tratar de arranjar uns mapas de época para os clássicos cá de casa, mas eu costumo usar mais aquela técnica do "quem tem boca vai a Roma" :lol:, no internacional é GPS 4ever :D

Cumps
 

Renato Martinho

Portalista
Portalista
@João Luís Soares Foi de certa maneira uma pergunta com rasteira, porque estava a pensar para mim mesmo como alguém que faz um roteiro pelo Alto Alentejo não passa pela icónica vila de Castelo de Vide!
Castelo de Vide e Nisa conheço bastante bem, porque bem perto (Montalvão) é o meu destino todos os anos por volta do Verão :lol:
Se alguém for a Castelo de Vide aconselho esta fonte para beberem água pura (arrisco dizer que foi a água que melhor me soube até hoje - mesmo sabendo que a água é insípida!):


Não liguem ao aviso, mesmo não sendo controlada, a minha avó cá anda à 77 anos e sempre a bebeu :)


No local assinalado com uma seta (sendo a fonte assinalada com o círculo) encontram-se alguns carros interessantes, tais como um Panda 4x4 Sisley e outros carros assim "fora do baralho".

No Gavião há algumas 4L, arrisco dizer que ainda são "burros de carga" eheh (não fosse assim por todo o Alentejo interior)
É uma bela zona para se passear de clássico :thumbs up:

Infelizmente pelo nosso País fora várias fontes antigas estão inactivas ou abandonadas, mais um dos belos patrimónios portugueses e especialmente para os viajantes, que está esquecido :(-

Mas André, a melhor água para se beber é nas fontes da Serra da Estrela ou então comer lá um bocado de neve fresca e pura :D:


Abraço
 

Rafael Isento

Alfa Romeo
Membro do staff
Premium
Portalista
Quem ainda pára o carro numa berma, abre o mapa no capot do carro só porque a Maria disse que viu uma placa com um nome qualquer?
Eu ainda uso mapas, quando preciso.
Tenho mapas e não só, também tenho uma régua com bússola que mede as distâncias.
O problema é que os mapas já são um pouco antigos, tenho que ver se me atualizo.
 

Samuel

Portalista
Portalista
Eu, de vez em quando.
Antigamente era um cliente habitual dos mapas do ACP. Mas o hábito de, numa determinada altura, ter usado recorrido bastante a cartas topográficas, acabei por deixar de lado um bocado os mapas devido à muito menor informação que dispõem. Os GPS vieram colmatar essa diferença e tem sido recorrente o uso desta última ferramenta. Mas, sim, de vez em quando, vai à moda antiga.
 

Vítor M Lourenço

Portalista
Portalista
Eu organizo algumas aventuras de TT Turístico, e apesar de usar o GPS para marcação de tracks, muitas vezes uso mapas em papel para melhor localização, mas principalmente mapas tipo cartas militares, sem dúvida que ajudam a ter uma melhor noção das distâncias e da orientação que devemos seguir, pessoalmente não gosto de depender a 100% dos gps e por norma gosto de preparar as viagens e saber aproximadamente para onde vou e por onde! ;)
 
Topo