British Leyland em Portugal

Genytil Costa

Gentil Costa
Olá a todos,

A pedido de um cronista e autor sobre a British Leyland, Chris Cowin, gostaria de saber algumas informações sobre alguns modelos, essencialmente Marina, em Portugal.

Se alguém souber mais detalhes, que tenha trabalhado para a BMC/BL/AR/Rover, etc, assim como fotos de linhas de produção ou assim, tanto melhor. Ponham as respostas em baixo que assim poderemos cruzar alguns dados. Incluir também alterações políticas ou legislativas que possam ter influenciado a venda/produção de certos modelos em Portugal

Aqui vão as questões:

1) o Morris Oxford/Austin Cambridge montado e vendido em Portugal com o motor 1.5 diesel ?

2) quando é que começou a montagem do Marina em Portugal? Parece ter sido lançado em Portugal em 1972 como modelo importado mas sem versão diesel.

3) ao ver as brochuras, dá-se a impressão que o Marina 1.3 gasolina e Marina 1.5 diesel foram montados em Portugal pelo menos até 1976. Quando é que a versão 1.3 deixou de estar disponível?

4) é correcto dizer que o Marina foi montado na fábrica da IMA, correcto?

5) para além do Marina e do Mini - quais os outros modelos produzidos pela IMA durante os anos 70? Diferenças antes e pôs 25 de abril? A Leyland Sherpa também foi montada nessa unidade

6) A Sherpa, que motorização tinha? 1.8 diesel?

7) O Morris Marina Diesel esteve à venda até 1984, ou foi retirado da Gama antes da formação da Austin Rover Portugal? Sei que a British leyland portugal entrou em liquidação em 1984.

8 ) segundo o que sei, a montagem do Mini terminou em 1980 e do Marina em 1984? Será que o fim de produção destes carros causou algum mau estar entre trabalhadores e o público em relação á marca British Leyland, devido ao despedimento de trabalhadores?

9) a produção do Moke foi re-iniciada na IMA em 1983?

10) os automóveis a gasóleo na altura (anos 70/80) sujeitos ao mesmo IA que os automóveis a gasolina, pelo que o Marina 1.8 gasóleo não seria atractivo?

Se tiverem mais alguma informação sobre o Marina em Portugal, por favor não hesitem em escrever. Tudo interessa.

Obrigado desde já pela vossa ajuda.
 
Última edição:

António Barbosa

Red Line
Portalista
Obrigado! Já agora vou enviar a história acerca do Mini Moke em Portugal, porque as referências no site aronline são escassas.
Grande abraço!
O que eu tenho acerca da história do Moke em Portugal está em inglês. Mais uma vez peço desculpa aos moderadores do Forum pelo tamanho das imagens, mas estas contêm bastante texto que de outra forma se tornava ilegível.
moke_pt_1.jpeg moke_pt_2.jpeg moke_pt_3.jpeg moke_pt_4.jpeg moke_pt_5.jpeg moke_pt_6.jpeg moke_pt_7.jpeg
 
Olá a todos,

A pedido de um cronista e autor sobre a British Leyland, Chris Cowin, gostaria de saber algumas informações sobre alguns modelos, essencialmente Marina, em Portugal.

Se alguém souber mais detalhes, que tenha trabalhado para a BMC/BL/AR/Rover, etc, assim como fotos de linhas de produção ou assim, tanto melhor. Ponham as respostas em baixo que assim poderemos cruzar alguns dados. Incluir também alterações políticas ou legislativas que possam ter influenciado a venda/produção de certos modelos em Portugal

Aqui vão as questões:

1) o Morris Oxford/Austin Cambridge montado e vendido em Portugal com o motor 1.5 diesel ?

2) quando é que começou a montagem do Marina em Portugal? Parece ter sido lançado em Portugal em 1972 como modelo importado mas sem versão diesel.

3) ao ver as brochuras, dá-se a impressão que o Marina 1.3 gasolina e Marina 1.5 diesel foram montados em Portugal pelo menos até 1976. Quando é que a versão 1.3 deixou de estar disponível?

4) é correcto dizer que o Marina foi montado na fábrica da IMA, correcto?

5) para além do Marina e do Mini - quais os outros modelos produzidos pela IMA durante os anos 70? Diferenças antes e pôs 25 de abril? A Leyland Sherpa também foi montada nessa unidade

6) A Sherpa, que motorização tinha? 1.8 diesel?

7) O Morris Marina Diesel esteve à venda até 1984, ou foi retirado da Gama antes da formação da Austin Rover Portugal? Sei que a British leyland portugal entrou em liquidação em 1984.

8 ) segundo o que sei, a montagem do Mini terminou em 1980 e do Marina em 1984? Será que o fim de produção destes carros causou algum mau estar entre trabalhadores e o público em relação á marca British Leyland, devido ao despedimento de trabalhadores?

9) a produção do Moke foi re-iniciada na IMA em 1983?

10) os automóveis a gasóleo na altura (anos 70/80) sujeitos ao mesmo IA que os automóveis a gasolina, pelo que o Marina 1.8 gasóleo não seria atractivo?

Se tiverem mais alguma informação sobre o Marina em Portugal, por favor não hesitem em escrever. Tudo interessa.

Obrigado desde já pela vossa ajuda.
Boas, à anos que ando a recolher informação, tem sido muito difícil, a informação é muito escassa, vou procurando pelas publicações de época, tendo indo mesmo ao pequeno arquivo da Biblioteca de Setúbal, em busca de mais informação. Fotografias são raras, e os ex trabalhadores são renitentes em falar, partilhar informação (pelo menos comigo :lol:), dado que a IMA acabou por falir em 1984, criando muita tristeza para quem la trabalhava.
Estive mais ativo na pesquisa, quando o ex editor da Mini Magazine ("Jeff", que conheci em Longbridge em 2009), pediu me para escrever/recolher dados da producao nacional de "Minis" / "IMA" Como a informação era muito escassa, não foi possível. Na altura tive realmente 'pena', dado que tinha englobado numa serie de artigos "Where they were made...", aonde foi referido as principais montagem a nivel global, Espanha, Bélgica...

Portanto respondendo as perguntas:

1) Sim;
2) Aquando do lançamento, 71/72;
3) Tenho a ideia que as versões a gasolina esteveram sempre disponiveis, 1.3 e 1.8, e foram produzidos até a1984, quer gasolina, quer diesel;
4) Certo;
5) Foram montados bastantes modelos, alguns especiais, e muitos para exportação Canarias, Grécia, Africa... Desde das A40, Land Rover, Mini (ADO15 e ADO20), ADO16, Marina, Allegro, J2/J4, ... ;
6) Certo;
7) Certíssimo;
8) O Mini penso que tenha chegado até 82, o Marina foi até fechar, já na segunda geração;
9) Foi produzido em Portugal entre 83 e 93, na IMA foi apenas durante ano e meio, passando para produção noutra fabrica ( P.S: neste caso, para a Batista Russo Lda., que montava entre outros, os BMW), depois passou a ser a Cagiva;
10) Sim seria, não tenho a certeza se chegaram a montar a versão 1.8D, a não ser que fosse para exportação;

Por curiosidade, de 64 a 80, foram produzidos 144000 automoveis pela IMA. :)

Já agora bom trabalho no artigo para a ARonline.uk ;)

Cumprimentos,
 
Última edição:
Topo