Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Tutorial De Pintura

Tópico em 'Chapa e Pintura' iniciado por Jorge Viegas, 24 Mar 2012.

Tópico em 'Chapa e Pintura' iniciado por Jorge Viegas, 24 Mar 2012.

  1. Serve este tutorial para o pessoal que gosta de fazer as coisas por si ter uma ideia do que fazer/seguir no decurso de um restauro ou rejuvenescimento de peças, etc...

    Conforme a informação, será este "post" editado, por isso todas as dicas/ajuda são bem vindas :)

    INFORMAÇÃO:
    • Se tiverem um manual para seguir é uma ajuda preciosa, fotocópias ou livros de época também podem auxiliar.
    • Uma máquina fotográfica é fundamental para tirarem fotos a tudo para posteriormente saberem como montar a peça.
    Ver anexo 269202

    DESMONTAGEM:
    • Para um trabalho exemplar convém desmontar a peça toda, ou pelo menos a parte que interessa para ser pintada ou reparada.
    • Uma bancada com espaço, arrumada e com boa iluminação.
    • Ferramentas de qualidade.
    MATERIAIS:
    • Material de protecção individual: luvas, óculos, mascara, supressores de som, etc...
    • Panos ou trapos velhos
    • Decapante universal
    • Pincéis de vários tamanhos e formatos
    • Conjunto de espátulas de diferentes tamanhos
    • Fita de bate chapas
    • Berbequim
    • Escovas de aço de diferentes tipos e formatos (para aplicar no berbequim)
    • Escovas de aço manuais
    • Lixa de água (diferentes grãos, ex: 80, 240, 400, 1000, etc...)
    • Palha de aço
    • Conversor de ferrugem
    • Diluente celuloso ou sintético (conforme as aplicações)
    • Betume
    • Tinta anti ferrugem
    • Primário
    • Tinta final
    • Pistola de pintura
    • Compressor
    • Tinta final
    • Lanterna
    Parte deste material pode ser evitado se algum serviço for feito por profissionais como é o caso da decapagem a jacto de areia ou a esferas de vidro e metalização, por vezes compensa atendendo ao custo acessível e ao trabalho e tempo poupado.

    Exemplo: Alguns chassis, quadros de mota, jantes, tambores, em suma todas as peças em metal grosso podem ser sujeitas a este processo.

    LIMPEZA E PREPARAÇÃO DA CHAPA:
    • Retirar toda a terra velha, óleo, lixo que possa existir na peça a tratar, com recurso a produtos específicos consoante aquilo que se trate, exemplo: petróleo, diluente, gasóleo, etc...
    • Produtos de limpeza doméstica em certas peças também servem.
    • Para arrancar a tinta velha com picos de ferrugem podem recorrer a decapante inicialmente aplicado com uma espátula e depois escova de aço ou outra similar aplicada no berbequim, para retirar a tinta restante (se as dimensões da peça o permitirem fixar a peça num torno)
    • Usar sempre material de protecção para estes serviços.
    • Peças de alumínio podem ser limpas com palha de aço, luminox, duraglit, etc...
    • Aplicar desengordurante ou diluente para limpar poeiras da peça (pode ser feito posteriormente)
    • Conforme a peça usar lixa de água (grão conforme a necessidade)
    • Em determinadas peças pode usar-se um conversor de ferrugem, aplicado com um pincel.
    APLICAÇÃO DE BETUME:
    • Depois da peça ser devidamente limpa com um compressor retira-se a poeira, ou com um pano, para se aplicar o betume.
    • Em regra a embalagem do mesmo a tampa serve para misturar o betume e existe uma espátula para o efeito, contudo pode se usar uma de metal.
    • Na embalagem vem a proporção a misturar o endurecedor com o betume.
    • Aplica-se em camadas finas.
    • Deixar secar durante cerca de duas horas.
    • Lixar até o betume estar em "linha" com a chapa.
    MISTURA DE TINTAS:
    • Para misturar as tintas o melhor método é seguir as instruções dadas pelo fabricante, em regra no rótulo vem a indicar a proporção de diluente a usar.
    • A mistura deve ser efectuada numa lata à parte antes de se colocar no depósito da pistola.
    • Mexer muito bem a tinta até ficar uniforme.
    • Antes de usar na peça propriamente dita, convém experimentar num bocado de metal, afim de afinar a pistola.
    ESTUFA (IMPROVISADA):
    • Com o compressor, soprar toda a garagem e/ou zona de pintura.
    • Borrifar o chão da mesma com água.
    • As peças devem estar penduradas com arame e sem que se toquem umas nas outras.
    APLICAÇÃO DE PRIMÁRIO:
    • Depois da peça estar isolada na zona que não é para pintar com jornal e fita de pintor...
    • Pintar a uma certa distância (cerca de 20 cm) e nunca parar na mesma zona estando a pressionar o gatilho da pistola afim de evitar que acumule tinta em demasia nessa área.
    • Segurar na mangueira para evitar que a mesma toque nas peças e/ou atrapalhe os trabalhos, ou coloca-la atrás das costas.
    • Depois do primário secar, lixar até o granulado da mesma desaparecer...
    APLICAÇÃO DA TINTA (FINAL):
    • Dependendo do que se pretende existem vários tipos de tintas e preços. O melhor é consultarem numa loja especializada, no entanto na maioria das pinturas é usada acrílica...
    • Tem de ser misturada com diluente ou endurecedor e/ou verniz para dar brilho.
    • Deixar secar bem sem tocar.
    LIMPEZA DA PISTOLA:
    • Depois de ser usada a pistola tem de ser limpa com diluente e soprar a mesma.
    • Convém desmontar o bico da mesma e limpar tudo convenientemente até sair todos os restos de tinta.
    • Usar um cotonete no orifício se necessário.
    MONTAGEM:
    • Esta fase tem de ser feita com cuidado e paciência para evitar riscar a pintura.
    • Se possível colocar à volta dos sítios onde podem passar chaves, fita de pintor ou jornal, para prevenir toques.
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Olha ...
    Quando tiver mais tempo disponivel vou pegar na maquina de fotos e vou "tirar" uns bonecos ao compressor com que pintei o 127 há muitos anos (em 1978). Isto só para o pessoal se rir um bocado :lol:
    Vou ver tambem se ainda tenho os livros que consultei na época ....
     
    Jorge Viegas gostou disto.
  3. Jorge já agora aconselha-me acerca de "lixadoras".

    Abraço
     
  4. O que queres dizer com isso?
     
  5. Máquinas que lixam a massa que se aplica no carro, e que aparente fazem tão bom trabalho. ;)
     
  6. Já vi dessas máquinas nas oficinas de bate chapas, mas desconheço funcionalidade, preços, etc...(não tenho nenhuma :D )
     
  7. Post 1 editado, mais info: Aplicação de Betume e Mistura de Tintas.
     
  8. Bem esta resposta raia um pouco o offtopic mas paciencia ... (foi prometido.......)
    O meu "compressor" de há trinta anos :lol: :lol:
    O motor era constituido por um berbequim; depois ele apertava-se neste "trambolho" e ficava fixo numa tábua :(
    Na saida levava uma mangueira e uma pistola de "baixa pressão" .......
    A pistola foi emprestada (por um amigo) e não a tenho ....... são as "ferramentas" ainda da época ....
     

    Ficheiros Anexados:

  9. Post 1 editado, mais info: Estufa (improvisada) e Aplicação de Primário.
     
  10. Não sei como queres desenvolver este tópico.....
    Se for para "ir acrescentando" os capitulos .... então penso que não deves esquecer um .... e que é a "segurança do pintor" .... :lol:

    Já a utilização do compressor na "estufa"; pessoalmente penso que essa utilização só muda o pó de local; eu preferiria o "aspirador" .
     
  11. Guilherme todas as dicas são bem vindas, pois este tutorial é da minha cabeça com alguma ajuda de outros fóruns que frequentei, no entanto todos devem opinar, porque o que tenho escrito pode não bater certo a 100% ;) .
    Existem outros métodos.
     
  12. Existem dois tipos as orbitais e as rotativas, penso que fazem trabalhos diferentes, as rotativas são usadas para desbaste de certas zonas, para levar a chapa, como riscos muito fundos. As orbitais servem para despolir e fazer os acabamentos. Julgo eu. Alguém mais entendido que se pronuncie.

    Já agora não aconselho o uso de jornais para isolar peças, e quando se fizer que seja com cuidado. Os solventes das tintas podem reagir com o que está impresso no jornal e passar para a tinta, também uma unica folha de jornal pode deixar passar tinta para baixo.
     
    Jorge Viegas gostou disto.
  13. Outra coisa que julgo ser importante, o compressor deve de ser purgado com frequência, e deve haver filtro de gorduras e humidade entre a pistola e o compressor, assim o ar que sai na pistola é limpo. Sem este filtro ha sempre substancias que vem misturadas no ar que sai do compressor que vão estragar o trabalho final.
     
  14. Post 1 editado (mais info): Aplicação da tinta (final), Limpeza da pistola e Montagem.
     
  15. Para lançar um pouco de discussão,
    Penso que o betume não deve ser dado sobre a chapa mas sim sobre uma demão de impressão fosfatante ou Wash Primer, penso que assim a chapa fica mais bem protegida, pois o betume não tem propriedades anti corrosão.
    Penso eu de que....
     
  16. Tens informação sobre isso? Ainda não tinha ouvido falar :eek:
     
  17. Jorge, viva
    Informação concreta não tenho, mas o que tenho lido é que o betume é poroso e que não protege a chapa.
    Penso que por facilidade é aplicado directamente na chapa para depois se poder limar e lixar sem estar a danificar o aparelho. depois leva aparelho por cima e toca a andar.
    Mas que a chapa por debaixo do betume fica sem protecção anti corrosão lá isso fica.
    Que venham as opniões dos gurus
    Abraço
     
  18. Hi
    Estive a dar uma vista de olhos no tutorial e gostava de tecer algumas considerações.
    O uso de "diluente" hoje em dia é desencorajado por causas ambientais ....
    Apesar deste artigo focar essencialmente a "chapa" de ferro é conveniente não esquecer a "chapa" de aluminio e como tal a especificidade dele estar em contacto com o "ferro" ....
    Alem disto temos ainda as considerações da protecção em carros novos como saem da fábrica e as reparações feitas em oficinas de bate chapa/pintura .....
    Temos de ter cuidado porque as técnicas (tanto de protecção como de fabrico da chapa) têem evoluido (melhorado) ao longo dos anos e métodos que nos podem parecer "malucos" acabam por ser "adaptados a uma determinada situação.

    Não posso esquecer que o meu vauxhall no interior das portas (por dentro das forras) não estava "pintado" nem parecia ter qualquer protecção na chapa; no entanto ela estava "branquinha" - sem oxidação ...

    Cuidado com os conceitos utilizados uma "coisa" é "primário" outra "betume" e outra "aparelho" se começamos a confundir alhos com bugalhos é uma chatice ... :lol: :lol:
    Boa continuação do tutorial .....
     
  19. Jorge vou deixar-te isto aqui, pode eventualmente ser útil para adicionares ao tutorial no que diz respeito à projecção de uma "Estufa de campanha"

    [​IMG]

    As medidas é claro que vão variar conforme o carro que se trata.
    Eu optei por deixar 0,8m para cada lado, excepto na frente que não tem nada para pintar, isto para me garantir algum espaço de manobração.
    Em termos de altura, optei por 2m, para não ter de andar derreado, e pilares, de preferência quadri-pé, de forma a propiciar uma maior segurança à estrutura.
    Em termos de ventilação:
    A- Extracção a partir do ventilador
    B- insuflação de ar com filtro
    ( estes poderão estar sujeitos a alteração)

    A porta © efectivamente não existe, pode utilizar-se a união do tolde para entrar na estufa.
    Este tolde convém ser incolor para que permita alguma transmissão de luz para o interior da estufa.
     
    Jorge Viegas gostou disto.

  20. A insuflação de ar deve ser feita por cima e a extracção por baixo, para criar um varrimento vertical de cima para baixo.
    E lembrem-se nada de silicones nas redondezas...
     
    Jorge Viegas gostou disto.
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página