Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Tnrr - rainha santa 2011

Tópico em 'Rallys, Velocidade e Regularidade' iniciado por Filipe Madeira, 29 Mar 2011.

Tópico em 'Rallys, Velocidade e Regularidade' iniciado por Filipe Madeira, 29 Mar 2011.

  1. Ai está o pontapé de saída do Rallye Rainha Santa 2011.

    SHAKE DOWN - 16 ABRIL

    Ver anexo 218901

    Cumprimentos
    FM
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Será que é desta... :)) Espero estar presente... ;)
     
  3. Boa noite,

    Não tinha esta data prevista na minha agenda, e, por isso, já tinha compromissos para esta data, mas, estou a tentar encontrar uma fórmula que me permita participar neste evento de teste para o 41º Rallye Rainha Santa.

    Assim, se tudo correr bem e se o GOLF GTi regressar em forma de Espanha, espero marcar presença neste Shake Down para o "Rainha Santa 2011", Rallye no qual pretendo participar.
     
  4. Eu também conto ir.
     
  5. Dasss, já fui....... casamento......... :wacko: :wacko: :wacko:
     
  6. Caros Amigos,

    Em boa hora o Jorge Conde tomou a iniciativa estratégica de levar a efeito o Shake Down do 41º Rallye Rainha Santa, em que numa inédita iniciativa no TNRR, proporcionou uma excelente jornada de testes e de treinos a quase 3 dezenas de equipas.

    A data escolhida foi oportuna no calendário, e o S. Pedro esteve do nosso lado, com a oferta de um magnífico dia para a prática da modalidade. O formato deste Shake Down foi perfeitamente desenhado, compacto, com dinâmica e um bom ritmo (sem ser exagerado), com muitas modalidades e variantes de regularidade, muitos desafios, algumas “rasteiras”…, e, fundamentalmente, um grande ambiente de convívio e de confraternização entre os participantes.

    Ainda que estivesse presente neste Shake Down um cheirinho de competição, como aliás acontece nos treinos de qualquer prova automobilística, digamos que esta jornada foram mais treinos livres, do que propriamente treinos cronometrados para definir qualquer grelha de partida. Deste modo, poder-se-á eventualmente considerar que se tratou de uma competição “a feijões”, só que mesmo assim, o pessoal gosta de fazer bem, o melhor possível!

    Para nós o Shake Down serviu desde logo, e em primeiro lugar, para testar a aferição do Blunik, depois de ter alterado o diâmetro da jante no respectivo parâmetro, uma vez que passámos de jante 13” para jante 14”, algo que me esqueci de fazer em Almendralejo e que nos custou uns bons segundos de penalizações. E sobre este teste, a “coisa” correu bem, pois o Blunik contou todos os metrinhos muito bem, sendo que há a realçar que todo o traçado do Shake Down estava bem medido. Nos restantes testes, quer no que se refere à parte humana (prestação piloto / navegador e respectiva coordenação), quer relativamente ao bólide, o teste deu excelentes indicações, pois correu tudo muitíssimo bem, quase que na perfeição!...

    Relativamente aos registos dos tempos de passagens nos controles e às respectivas classificações, as “coisas” não terão corrido de todo bem, mas, tratando-se de uma sessão de testes e de treinos a sua importância terá obrigatoriamente de ser relativizada. Valem o que valem, pois o(s) prémio(s) terá sido um bom almoço a preço de crise, em amena cavaqueira com os Amigos destas “lides regularistas.”

    No que se refere aos registos de tempos e respectivos efeitos na classificação, parece-me que o único busílis (pelo menos para nós) ter-se-á verificado em Serpins 1, no controle instalado ao km 6,69 (km 5,8 da estrada), em que os tempos não batem de facto certos, para muitos concorrentes, ao que parece, a todos, após o nº 8!...
    No nosso caso, temos absoluta certeza após verificação do Blunik e confirmação dos cálculos vs tempos, do seguinte: fizemos toda a parte de regularidade absoluta pelo Blunik muito bem, entrámos certíssimos na parte da regularidade de estrada (km 6) e passados 200 metros ao km 5,8 da estrada (km 6,69 da PEC), levamos com 15 segundos de penalização! Completamente impossível!... Dissémo-lo logo na Lousã e depois de tudo verificado, reafirmamo-lo. Lembro-me que neste controle estava um carro estacionado à frente do meco e antes dele, estava uma senhora sentada na berma. Hesitei um pouco e terei passado com 1 segundo de atraso, eventualmente 2, no máximo! Aliás, consideramos mesmo, que o tempo atribuído ao João Mexia seria o nosso! E, assim, a nossa pontuação final será, na realidade de 9, no máximo, 10 pontos!...

    Já no que se refere a todos os outros controles, o registo de penalização obtida, ou ausência dela, coincide com a nossa percepção, inclusivamente, o controle instalado ao km 0,0 das PEC’s da Lousã 1 e 2. Nestas regularidades de estrada, o Jorge Conde fez uma matreirice, colocou o início da PEC uns bons 10 metros antes do meco. Quem já fez muitos Rallyes FIVA conhece bem esta matreirice! Eu próprio já caí nela e desta vez não caí, porque perdi o hábito, numa regularidade de estrada, em colocar o carro alinhado com o meco. Mas, mesmo assim, aconteceu uma coisa gira em Lousã 1. O Mexia arranca do local indicado pela Organização como sendo o início da PEC. Eu coloco lá o carro e diz-me o João Paulo: “o meco está ali à frente”! Eu dou uma aceleradela e movo um pouco o carro! Como consequência desta manobra o controlador ansioso mostrou-se logo, e nós ficámos desde logo a saber que o mesmo estava ali! Conclusão: 0 segundos de penalização na 1ª e na 2ª passagem!...

    Não sei bem porquê! Parece maldição! Mas no Rainha Santa as populações não se dão bem com os automóveis! Em 2007 levei com uma bengalada de um velhote inglês no tejadilho do XR3 e, desta vez, lá tivemos os homens do tractor a importunar a malta, inclusive de bloco de notas na mão a registar as matrículas. Sei que já houve outros episódios, mas nesses estive ausente!...

    E, já agora, não resisto a relatar um episódio giro, e sei que o João Mexia e o Nuno Machado não levarão a mal e até acharão piada! Aliás o João e o Nuno andaram completamente na “descontra”! Até colocaram o 13 invertido no Porsche!... Mas, a determinada altura apanhamos o Porsche numa ligação a trás de um camião e de um autocarro! Passamos uma localidade e aproximamo-nos de uma figura do road-book em que devíamos cortar à direita. O João inicia a ultrapassagem e o João Paulo diz-me: não ultrapasses que temos de virar dentro de 100 m à direita. Ou seja, o João Mexia ultrapassa mesmo em cima do local onde deveríamos virar à direita! Eu paro no local e digo ao João Paulo: ele foi em frente! E a resposta foi: pois, “mas o trajecto é por aqui, e acrescenta, não vês que o João conhece isto tudo! Se calhar, sabe de algum atalho para ir para o início da PEC seguinte! Vais ver que quando lá chegarmos ele já lá está!... Só que não estava!... O João lá chega a tempo de iniciar a PEC no tempo dele. Na neutralização diz-me o João Mexia: podias ter-me avisado que era para virar à direita, e eu lá me desculpei com a resposta do João Paulo!... Heheheh!...

    Quanto ao assunto da cronometragem estou completamente de acordo que, nos tempos que correm, se impõe a cronometragem automática. Agora que se começou com a implementação da mesma, não há volta a dar-lhe! É de facto mais eficaz, eficiente e mais fiável!...

    No que se refere à actual conjuntura financeira e económica e respectivas implicações nesta modalidade e outras do desporto automóvel, já produzi algumas dissertações, mas, não faço mais! É o que é! Apenas acrescento: a FPAK deveria estar para o desporto automóvel na actual conjuntura, como está o FMI/Europa para o País!...
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página