Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Zis/zil 1936 (urss)

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Francisco Lemos Ferreira, 5 Jun 2007.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Francisco Lemos Ferreira, 5 Jun 2007.

  1. Ao lado do vodka, do Kremlin e do regime de governo, poucas coisas simbolizam com tanta perfeição a extinta URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas) quanto as limusines ZIL. A marca surgiu em 1933 como ZIS (Zavod Imeni Stalina, fábrica de Estaline), baseada na reconstrução da antiga AMO (Avtomobilnoe Moskovskoe Obshchestvo, empresa de automóveis de Moscovo), fundada em 1924 para fabricar camiões.
    A produção de limusines foi idéia de Iosif Vissarionovich Stalin, para que a URSS fosse vista como uma superpotência capaz de fazer seus próprios carros de luxo. De facto, os ZIS e ZIL sempre foram limusines para atender aos altos escalões do governo, já que os escalões inferiores usavam sedans Volga e o povo, quando muito, conseguia comprar seu Lada após imensas filas de espera.
    A produção de automóveis iniciava-sse em 1936 com o ZIS 101, baseado em um projecto da Packard americana. Era um grande sedan de 5,75 metros de comprimento e 3,6 m entre eixos, com motor de oito cilindros em linha, 5,8 litros e 90 cv, além de caixa automática de três velocidades. Uma evolução, o 101-A, ganhava 20 cv e tinha a velocidade máxima aumentada de 115 para 130 km/h.
    Em 1938 surgia a versão conversível 102, de quatro portas e sete lugares, com o motor de 110 cv. Também com base nesse modelo Valentin Nikolaevich Rostkov desenhou o roadster ZIS 101 Sport, com potência elevada a 141 cv (a 3.300 rpm!) e máxima superior a 160 km/h, que teve apenas duas unidades construídas.
    A produção do 101 era interrompida em 1941, para que as linhas fossem deslocadas para Miass e Ulyanovsk, passando a produzir os camiões UralAZ e UAZ, nesta ordem. Apenas em 1945 a fabricação de carros era retomada, com o ZIS 110, mais uma vez uma cópia de um Packard: o Super Eight de 1942, pois Franklin Roosewelt havia presenteado Stalin com um durante a Segunda Guerra Mundial.
    Com motor de 6,0 litros e 140 cv, alcançava 140 km/h e foi fabricado até 1958. Havia versões sedan de sete lugares, ambulância de cinco portas, táxi e phaeton, ou seja, conversível de quatro portas, todas medindo seis metros de comprimento e pesando mais de 2,5 toneladas.
    Outro protótipo de carro desportivo (ultima foto) de três lugares, era criado em 1951: o ZIS 112, um conversível de três lugares, seis metros de comprimento e linhas inspiradas no Buick Le Sabre do mesmo ano. Com motor V8 de 6,0 litros e dois carburadores (mais tarde quatro), tinha 182 cv e máxima de 204 km/h. Para uso em competições locais, o carro teve o comprimento e o peso reduzidos -- de início eram 2.450 kg! , perdeu o tecto rígido e passou a 192 cv.
    Em 1956, com a morte de Estaline, ocorria nova mudança de nome: passava a ZIL, Zavod Imeni Lihacheva, fábrica de Lihachev, nome do director da empresa. Três anos depois vinha o primeiro modelo da nova fase: o ZIL 111, novamente copiado de carros americanos, com sete lugares, 6,14 metros de comprimento e motor V8 de 6,0 litros e 200 cv.
     

    Ficheiros Anexados:

  2. ZIL 112 Sports

    O ZIL-112 Sport , carro desportivo feito por Zavod Imeni Likhacheva entre 1960 e 1962. Os 112S iniciam um ciclo de carros produzidos na União Soviética tal como o diferencial do deslizamento controlado, travões de disco, pneus radiais. Com um poder de 5980 c3 inline-8 do ZIL-111 equipado com os quatro carburadores K-85 que dão 230 cv ( e projectado até aos 300 cv) atingia uma velocidade superior a 260 km/h. E poderia fazer 0-100 km/h em 9 segundos. O peso total era de 1330 Kg. A direcção e a suspensão dianteira vieram do GAZ M21 Volga. Na parte traseira usou a suspensão de De Dion com alavancas triangulares. O projecto é similar ao Ferrari 166 S.
     

    Ficheiros Anexados:

  3. Este último sim!! já me agrada mais ;)
     
  4. São uma beleza!
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página