Bem-vindo/a ao Portal Classicos

É apaixonado/a pelas máquinas de outros tempos? Considera-se um petrolhead? O que espera para se juntar à família?

Ligue-se!
  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.

Tipos De Óleo - Funções, Utilidade...(Perguntas E Respostas)

Tópico em 'Ajuda no Restauro e Manutenção' iniciado por Jorge Viegas 2 Fev 2014.

  1. Jorge Viegas

    Jorge Viegas Veterano
    Staff Portalista Delegado Regional

    Registo:
    23 Mar 2008
    Mensagens:
    22,244
    Gostos recebidos:
    6,372
    Local:
    Scallabis
    Para que serve o óleo lubrificante?

    O óleo do motor é fluído e lubrifica todas as partes internas do motor. A sua função é evitar o atrito entre as peças móveis e garantir o seu bom funcionamento. Ele deve manter suas características de lubrificação, seja sob as mais diversas condições climáticas ou formas de uso.

    Qual a importância da muda de óleo?

    Com o passar do tempo, o óleo do motor perde a sua viscosidade. A viscosidade faz com que o óleo permaneça por mais tempo revestindo as partes móveis que ficam em contacto dentro do motor, como bielas, anéis, cilindros, bronzes, mancais, comandos, válvulas, etc. Perdendo a viscosidade, o atrito entre as peças poderá comprometer o bom funcionamento do motor, diminuindo a sua vida útil, reduzindo o desempenho, consumindo mais combustível, e a médio ou longo prazo, provocar desgaste prematuro nos segmentos fazendo com que o motor queime óleo.
     
    #1
  2. Jorge Viegas

    Jorge Viegas Veterano
    Staff Portalista Delegado Regional

    Registo:
    23 Mar 2008
    Mensagens:
    22,244
    Gostos recebidos:
    6,372
    Local:
    Scallabis
    Quais os tipos de óleos existentes para motor?

    MINERAIS: são os mais comuns no mercado. Adequados para motores convencionais de qualquer cilindrada, têm a viscosidade adaptada à temperatura de funcionamento do motor, atingindo os principais pontos de lubrificação com eficiência mesmo no inverno, quando há maior resistência ao escoamento do lubrificante pelas galerias de óleo. Mas, com o tempo, provocam carbonização principalmente no cabeçote e nas sedes de válvula, caso não sejam usados aditivos especiais para evitar o problema.

    SEMI-SINTÉTICOS: são os de base sintética e mineral, recomendados para motores mais potentes e que atingem um nível de rotação acima da média. Por terem menor quantidade de compostos de carbono mineral, provocam menos carbonização das câmaras de combustão, o que facilita a entrada e saída dos gases de admissão e escape, além de evitar problemas de batida de pino. Outra propriedade desse tipo de óleo é a de formar uma película protectora nas paredes dos cilindros, diminuindo o atrito entre as partes móveis durante a partida.

    SINTÉTICOS: são os melhores, usados nos carros das categorias mais importantes do automobilismo mundial pela curva de viscosidade constante, independentemente da temperatura de funcionamento do motor, e por não provocarem carbonização. Também podem ser usados nos modelos desportivos com alta taxa de compressão, nos turbinados e em carros 1.0, pois trabalham com regime de alta rotação do motor. São os únicos tipos de óleo recomendado para qualquer veículo sem nenhuma restrição quanto ao uso.
     
    #2
  3. Jorge Viegas

    Jorge Viegas Veterano
    Staff Portalista Delegado Regional

    Registo:
    23 Mar 2008
    Mensagens:
    22,244
    Gostos recebidos:
    6,372
    Local:
    Scallabis
    Quais as vantagens do óleo sintético?
    • Não perdem a viscosidade, mantendo as mesmas características do óleo novo.
    • Não formam borra dentro motor.
    • Por serem mais finos, alcançam todas as partes do motor, lubrificando melhor.
    • Diminuem o desgaste das peças do motor, durante o arranque a frio
    • Mantém as mesmas características, mesmo em altas temperaturas.
    • Permitem cada troca de óleo por longos períodos (de 10.000 a 15.000km).
    • Mantém o motor limpo, aumentando o desempenho e reduzindo o consumo de combustível.
     
    #3
  4. Jorge Viegas

    Jorge Viegas Veterano
    Staff Portalista Delegado Regional

    Registo:
    23 Mar 2008
    Mensagens:
    22,244
    Gostos recebidos:
    6,372
    Local:
    Scallabis
    Já uso óleo mineral. Posso trocar por sintético?
    Pode sim, desde que na troca você também substitua o filtro de óleo.

    O meu carro é 1.0cc, posso usar óleo sintético?
    Pode e deve. Veículos com motor 1.0 são submetidos a maior giro do motor, para compensar sua falta de potência. Devido ao alto giro, ele trabalhará com maior temperatura. Os óleos minerais tendem a perder parte da viscosidade em altas temperaturas. Os óleos sintéticos não perdem suas características sob altas rotações e grandes temperaturas.

    E se meu carro tiver muita quilometragem?
    Motores com mais de 100.000km rodados tem as bronzes e anéis com mais folga que os veículos novos e portanto tendem a baixar mais o nível de óleo no cárter. O uso de óleo sintético nestes motores é de uso facultativo. Os óleos minerais mais grossos podem ajudar a diminuir o consumo de óleo.

    Por que devo trocar o filtro de óleo?
    O filtro retém partículas de impurezas presentes no óleo, como uma pequena quantidade de metais resultado do desgaste natural das peças do motor e sujeiras vindas da câmara de combustão provenientes de combustíveis de baixa qualidade. A não troca deste filtro pode comprometer a lubrificação e caso acumule excesso de impurezas, danificar a bomba de óleo.

    Por que devo trocar o filtro de ar?
    A poluição nos grandes centros urbanos e poeiras de estradas não pavimentadas são filtradas pelo filtro de ar do veículo. A não troca deste filtro pode levar estas sujeiras ao interior do veículo, podendo contaminar o óleo do motor, provando borra, diminuindo a potencia e aumentando o consumo de combustível.
     
    #4

Partilhar esta Página