Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Postalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Situação Assustadora c/ Fiat 125

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Miguel Pintado, 21 Jul 2011.

Tópico em 'O nosso hobby: Clássicos' iniciado por Miguel Pintado, 21 Jul 2011.

  1. O que passa pela cabeça de uma pessoa quando, enquanto circula a cerca de 110 km/h, se ouve um grande POP e, num milionésimo de segundo, o pára-brisas decide ficar assim?
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Mais uma imagem de dentro, e a vista por fora que, diga-se, assustou muita gente :D
     

    Ficheiros Anexados:

  3. Não, não houve projéctil. Só do nada se lembrou de estalar. Fez o mesmo género de estrondo que faz um vidro quando há choque térmico, mas não sei se foi isso...
     
  4. Txi! Que grande M** !

    Pode acontecer. O vidro não é laminado pois não?
     
  5. Imagino o susto. Mas o que importa é que foi um susto sem grandes consequências.

    Abraço
     
  6. Nunca vi tal coisa acontecer na minha vida:shocked::shocked::shocked:
     
  7. Miguel,

    isso era um extra muito raro nos 125. Serve para quando está muito sol, mas apenas em anos bissexto e quando a lua está no quadrante ipsilon...

    heheheheh

    Agora fora de brincadeira, deves ter apanhado um valente susto.
     
  8. Aconteceu o mesmo, em AE, com a Mini do meu irmão. Mas não íamos a 110, nem a 120, nem a 130, nem a 140. :rolleyes

    Foi dos maiores sustos da minha vida, sem dúvida.
     
  9. Iam a 100?

    :D:D:D
     
  10. Estavamos a picar o meu pai, que ia de plástico. :huh:

    IMG_2015.JPG

    IMG_2014.JPG

    IMG_2017.JPG

    Momentos antes, estava assim:

    IMG_2013sm.jpg

    IMG_1946.JPG
     

    Ficheiros Anexados:

  11. Epá, que nostalgia, ver estas fotos. Podem ter apenas um ano e meio, mas já tenho mesmo muitas saudades da carrinha. Era mesmo bom que voltasse a andar este ano! Ou, o mais tardar, no próximo verão.
     
  12. :D

    Até mudaram de cor, aposto...
     
  13. O meu irmão, que estava com óculos de Sol, nem por isso. Eu vim o caminho todo de olhos fechados, e tapados pelo braço. :D
     
  14. Eu julgo que não. Tanto que ao fechar a porta caiu um pedaço do meu lado...
     
  15. Se fosse laminado, julgo que não se despedaçava desta forma.
     
  16. Completamente. E por momentos fiquei atrapalhado...

    Felizmente sim. Com o trânsito que estava podia ter sido um grande problema.
    Abraço

    Nem eu. Quase que parecia o efeito de um dos gadgets (penso que era um anel) do 007 no Die Another Day :huh:

    :D:D deve ter sido quando o montámos depois da pintura que o activámos então :huh:

    Mas sim foi um grande susto. Contudo estava mais com medo de bater com o carro em algo do que com a possibilidade de o vidro me cair em cima :D
     
  17. Vieram a conduzi-la mesmo depois de lhe ter acontecido isso?
     
  18. A propria torção da carroçaria pode fazer isso. Isso é vidro temperado que é muito resistente ao choque por impacto, mas choques térmicos e a própria aresta do vidro temperado são os seus pontos fracos. Qualquer objecto metálico ou rochoso por mais pequenos que seja que fique em contacto com a aresta do vidro em pressão, por exemplo algo que fique dentro da borracha à volta do vidro pode originar a fragmentação do vidro temperado. Já poderia estar picado nalgum sítio e com alguma torção repentina, tanto por força do vento como passar num buraco ou a fazer uma curva, sendo temperado acontece uma quebra expontânea. Se fosse em vidro laminado aparecia uma seda (estaladela).;)
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página