Anos de Matrícula

Conde Nelas

Antes Francisco Lemos Ferreira
Portalista
AH-71-60 B)
CT-79-57B)
FA-54-38B)

Alguém me consegue dizer o ano e mês destas matrícula?B)

Obrigado a TodosB)
 

Conde Nelas

Antes Francisco Lemos Ferreira
Portalista
Obrigado Marco:D . É uma preciosa ajudaB)para perceber os sistemas pena ser só a partir de 1992B)
 

Rui Miguel

Clássico
Para veículos pós-1966:

Letras - Anos
AE 69 70 82
AF 73 82
AG 71 82
AH 68 69 82
AI 63 83
AJ 83 84
AL 68 69 82
AM Força Aérea
AN 74
AO 73 81
AP Marinha
AQ 86
AR Açores (74)
AS 80
AT 75 76 81
AU 80 81
AV 74 81
AX 90
AZ 77 80 81
BA 61 62 82
BB 71 72 82
BC 70 71 82
BD 56 57 58 71 72 82
BE 73 82
BF 69 73 80 82 87
BG 67 68 82
BH 70 71 72 82
BI 70 71 82
BJ 84
BL 61 62 82
BM 73 81
BO 74 75 81
BP 75 76 81
BQ 86
BR 74 81
BS 80 81 82
BT 75 80 81
BU 74 75 80
BV 80 81
BX 90
BZ 76 78 79 81
CA 73 74 82
CB 64 65 82
CC Corpo Consular
CD Corpo Diplomático
CE 61 62 82
CF 72 73 82
CG 72 81 82
CH 69 70 71 82
CI 58 59 82
CJ 84
CL 63 64 82
CM 78 81
CN 77 81
CO 74 81
CP 75 81
CQ 86
CR 74 81
CS 73 74 81
CT 75 76 80 81
CU 82
CV 79 81
CX 90
CZ 80 81
DA 66 67 68 82
DB 66 67 82
DC 65 66 82
DE 66 72 82
DF 67 68 69 82
DG 71 82
DH 69 70 82
DI 56 70 82
DJ 84
DL 72 73 82 83
DM 78 81
DN 73 75 81
DO 74 75 81
DP 74 75 81
DQ 86 87
DR 73 75 78 79 81
DS 73 75 76 81
DT 76 77 81
DU 81
DV 77 78 81
DX 90
DZ 78 79 80 81
EA 60 61 62 71
EB 68 71 82
EC 67 68 82
ED 68 69 82
EE 72 82
EF 68 82
EG 71 72 82
EH 72 73 81 82
EI 62 63 68 73 82
EJ 84
EL 66 72 73 82
EN 75 76 81 82
EO 79 81
EP Estado
EQ 87
ER 74 81
ES 79 80 81
ET 77 78 81
EU 80 81
EX 90
EZ 76 81
FA 71 72
FB 70 71 73
FC 66 67 82
FD 83
FE 64 65 82
FF 72 82
FG 66 71 82
FH 72 82
FI 71 82
FJ 84
FL 69 70 82
FM Funcionário Em Missão (74)
FN 75 77 78 81
FO 75 81
FP 73 81
FQ 87
FR 78 81
FS 77 81
FT 80 82
FU 80 81
FV 76 81
FX 80 90
FZ 78 81
GA 71 72 82
GB 66 82
GC 72 73 82
GD 57 58 82
GE 64 65 66 73 82
GF 60 64 82
GG 72 73 81
GH 69 70 82
GI 66 82
GJ 84
GL 66 67 82
GM 75 81 87
GN 74 81 87
GO 57 75 76 81
GP 77 81
GQ 87
GR 79 80 81 89
GS 76 81
GT 79 81 89
GU 77 81
GV 81
GX 90
GZ 76 77 81
HÁ 72 73 81 82
HB 65 66 82
HC 66 67 82
HD 63 64 82
HE 59 60 82
HF 65 66 82
HG 72 82
HH 60 61 82
HI 59 60 82
HJ 84
HL 67 68 82
HM 64 74 75 81
HN 73 74 81
HP 79 80 81
HQ 87
HR 78 81
HS 80 81
HT 76 81 82
HU 77 81
HV 76 77 81
HX 90
HZ 77 81
IA 62 82
IB 64 69 82
IC 70 82
ID 67 68 82
IE 71 82
IF 58 59 82
IG 62 63 82
IH 71 72 82
II 63 64 82
IJ 84 88
IL 62 69 82
IM 73 74 76 81
IN 78 82
IO 78 81
IP 76 77 81
IQ 87
IR 80 81
IS 79 81
IT 76 81
IU 76 81
IV 81
IX 90
IZ 77 81
JÁ 85
JB 85
JC 85
JD 85
JE 85
JF 85
JG 85
JH 85
JI 85
JJ 84 88
JL 85
JM 85 86
JN 86
JO 86
JP 86
JQ 87
JR 86
JS 86
JT 86
JU 86
JV 86
JX 90 91
JZ 86
LA 69 82
LB 67 68 82
LC 58 82
LD 69 82
LE 65 66 82
LF 70 71 82
LG 66 67 82
LH 70 82 85
LJ 85
LM Motos (89)
LN Motos (89)
LO Motos
LQ 88
LS Motos
LV Motos
LZ Motos
MA Madeira
MC Macau
ME Exército
MN 75
MO 90
MP 56 86
MQ 90
MR 63 64 65 66
MS 71 72 73
MT 57 58 59
MX Exército
NA 82 83
NB 82 83
NC 83
ND 83
NE 83
NF 83
NG 83
NH 83
NI 83
NJ 83 88
NL 83
NM 73 74 76
NN 73 74 75
NO 75
NP 78 79
NQ 90 91
NR 72 73
NS 67 85
NT 83
NU 83
NX 91
AO 87
OB 87
OC 87
OD 87
OE 77 87 88
OF 87
OG 87
OH 87 88
OI 87 88
OJ 87 88
OL 88
OM 83
ON 71 73 74
OO 66 67 78 79 82
OP 59 60 61 65 66 73 82
OQ 91
OR 57 58 76 77 82
OS 71 72 73 82
OT 82
OX 91
PA 88
PB 88 89
PC 88
PD 88
PE 88
PF 88
PH 88
PJ 88 89
PL 88
PM 73 74 75
PN 68 69 70
PO 75 76 77 78
PP 69 70 71 72
PQ 91
PR Presidente da República
PS 77 78 79
PT 84
PX 91
QA 88
QB 88
QC 88 89
QD 88 89
QE 88
QF 88 90
QG 88 89
QH 88 89
QI 88 89
QJ 88 89 82
QL 88 89
QM 87
QN 87
QO 88
QP 89
QR 89
QT 90
QX 91
RA 88 89
RB 88 89
RC 89
RD 89
RE 79 89
RF 89
RG 89
RH 89
RI 89
RJ 89
RL 89
RN 84 85
RO 85
RP 86
RQ 91
RR 68 69
RS 84
RT 69 70 71
RX 91
SA 89
SB 78 89
SC 89
SD 89
SE 89
SF 89
SG 89
SH 89
SI 89
SJ 89
SL 89
SM 75 76
SN 67 68 69
SO 70 71 73
SP 86
SQ 70 71 72 91 92
SR 76 77 78 79
SS 80
ST 75
SX 91
TA Viatura em trânsito
TM 79 83
TN 83
TO 61 62 63
TP 86
TS 83
TU 74
TX 91
UA 89
UB 89
UC 89
UD 89
EU 89 90
UF 90
UG 90
UH 90
UI 90
UJ 90
UL 90
UX 91
UZ 78 79
VA 90
VB 90
VC 90
VD 90
VF 90
VG 90
VH 90
VI 90
VJ 90
VL 90
VX 91
VZ 73
XA 91
XB 91
XC 91
XD 91
XE 91
XF 91
XG 91
XH 91
XI 91
XJ 91
XL 91
XM 91
XN 91
XO 91
XP 91
XQ 91
XR 91 92
XS 92
XT 92
XU 92
XV 92
XX 91
XZ 92
ZB 92
ZE 74 75 77
ZF 75 76
ZO 92
ZU 77
ZZ 74


Pelo que li as matrículas anteriores a 1966 eram aplicadas da seguinte forma:

"As letras indicavam se a matricula era do NORTE, CENTRO, SUL e talvez mais algumas zonas que desconheço, sendo.
A --» L: SUL (LISBOA), exemplo EE, LA, FA….
M --» T: NORTE (PORTO), exemplo PT, MO….
V, U, Z: CENTRO (COIMBRA)

E os nºs do meio é que indicavam o ano do carro (também conhecidas como séries), os exemplos que vou dar a seguir baseiam-se nos carochas que (pelo menos oficialmente) em Portugal só começam em 1950


ANO MATRICULA SUL
1950 xx-16-00
1951 xx-17-00
1952 xx-18-00/19
1953 xx-19-00/20
1954 xx-20-00/21
1955 xx-22-00
1956 xx-23-00/BD/DI/MP
1957 xx-24-00/BD/DD/GD

ANO MATRICULA NORTE
1950 xx-12-00
1951 xx-13-00"
 

Conde Nelas

Antes Francisco Lemos Ferreira
Portalista
Rui:
Muito obrigado pela completa informaçãoB) Mais completa acho que não seria possível. Mais uma demonstração de sabedoria clássicaB)B) B) B) B)
 

Rui Miguel

Clássico
Francisco Lemos Ferreira disse:
Rui:
Muito obrigado pela completa informaçãoB) Mais completa acho que não seria possível. Mais uma demonstração de sabedoria clássicaB)B) B) B) B)
Disponha sempre,

Abraço :feliz:
 

Marco Pestana

MarcoSprint MarcoVW61
Matrículas e Brigada de Trânsito


"O sistema irá detectar em segundos se um carro é roubado ou se não tem seguro 06:30
Veículos da BT vão ter sistema de identificação de matrículas

E se a Brigada de Trânsito tivesse um sistema de leitura automática da matrícula do seu carro que descobrisse em segundos que o seu seguro ainda não foi pago?

Sara Piteira Mota

A segurança na estrada é um tema que está na ordem do dia. Muitas são as campanhas de publicidade que alertam para as consequências do consumo de bebidas alcoólicas e depois conduzir ou que lembram a elevada sinistralidade nas estradas portuguesas. De facto, Portugal tem uma das maiores taxas de sinistralidade e de mortes na estrada de toda a Europa, assim como um elevado número de veículos que circulam sem seguro, inspecção ou mesmo sem selo de imposto autárquico.
É por estas razões e muitas outras que as autoridades apostam nas mais recentes tecnologias.
A última inovação testada pela Brigada de Trânsito (BT) foi um sistema de identificação automática de matrículas em veículos automóveis. Este tipo de equipamento vai ser implementado nos automóveis da BT e vai permitir detectar em segundos se um carro é roubado ou se não tem seguro. Os testes foram feitos há cerca de duas semanas e até agora “o balanço que a BT faz dos testes efectuados com recurso ao equipamento de leitura e reconhecimento automático de matrículas é francamente positivo e demonstrou elevados níveis de eficácia na fiscalização de situações que, de outra forma, seriam praticamente indetectáveis”, explica Lourenço da Silva, major da BT. Este tipo de equipamento será bastante útil, por exemplo, para descobrir veículos furtados. Actualmente, com os recursos existentes é impossível fazer face aos pedidos de localização e apreensão, que são, como é público, na ordem dos vários milhares. O que torna, na maioria dos casos, a tarefa de recuperação dos automóveis quase impossível.
Com este tipo de equipamentos instalados nos carros da BT, grande parte destas situações poderão ser resolvidas. Isto porque o equipamento de detecção está conectado a bases de dados de viaturas em situação irregular, podendo assim ser automaticamente detectadas e interceptadas. Automóveis furtados e viaturas que circulam sem que os seus proprietários tenham regularizado a sua situação fiscal (falta de Imposto Municipal, Imposto de Circulação, Imposto de Camionagem), ou o seguro serão também automaticamente detectadas e apreendidas. Tudo numa questão de segundos.
Costa Cabral, tenente do Comando Geral da Guarda Nacional Republicana (GNR), explicou ao DE que “ainda não é possível definir uma data prevista para a aquisição destes equipamentos”. Em relação ao investimento, tudo vai depender do custo do sistema, da instalação e do número de viaturas onde será instalado o equipamento. E sobre a empresa que os fornecerá, nada se sabe.
Actualmente, os sistemas de reconhecimento de matrículas são utilizados em inúmeros casos onde é necessário fazer a monitorização e controlo de tráfego automóvel, tais como controlo de parques de estacionamento, pagamentos automáticos e gestão de trânsito. A difusão deste tipo de sistemas deve-se à facilidade de utilização, fiabilidade e aos diminutos recursos humanos necessários.

Como funciona o sistema
O sistema é composto por uma câmara fotográfica digital de alta resolução associada a um feixe de infra-vermelhos que de forma permanente “lê” os caracteres das matrículas de automóveis e motociclos que passam pelo seu campo visual. Além do ‘hardware’, está por trás todo um ‘software’ que permite a permanente consulta das bases de dados disponibilizadas, através de um com****dor portátil.
De cada vez que o sistema lê uma matrícula, inicia-se automaticamente uma pesquisa na ou nas bases de dados o que, como é fácil imaginar, acontece em milésimos de segundo. “Ao encontrar a matrícula, o sistema lança um alarme audível e visível, materializado na amostragem do sumário da infracção ou situação em que se encontra o veículo que é fotografado, ficando um registo pendente até resolução. Ou seja, até que seja feita a intercepção do veículo com o correspondente procedimento legal”, explica o mesmo responsável. Actualmente, o sistema que a BT tem implementado apenas filma a matrícula. Depois o guarda faz a pesquisa manualmente no portátil e se for caso disso lança o alerta. No entanto, o tempo que leva a fazer a pesquisa, o veículo em questão já pode estar longe e inalcançável.
Com o sistema agora testado, o carro da BT lê a matrícula enquanto vai atrás do veículo em questão e avisa caso haja problemas. Assim, se o carro for roubado será mais fácil segui-lo e proceder à apreensão. De referir que num dos dias em que o teste foi efectuado na IC 19, o “alarme” não parou de apitar.

Experiências académicas
Em Portugal já existem protótipos de sistemas semelhantes ao testado. Em 2003, foi desenvolvido o projecto de final de curso intitulado “Sistema de Identificação Automática de Matrículas em Veículos Automóveis (SIAMVA)”, por alunos do Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Com****dores, do ISEL (Instituto Superior de Engenharia de Lisboa). O processo iniciava-se com a captura de uma imagem de um automóvel e terminava no reconhecimento dos caracteres existentes na sua matrícula. Aqui foi desenvolvido o software, uma vez que o hardware utilizado reduzia-se a uma máquina fotográfica digital e um com****dor. Na altura, o projecto concluía que “este sistema, devidamente melhorado, isto é, com processamento dedicado, captura da imagem usando iluminação artificial e leitura automática da imagem sem intervenção do operador, poderia ser utilizado no mundo real”. Segundo Arnaldo Abrantes, o docente orientador do projecto, “o objectivo deste plano era o desenvolvimento de métodos de análise de imagem e de reconhecimento de padrões para aplicação ao problema do reconhecimento de matrículas. Os alunos desenvolveram algoritmos específicos e fizeram experiências de campo”. No entanto, este tratou-se de um projecto académico, motivado pelo interesse dos alunos em alguns dos temas leccionados no curso, mas ao qual não foi dado continuidade, em termos de desenvolvimento de um protótipo comercial."

In Diario Economico 21 ABR 2007
 

Marco Pestana

MarcoSprint MarcoVW61
Matrículas e Brigada de Trânsito


"O sistema irá detectar em segundos se um carro é roubado ou se não tem seguro 06:30
Veículos da BT vão ter sistema de identificação de matrículas

E se a Brigada de Trânsito tivesse um sistema de leitura automática da matrícula do seu carro que descobrisse em segundos que o seu seguro ainda não foi pago?

Sara Piteira Mota

A segurança na estrada é um tema que está na ordem do dia. Muitas são as campanhas de publicidade que alertam para as consequências do consumo de bebidas alcoólicas e depois conduzir ou que lembram a elevada sinistralidade nas estradas portuguesas. De facto, Portugal tem uma das maiores taxas de sinistralidade e de mortes na estrada de toda a Europa, assim como um elevado número de veículos que circulam sem seguro, inspecção ou mesmo sem selo de imposto autárquico.
É por estas razões e muitas outras que as autoridades apostam nas mais recentes tecnologias.
A última inovação testada pela Brigada de Trânsito (BT) foi um sistema de identificação automática de matrículas em veículos automóveis. Este tipo de equipamento vai ser implementado nos automóveis da BT e vai permitir detectar em segundos se um carro é roubado ou se não tem seguro. Os testes foram feitos há cerca de duas semanas e até agora “o balanço que a BT faz dos testes efectuados com recurso ao equipamento de leitura e reconhecimento automático de matrículas é francamente positivo e demonstrou elevados níveis de eficácia na fiscalização de situações que, de outra forma, seriam praticamente indetectáveis”, explica Lourenço da Silva, major da BT. Este tipo de equipamento será bastante útil, por exemplo, para descobrir veículos furtados. Actualmente, com os recursos existentes é impossível fazer face aos pedidos de localização e apreensão, que são, como é público, na ordem dos vários milhares. O que torna, na maioria dos casos, a tarefa de recuperação dos automóveis quase impossível.
Com este tipo de equipamentos instalados nos carros da BT, grande parte destas situações poderão ser resolvidas. Isto porque o equipamento de detecção está conectado a bases de dados de viaturas em situação irregular, podendo assim ser automaticamente detectadas e interceptadas. Automóveis furtados e viaturas que circulam sem que os seus proprietários tenham regularizado a sua situação fiscal (falta de Imposto Municipal, Imposto de Circulação, Imposto de Camionagem), ou o seguro serão também automaticamente detectadas e apreendidas. Tudo numa questão de segundos.
Costa Cabral, tenente do Comando Geral da Guarda Nacional Republicana (GNR), explicou ao DE que “ainda não é possível definir uma data prevista para a aquisição destes equipamentos”. Em relação ao investimento, tudo vai depender do custo do sistema, da instalação e do número de viaturas onde será instalado o equipamento. E sobre a empresa que os fornecerá, nada se sabe.
Actualmente, os sistemas de reconhecimento de matrículas são utilizados em inúmeros casos onde é necessário fazer a monitorização e controlo de tráfego automóvel, tais como controlo de parques de estacionamento, pagamentos automáticos e gestão de trânsito. A difusão deste tipo de sistemas deve-se à facilidade de utilização, fiabilidade e aos diminutos recursos humanos necessários.

Como funciona o sistema
O sistema é composto por uma câmara fotográfica digital de alta resolução associada a um feixe de infra-vermelhos que de forma permanente “lê” os caracteres das matrículas de automóveis e motociclos que passam pelo seu campo visual. Além do ‘hardware’, está por trás todo um ‘software’ que permite a permanente consulta das bases de dados disponibilizadas, através de um com****dor portátil.
De cada vez que o sistema lê uma matrícula, inicia-se automaticamente uma pesquisa na ou nas bases de dados o que, como é fácil imaginar, acontece em milésimos de segundo. “Ao encontrar a matrícula, o sistema lança um alarme audível e visível, materializado na amostragem do sumário da infracção ou situação em que se encontra o veículo que é fotografado, ficando um registo pendente até resolução. Ou seja, até que seja feita a intercepção do veículo com o correspondente procedimento legal”, explica o mesmo responsável. Actualmente, o sistema que a BT tem implementado apenas filma a matrícula. Depois o guarda faz a pesquisa manualmente no portátil e se for caso disso lança o alerta. No entanto, o tempo que leva a fazer a pesquisa, o veículo em questão já pode estar longe e inalcançável.
Com o sistema agora testado, o carro da BT lê a matrícula enquanto vai atrás do veículo em questão e avisa caso haja problemas. Assim, se o carro for roubado será mais fácil segui-lo e proceder à apreensão. De referir que num dos dias em que o teste foi efectuado na IC 19, o “alarme” não parou de apitar.

Experiências académicas
Em Portugal já existem protótipos de sistemas semelhantes ao testado. Em 2003, foi desenvolvido o projecto de final de curso intitulado “Sistema de Identificação Automática de Matrículas em Veículos Automóveis (SIAMVA)”, por alunos do Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Com****dores, do ISEL (Instituto Superior de Engenharia de Lisboa). O processo iniciava-se com a captura de uma imagem de um automóvel e terminava no reconhecimento dos caracteres existentes na sua matrícula. Aqui foi desenvolvido o software, uma vez que o hardware utilizado reduzia-se a uma máquina fotográfica digital e um com****dor. Na altura, o projecto concluía que “este sistema, devidamente melhorado, isto é, com processamento dedicado, captura da imagem usando iluminação artificial e leitura automática da imagem sem intervenção do operador, poderia ser utilizado no mundo real”. Segundo Arnaldo Abrantes, o docente orientador do projecto, “o objectivo deste plano era o desenvolvimento de métodos de análise de imagem e de reconhecimento de padrões para aplicação ao problema do reconhecimento de matrículas. Os alunos desenvolveram algoritmos específicos e fizeram experiências de campo”. No entanto, este tratou-se de um projecto académico, motivado pelo interesse dos alunos em alguns dos temas leccionados no curso, mas ao qual não foi dado continuidade, em termos de desenvolvimento de um protótipo comercial."

In Diario Economico 21 ABR 2007
 
Rui Miguel disse:
Para veículos pós-1966:

Letras - Anos
AE 69 70 82
AF 73 82
AG 71 82
AH 68 69 82
AI 63 83
AJ 83 84
AL 68 69 82
AM Força Aérea
AN 74
AO 73 81
AP Marinha
AQ 86
AR Açores (74)
AS 80
AT 75 76 81
AU 80 81
AV 74 81
AX 90
AZ 77 80 81
BA 61 62 82
BB 71 72 82
BC 70 71 82
BD 56 57 58 71 72 82
BE 73 82
BF 69 73 80 82 87
BG 67 68 82
BH 70 71 72 82
BI 70 71 82
BJ 84
BL 61 62 82
BM 73 81
BO 74 75 81
BP 75 76 81
BQ 86
BR 74 81
BS 80 81 82
BT 75 80 81
BU 74 75 80
BV 80 81
BX 90
BZ 76 78 79 81
CA 73 74 82
CB 64 65 82
CC Corpo Consular
CD Corpo Diplomático
CE 61 62 82
CF 72 73 82
CG 72 81 82
CH 69 70 71 82
CI 58 59 82
CJ 84
CL 63 64 82
CM 78 81
CN 77 81
CO 74 81
CP 75 81
CQ 86
CR 74 81
CS 73 74 81
CT 75 76 80 81
CU 82
CV 79 81
CX 90
CZ 80 81
DA 66 67 68 82
DB 66 67 82
DC 65 66 82
DE 66 72 82
DF 67 68 69 82
DG 71 82
DH 69 70 82
DI 56 70 82
DJ 84
DL 72 73 82 83
DM 78 81
DN 73 75 81
DO 74 75 81
DP 74 75 81
DQ 86 87
DR 73 75 78 79 81
DS 73 75 76 81
DT 76 77 81
DU 81
DV 77 78 81
DX 90
DZ 78 79 80 81
EA 60 61 62 71
EB 68 71 82
EC 67 68 82
ED 68 69 82
EE 72 82
EF 68 82
EG 71 72 82
EH 72 73 81 82
EI 62 63 68 73 82
EJ 84
EL 66 72 73 82
EN 75 76 81 82
EO 79 81
EP Estado
EQ 87
ER 74 81
ES 79 80 81
ET 77 78 81
EU 80 81
EX 90
EZ 76 81
FA 71 72
FB 70 71 73
FC 66 67 82
FD 83
FE 64 65 82
FF 72 82
FG 66 71 82
FH 72 82
FI 71 82
FJ 84
FL 69 70 82
FM Funcionário Em Missão (74)
FN 75 77 78 81
FO 75 81
FP 73 81
FQ 87
FR 78 81
FS 77 81
FT 80 82
FU 80 81
FV 76 81
FX 80 90
FZ 78 81
GA 71 72 82
GB 66 82
GC 72 73 82
GD 57 58 82
GE 64 65 66 73 82
GF 60 64 82
GG 72 73 81
GH 69 70 82
GI 66 82
GJ 84
GL 66 67 82
GM 75 81 87
GN 74 81 87
GO 57 75 76 81
GP 77 81
GQ 87
GR 79 80 81 89
GS 76 81
GT 79 81 89
GU 77 81
GV 81
GX 90
GZ 76 77 81
HÁ 72 73 81 82
HB 65 66 82
HC 66 67 82
HD 63 64 82
HE 59 60 82
HF 65 66 82
HG 72 82
HH 60 61 82
HI 59 60 82
HJ 84
HL 67 68 82
HM 64 74 75 81
HN 73 74 81
HP 79 80 81
HQ 87
HR 78 81
HS 80 81
HT 76 81 82
HU 77 81
HV 76 77 81
HX 90
HZ 77 81
IA 62 82
IB 64 69 82
IC 70 82
ID 67 68 82
IE 71 82
IF 58 59 82
IG 62 63 82
IH 71 72 82
II 63 64 82
IJ 84 88
IL 62 69 82
IM 73 74 76 81
IN 78 82
IO 78 81
IP 76 77 81
IQ 87
IR 80 81
IS 79 81
IT 76 81
IU 76 81
IV 81
IX 90
IZ 77 81
JÁ 85
JB 85
JC 85
JD 85
JE 85
JF 85
JG 85
JH 85
JI 85
JJ 84 88
JL 85
JM 85 86
JN 86
JO 86
JP 86
JQ 87
JR 86
JS 86
JT 86
JU 86
JV 86
JX 90 91
JZ 86
LA 69 82
LB 67 68 82
LC 58 82
LD 69 82
LE 65 66 82
LF 70 71 82
LG 66 67 82
LH 70 82 85
LJ 85
LM Motos (89)
LN Motos (89)
LO Motos
LQ 88
LS Motos
LV Motos
LZ Motos
MA Madeira
MC Macau
ME Exército
MN 75
MO 90
MP 56 86
MQ 90
MR 63 64 65 66
MS 71 72 73
MT 57 58 59
MX Exército
NA 82 83
NB 82 83
NC 83
ND 83
NE 83
NF 83
NG 83
NH 83
NI 83
NJ 83 88
NL 83
NM 73 74 76
NN 73 74 75
NO 75
NP 78 79
NQ 90 91
NR 72 73
NS 67 85
NT 83
NU 83
NX 91
AO 87
OB 87
OC 87
OD 87
OE 77 87 88
OF 87
OG 87
OH 87 88
OI 87 88
OJ 87 88
OL 88
OM 83
ON 71 73 74
OO 66 67 78 79 82
OP 59 60 61 65 66 73 82
OQ 91
OR 57 58 76 77 82
OS 71 72 73 82
OT 82
OX 91
PA 88
PB 88 89
PC 88
PD 88
PE 88
PF 88
PH 88
PJ 88 89
PL 88
PM 73 74 75
PN 68 69 70
PO 75 76 77 78
PP 69 70 71 72
PQ 91
PR Presidente da República
PS 77 78 79
PT 84
PX 91
QA 88
QB 88
QC 88 89
QD 88 89
QE 88
QF 88 90
QG 88 89
QH 88 89
QI 88 89
QJ 88 89 82
QL 88 89
QM 87
QN 87
QO 88
QP 89
QR 89
QT 90
QX 91
RA 88 89
RB 88 89
RC 89
RD 89
RE 79 89
RF 89
RG 89
RH 89
RI 89
RJ 89
RL 89
RN 84 85
RO 85
RP 86
RQ 91
RR 68 69
RS 84
RT 69 70 71
RX 91
SA 89
SB 78 89
SC 89
SD 89
SE 89
SF 89
SG 89
SH 89
SI 89
SJ 89
SL 89
SM 75 76
SN 67 68 69
SO 70 71 73
SP 86
SQ 70 71 72 91 92
SR 76 77 78 79
SS 80
ST 75
SX 91
TA Viatura em trânsito
TM 79 83
TN 83
TO 61 62 63
TP 86
TS 83
TU 74
TX 91
UA 89
UB 89
UC 89
UD 89
EU 89 90
UF 90
UG 90
UH 90
UI 90
UJ 90
UL 90
UX 91
UZ 78 79
VA 90
VB 90
VC 90
VD 90
VF 90
VG 90
VH 90
VI 90
VJ 90
VL 90
VX 91
VZ 73
XA 91
XB 91
XC 91
XD 91
XE 91
XF 91
XG 91
XH 91
XI 91
XJ 91
XL 91
XM 91
XN 91
XO 91
XP 91
XQ 91
XR 91 92
XS 92
XT 92
XU 92
XV 92
XX 91
XZ 92
ZB 92
ZE 74 75 77
ZF 75 76
ZO 92
ZU 77
ZZ 74


Pelo que li as matrículas anteriores a 1966 eram aplicadas da seguinte forma:

"As letras indicavam se a matricula era do NORTE, CENTRO, SUL e talvez mais algumas zonas que desconheço, sendo.
A --» L: SUL (LISBOA), exemplo EE, LA, FA….
M --» T: NORTE (PORTO), exemplo PT, MO….
V, U, Z: CENTRO (COIMBRA)

E os nºs do meio é que indicavam o ano do carro (também conhecidas como séries), os exemplos que vou dar a seguir baseiam-se nos carochas que (pelo menos oficialmente) em Portugal só começam em 1950


ANO MATRICULA SUL
1950 xx-16-00
1951 xx-17-00
1952 xx-18-00/19
1953 xx-19-00/20
1954 xx-20-00/21
1955 xx-22-00
1956 xx-23-00/BD/DI/MP
1957 xx-24-00/BD/DD/GD

ANO MATRICULA NORTE
1950 xx-12-00
1951 xx-13-00"
Aqui está muita informação útil para todos...
Muito Obrigado Sr. Rui...
Para mim já serviu bastante
 

Nuno Filipe Soares

duplocarburador
Portalista
Francisco Lemos Ferreira disse:
AH-71-60 B)
CT-79-57B)
FA-54-38B)

Alguém me consegue dizer o ano e mês destas matrícula?B)

Obrigado a TodosB)
MATRICULA AH 71 60 ANO 1969 CATEGORIA LIGEIRO TIPO PASSAGEIROS
MARCA PEUGEOT MODELO 204
QUADRO 8619923 MOTOR 8619923 REG.ANT. 04
CILINDRADA 01130 COMBUSTIVEL GASOLINA COR VERDE

CARACTERISTICAS DO VEICULO
MATRICULA CT 79 57 ANO 1980 CATEGORIA LIGEIRO TIPO PASSAGEIROS
MARCA ALFA ROMEO MODELO GIULIETTA 1.6
QUADRO ZAR 116500 00073930 MOTOR AR01600 294976 REG.ANT. 04
CILINDRADA 01570 COMBUSTIVEL GASOLINA COR AZUL

quanto à FA-54-38, a mesma foi cancelada.
espero ter ajudado.
 

Andre Brandao

Rebuilder
Nuno Filipe Soares disse:
MATRICULA AH 71 60 ANO 1969 CATEGORIA LIGEIRO TIPO PASSAGEIROS
MARCA PEUGEOT MODELO 204
QUADRO 8619923 MOTOR 8619923 REG.ANT. 04
CILINDRADA 01130 COMBUSTIVEL GASOLINA COR VERDE

CARACTERISTICAS DO VEICULO
MATRICULA CT 79 57 ANO 1980 CATEGORIA LIGEIRO TIPO PASSAGEIROS
MARCA ALFA ROMEO MODELO GIULIETTA 1.6
QUADRO ZAR 116500 00073930 MOTOR AR01600 294976 REG.ANT. 04
CILINDRADA 01570 COMBUSTIVEL GASOLINA COR AZUL

quanto à FA-54-38, a mesma foi cancelada.
espero ter ajudado.
Será possível dizer como se podem obter essas informações apartir da matrícula?

Cumprimentos.
 
Topo